Yahari Ore no Seichun Love Comedy wa Machigatteiru (Oregairu)

002.3 - A todo momento, Hayama Hayato está pondo as coisas em ordem

Era um horário livre, mas eu nunca conseguiria descansar.

A sala de aula zumbia com todas as conversas. Todos e seus cães haviam sido libertos das correntes dos deveres escolares e agora estavam todos falando de modo familiar com seus amigos sobre seus planos para depois das aulas e sobre o que eles assistiram na TV, blá, blá, blá. As palavras deles entravam por um ouvido e saíam pelo outro. A conversa deles poderia muito bem-estar em outro idioma, baseado no quanto eu estava entendendo dela. Eu também poderia muito bem não ter que ficar ali.

Eu tenho a sensação de que a conversa estava até mesmo mais animada do que de costume. Provavelmente isso se devia ao fato do professor responsável pela turma ter anunciado ontem que nós poderíamos escolher nossos próprios grupos para a 「Visita ao Local de Trabalho」. Embora após amanhã nós fôssemos ter um primeiro período mais longo do que de costume para decidir os grupos e o local para onde cada um deles iria, meus colegas de classe estavam um passo à frente.

As conversas não estavam fugindo muito das perguntas 「Para onde você vai?」 e 「Com quem você vai?」. Praticamente todos na classe estavam fazendo planos especiais para ficarem juntos de quem eles queriam.

Isso era óbvio. A escola não é apenas um lugar onde você assiste a aulas. Em seu coração, ela é como um microcosmo da sociedade, um jardim em miniatura, povoado por todos os tipos de seres humanos existentes na Terra. E então, as pessoas no Ensino Médio tinham suas próprias guerras e disputas através do bullying e, exatamente como qualquer outra sociedade estratificada, a teoria da força da maioria também se aplica aqui. A regra da maioria, no caso, são aqueles com a maior quantidade de amigos.

Eu assistia ao comportamento dos meus colegas de classe com meu queixo descansando em minhas mãos e meus olhos semicerrados. Ultimamente eu vinha dormindo o bastante e não era como se eu estivesse cansado ou nada do tipo, mas, porque eu havia passado minhas horas de almoço desse jeito desde que eu era pequeno, dormir havia se tornado um reflexo condicionado para mim.

Quando minha linha de visão havia começado a escurecer e eu estava quase cochilando, eu fui surpreendentemente acordado por um pequeno par de mãos.

Quando eu levantei meu rosto, com os olhos ainda turvos, vi que era o Totsuka Saika que estava sentado na cadeira a minha frente.

「Bom dia!」

Totsuka me cumprimentou com um pequeno sorriso.

「...... Por favor faça o café da manhã para mim todas as manhãs.」{{Riberiru: Já começou essa viadagem de novo.}}

「Eh...... Ahn!? O que você está......?」

「Oh, não é nada. Eu apenas estava meio sonolento.」

Caramba, eu propus a ele sem nem mesmo pensar. Merda, por que ele é tão excessivamente fofo? Mas ele é um cara! Um cara! Um cara?...... não que ele fosse fazer café da manhã para mim todas as manhãs de qualquer modo.

「...... Então, o que foi?」

「Não é nada...... Eu apenas pensei em dizer olá já que você estava aqui, Hikigaya-kun...... eu estou te atrapalhando?」

「Não, nem um pouco. Na verdade, eu adoraria se você falasse comigo vinte e quatro horas por dia.」

Nessa mesma nota, eu adoraria se ele dissesse que me ama vinte e quatro horas por dia. {{Riberiru: Me lembrem de dar na cara do Watari-sensei quando tiver chance.}}

「Nesse caso, eu teria que estar com você o tempo todo, sabia?」

Totsuka riu de modo fofo, colocando uma mão na frente da boca. E então, como se tivesse percebido alguma coisa, ele bateu as mãos e franziu os olhos ao perguntar.

「Hikigaya-kun, você ainda não decidiu onde você vai na Visita ao Local de Trabalho?」

「Bem, eu decidi que estou decidindo, mas ainda não decidi que não decidi.」{{Riberiru: é assim mesmo em japonês.}}

Perplexo com o que eu disse, Totsuka olhou para o meu rosto e inclinou ligeiramente a cabeça. Eu roubei um fugaz olhar para o espaço entre o colarinho de seu uniforme esportivo e o seu pescoço e, inadvertidamente, desviei os olhos. Como ele poderia ter uma pele tão bonita? Que tipo de sabonete corporal ele estava usando?

「Ahh, em outras palavras, eu não me importo com o lugar para o qual eu vá. Qualquer lugar próximo da minha casa é o mesmo para mim. Igualmente inútil.」

「Hee, algumas vezes você diz palavras difíceis, Hikigaya-kun.」

Eu não me lembro de ter dito nem mesmo uma única palavra difícil, mas o Totsuka fez um som de espanto, como se minhas palavras tivessem causado uma profunda impressão nele. Eu tinha a sensação de que o Totsuka poderia explodir em framboesas e o meu nível de afeto por ele iria aumentar. No entanto, o fato de que ele era um tipo de personagem capaz de aumentar o seu nível de afeição não importa o que ele diga, era assustador a sua maneira. Eu estava prestes a cair em uma rota que não deveria ser nomeada. {{Riberiru: Chama-se Yaoi.}}

「Então...... você já decidiu com quem você vai, hein?」

Totsuka olhou para os meus olhos hesitante, mas com uma inconfundível insistência. Eu não tinha ideia do que fazer com o que ele havia dito. As palavras dele pareciam passar uma sensação do tipo 『Eu quero ir com você, mas como você já decidiu com quem vai, é uma pena』.

Isso foi o bastante para me colocar em guarda.

O ataque surpresa do Totsuka havia forçado violentamente a abertura das portas para as minhas memórias.

De fato, algo como isso também havia ocorrido há muito tempo atrás......

Veja, quando eu era um aluno do Segundo Ano do Ginasial, eu fui forçado a ser o Representante de Classe. A outra candidata era uma garota bonita que sorriu para mim e disse 『Vamos nos esforçar este ano』......

Uaaah! Droga! Novamente, eu estava quase sendo enganado por aquelas palavras completamente incompreensíveis. Eu não estava a ponto de me machucar outra vez!

Eu já sobrevivi a tudo isso uma vez. Um solitário experiente não cai duas vezes na mesma armadilha. Confissões de amor como penalidade por uma derrota no pedra, papel e tesoura, cartas de amor falsas escritas por garotos que copiavam o que as garotas ditavam para eles. Eu não quero ter nada a ver com essas pessoas. Eu sou um veterano de guerra. Em matéria de perder, eu sou o mais forte. {{Riberiru: Quanto mais a história avança, pior eu fico kkkkkkkk}}

OK. Acalme-se. O movimento mais fácil é, primeiramente, usar a técnica do papagaio. Basicamente, o O〇drill {{N/T: Se refere ao pokemon Fearow, que é chamado de Onidrill em japonês.}} é um expert entre todos os solitários.

Sendo assim, eu respondi à pergunta com outra pergunta.

「Você já decidiu com quem você vai?」

「E-eu?...... Eu, um, já decidi.」

Aturdido por ter sua própria pergunta mandada de volta a ele, as bochechas do Totsuka ficaram vermelhas. Ele cobriu ligeiramente os olhos com as mãos e olhou de lado para mim, para ver minha reação.

Bem, essa é a vida, eu acho. O Totsuka era um membro do Clube de Tênis, o que basicamente significa que ele tinha sua própria comunidade especial a qual pertencia e que seria inevitável que ele tivesse conexões com outras pessoas. Era óbvio que ele teria amigos nessa classe.

Eu, por outro lado, havia me juntado a um Clube que era como uma área de isolamento para os desajustados da escola, então não existiam maneiras de que eu fizesse amigos.

「Quando eu penso nisso, na verdade, eu nem mesmo preciso pensar sobre isso, eu não tenho nenhum amigo homem.」

「E, ei...... Hikigaya-kun...... Eu sou um menino, sabe......」

Totsuka era tão fofo que eu não pude ouvir apropriadamente o que ele disse.

De qualquer forma, no entanto, eu sentia uma sensação bizarra até mesmo ao falar com alguém na sala de aula. Desde toda aquela coisa com o Clube de Tênis, as pessoas diziam talvez duas ou três palavras para mim quando me viam.

Com tudo isso dito e feito, eu poderia realmente chamá-los de amigos? Eu duvidava.

Se era uma conversa fiada desse nível, não fazia diferença se nós nos conhecíamos ou não, nós poderíamos ser completos estranhos e isso não importaria.

Por exemplo, quando você está em uma fila para pegar Ramen, você pode ter uma conversa do tipo, 「Lotado, não é?」 「Eu estou cansado de ter que esperar na fila todos os dias.」, mas vocês não poderiam se chamar de amigos.

Amigos seriam por exemplo,

「Hayato-kun, você já decidiu para onde você vai?」

「Estou pensando em algum lugar relacionado a mídia ou uma corporação multinacional~」

「Caraca, Hayato, você é muito foda. Você é tipo um Super-Hayato. Mas estamos nessa idade, cê sabe? Eu tenho tido um baita respeito pelos meus pais esses dias.」{{Riberiru: A forma que esse cara fala me irrita. E é difícil de traduzir.}}

「Temos que ser mais responsáveis a partir de agora!」

「Uaau. Mas não se esqueça que todos somos jovens por dentro.」{{Riberiru: Mesmo dizendo a letra da música do chaves, eu ainda não gosto dele.}}

Esse não é o tipo de vibração que amigos passam? Ser amigos era, provavelmente, ser capaz de falar uns com os outros sem se importar com o mundo. Entretanto, eu teria começado a rir no meio disso, o que significa que amizade era algo completamente impossível para mim. O que era essa merda sobre respeito aos pais? Esse cara pensa que é algum tipo de rapper?

Hayama Hayato estava cercado por três caras e estava radiante, como normalmente ficava.

Quase todo mundo estava feliz por chamá-lo de Hayato e o próprio Hayama também parecia disposto a chamar todos eles pelos seus primeiros nomes. Esse único ato de 「amizade」 era uma cena apropriadamente reconfortante.

No entanto, eu podia ver que eles estavam apenas fingindo essa amizade ao 「chamar uns aos outros pelo primeiro nome」. Chamar as pessoas pelo primeiro nome era algo que acontecia em doramas, mangás e animes. A performance deles estava muito roteirizada. Eles queriam apenas sugar um ao outro.

...... Mas não há nenhum mal em tentar por mim mesmo, certo? Seria uma experiência. Eu não tenho nada contra os mangás que eu não leio, apenas contra as pessoas que os desenham. Se eu tentasse ler e absorver tudo sobre eles, eu socaria o artista com toda a minha força, no entanto.

O experimento. Chamar alguém pelo primeiro nome mudaria o seu relacionamento com essa pessoa?

「Saika.」

「......」

Quando eu chamei o nome do Totsuka, ele não disse nada. Ele enrijeceu. Seus olhos se arregalaram e ele piscou duas ou três vezes com a boca aberta.

Vê o que eu quero dizer? Isso não faz com que você se dê melhor com a pessoa. Normalmente, chamar alguém pelo primeiro nome quando vocês ainda não têm tanta intimidade iria apenas deixar a pessoa irritada. Tipo, quando o Zaimokuza me chama de Hachiman, eu ostensivamente o ignoro. O que eu estou tentando dizer é que quando aqueles porcos riajūs (risos) fazem tudo isso, eles mentem e fingem que não estão irritados.

Eu percebi que provavelmente deveria pedir desculpas ao Totsuka por hora.

「Ah, foi mal por agora......」

「...... Eu estou tão feliz. Foi a primeira vez que você me chamou pelo primeiro nome.」

「O que...... disse......?」

Totsuka abriu um largo sorriso para mim, seus olhos, de algum modo, estavam nublados devido a profunda emoção. Que porra é essa? Eu estava começando a viver uma vida plena? Riajūs (meus soberanos!) isso foi incrível. Eu acabei olhando de novo pra ele.

 

 

Totsuka olhou para mim e tossiu um pouco,

「Eu, eu também...... posso chamar você de Hikki?

「De jeito nenhum.」

Não, apenas não. Agora mesmo, existe apenas uma única pessoa que me chama por esse apelido altamente revoltante e se isso pegasse eu estaria arruinado. Vendo como eu me recusei a ceder, Totsuka pareceu um pouco desapontado por um momento, mas então ele limpou a garganta e tentou de novo. {{Riberiru: O Hikki é um ótimo protagonista, mas “Ah, vai se fuder, porra!!”}}

「Que tal...... Hachiman?」

...... *Zukyun!* O barulho ressoou em meus ouvidos. {{N/T: Zukyun é o barulho do coração disparando. :Link}}

「M-me chame assim mais três vezes!」

Totsuka sorriu vagamente, perplexo pelo meu pedido sem sentido. Ele parecia fofo mesmo quando estava preocupado, exceto pelo fato de que eu era a causa da preocupação.

「...... Hachiman.」 Ele disse timidamente, observando minha reação por entre seus dedos.

「Hachiman?」 Ele disse interrogativamente, inclinando levemente a cabeça.

「Hachiman! Você está me escutando?」 Ele disse irritado, estufando as bochechas.

Ver a expressão levemente irritada de Totsuka foi o bastante para me trazer de volta a realidade. Oh merda, eu me permiti ficar fascinado pela intensa fofura dele sem nem mesmo pensar......

「Ah, aaaa. Foi mal. Sobre o que estávamos falando mesmo?」

Eu fingi que havia me distraído, mas na verdade eu estava escrevendo uma nota mental sobre os resultados do meu experimento.

Conclusão: o Totsuka fica muito fofo quando você o chama pelo seu primeiro nome.

 


X     X     X

 


É sempre noite quando o tumulto no terreno da escola se acalma. Dessa sala, uma pessoa podia ver os últimos raios de sol que desciam pela Baía de Tóquio, dando lugar à escuridão à espreita no horizonte.

「Ohhh...... então é chegada a hora da escuridão, hum......?」

O jovem garoto sussurrou isso enquanto fechava a mão. Quando ele fez isso, as luvas de couro sintético que ele estava usando fez um ligeiro som de aperto. Olhando fixamente para os pesos de um quilo que ele tinha nas mangas, ele suspirou.

「É chegado o tempo de romper o selo......」

Nem mesmo uma única voz respondeu a essas palavras.

...... Mesmo que houvessem mais três pessoas na sala.

Aquele que olhava para os três de nós em turnos, obviamente esperando que um de nós dissesse alguma coisa, era Zaimokuza Yoshiteru. E aquela que o ignorava totalmente e continuava lendo com um silencioso desprezo era a Yukinoshita Yukino. Aquela que balbuciava perplexa enquanto olhava para mim e para Yukinoshita a procura de ajuda, era a Yuigahama Yui.

「Zaimokuza...... Então, o que você quer?」

Eu perguntei a ele, o que fez Yukinoshita suspirar profundamente. Em seguida, ela olhou fixamente para mim. 「Era para você, ignorar ele......」 era o que os olhos dela pareciam dizer.

Sim, mas alguém tinha que fazer isso.

Eu realmente não queria falar com ele, mas ele vinha tagarelando sobre alguma coisa já fazia meia hora. Era como em Dragon Quest V diante do Rei no Castelo de Lenoire? {{N/T: Nessa parte do game, se você responder “não”, a conversa continua infinitamente}} Se eu não falasse com ele aqui, ele continuaria tagarelando para sempre.

Assim que eu fiz minha pergunta, Zaimokuza alegremente esfregou a ponta do nariz e riu, como se ele estivesse realmente lisonjeado. Que irritante.

「Ah, minhas desculpas. Uma boa frase acaba de me ocorrer, então eu apenas tive de dizê- la em voz alta para compreender todo o seu ritmo e o seu sentimento. Oho, de fato, eu sou um escritor até em minha essência...... Eu penso em minha novel quando estou acordado e também quando estou dormindo. Tal coisa é o destino de um escritor......」

Yuigahama e eu trocamos olhares cansados enquanto escutávamos o discurso pretencioso do Zaimokuza. Yukinoshita fechou seu livro com força. Zaimokuza se encolheu em reação.

「Eu pensei que um escritor fosse alguém que realmente criava alguma coisa...... Então você escreveu alguma coisa, eu suponho.」

「Hmmg guh guh!」

Todo o corpo de Zaimokuza recuou e ele deixou escapar um som como se sua garganta estivesse obstruída. Ambas as suas reações foram irritantes. Mas, estranhamente o bastante, hoje o Zaimokuza tinha nervos mais fortes que de costume. Ele pôs-se de pé rapidamente e tossiu exageradamente.

「...... Ahem. Essa é a única verdade por hoje...... por eu ter finalmente obtido meu desejo. Eu estou na estrada para El Dorado!」{{N/T: Cidade do ouro, td mundo conhece essa!}}

「O que, você ganhou o prêmio?」

「Na-não, ainda não...... en-entretanto, é apenas uma questão de tempo!」

Zaimokuza declarou arrogantemente, por algum motivo, agindo como se fosse alto e poderoso. E, eeh―. Nesse caso, que parte do que ele disse valia a pena o bastante para ele se gabar dela? Se ele podia dizer isso, então claramente o jogo que eu ainda tinha que completar com minhas habilidades no RPG Maker iria mudar para sempre a Indústria Japonesa de Jogos.

Zaimokuza jogou seu casaco para trás com um floreio.

「Hahaha, ouçam e fiquem impressionados! Nesta ocasião, eu decidi me aventurar em uma editora durante minha Visita ao Local de Trabalho! Em outras palavras vocês entenderam, não é?」

「Não, não temos a menor ideia......」

「Que julgamento pobre, Hachiman. Em outras palavras, é hora do meu talento ser reconhecido. Eu estou fazendo conexões.」

「Ei, não deixe isso subir a sua cabeça...... Eu juro, você é como uma criança que fica ao redor de um senpai delinquente. Você é ainda pior do que um Aluno do segundo ano do Ginasial restringindo a si mesmo.」

Zaimokuza passou a ignorar tudo o que eu estava dizendo e começou a sorrir sem nenhuma razão em particular. Ele estava, honestamente, assustador enquanto murmurava 「O estúdio vai ser...... o elenco vai ser.」 para si mesmo.

E além disso, também havia um monte de editoras medíocres. Se ele acreditava que seu futuro seria tão brilhante, não havia mais nada que eu pudesse fazer por ele.

Ainda assim, havia algo estranho sobre tudo isso.

「Zaimokuza, eu estou impressionado que seu grupo tenha escutado a sua opinião.」

「O que? Você está insinuando que eu sou um fracote...... bem, tanto faz. Nesta ocasião, apenas aconteceu de eu encontrar outros dois chamados otakus. Eu nem sequer disse que queria ir a uma editora e descobriu-se que eles também desejavam ir a uma. Eles estavam rindo, gargalhando e todos esses outros enfeites. Eu tenho certeza que eles são adeptos dessa recente moda BL. O amor conquista tudo e então eu não fiz nenhuma objeção.」{{N/T: BL é Yaoi ou insinuação de um.}}

「Você deveria se juntar com pessoas do mesmo tipo que o seu.」

Yuigahama recusou-se a olhar para o rosto do Zaimokuza. No entanto, o Zaimokuza tinha ido longe demais. Haviam algumas coisas que ele se recusava a admitir por estar entre pessoas que tinham o mesmo hobbie que o seu. Isso era como uma guerra religiosa, eu acho.

「...... É mesmo, a Visita ao Local de Trabalho......」

Yuigahama disse isso com uma profunda emoção. Então ela olhou de lado para mim antes de rapidamente desviar o olhar. Seus olhos estavam úmidos, como se ela tivesse acabado de sair de uma piscina, e seu rosto estava um pouco vermelho. Será que ela está gripada?

「...... Ei, Hikki, pra onde você vai?」

「Minha casa.」

「Não, já que essa rota não existe.」

Yuigahama dizia “não, não”, com sua mão.

Eu ainda não estava pronto para desistir disso...... eu pensei, mas uma vez que eu não queria apanhar da Hiratsuka-sensei, eu decidi deixar isso de lado. Eu tinha renunciado assim que a partida foi suspensa.

「Hmph, bem, eu vou onde os outros caras do meu grupo quiserem ir.」

「Uau, você não vai escolher por si mesmo?」

「Não...... eu fiz isso no passado, mas eu acabei sendo um pé no saco, então eu perdi o meu direito de opinar.」

「Ah en―ten, a, ah―. Desculpa.」

Como de costume, ela havia pisado em uma mina terrestre. A Yuigahama provavelmente era péssima no Campo Minado.

Parando para pensar nisso, aquilo me lembrou de algo. Na verdade, 「formar trios」 é uma instrução ainda pior do que 「formar duplas」. Se fossem apenas dois de vocês, você poderia apenas desistir e não falar nada. No entanto, se fossem trios e as outras duas pessoas forem camaradas e conversarem entre si, então você iria se sentir deslocado.

「Então, no fim você nunca se decide......?」

Yuigahama murmurou com um olhar de profunda contemplação eu seu rosto.

「Você decidiu onde vai ir, Yuigahama-san?」

「Sim. Ao lugar mais próximo.」

「Esse é um pensamento do mesmo nível que o do Hikigaya-kun......」

「Não me misture com esse grupo. Eu queria ir para a minha casa devido a minha forte convicção. Falando nisso, onde é que você vai? A polícia? Um tribunal? Ou talvez para uma penitenciária?」

「Errado...... Você parece saber como eu penso.」

Ufufu. Vê o que eu quero dizer? A risada dela é assustadora.

Na medida em que as coisas aconteciam, a Yukinoshita era morbidamente intelectual, mas unicamente quando ela realmente não gosta de você. Que estranho, ela realmente não quer dizer apenas coisas cruéis, de coração gélido e inumanas. Ufufu. O que há com essa risada de “sou tão inocente”?

「Eu...... acho que vou a um “Think Tank”, uma instituição de pesquisas. Eu vou escolher a partir disso.」

O fato de que a Yukinoshita já havia decidido o que ela queria fazer, exemplificava sua tendência em tomar decisões rápidas. De qualquer forma, era fácil lembrar o quão séria ela era a partir de quão fria era sua atitude.

Alguém continuou puxando a manga do meu blazer, me tirando do meu devaneio. O que você pensa que está fazendo, sua punk? Eu pensei, olhando ao redor e era a Yuigahama.

Ela havia aproximado seu rosto do meu, sem que eu percebesse. Ela cheirava ridiculamente bem e seu lustroso cabelo estava roçando na minha nuca.

Era a primeira vez que eu ficava fisicamente tão próximo da Yuigahama. Devido ao meu aborrecimento, meu coração começou a bater de forma irregular. {{Riberiru: Ah sei, a adrenalina fez o sangue bombear e tals... Vocês já entenderam, ou não...}}

「Hi-Hikki......」

Ela falou no meu ouvido com um suspiro de sonoridade agradável. Foi o bastante para causar uma insuportável coceira no meu ouvido. Da distância em que estávamos, nós podíamos ouvir o som das batidas do coração um do outro. Poderia ser...... não, espere...... era possível que o pulsar que eu podia ouvir no peito dela fosse...... {{Riberiru: Era!}}

「O que é um Think Tank? É uma sociedade de tanques?」

Ela pronunciou Think Tank como uma velha faria.

Então, como podemos ver, as batidas frenéticas do coração dela deviam-se apenas a uma arritmia ou algo do gênero.

「...... Yuigahama-san」

A Yukinoshita falou com um suspiro exasperado. Enquanto a Yuigahama se afastava de mim, a Yukinoshita começava sua explicação.

「Veja, um Think Tank é—」

Yuigahama assentiu ansiosamente para mostrar que estava prestando atenção. As duas iniciaram uma sessão de estudos improvisada.

Observando-as com o canto do olho, eu embarquei novamente no terrivelmente importante mundo da leitura de mangás shoujo.

No momento em que a Yukinoshita havia terminado de explicar para a Yuigahama o que era um Think Tank, juntamente com os detalhes relacionados, quinze minutos haviam se passado.

O sol poente já estava próximo do mar. Da nossa sala, eu podia ver a superfície do mar brilhando ao longe. O quarto andar permitia a visão do Clube de Baseball varrendo os campos, do Clube de Futebol carregando as traves e do Clube de Atletismo guardando os obstáculos e tapetes que eles utilizaram.

Era quase hora dos Clubes encerrarem as suas atividades de hoje. Ao mesmo tempo em que meus olhos se desviaram na direção do relógio, a Yukinoshita fechou seu livro. Aliás, o Zaimokuza vacilou assim que a Yukinoshita fez um movimento. Cara, esse garoto se assusta com muita facilidade.

Eu não sei como foi que isso aconteceu, uma vez que ninguém havia decidido isso, mas a Yukinoshita fechar o seu livro era o sinal tácito para o fim das atividades do Clube. Com isso consumado, Yuigahama e eu rapidamente também começamos a nos preparar para irmos para casa.

No fim, hoje também ninguém veio ao nosso Clube para pedir por ajuda. Por alguma razão, a única pessoa que veio foi o Zaimokuza e nós realmente não queríamos ele aqui.

Eu me pergunto se deveria comer ramen no caminho de casa......

Quando eu estava pensando sobre o jantar, a vaga ideia de que Horaiken poderia ser bom me veio à mente. Era uma loja de ramen em Niigata, mas sopa era, facilmente, a melhor que eu já tomei na vida. O Zaimokuza me falou sobre o lugar. Oh merda, eu estava babando, heh.

De repente, eu escutei uma curta e ritmada batida na porta.

「Quem está batendo a essa hora......?」

Agora que minha feliz hora do ramen foi interrompida, eu olhei amargamente para o relógio.

Eu tinha o hábito de fingir não estar em casa quando algo assim acontecia na minha própria casa.

Quando eu olhei interrogativamente para Yukinoshita, perguntando 「o que faremos?」, e então ela disse,

「Entre」

A Yukinoshita nem mesmo olhou para mim quando soltou sua resposta. Nossos visitantes também não leram a atmosfera, mas em se tratando de ler errado a atmosfera, a Yukinoshita era inigualável. Ela provavelmente venceria todas as vezes.

「Desculpe atrapalhar.」

Era uma voz masculina legal, cujo som imediatamente faria com que você se sentisse confortável.

Então, esse foi o cara que roubou meu ramen...... Eu olhei raivosamente para a porta, apenas para ser cumprimentado com uma genuína surpresa. Era alguém que eu nunca teria sonhado que viria até essa sala.

 


X     X     X

 


Entre todas as pessoas, era um garoto bonito. Ele era tão bonito que você não podia mais chamá-lo meramente de bonitão.

Seu cabelo castanho podia ser facilmente denominado como uma permanente. Sem nenhuma autoconsciência, ele olhou diretamente para mim através da armação de seus óculos da moda e, por alguma razão, ele sorriu quando nossos olhares se encontraram.

Sem pensar, eu forcei um sorriso de volta. Ele era um garoto tão bonito que eu instintivamente me inclinei diante dele.

「Desculpem-me pela hora ruim. Eu tenho um pequeno pedido a fazer para vocês.」

Ele colocou sua mochila da Umbro no chão de modo extremamente natural. 「Aqui está tudo bem?」 ele disse e puxou uma cadeira e sentou-se de frente para a Yukinoshita. Tudo que ele fazia exalava um charme tranquilo.

「Cara, eu tive problemas para fazer o pessoal do meu Clube me deixarem ir embora. As atividades dos Clubes são adiadas antes dos exames, então eu percebi que tinha que vir ver vocês hoje de qualquer maneira. Desculpem.」

Pessoas que precisam de ajuda são assim. Ele nem mesmo notou que eu estava prestes a ir para casa em liberdade. Isso porque eu sou um ninja, eu acho.

Ele disse que as atividades do Clube foram agitadas, mas todos em nosso Clube já estavam de pé para irmos embora e mesmo assim não havia nenhum traço de odor corporal na sala. Em vez disso, um certo odor refrescante de limão estava flutuando no ar.

「Chega dessa auto-propaganda」

Yukinoshita disse categoricamente, cortando a conversa animada do garoto. Eu tenho a sensação de que ela estava agindo de forma mais afiada do que de costume.

「Você veio até aqui porque queria alguma coisa, não é? Hayama Hayato-kun.」

O tom frio da Yukinoshita não abalou em nada o sorriso de Hayama Hayato.

「Ah, você está certa. Vocês chamam isso de Clube de Serviços Voluntários, certo? A Hiratsuka-sensei me disse para vir aqui caso eu precisasse de algum conselho, então......」

Toda vez que o Hayama falava, por alguma razão uma brisa refrescante entrava pela janela. Poxa, ele tem controle sobre o vento ou algo assim?

「Desculpem a hora ruim. Se vocês, Yui e os outros, tiverem planos, eu virei novamente em outro momento.」

Ao ouvir seu nome, Yuigahama deixou escapar um sorriso tenso. Parece que nem mesmo pessoas que estão mais acima que eu na escala social poderiam escapar do charme do Hayama.

「Na-não. E eu também não me importo. Você é o próximo capitão do Clube de Futebol, Hayato-kun. Não me admira que você tenha demorado tanto para vir até aqui!」

No entanto, a única que pensava dessa forma era a Yuigahama. Yukinoshita não estava nem um pouco impressionada, enquanto o Zaimokuza estava sentado em silêncio, com um severo e imponente olhar em seu rosto.

「Ahh, eu deveria pedir desculpas a você também, Zaimokuza-kun.」

「Hum!? A-ahem! Er, eu mesmo realmente não me importo, uhh, é melhor eu ir agora......」

E apenas abrindo a boca, Hayama prontamente dissipou a atmosfera hostil. Depois do Hayama terminar sua obra, era como se o Zaimokuza fosse aquele que fez algo de errado.

「Kof kof! Ha-Hachiman, vejo você mais tarde!」

Ele disse apressadamente e então realmente foi embora. Porém, mesmo enquanto ele estava fugindo, um sorriso estava se espalhando pelo seu rosto...... Zaimokuza, eu entendo tão bem o que você estava sentindo que chega a doer.

Eu honestamente não sei o porquê disso, mas excluídos do Ensino Médio como eu, sempre se encolhem diante das pessoas populares. Nós damos espaço para eles no corredor e quando eles falam conosco, nós tropeçamos nas palavras em oitenta por cento dos casos. E não é como se nós sentíssemos inveja deles ou os odiássemos. Nos dias em que eles se lembram dos nossos nomes, nós nos sentimos meio que felizes.

Caras como o Hayama sabiam meu nome e sabiam quem eu era. Saber disso me fazia recuperar um pouco da minha dignidade.

「Você também, Hikitani-kun. Desculpe, eu estou tomando seu tempo.」

「............ gah, esqueça.」

Ele só errou o meu nome! Ai, minha pobre dignidade.

「Sim, então o que você quer?」

Eu soltei irado, não porque eu estava subconscientemente canalizando minha raiva por ele ter errado meu nome ou nada do tipo...... Não, é sério! Eu tinha um genuíno interesse nos problemas do Hayama. É honestamente difícil de imaginar que um cara tão popular e tão amado teria qualquer problema. Aliás, isso não quer dizer que eu tenha qualquer segunda intenção, tipo querer saber qual é o ponto fraco dele, para então eu poder tirar sarro depois.

「Ah. Bem, quanto a isso.」

Hayama disse, lentamente pegando seu celular. Pressionando os botões com agilidade, ele acessou as mensagens de texto e me mostrou a tela.

Ao meu lado, Yukinoshita e Yuigahama esticaram o pescoço para poderem olhar para a tela. Com três pessoas aglomeradas para olhar para uma tela do tamanho da palma de uma mão, eu me senti tonto. As duas cheiravam bem. Porém, assim que eu me afastei para deixar que as duas vissem a tela em paz, Yuigahama soltou um suave 「Ah......」.

「O que houve?」

Eu perguntei. A Yuigahama pegou seu próprio celular e me mostrou. Ela havia recebido exatamente a mesma mensagem de texto que eu havia lido antes.

Você poderia dizer que ela estava cheia de conteúdo impróprio. E não era apenas uma mensagem. Toda vez que Yuigahama movia seu dedo, ela percorria uma longa lista de palavras rancorosas e sem fim à vista. Eram todas contas de spam? Eu me perguntei. As mensagens de cada um dos endereços eram dedicadas unicamente a difamar indivíduos.

Tipo, 『Tobe pertence a uma gangue que fica andando em torno do fliperama, atacando pessoas da West High.』

Ou tipo, 『Yamato é um babaca que sai com três garotas ao mesmo tempo.』

E tipo, 『Ōoka se esforçou na partida amistosa apenas para contundir o ás do time adversário.』

A sensação geral que eu tive foi de que essas mensagens de origem duvidosa simplesmente continuavam a ser enviadas. E apesar da fonte original, que era um endereço de spam, as mensagens estavam sendo encaminhadas por colegas de classe.

「Ei, isso é......」

A Yuigahama silenciosamente assentiu.

「Eu disse isso ontem, não foi? É alguém que está na nossa classe.」

「Mensagens em corrente, entendo.」

A Yukinoshita, que havia ficado em silêncio até agora, falou.

Como o nome sugere, uma mensagem em corrente é um tipo de mensagem que é passada adiante como elos de uma corrente. Por volta do fim da mensagem, teria um 「repasse isso para cinco pessoas」 ou algo parecido com isso. Elas eram como as 「cartas amaldiçoadas」 dos velhos tempos: 「Se você não passar isso adiante para cinco pessoas dentro de três dias, você será amaldiçoado」, blá, blá, blá. Era praticamente esse mesmo tipo de texto.

Enquanto olhava novamente para as mensagens, Hayama sorriu amargamente.

「Desde que essas começaram a circular, a atmosfera na classe tem ficado mais e mais tensa. Além disso, eu estou irritado, pois é dos meus amigos que estão falando.」

Nesse momento, a expressão no rosto de Hayama era como a que Yui havia feito antes. Ele estava farto das más intenções daqueles que não mostravam seus rostos.

Não há nada mais horrível do que um mal do qual você não pode ver o rosto. Se alguém te insulta cara a cara, você pode insultar essa pessoa de volta. Ou você pode canalizar a raiva e o estresse reprimidos e os liberar em outras coisas. Tais emoções pesadas são uma grande fonte de energia, a qual você pode usar em prol de coisas positivas. No entanto, quando esses sentimentos de raiva, inveja e egoísmo não são direcionados a você, é impossível agrupar qualquer emoção forte. Você pode apenas sentir-se vagamente inquieto.

「Eu quero parar com isso. Eu realmente não me sinto bem com tudo isso, afinal. Mas eu não quero transformar isso em uma caça às bruxas. Eu quero saber como resolver as coisas pacificamente. Eu me pergunto se vocês poderiam me ajudar.」

Aí estava. Hayama havia acabado de liberar sua habilidade mortal: 「A Zona」.

Permitam-me explicar. 「A Zona」 é uma habilidade única, que apenas o mais verdadeiro dos riajūs poderia possuir e sua característica é a de controlar o ambiente ao redor do seu usuário. Diferente daqueles riajūs superficiais (risos), que passeiam por aí e ficam se exibindo para os seus companheiros, os verdadeiros riajūs estão genuinamente satisfeitos com o mundo real. Por causa disso, eles não parecem para baixo. Eles são gentis com pessoas que parecem ser menosprezadas. Minha base para decidir entre os dois tipos de riajūs é 「Você é gentil com o Hikigaya Hachiman?」. O Hayama é um cara legal, eu acho. Quero dizer, ele falou comigo, sabia? Mesmo que tenha errado meu nome.

Para resumir, você poderia dizer que 「A Zona」 é unicamente a aura gentil e carismática que as pessoas possuem. Se eu fosse ser gentil, eu diria que eles são pessoas gentis e que sabem ler a atmosfera, mas se eu fosse descrevê-los como eles realmente são, eles apenas não tinham opinião própria. Se eu fosse um idiota, eu diria que eles são lixos covardes. Bem, eu acho que eles são boas pessoas, no entanto.

Diante da habilidade especial de Hayama, a Yukinoshita ficou coçando o queixo, pensando por algum tempo, e então ela abriu a boca.

「Então, basicamente, você quer que nós o ajudemos a esclarecer as coisas?」

「Mmm, praticamente.」

「Então nós devemos encontrar o culpado.」

「Claro, eu vou deixar isso com vo—」

Hayama começou alegremente, até que o choque foi registrado em seu rosto.

「Hum!?」

No entanto, dentro de um instante, ele recuperou sua compostura e sorriu.

「Ahem, por que você precisaria fazer isso?」

Ele perguntou isso calmamente para a Yukinoshita.

Com isso, a Yukinoshita, cuja expressão fria era a completa antítese da de Hayama, começou a falar devagar, como se estivesse escolhendo as palavras cuidadosamente.

「Enviar mensagens em corrente...... é um ato desprezível que atropela a dignidade de uma pessoa. Enquanto eles se escondem nas sombras do anonimato, eles caluniam os outros com o único objetivo de prejudicá-los. Espalhar palavras caluniosas sobre alguém não é nada além de uma coisa cruel de se fazer. Curiosidade saudável é uma coisa, mas continuar a espalhar essas palavras caluniosas...... a menos que erradiquemos o mal pela raiz, não haverá nenhum resultado. Fonte: Eu mesma.」

「Isso é por experiência própria......?」

Eu gostaria que ela parasse com as declarações carregadas...... Yukinoshita falou calmamente, mas eu podia ver um fogo negro cintilando ao redor dela...... “Go go go”, esse parecia ser o som que a aura maligna dela emitia.

「Sério, eu me pergunto o que há de tão divertido em espalhar mensagens para mostrar o seu desprezo por alguém. E eu não acho que exista algum mérito no que a Sagawa-san ou a Shimoda-san fizeram......」

「Então você cuidou de todas elas......」

Yuigahama disse com um olhar bem tenso. Eram coisas assim que afirmavam o quanto Yukinoshita era engenhosa e o quão assustadora ela poderia ser como inimiga.

「Cara, seu Ginasial com certeza foi deprimente. Nada disso aconteceu na minha escola.」

「...... Isso porque ninguém perguntava seu número de telefone.」

「Por que, sua...... Idiota! Isso deveria ser confidencial! Você não conhece o Ato de Proteção a Informações Pessoais!?」

「Essa é uma interpretação jurídica original......」

A Yukinoshita, espantada, comentou enquanto jogava o cabelo por cima do ombro.

 

 

Entretanto, sim, a razão pela qual eu nunca me envolvi nesse tipo de drama telefônico era,provavelmente, o que ela disse. Nunca pediram o meu número de telefone ou o meu e-mail. Era aí que Yukinoshita e eu éramos diferentes. Ela havia sido exposta ao ódio declarado enquanto eu não. De algum modo, eu suspeitava que se isso acontecesse comigo, eu não iria encontrar o culpado. Eu iria direto para casa e choraria no meu travesseiro.

「De todo modo, uma pessoa que comete um ato tão desprezível merece, sem dúvidas, ser erradicada. Olho por olho e dente por dente, vingança é o meu princípio.」

A Yuigahama reagiu como se ela já tivesse escutado essa frase em algum lugar.

「Oh, nós aprendemos isso na aula de História Mundial hoje! Isso é da Carta Magna, certo?」

「É o Código de Hammurabi.」

Yukinoshita respondeu suavemente, antes de voltar a se virar na direção de Hayama.

「Eu irei procurar pelo culpado. Acredito que tudo o que será necessário para fazê-los parar vai ser ter uma conversinha comigo. Irei deixar todo o restante depois disso com você. Ou isso não está ao seu gosto?」

「...... Uh, está tudo bem.」

Na verdade, eu pensava da mesma forma que a Yukinoshita. Se o culpado se deu ao trabalho de mudar seu número de telefone, é porque ele não queria que sua verdadeira identidade fosse revelada e estava com medo de ser descoberto. Nesse caso, ele ou eles provavelmente iriam parar no momento em que fossem descobertos. Basicamente, encontrar o culpado era o modo mais rápido de terminar as coisas.

Yukinoshita olhou atentamente para o celular que a Yuigahama havia deixado sobre a mesa.

Em seguida, ela colocou a mão sob o queixo, contemplativa.

「Quando as mensagens começaram a circular?」

「No último fim de semana. Certo, Yui?」

Hayama perguntou e a Yuigahama assentiu.

...... Ei, Hayama. Você acabou de chamar a Yuigahama pelo primeiro nome. Eu não sabia como esses garotos populares conseguiam chamar garotas pelo primeiro nome delas. Se fosse comigo, eu definitivamente estaria tropeçando nas minhas próprias palavras. O fato de que o Hayama podia proferir tais falsidades embaraçosas e ainda assim manter um tom de respeito meio que me irritava. O que, ele era um Americano ou algo assim?

「Então isso começou subitamente no último final de semana, entendo...... Yuigahama-san, Hayama-kun, aconteceu alguma coisa na classe durante a última semana?」

「Nada me vem à mente.」

「Sim...... Foi apenas igual ao habitual.」

Os dois olharam um para o outro.

「Vou perguntar a você apenas para completar, Hikigaya-kun. Você notou alguma coisa?」

「“Apenas para completar” você diz......」

Eu estava na mesma classe que eles, muito obrigado. Porém, bem, uma vez que eu estava assistindo a tudo de uma posição diferente desses dois, haviam coisas que apenas eu poderia notar.

...... Então, a última semana, hum? Isso significa algo que aconteceu recentemente. Algo que aconteceu recentemente, algo que aconteceu recentemente, eu continuei pensando comigo mesmo, mas nada me veio à mente.

Primeiramente, ontem eu chamei o Totsuka pelo nome pela primeira vez.

『Eu tomei coragem ― Para chamá-lo de Saika ― Como ele estava fofo ― Ontem ― Deveria ser o feriado Saika.』{{N/T: Isso vem de um “Tanka (短歌 / poema japonês)” escrito por Tawara Machi.}}

Ah sim, por que eu estava falando com o Totsuka ontem? Assim que eu pensei nisso, eu me lembrei.

「Foi ontem. As pessoas estavam falando sobre seus grupos para a Visita ao Local de Trabalho.」

Verdade. E como uma extensão lógica desse pensamento, o Totsuka é fofo.

Assim que eu disse isso, a Yuigahama teve uma epifania.

「Oooooh, é isso. É por causa dos grupos.」

「「Hum? Isso é sério」」

Hayama e eu dissemos em uníssono. Com isso, Hayama me mostrou um sorriso e disse, 「Estamos em sintonia」, embora eu seriamente não desse a mínima. Tudo o que eu pude dizer foi, 「Um, sim......」. Porém, paradoxalmente, Hayama + Hachiman = Riajū muito bonito. Isso aí. Q.E.D. Fim de demonstração...... Isso acrescentou mesmo alguma coisa?

Hayama dirigiu seu olhar para a Yuigahama. Quando ele fez isso, a Yuigahama sorriu timidamente.

「Er, veja, quando você faz um grupo para esse tipo de evento, isso afeta os relacionamentos posteriores. Algumas pessoas levam isso para o lado pessoal......」

O Hayama e a Yukinoshita olharam perplexos para a Yuigahama um pouco sombria. Hayama nunca havia sido excluído e a Yukinoshita não tinha interesse nessas coisas, então nenhum dos dois entendeu.

Mas eu sabia o que a Yuigahama queria dizer. Era porque aquelas palavras vieram da Yuigahama, que prestava atenção nos outros e os aceitava com todas as suas bizarrices e complicações, que eu podia acreditar nelas.

Yukinoshita tossiu, para trazer a conversa de volta aos trilhos.

「Hayama-kun, essas mensagens foram escritas sobre os seus amigos, você disse. Com quem você vai fazer grupo?」

「Oh, uhhhh...... agora que você mencionou isso, eu ainda não decidi. Acho que vou acabar fazendo grupo com dois daqueles três.」

「Eu acho que agora eu já sei quem fez isso......」

A Yuigahama disse com uma expressão um pouco abatida.

「Se importaria em nos dar uma explicação?」

「Mmm, bem, sabe, basicamente, alguém que normalmente faz parte do grupo seria excluído, certo? Apenas uma pessoa de um grupo de quatro seria deixado de fora. E essa pessoa vai ficar muito irritada com isso.」

A voz dela estava tremendo devido a emoção.

Se nós iríamos ir atrás do culpado, primeiro deveríamos pensar sobre suas razões. Se pudéssemos descobrir o que havia feito com que ele agisse de tal forma, poderíamos lidar mais naturalmente com ele.

Pensando nesse caso, isso era, provavelmente, para que eles não ficassem de fora. Em nossa classe, Hayama era parte de um grupo de quatro garotos. Portanto, se eles tinham que fazer um grupo de três, alguém acabaria ficando de fora. Não querendo que isso aconteça, eles não tinham outras opções além de chutar alguém. Isso era, provavelmente, o que o culpado estava pensando.

「...... Então não restam dúvidas de que o culpado está entre aqueles três.」

Assim que a Yukinoshita afirmou essa conclusão, Hayama deixou escapar uma rara explosão.

「Es-espere um instante! Eu não quero pensar que o culpado é um dos três. E as mensagens não estão dizendo coisas ruins de todos os três? Não pode ser um deles.」

「Hum, você é retardado? Você nasceu ontem ou algo assim? É óbvio que eles fizeram isso para que ninguém suspeitasse deles. Se fosse comigo, eu teria evitado caluniar um deles de propósito, apenas para incriminá-lo.」

「Hikki, isso é realmente horrível」

「É um crime do colarinho branco. Um crime do colarinho branco.」

Hayama mordeu o lábio devido ao desgosto. Ele provavelmente nunca tinha imaginado algo como isso antes: que havia ódio declarado bem debaixo do seu nariz ou que haviam emoções negativas sob os sorrisos daqueles em quem ele confiava.

「Por enquanto, você poderia nos falar sobre aqueles três?」

A Yukinoshita sondou o Hayama atrás de informação.

Com isso, Hayama olhou para cima com o rosto cheio de determinação. Sua crença em seus amigos se mantinha em seus olhos. Ele provavelmente mantinha a crença sublime de que poderia esclarecer as suspeitas que foram lançadas sobre seus amigos.

「O Tobe está no Clube de Futebol, assim como eu. Seu cabelo descolorido pode fazer com que ele pareça um cara mal, mas ele é o melhor em manter todos com energia. Ele sempre está envolvido no Festival Cultural e no Festival Esportivo. Um cara legal.」

「Uma pessoa que fica facilmente animada, cujo único talento é ser irritante, entendi.」{{Riberiru: sinto-me inclinado a concordar com ela.}}

Silêncio. Hayama estava sem palavras.

「Hm? O que houve? Continue.」

Yukinoshita deu a Hayama um olhar estranho por ele ter ficado em silêncio do nada. Recuperando seu impulso, Hayama lançou-se em sua próxima descrição de personagem.

「O Yamato está no Clube de Rúgbi. Ele é calmo e um bom ouvinte. Ele é um cara frio, que deixa as pessoas a vontade sem falar nada, eu acho? Ele é do tipo silencioso e atencioso. Um cara legal.」

「Então ele não só é lento, mas também é incapaz de tomar suas próprias decisões...... certo.」

Incapaz de reunir todas as palavras, Hayama fez uma careta em silêncio, mas então, com um sorriso resignado, ele continuou.

「O Ōoka está no Clube de Baseball. É uma pessoa fácil de se lidar e ele está sempre tentando ajudar as outras pessoas. Ele é sempre educado e respeita tanto os mais velhos quanto os mais novos. Um cara legal.」

「Um oportunista que se preocupa com sua reputação, então.」

Hayama não era o único que tinha ficado sem palavras durante todo esse tempo.

Yuigahama e eu abrimos nossas bocas vagamente, mas as palavras não saíam.

Yukinoshita havia as demolido. Como eu esperava, ela havia nascido para ser uma promotora.

Porém, a coisa mais assustadora sobre essa garota era que ela não estava necessariamente incorreta em seus julgamentos de caráter. Haviam incontáveis maneiras de se ler o caráter de uma pessoa. Hayama sempre insistia em olhar o lado bom das pessoas e ele era tendencioso nesse sentido. Enquanto isso, a Yukinoshita rejeitava tais interpretações de modo tão natural que ela chegava a parecer dura. O problema era que ela era muito dura. Ela faria o Clint Eastwood se debulhar lágrimas.

Yukinoshita olhou para as notas que ela escreveu e suspirou.

「Não seria estranho que qualquer uma dessas pessoas fosse o culpado.」

「Isso não é por que você é que mais pensa como uma criminosa aqui?」

Ela podia ver o mal em qualquer um apenas com uma pequena quantidade de evidências.

Em certo sentido, ela era ainda pior do que a pessoa que escreveu as mensagens de texto.

Yukinoshita colocou as mãos nos quadris com uma fúria exagerada, mas ela tinha um olhar ainda mais irritado no rosto.

「Não há absolutamente nenhuma outra forma de eu fizer isso. Se eu fosse comigo, eu destruiria meu inimigo cara a cara.」

Os meios eram diferentes, mas essa garota parecia não perceber que 「destruir seu inimigo」 tinha o mesmo significado. Muito típico da Yukinoshita não ser capaz de indicar uma solução pacífica.

Hayama sorriu para a Yukinoshita com uma expressão que misturava raiva, arrependimento e ansiedade de uma vez só. Yukinoshita tinha seus meios, mas o Hayama também tinha os dele. No fim, ele só podia ver as palavras dela como bobagens. Ele era um bom garoto, mas o ponto de vista dele era muito diferente do nosso e ele não quis delatar seus amigos.

Yukinoshita também pareceu ter notado isso. Ela virou seu olhar inquisitivo em nossa direção.

「As descrições do Hayama-kun não são muito úteis...... Yuigahama-san, Hikigaya-kun. O que vocês pensam desses garotos?」

「Eh, na-não tenho muito o que dizer......」

「Eu realmente não conheço esses caras.」

Nessa nota, eu realmente não conheço ninguém na escola inteira. Eu não tenho nenhum amigo e meu número de conhecidos era muito pequeno. Sim, esse sou eu.

Yukinoshita então, disse para a Yuigahama.

「Então você poderia observá-los por mim? Os grupos serão decididos depois de amanhã, correto? Nós temos um dia para descobrir.」

「...... Um, tudo bem.」

Uma expressão levemente desconfortável surgiu no rosto de Yuigahama.

Eu suponho que, para a Yuigahama, que estava tentando se dar bem com todos em sua classe, essa não era uma ação que ela estivesse inclinada a empreender. Você teria que se expor para as mesmas pessoas que você estava tentando expor. Era uma ação relativamente arriscada para alguém que fazia parte da comunidade.

A Yukinoshita também pareceu ter percebido isso, porque ela baixou os olhos delicadamente.

「...... Desculpe, essa não é uma coisa terrivelmente agradável de se fazer. Por favor, tenha isso em mente.」

Yukinoshita insistiu. Quando ela coloca isso desse jeito, qualquer um diria que iria fazer. Bem, isso era muito óbvio.

「Eu farei isso. Eu realmente não ligo para o que os meus colegas de classe pensam sobre mim.」

Eu disse isso, o que fez com que Yukinoshita olhasse para mim. Ela sorriu levemente.

「...... Eu estou esperando com baixas expectativas.」

「Deixe comigo. Encontrar falhas nas pessoas é uma das minhas 108 habilidades especiais.」

Quanto às minhas outras habilidades especiais, elas incluem cama de gato. Eu sou tão bom quanto o No〇ta-kun. {{N/T: Nobita-kun. Um cara bom em Cama de Gato.}}

「Es-espere um pouco! Eu vou fazer isso! E-eu não posso deixar o Hikki fazer isso do jeito dele!」

Yuigahama insistiu com o rosto vermelho. No momento seguinte, ela fechou os punhos.

「E além disso! Não tem como eu recusar um dos pedidos da Yukinon!」

「...... Entendo」

Yukinoshita respondeu apressadamente, olhando para longe de modo afiado. Fosse devido ao brilho do sol poente ou devido a sua vergonha, as bochechas da Yukinoshita estavam cor de rosa.

Mas poxa, eu disse que faria isso. Por que essa vadia trata a Yuigahama de maneira tão diferente de mim quando nós dois dizemos exatamente a mesma coisa?

Hayama estava assistindo as duas garotas com um brilhante e revigorante sorriso no rosto.

「Que ótima amizade.」

「Hm? Sim. Aquelas duas se dão bem.」

「Assim como você, Hikitani-kun.」

Do que diabos ele estava falando......? Não tem nenhum cara chamado Hikitani neste Clube.

 


X     X     X

 


No dia seguinte na classe, Yuigahama estava completamente animada.

Ao invés de ir para o seu lugar de costume durante os intervalos, Yuigahama trouxe pão e uma bebida enlatada para mim. Juntos, nós começamos a nossa elaborada reunião estratégica.

「Eu vou puxar o assunto agora...... en-então você não precisa se forçar, Hikki. Na verdade, você não precisa fazer nada.」

「Oh, legal. Obrigado. Mas por que você está tão motivada......?」

Ela não estava tomando nenhuma contramedida.

「I-isso é aquilo, sabe? Po-porque a Yukinon me pediu, sim!」

「T-tá bom então......」

A devoção dela à Yukinoshita era muito comovente. Ainda assim, eu estava cansado só de assisti-la. Uma indescritível sensação de desconforto tomou conta de mim.

「É bom que você esteja motivada, mas o que você vai realmente fazer?」

「Hmm, eu vou tentar escutar a conversa das garotas. Quando se trata de coisas como os relacionamentos na classe, as garotas são bastante profundas. E elas ficam realmente focadas quando é algo de que nenhuma delas gosta.」

「Whoa, conversa de garotas é uma coisa assustadora. Droga.」

O inimigo do meu inimigo é meu amigo, basicamente. Quem poderia saber que elas utilizariam tais técnicas de alto nível......?

「Não é nada maligno quanto isso! São apenas reclamações, ou mais como trocar informações?」

「Não é o que você diz, mas como você diz, de fato.」

「De todo modo! Você é uma droga nesse tipo de coisa, Hikki. Apenas deixe isso comigo.」

Entretanto, havia alguma verdade no que a Yuigahama disse. Honestamente, não era da minha natureza espremer informações das pessoas falando com elas. Era mais como se no momento em que eu falasse, elas imediatamente começariam a suspeitar de mim. Assim que eu as fizesse uma pergunta, elas diriam 「Quem é você?」 direto de volta para mim.

Diferente de mim, a Yuigahama tinha status na classe e ela era querida. Além disso, ela era sociável. Este sucesso dela era devido a ter aprimorado suas habilidades desde que era pequena. A habilidade de procurar por um lugar onde ela pudesse se encaixar era, de fato, realmente útil.

「Sim, você está certa...... desculpe. Eu vou deixar isso com você. Boa sorte!」

「Hmm! Sim!」

Yuigahama declarou com espírito de luta, antes de se aproximar das garotas que estavam amigavelmente com o grupo do Hayama. Ela caminhou até o grupo da Miura.

「Desculpem, eu demorei muito!」

「Ah, Yui. O que a fez demorar tanto?」

Miura, a líder do grupo, respondeu preguiçosamente.

「Ei, vocês sabiam, o Tobecchi, o Ōoka-kun e o Yamato-kun tem agido de modo muito estranho ultimamente. Eles têm estado meio tipo assim, sabem. Quero dizer—」

Buguh! Caramba! Eu bufei ao escutar as palavras de Yuigahama.

Um golpe direto! Uma bola giratória de 160 Kg! Se fosse em “Powerful Pro” {{Jogo da Konami de Baseball “Jikkyō Powerful Pro Yakyū (実況パワフルプロ野球)”.}}, a flexibilidade dela seria Rank S. No entanto, o controle dela seria Rank F.

「Hum...... então você é do tipo fofoqueira, Yui......」

Disse uma garota, afastando-se ligeiramente. Acho que o nome dela era Ebina-san, talvez. Com um olhar de lado, Miura virou-se para a Yuigahama com seus olhos brilhando.

「Agora escute aqui, Yui. Não é nada bom ficar falando essas coisas, você sabia? Não é nada bom delatar seus amigos!」

De acordo com essas maravilhosas palavras, a Miura era um farol brilhante de bondade.

Ou, mais precisamente, a Yuigahama havia criado uma situação em que ela era o cara mal. O que ela estava fazendo?

Ainda assim, Yuigahama estava fazendo o seu melhor para convencê-las de que ela não estava errada.

「Não! Vocês não entenderam! Eu só estava, tipo, interessada neles.」

「O que, você tem uma queda por algum deles?」

「Nã, não é nada disso! Tem alguém em quem eu estou interessada, mas...... bem essa pessoa é...... ahn!?」 {{Riberiru: todos sabem quem é, menos o próprio dito cujo.}}

Aproximadamente ao mesmo tempo em que a Yuigahama tinha um 「Oh droga!」 escrito por todo o seu rosto, um sorriso surgiu no rosto da Miura.

「Aha, Yui...... então tem alguém de quem você gosta? Não se preocupe. Se confesse pra nós. Nós podemos te ajudar!」

「Co-como eu disse! Esse não é o ponto! Eu quero saber daqueles três, entendem? Tipo, eu pensei que eles estavam agindo de modo estranho entre eles!」

「Oh, é mesmo? Que chato.」

Miura prontamente perdeu o interesse. Ela abriu seu celular e começou a brincar com ele. No entanto, a Ebina-san ainda estava interessada.

「Entendi...... você também está interessada, Yui...... na verdade, eu também estou!」

「Sim, sim! Eles estão, tipo, estranhos e tudo mais!」

「Eu também acho isso.」

Ebina-san declarou com um solene suspiro.

「Do jeito que eu vejo isso, o Tobecchi é certamente o “passivo”! E o Yamato-kun é o auto- confiante “ativo”. Oh, e o Ooka-kun é um “passivo” do tipo sedutor. Definitivamente existe algo acontecendo entre aqueles três!」

「Ah, você entendeu...... né?」

「Mas sabe! Todos os três estão almejando o Hayato-kun, com certeza! Guh~, eu tenho a sensação de que eles estão se segurando por causa de seus amigos. Eu estou me afogando em sentimentos!」

Uau, isso é sério? Quem diria que a Ebina-san era uma personagem tão exagerada? O nariz dela estava sangrando.

Yuigahama ficou gaga e completamente confusa, enquanto a Miura deixava escapar um longo e sofrido suspiro.

「Aqui vamos nós outra vez. Essa é a doença da Ebina. Poxa, você seria muito bonita se deixasse essa sua boca fechada, então feche-a e limpe já esse seu nariz.」

「A, ahaha......」

Yuigahama riu de forma incrivelmente desajeitada. Quando ela percebeu que eu estava assistindo, ela bateu as mãos, sinalizando que havia falhado. Desculpe!

...... Sim, nenhuma surpresa, já que a abordagem dela foi completamente equivocada.

Mesmo se a Ebina-san não estivesse ali, aquilo não teria terminado bem.

Então, no fim das contas, eu mesmo teria que fazer isso.

Porém, dito isso, me misturar com meus colegas de classe e sair perguntando para eles estava fora de questão para mim. Então, o que eu deveria fazer para conseguir informação das pessoas?

A resposta era óbvia. Eu não faria nada além de observá-los. Se eu não pudesse participar da conversa, não, porque eu não poderia participar da conversa, eu tinha que usar quaisquer outros meios para coletar informações.

Diz-se que, essencialmente, trinta por cento de toda a comunicação humana é realizada através da linguagem. Os outros setenta por cento nós obtemos através dos movimentos dos olhos e de gestos sutis. A frase 「Uma imagem diz mais do que mil palavras」 surgiu da grande importância desse tipo não-verbal de comunicação. Em outras palavras, até mesmo um solitário, que é incapaz de conseguir conversar, através de um paradoxo, é capaz de absorver cerca de setenta por cento do que chamamos de comunicação, certo? Certo?

Agora então, eis uma das minhas 108 habilidades especiais: 「A Observação humana」. Minha outra habilidade é o tiro com armas. É por isso que eu sou muito parecido com o No〇ta-kun.

Realizar uma observação humana é algo ridiculamente simples:

1) Coloque os seus fones de ouvido, mas desligue a música para que você possa focar apenas nos seus arredores.

2) Faça de conta que você está distraído, mas na verdade, preste muita atenção nas expressões faciais de cada um dos membros do grupo do Hayama.

Isso é tudo.

Hayama e os outros estavam ao redor do assento ao lado da janela. Hayama estava encostado na parede, cercado pelo Tobe, pelo Yamato e pelo Ōoka.

Isso por si só já revelava muita coisa. Era fácil ver que o Hayama era quem mais exercia influência naquele grupo. Isso porque era ele quem estava com as costas voltadas para a parede, posição que conferia a maior das defesas, o lugar apropriado para o verdadeiro Rei. Provavelmente, eles mesmos não tinham nenhuma noção do que estavam fazendo. No entanto, era exatamente porque eles não tinham noção disso e o faziam por instinto que essa ação se tornava tão reveladora.

Eu podia ver que todos os três tinham papéis pré-estabelecidos que deveriam seguir.

「Tão, cara. Nosso treinador começou a tipo, mandar as bolas perdidas para o Clube de Rúgbi! Isso não é legal, saca! E também eram bolas difíceis!」

「...... Sim, o nosso conselheiro capotou com a merda de vocês.」

「Que pé no saco! Cês sabem, o time de Rúgbi ainda está bem. O nosso time de Futebol é uma droga. Cara, isso é ruim. É realmente ruim quando as bolas vão para fora do campo externo. É rápido e furioso!」{{Riberiru: Que piada bosta!}}

Ōoka configurava a piada e o Yamato a carregava. Então, o Tobe gritava a piada. Era como assistir a uma peça ensaiada. Shakespeare disse: 「A vida é um palco」 {{N/T: Da peça “Do Jeito Que Você Gosta” de William Shakespeare.}} , mas certamente você poderia dizer que essas pessoas apenas representavam os papéis que deram a eles.

E também, o diretor e o público dessa atuação era o Hayama. Ele ria das histórias deles de tempos em tempos, sugeria o tópico de tempos em tempos e ficava animado com eles de tempos em tempos. Eu percebi muitas coisas ao assisti-los.

Oh, aquele cara reclamou um pouco agora que você não estava olhando para ele. Esse cara sempre se cala quando o cara ao lado dele começa a contar sua história.

Esse cara começa a brincar com seu celular com um olhar entediado no rosto e não liga realmente para o assunto.

Sempre que uma piada suja aparecia, aquele cara sorria vagamente, que virgem patético. Sem dúvidas quanto a isso. Fonte: Eu mesmo. Eu me pergunto, por que será que sempre que uma piada suja vem à tona, as pessoas fingem que estão por cima de tudo, apesar do modo como eles realmente estão se sentindo......?

...... Eu tenho a sensação de que essa última informação é meio que completamente irrelevante.

Não parecia ter muito mais do que isso. Enquanto esse pensamento passava pela minha cabeça, eu suspirei.

「Me desculpem, com licença.」

Hayama disse enquanto deixava seu assento e olhava na minha direção. Parecia que eu estava encarando tanto que o Hayama acabou notando. Meu coração começou a bater mais depressa devido ao pensamento de que um deles iria perguntar 「O que você tá olhando? Cê tá querendo briga?」 ou alguma coisa assim.

Hayama veio até mim,

「O que é?」

Eu perguntei bruscamente, com medo dos meus pensamentos mais íntimos.

Em resposta, Hayama não ficou particularmente irritado, nem me agarrou pelo colarinho ou exigiu que eu mudasse de atitude. Ele apenas sorriu brilhantemente.

「Ah, eu apenas estava me perguntando se você descobriu alguma coisa.」

「Não......」

O máximo que eu descobri foi que a Ebina-san era uma fujoshi e que o Ōoka era um virgem. Enquanto eu pensava nisso, eu olhei na direção de Ōoka e dos outros, apenas para dar de cara com uma cena surpreendente se desenrolando.

Os três estavam mexendo com seus celulares com indiferença. E ocasionalmente, todos eles olhavam na direção de Hayama.

A resposta me atingiu naquele momento. Foi um lampejo de percepção como levar um tiro de arma tranquilizante na nuca.

「Aconteceu alguma coisa?」

Hayama perguntou, confuso. Eu sorri de volta para ele.

「Eu resolvi todo o mistério!」

O raciocínio por trás dessa revelação virá na parte B, é claro.

 


X     X     X

 


As pessoas que se reuniram na sala do Clube após as aulas foram a Yukinoshita, a Yuigahama e eu. Ah, e o Hayama também.

「O que vocês descobriram?」

Yukinoshita pressionou a Yuigahama e a mim pelo nosso relatório de informações. Yuigahama riu timidamente.

「Desculpe! Eu perguntei para as garotas se elas sabiam de alguma coisa, mas não consegui nada!」

Ela se desculpou humildemente.

Sim, mas não havia nada que pudesse ser feito quanto a isso. Isso também foi devido ao modo como a Ebina-san começou a falar de coisas que a Yuigahama realmente não precisava saber, como shippar o uke e o seme e outras coisas. A tentativa de Yuigahama de obter informações não deu em nada.

Yukinoshita baixou a cabeça e olhou diretamente para a Yuigahama. No entanto, ela não parecia particularmente irritada.

「É mesmo? Nesse caso, eu não me importo.」

「Hum? Você está bem com isso?」

「Ao contrário, hoje você descobriu que aquelas garotas não tem interesse e que não estão relacionadas. Isso mostra que este problema é relativo unicamente ao grupo do Hayama-kun. Yuigahama-san, você fez bem.」

「Yu-Yukinon......」

Os olhos da Yuigahama ficaram nublados devido a emoção. A Yukinoshita claramente evitou o abraço da Yuigahama. A testa da Yuigahama bateu na parede com um baque e seus olhos se encheram de lágrimas.

Espantada, a Yukinoshita cuidou da testa da Yuigahama. Ao mesmo tempo, ela olhou para mim.

「Então, e quanto a você?」

「Desculpe, eu não encontrei nenhuma pista sobre a identidade do culpado.」

「...... Entendo.」

Eu pensei que ela fosse arrancar minha cabeça, mas a Yukinoshita apenas suspirou resignada. Então, ela olhou para mim com olhos muito compadecidos.

「Ninguém iria falar com você.」

「Não, não é isso......」

É verdade que eu não tinha confiança de que alguém fosse me responder se eu falasse com eles. O ato de falar com pessoas e abordar um tema específico consome uma grande quantidade de calorias espirituais. Seria um desperdício tão grande de MP quanto um Magic Burst.

「Eu não descobri a identidade do culpado, mas eu aprendi uma coisa.」

Yukinoshita, Yuigahama e Hayama se inclinaram para frente. Olhos duvidosos, olhos na expectativa, olhos interessados. Enquanto eu recebia seus olhares um de cada vez, eu tossi uma vez. Como se fosse uma sugestão, Yukinoshita perguntou,

「Me questiono, o que será que você aprendeu?」

「Aquele é o grupo do Hayama.」

「Hum? Você não está afirmando o óbvio?」

Yuigahama disse veementemente, como se eu fosse algum idiota. Tudo o que eu podia ver nos olhos dela era, 「Quem é esse virgem? O Ōoka?」. Ei, deixe o Ōoka fora disso.

「Uhh...... Hikitani-kun, o que você quer dizer?」

「Ah, eu me expressei mal. Eu quis dizer 『do Hayama』 no sentido possessivo. Em outras palavras, o grupo pertence ao Hayama e existe pelo bem dele.」

「Bem, eu não acho que seja realmente assim......」

Hayama disse isso, mas era apenas por causa da sua falta de autoconsciência. Nesse caso, talvez os três naquele grupo estivessem tão inconscientes disso quanto ele próprio estava.

Porém, uma vez que eu era um observador externo, as diferenças para mim eram claras como o dia.

「Hayama, você alguma vez já viu aqueles três quando você não está por perto?」

「Não, nunca......」

「Isso era desnecessário de se dizer. Não é como se você pudesse ver alguma coisa quando não está lá.」

Yukinoshita disse isso pra mim como se eu fosse um idiota.

「Essa é a única razão pela qual o Hayama nunca notou. Aqueles três param de se dar bem assim que são deixados sozinhos. Para simplificar, todos eles gostam do Hayama como seus amigos, mas enxergam os demais como 『amigos de um amigo』.」

A Yuigahama foi a única a reagir ao que eu disse.

「Oh, oooohhh. Eu entendo isso totalmente. É estranho quando a pessoa que mantém o fluxo da conversa não está lá. Eu nunca sei o que dizer, então eu sempre acabo mexendo no celular......」

Ela baixou a cabeça, como se tivesse lembrado de algo desagradável.

A Yukinoshita inclinou-se em direção a Yuigahama, que ainda estava de cabeça baixa.

「............ I-isso é assim mesmo?」

Ela sussurrou no ouvido de Yuigahama, puxando sua manga de forma hesitante. Yuigahama cruzou os braços e assentiu, confirmando. Essa foi a Yukinoshita para vocês. Ela não tinha experiência com amigos e então ela também não tinha nenhuma experiência com amigos de amigos.

Hayama meramente permaneceu quieto, como se estivesse refletindo sobre minhas palavras.

No entanto, essa era a única coisa que o Hayama não poderia concertar. Para ele, aqueles três realmente eram seus amigos. Mas esse relacionamento não se estendia entre os três. Eles apenas tinham que se contentar com a presença uns dos outros.

Ser amigo de alguém significava ter que se curvar para eles. Então, nessa condição, não havia nada que me fizesse pensar que seria algo bom ter muitos amigos.

No momento, Hayama estava preso em um atoleiro. Ele estava cercado de amigos, mas, por outro lado, você poderia dizer que ele estava preso por eles. Fugir também não era uma opção. Em termos de Dragon Quest, isso era a “indicação de aniquilação total”.

Ainda assim, eu sabia de um jeito de sair dessa situação.

Então a Yukinoshita colocou uma mão sob o queixo, contemplativa.

「Assumindo que você esteja correto, Hikigaya-kun, os motivos deles apenas se tornam ainda mais fortes.Talvez não exista um modo de determinar qual dos três fez tudo isso. A situação não poderá ser controlada a menos que o culpado seja removido. Mais uma razão para suspeitarmos daqueles três......」

Remover pessoas faria as coisas se normalizarem. A Yukinoshita era assustadora. Será que ela tinha removido a Sagawa-san e a Shimoda-san do seu passado?

Nessa mesma nota, chutar pessoas para fora da escola era uma coisa terrível de se fazer, então eu sugeri uma outra abordagem,

「Nah, não há necessidade de remover o culpado. Existe um jeito melhor.」

Yukinoshita inclinou a cabeça e olhou para mim com curiosidade.

Não havia dúvida sobre a teoria de se remover o culpado quando um crime era cometido. Porém, nos restava uma outra opção. No caso do roubo de uma joia, o crime nunca teria acontecido se a joia em questão não existisse. Remover a joia antes que o crime aconteça. Eu, com minhas habilidades de ninja, escolhi o caminho do ladrão invisível em vez do caminho do detetive.

「Hayama, você pode resolver isso se quiser. Você não precisa procurar pelo culpado e a situação não vai mais piorar...... E desse jeito, eles podem acabar se tornando melhores amigos.」

Eu me pergunto que tipo de olhar eu estava fazendo enquanto dizia isso. Eu estava sorrindo, ao menos. E era um sorriso tão esplêndido que fez a Yuigahama se afastar, horrorizada.

Instintivamente, Eu soltei um “Kuh kuh kuh” como o Zaimokuza fazia. Se existisse um demônio que os seres humanos perseguiam para fazer pactos, eu deveria estar parecendo com ele naquele momento.

「Você quer saber como?」

Hayama Hayato, a pobre ovelha perdida, ouviu a proposta do demônio e assentiu fervorosamente em resposta a ela.

 


X     X     X

 


Era o dia seguinte, quando Hayama tomou sua decisão sobre seu próprio destino.

Na sala de aula, o nome de todos os nossos colegas de classe estavam listados no quadro negro. Cada agrupamento consistia de três nomes e eles foram escritos em fila, para indicar os grupos na Visita ao Local de Trabalho.

As três garotas que se sentavam ao meu lado deram risadinhas e sorriram umas para as outras enquanto se levantavam para ir até o quadro negro para escreverem seus nomes, como já haviam combinado.

Quanto a mim, eu não chamei ninguém e apenas fiquei sentado lá, como se eu estivesse distraído.

Essa era a forma que eu usava para lidar com essas ocasiões em que nós tínhamos que nos dividir em grupos.

Nesses momentos, era vital não fazer nenhum tipo de movimento. O falecido Takeda Shingen também disse a mesma coisa: 「Imóvel como uma montanha」. {{N/T: Isso estava escrito na bandeira de guerra de Takeda Shingen.}} Ele estava completamente certo.「Rápido como o vento, silencioso como uma floresta, intrusivo como o fogo, imóvel como uma montanha」. Esse era eu ali mesmo.

Eu estava esperando pela mudança do vento da fortuna, que faria com que nosso professor titular dissesse 「Sim, sim, eu sei que todos vocês odeiam o Hikigaya-kun, mas não é bom deixá-lo sozinho! Nada bom!」....... isso foi o que a professora titular da minha classe no 4º ano do primário disse. Isehara, sua velha...... Eu nunca vou te perdoar por isso.

De qualquer forma, como diz o ditado 「Coisas boas vem para aqueles que esperam」, tudo o que um solitário tem a fazer é esperar, meio sonolento, até que seus colegas de classe não possam encontrar um terceiro membro e recorram a chamar o seu nome. E é assim que o nosso pequeno grupo feliz é formado!...... tá bom, eu vou tirar um cochilo.

Eu usei uma das minhas 108 habilidades, fingir que estou dormindo. Aliás, uma das minhas outras habilidades é 「virar um dos mocinhos durante arcos muito longos」. Eu sou muito parecido com o Ja〇an.{{N/T: Jaian, um personagem de doraemon.}}

Quando eu comecei a cochilar, alguém gentilmente me sacudiu pelos ombros. Eu pude sentir a suavidade de suas mãos delicadas mesmo através das minhas roupas. Quando uma voz chamou ‘Hachiman’, soou como música angelical alcançando meus ouvidos. Enquanto eu estava sendo gentilmente sacudido, acordado pelos céus, eu abri meus olhos.

「Bom dia, Hachiman.」

「...... Um anjo? Ah, é o Totsuka.」

Whoa, ele me pegou desprevenido. Ele era tão fofo que eu tive certeza de que era um anjo. Rindo, o Totsuka sentou-se na cadeira ao meu lado, onde as garotas estavam até instantes atrás.

「O que foi?」

Totsuka segurou as mangas de seu uniforme esportivo e olhou para mim com olhos suplicantes.

「So-sobre a formação de grupos......」

「Hum? Oh, sim. Bom que você falou. Eu decidi com que eu vou.」

Então o Totsuka já havia decidido, afinal. Que pena.

Enquanto eu me esticava, olhei ao redor da sala de aula. A maioria dos grupos já havia sido escolhida, então estava quase na hora de nós, solitários, fazermos nossa aparição. Eu teria que participar de um grupo improvisado com outros solitários. Haviam dificuldades mesmo entre os solitários e se eu demorasse a começar, eu acabaria sendo forçado a entrar em um grupo com duas pessoas que não se davam bem. Estava na hora de procurar pelos perdedores ao checar seus nomes no quadro negro.

Nesse exato momento, um grupo estava escrevendo seus nomes. Era um certo trio, do qual eu me lembrava de vista.

「Tobe, o loiro avoado.」

「Yamato, o imbecil indeciso.」

「Ōoka, o virgem medroso.」

Os novos Três Mosqueteiros! Eu tinha inadvertidamente testemunhado o nascimento de um novo legado. Aliás, meu personagem favorito era o 「Ōoka, o virgem medroso.」. Depois que ele escreveu seu nome e olhou para os outros dois, eles riram de modo estranho. Eu não podia ver o nome do Hayama em lugar algum.

Enquanto eu assistia aos três, eu escutei uma voz súbita.

「Eu posso sentar aqui?」

Sem esperar pela minha resposta, ele sentou-se ao lado do Totsuka. Diante do súbito aparecimento de um inesperado recém-chegado, Totsuka lançou um olhar ansioso na minha direção e murmurou,

「Er, uhhh......」

Isso foi muito fofo.

「Graças a você, nós conseguimos resolver tudo de modo pacífico, obrigado, cara.」

O recém-chegado sorriu alegremente. Era Hayama Hayato.

「Eu não fiz nada.」

Eu insisti. Então, por que diabos esse cara está falando comigo como se me conhecesse?

Ele era um bom garoto? Realmente um bom garoto?

「Dê algum crédito a si mesmo. Se você não tivesse dito o que disse, eles ainda poderiam estar brigando.」

Ou assim Hayama Hayato alegou, uma vez que eu não havia feito sequer uma única coisa agradável. Na verdade, tudo em que eu estava pensando era em arrastar o Hayama para o caminho dos solitários.

A razão pela qual aqueles três estavam brigando era porque eles queriam ficar juntos do Hayama. Então pegue a causa pela raiz e voilà.

Basicamente, a resposta foi separar o Hayama Hayato dos seus amigos. A existência de um solitário era como um país permanentemente neutro. Se você não fosse um, problemas surgiriam em seu caminho mesmo quando você não fizesse nada. Se o mundo fosse povoado apenas por solitários, indubitavelmente não haveriam coisas como guerras ou discriminação. Ei, eu mereço um Prêmio Nobel da Paz por isso.

「Eu sempre quis que todos se dessem bem, mas agora eu entendo que eu também causei conflitos......」

Hayama murmurou e, pela primeira vez, ele pareceu solitário.

Incapaz de encontrar quaisquer palavras para responder ao Hayama, eu deixei escapar um suspiro não-comprometedor. Hayama havia ido até o Clube de Serviços Voluntários devido ao seu enorme desejo de encontrar uma solução que pudesse ajudar seus amigos e seu grupo, mas tudo que eu dei a ele foi uma difícil e dura escolha.

Mesmo que ele tivesse saído do seu caminho para falar comigo e lembrasse do nome do Zaimokuza. Mesmo que ele fosse um cara legal. Mesmo que ele vivesse uma vida no Ensino Médio mais feliz do que qualquer outra pessoa.

E ainda assim, era porque Hayama Hayato não gostava dessa parte de si mesmo que ele estava dizendo essas coisas.

「Aqueles três ficaram muito surpresos quando eu disse que não formaria grupo com eles. Eu acho que seria legal se isso os motivasse a se tornar amigos de verdade.」

「...... Sim, eu acho.」

Honestamente, eu acho que qualquer um que seja legal tem algum tipo de doença. Eu dei a resposta genérica adequada e recuei um pouco.

「Obrigado. Oh, e sabe, eu ainda não decidi em que grupo entrar, então que tal nós irmos juntos?」

Sorrindo, Hayama ergueu seu braço direito na minha frente.

...... Hum? Um aperto de mãos? O que há com esse riajū para agir todo íntimo comigo?

Poxa, não fode comigo. O que, ele era Americano ou algo assim?

「Tu-tudo bem, parceiro.」

E por causa disso, eu, involuntariamente, respondi como um delinquente Americano.

Eu bati na mão dele (Ai!) e Hayama sorriu mais uma vez. Agora que ele havia se tornado um solitário como eu, nós podemos nos entender um pouco melhor a partir de agora.

Agora então, tudo o que nós precisávamos era assegurar mais uma pessoa e nosso trabalho estaria pronto.

Subitamente, um adorável organismo começou a gemer do meu lado.

「...... Totsuka, o que foi?」

Eu olhei para ele. O rosto irritado e os olhos vermelhos do Totsuka eram muito fofos.

「Hachiman...... e quanto a mim?」

「Er, uh, hum? Eu, uh, pensei que você já tivesse decidido.」

「Eu decidi!」

Totsuka se preparou e agarrou a manga do meu blazer com força.

「Eu decidi ir com você desde o começo, Hachiman.」

「Então é isso que você queria dizer com decidido......」

Qual foi a desse truque literário? Mas sabe, como a habilidade de um solitário para ler o clima não é necessariamente alta, eu nunca nem mesmo percebi que ele, na verdade, nunca havia especificado com quem ele iria. Quando eu olhei para o emburrado e ruborizado Totsuka, meu rosto suavizou sem que eu notasse. Quando eu sorri, Totsuka olhou para mim e riu.

Hayama, que assistia a nós dois sorrindo, levantou-se e olhou de volta para nós por cima do ombro.

「Certo, eu vou escrever os nossos nomes. Onde vocês querem ir?」

「Isso é com você.」

Eu disse e Totsuka assentiu, concordando.

Então, o Hayama começou a escrever nossos nomes no quadro negro.

‘Hayama’, ‘Totsuka’, ‘Hikigaya’.{{N/T: o nome do Hikigaya em japonês é “比企谷”, mas esse terceiro kanji “谷” é normalmente lido como “tani”, por isso eles erram a pronúncia do nome dele.}} Oh, então ele não escreveu meu nome errado. Isso me deixou meio feliz, eu acho. Poderia ser que essas pessoas eram meus amigos?

Hayama prosseguiu e começou a escrever ‘Lugar de Trabalho que queremos visitar’. E então—

「Oh, ooooh.」

Uma garota comentou.

「Eu vou fazer a mesma coisa que o Hayato.」

「Sem chance, o Hayama-kun vai ir para lá?」 Outra garota disse.

「Oh, eu vou mudar o meu também, eu vou mudar o meu também!」

「Eu vou para lá também!」 E outra.

「O Hayato é o verdadeiro negócio! Ele é o Super Hayato!」

Nossos colegas de classe bombardearam o Hayama de uma só vez. E então, enquanto eles ansiosamente tagarelavam entre si, eles escolheram o mesmo lugar para onde o Hayama ia e substituíram seus nomes no quadro negro. Não muito tempo depois, meu nome havia se perdido sob a montanha de nomes que foram escritos sobre ele. E mais uma vez, minha existência era completamente ignorada.

Vê, é por isso que eu sou um ninja. Eu deveria ir para Iga ou para Kouga em minha Visita ao Local de Trabalho. E com isso, eu escaparia despercebido, senhoras e senhores.

Desnecessários dizer que a amizade também é algo que pode escapar despercebida a qualquer momento.