Naruto: The Last - Naruto The Movie

003 - Realidade de Naruto

Os fragmentos da lua gradualmente formaram um anel gigante ao redor da terra. Eventualmente os fragmentos seriam atraídos pela gravidade da terra e choveriam até a superfície. Os milhares de pedaços se tornariam meteoritos de altíssima velocidade e mergulhariam na atmosfera.


Booooom!


Eles derrubaram e queimaram tudo em seu caminho.


Os shinobi de cada aldeia destruíam os meteoritos que caíam do céu, e se esforçavam para minimizar os danos à superfície. Estilo água, estilo vento, estilo madeira, estilo poeira—cada shinobi usava o jutsu de sua própria especialidade para proteger suas cidades de origem e seus companheiros. No entanto, a queda dos meteoritos continuava sem parar, dia e noite. Os shinobi que faziam parte da missão de defesa aérea estavam se aproximando de seus limites físicos.


--------------------------------------------------------


—Onee-chan.


Ela podia ouvir a voz de Hanabi. Quando Hinata abriu os olhos, podia ver um teto elevado e um lustre. Ela tinha sido colocada sozinha numa cama. Era um antigo e ainda extravagante quarto de hóspedes. A cama não era desconfortável. No entanto, ela teve uma leve dor de cabeça.


As últimas coisas que ela havia visto foram: o cachecol vermelho em chamas e Naruto caindo. Depois disso, Toneri tinha lançado um jutsu nela, e ela perdeu a consciência.


"Este é... o castelo de Toneri...?"


Ela saltou da cama, como se repelida por ele, examinou o interior da sala de costas para a parede. Ela correu para a janela e observou o exterior. Lá haviam torres eriçadas.


Ao confirmar que não havia perigo no interior da sala, ela investigou fora da sala com seu byakugan. Do outro lado da porta havia um longo corredor, não havia nenhum sinal de um vigia ou de um guarda. Ela se arrastou até a porta e tentou girar a maçaneta. A porta se abriu facilmente. Hinata continuou a usar seu byakugan, ficando de guarda no corredor, que tinha lâmpadas penduradas nas paredes de ambos os lados.


Os pés de Hinata pararam em frente a um quarto particular.


"Hanabi!"


Hinata levantou sua voz sem pensar. Sua irmã mais nova tinha sido posta na cama daquele quarto. Hinata entrou na sala e correu para a cama. Hanabi parecia estar inconsciente. Os olhos dela estavam envolto em bandagens. Hinata usou seu byakugan para verificar sob as bandagens e engasgou.


...Os olhos dela foram retirados!


Quem tinha roubado o byakugan de Hanabi foi Toneri. Hinata se lembrou. Quando eles haviam escapado da área de genjutsu, e Naruto e os outros haviam pulado na nascente, as palavras que ela e Toneri haviam trocado foram:


--------------------------------------------------------


"Casar?"


"Você e eu estamos destinados a ficar juntos de acordo com um decreto celestial desde os tempos antigos."


"O que você está dizendo? Hanabi..."


Naquela momento, um dispositivo em forma de cúpula levantou-se da areia e outro Toneri foi projetado. Talvez o Toneri nesta imagem era o verdadeiro.


"Sua irmã está em meu castelo", Disse a imagem de Toneri. A forma de Hanabi dormindo em uma cama foi projetada na cúpula.


"Hanabi!"


"Tomei seu byakugan."


"Que Te-terrível..."


"Eu sinto muito... Foi pelo decreto celestial de Hamura."


"Hamura?"


"O antepassado shinobi da lua, Ootsutsuki Hamura... Seria mais fácil de entender se eu dissesse que ele era o irmão mais novo do antepassado shinobi da Terra, o Rikudou Sennin? Você do clã Hyuuga herdou o sangue de Hamura..."


"!"


"É uma história do passado distante, há milhares de anos atrás..."


Na tela, Toneri começou discretamente a contar a história.


O chacra originou-se de uma árvore gigante, chamada de 'Shinju'. A Shinju dá frutos somente uma vez a cada mil anos—uma 'fruta de chakra' por assim dizer. A rainha Ootsutsuki Kaguya comeu esta fruta e ganhou uma enorme quantidade de chakra dentro de seu corpo. Usando esse poder, Kaguya subjugou os conflitos do mundo humano. Depois disso, Kaguya deu à luz dois filhos. Eles eram os irmãos Ootsutsuki Hagoromo e Hamura.


Contudo, a Shinju, tomou a forma de um animal poderoso a fim de retomar sua fruta roubada e começou a atacar as aldeias humanas. Esta foi a origem do Juubi. Os dois irmãos, que herdaram o chakra de sua mãe, trabalharam juntos, e no final de uma luta de vida ou morte, eles conseguiram selar o Juubi dentro do abdômen do irmão mais velho. Hagoromo tornou-se o primeiro jinchuuriki.


Criando o 'ninshuu' depois disso, Hagoromo, que se tornara o Rikudou Sennin, se tornou o antepassado shinobi da terra. Hagoromo considerou que o Juubi selado em seu abdômen era perigoso. Esse poder imensurável pode trazer catástrofes para o mundo. Criando as nove bijuu, ele dividiu o chakra do Juubi em nove e concedeu os bijuu na tentativa de dispersar o seu poder.


A concha vazia que era o corpo do Juubi, a partir do qual o chakra tinha sido extraído, era referida como a Estátua Gedou. A Estátua de Gedou era um recipiente de chakra—se o chakra que havia sido dividido em nove partes fosse mais uma vez reunido e voltasse à estátua, o Juubi seria revivido. Para impedir que o Juubi nunca fosse ressuscitado, Hagoromo criou um novo corpo celeste, nomeando-a de lua e confinou a estátua Gedou lá.


O irmão mais novo Hamura e seu clã migraram para a lua e escolheram viver como guardas da Estátua Gedou. Hamura, que se tornou o antepassado shinobi da lua, era cético em relação ao mundo que seu irmão mais velho Hagoromo havia criado. Hamura continuou observando a terra da lua para o resto de sua vida. Ele confiou a seus descendentes a ordem para destruir o mundo que seu irmão mais velho criou se eles alguma vez cometessem um erro na sua utilização de chakra. Nos milhares de anos que se seguiram, os descendentes de Hamura viveram na lua por gerações, protegendo a estátua Gedou e observando a terra.


Quando ele chegou a esse ponto na história, a maneira de falar de Toneri ficou mais áspera.


"Naqueles milhares de anos, os shinobi continuaram a usar o chakra como uma arma sem fim para o conflito. E eventualmente, os mesmos roubaram a Estátua Gedou e ressuscitaram o Juubi!"


"......"


"Por isso, concluímos que os shinobi da terra são catástrofes que destrói a paz e a ordem do mundo. O mundo que Rikudou Sennin criou falhou! Vou seguir o decreto celestial de Hamura e destruir o mundo do Rikudou Sennin com as minhas próprias mãos!"


"!"


Segundo Toneri, Ootsutsuki Hamura também foi o criador do tenseigan. Usando o grande poder do tenseigan, ele trouxe ordem e estabilidade ao mundo da lua. Mesmo após sua morte, o povo da lua trata o 'tenseigan de Hamura' como um tesouro. Eles o consagraram como um objeto religioso e criaram um plano para preservá-lo eternamente.


No entanto, o tenseigan não foi limitado apenas ao tenseigan de Hamura. Através da implantação do byakugan do clã Hyuuga, aqueles que herdaram o sangue Ootsutsuki poderiam manifestar e adquirir um novo tenseigan. Ao combinar o chakra de ambos os clãs, o byakugan iria se transformar no tenseigan.


"É por isso que eu tinha que obter o byakugan."


Usando a poderosa capacidade ocular do tenseigan, até mesmo o planeta Terra destruído poderia ser revivido. Para criar um mundo de paz, onde o chakra não seria usado como arma—Toneri disse que Hanabi, desistindo do seu byakugan, seria um sacrifício para esse nobre objetivo.


Toneri falou com Hinata por dez minutos.


Ela também havia lutado na Quarta Guerra Mundial Shinobi. Ela sabia muito bem do excessivo derramamento de sangue. Os que continuavam essa tolice eram ninguém menos que Hinata e outros shinobi da Terra.


Mas, ao mesmo tempo, ela sentiu que havia problemas com esse modo de pensar. Para destruir o mundo que Hagoromo criou porque esse mundo errou e reconstruir um mundo que é certo—ela podia ser convencida disso? Na verdade, deve haver inúmeras fases e categorias entre o bem e o mal. Às vezes, certo e errado são discutíveis, e ela nem sabia para que lado estava o certo e para que lado estava o errado.


Mas é algo difícil de fazer no mundo dos humanos. O dualismo simplório de Toneri era fácil de entender, mas era muito radical.


"Eu não acredito em sua história! Eu com certeza vou salvar Hanabi!" Hinata gritou sem pensar.


"Salvá-la? Quando você nem sabe onde está o meu castelo?"


Deixando um sorriso de desdém, a imagem de Toneri desapareceu. A cúpula também desapareceu. Hinata encontrou-se em pé sobre a bola de areia cara a cara com a marionete de Toneri.


"Eu vou voltar para ouvir a sua resposta, mas... este é o destino!"


—Hinata!


Foi então que Naruto voltou. Ele saltou entre a marionete de Toneri e Hinata.


--------------------------------------------------------


Hinata estava pensando ao lado de Hanabi. Naquele momento, Hinata havia sido a única que tinha escutado as motivações de Toneri. Em outras palavras, Hinata tinha agido junto com Naruto e os outros, mesmo depois de descobrir o motivo do sequestro de Hanabi e a razão pela qual Toneri tinha lançado um ataque contra a Terra.


Ela compreendeu as palavras e as imagens que o velho tinha mostrado a ela no cemitério subterrâneo no templo em ruínas.


Hinata estava com problemas. Deveria ter sido de outra forma, ela deveria ter dito a Naruto e ao Shikamaru e colaborado com eles. Mas Hinata tinha mantido segredo de seus companheiros e decidiu agir por conta própria. Para proteger a aldeia e o Naruto.


Esta missão pode estar muito além de sua própria capacidade, mas ela não teve outra escolha a não ser realizá-la. Caso contrário, rejeitar a confissão de Naruto, machucando-o e se infiltrando no castelo de Toneri não teria sentido.


Eu não vou fugir. Eu nunca volto atrás com minha palavra. Esse é o meu jeito ninja e do Naruto-kun.


Hanabi estava dormindo diante de seus olhos.


Espere só mais um pouquinho. Hinata jurou para sua irmã.


"Bom dia."


Toneri estava de pé atrás dela.


"Estou feliz que tenha aceitado os meus sentimentos, Hinata. Venha. Eu vou lhe mostrar os arredores do castelo."


O castelo de Toneri era enorme. Havia todos os tipos de marionetes, trabalhando, incluindo mulheres, homens, crianças, etc.


"Todos eles são marionetes que meus ancestrais deixaram para trás", Toneri respondeu sem interesse.


Toneri nunca duvidou de seu próprio senso de justiça. O mundo que o Rikudou Sennin criou estava errado, e se estava errado, ele esta convencido de que deve ser destruído. Porque era o destino, ele pressionou Hinata a se casar com ele, mas ele não havia pensado sobre todos os sentimentos de Hinata. Ele era egoísta.


Toneri disse que ele havia perdido seu pai quando era jovem e que sempre viveu sozinho com seus bonecos. Talvez circunstâncias como essas em sua infância havia influenciado a sua atitude hipócrita. Marionetes só concordariam. Eles não se opuseram ou se opõe a ele. Qualquer um poderia ter se tornado este tipo de pessoa solitária se tivesse crescido em um mundo onde ele poderia ter com qualquer coisa que desejasse.


Toneri não deveria ter nenhum tipo de ganância ou desejo de poder. Hinata supôs que ele só estava tentando realizar o que ele acreditava ser a justiça. Mas não importa o quanto ela sabia sobre as motivações de Toneri, ela não podia esquecer que ele era um inimigo que estava tentando destruir a humanidade.


Toneri levou Hinata a um grande santuário.


"Este é o lugar onde a cerimônia de casamento será realizada."


Toneri disse que depois da cerimônia, ele e a Hinata iriam entrar em uma sala chamada 'câmara de renascimento' e cairiam em um sono profundo até que o ambiente da Terra destruída se estabiliza-se.


Mas se a lua estava caindo sobre a Terra, não havia maneira alguma da lua estar segura. Este castelo, a câmara tensei e a lua, todos seriam apanhados pela destruição.


"Não precisa se preocupar. Este castelo é protegido por chakra... um chakra poderoso o suficiente para mover a lua, o poder do tesouro Ootsutsuki... Mesmo se a lua for destruída, este castelo e a câmara de renascimento serão salvos."


Hinata percebeu que a fonte desse chakra poderoso era o tenseigan.


"Onde esta?"


"Isso, eu não posso te dizer..."


Hinata não podia deixar suas verdadeiras intenções serem reveladas ainda. Para destruí-lo... Hinata retornou para o seu quarto para bolar um plano.


"Oh, bem... Você vai tricotar um cachecol pra mim?"


"Eh...?"


"Você não quer?"


Esse tipo de pedido é um teste de amor, Hinata fechou os olhos e pensou, e então, finalmente assentiu com a cabeça.


"Sim."


"Sim... obrigado... Estou feliz, Hinata."


Um momento depois de sorrir, Toneri colocou as mãos próximas dos olhos e mostrar sinais de angústia.


"Não se preocupe... É um sinal de que o byakugan está amadurecendo para o tenseigan... Ele deve parar se eu descansar um pouco."


Toneri saiu, deixando Hinata no santuário.


Estando sozinha e como Toneri não estava mais presente, Hinata procurou o santuário com seu byakugan. No entanto, não importa o quanto ela se concentrasse, parecia que o tenseigan de Hamura não estava escondido lá.


—Princesa do Byakugan...


Hinata se lembrou das imagens que o velho havia lhe mostrado no cemitério subterrâneo no templo. Se ela acreditasse no que havia sido lhe mostrado, ela teria que destruir o tenseigan de Hamura, que estava repousando em algum lugar deste castelo, antes de ser notada por Toneri.


--------------------------------------------------------


"Princesa do Byakugan..."


No cemitério subterrâneo do templo, um velho sem olhos saiu da escuridão e disparou uma esfera brilhante de sua boca.


O byakugan de Hinata reagiu a essa luz. Várias imagens giravam em torno dela e saltaram em sua cabeça. Um exército, o desenho de duas shuriken, um olho gigante, uma explosão, uma montanha de cadáveres...


Hinata se viu sozinha no cemitério subterrâneo do templo, rodeada por milhares de caixões de pedra. Os números de pessoas acima dos caixões aumentou. As figuras aumentaram gradualmente até que houvesse um para cada um dos caixões. Eram todos soldados de armadura. Hinata respirou fundo.


"Nós somos os descendentes de Hamura, da família principal do clã Ootsutsuki. Nós fomos aniquilados pela família secundária, que interpretou mal o decreto celestial de Hamura."


O homem que começou a falar estava em seu auge, mas olhando atentamente para o seu rosto, revelou que ele era o velho que tinha lançado a esfera brilhante.


"Toneri, um descendente da família secundária, esta usando indevidamente o tenseigan de Hamura na tentativa de despedaçar a lua sobre a Terra. O tenseigan de Hamura deve ser destruído. Princesa do Byakugan, a única que pode fazer isso... é você."


De repente, os soldados se curvaram e se ajoelharam. Um homem alto e velho entrou. Chifres saíam de seus longos cabelos loiros. Hinata pensava que ele era o Rikudou Sennin, Ootsutsuki Hagoromo, mas esse não era o caso.


"Meu nome é Ootsutsuki Hamura... Princesa do Byakugan... Você não deve permitir que o mundo que meu irmão mais velho criou chegue ao fim!"


--------------------------------------------------------


Do santuário, retornando ao quarto de Hanabi, Hinata estava tricotando o cachecol de Toneri. Dormindo na cama, Hanabi estava fazendo sons como se estivesse tendo pesadelos. Hinata parou as agulhas de tricô e agarrou a mão de sua irmã.


"Coitadinha... Eu juro que eu vou levar você de volta para casa."


Quando ela disse isso, ela sentiu como se um pouco de força tivesse entrado na mão da inconsciente Hanabi.


O velho homem que ela conheceu no cemitério subterrâneo e os soldados eram, sem dúvidas, aparições. Carregando seus arrependimentos de terem sido aniquilados, eles poderiam estar vagando com o desejo de proteger a humanidade e a Terra.


Além disso, as palavras de Ootsutsuki Hamura, deixaram claro que Hinata era a única que poderia destruir o tenseigan.


Não importa como ela faria isso. O futuro da Terra e da humanidade estavam em jogo.


"Eu juro que vou encontrar e destruir... o tenseigan de Hamura!"


Hinata segurou firmemente a mão de Hanabi.


--------------------------------------------------------


A equipe de Shikamaru, que Hinata havia abandonado, ocultou-se em um esconderijo dentro de uma caverna. A consciência de Naruto não havia retornado depois de perder uma grande massa de chakra, um dos efeitos da esfera brilhante de Toneri. Sakura estava colocando todo o seu ninjutsu médico para salvar Naruto. Ela manteve o fluxo de chakra no corpo de Naruto, mas sua consciência ainda não retornou. Sakura encostou o ouvido do lado esquerdo do peito de Naruto, e ouviu seu batimento cardíaco. Ela ouviu um eco fraco que dificilmente parecia o som do coração animado de Naruto.


Naruto estava em um estado crítico.


"Hi-Hinata... Hinata... ttebayo..."


Os murmúrios incoerentes que Naruto, ocasionalmente, deixava escapar eram de Hinata e nada mais.


Sakura havia apoiado o amor de Hinata. Isso aconteceu porque ela sentiu que o que Hinata tinha, eram os mesmos sentimentos não correspondidos dela para com Sasuke. No entanto, por outro lado, Naruto tinha feito uma promessa para Sakura desde que ele era uma criança.


Por um mero momento, só um momento, a transferência do ninjutsu médico das mãos de Sakura parou.


"......"


 
Na mente de Sakura, pensamentos flutuavam ao redor do garoto sem noção que sorria enquanto coçava a cabeça, e o rosto da menina desajeitada que, em contraste, lançava seus olhares para baixo. Os dois foram companheiros de infância de Sakura, seus companheiros no campo de batalha, e o mais importante, seus preciosos amigos. Ela queria fazer os dois felizes.


"Hi-Hinata..." Uma pequena voz veio da boca de Naruto.


Então, você finalmente entendeu seu idiota.


Sakura abriu a boca.


"Eu definitivamente vou curá-lo! Eu vou te salvar Naruto!"


Sakura reuniu o máximo chakra em suas mãos.


--------------------------------------------------------


Confiando a quase-morte de Naruto para Sakura, Shikamaru e Sai haviam saído em uma missão de reconhecimento com os pássaros de tinta. Eles podiam ver o enorme buraco aberto pelo chakra de Naruto, que havia explodido no chão abaixo de seus olhos. Além desse buraco, um espaço negro como o azeviche. Um corpo celeste azul flutuava por lá.

"Essa é a Terra, não importa como você olha para ela, não é?", Perguntou Sai, apontando para o azul, ao planeta que estava brilhando.

"Sem dúvidas. A julgar de onde estamos em relação a ela, estamos na lua."

"É realmente a Lua... e eu pensei que tinha ido apenas para o subsolo."

A caverna subterrânea que eles desceram, de alguma forma, estava ligada à lua. Além disso, esta Lua—foi preenchida com um gigante espaço aberto e tinha um sol artificial flutuante no centro dela. Era um corpo celeste anormal.

"Havia uma estranha escuridão, onde as esferas estavam flutuando. Isso pode ter sido a passagem que liga a Terra à Lua."

A julgar pelas ruínas dos edifícios abandonados e santuários, não havia dúvida de que uma civilização avançada e um clã shinobi possuindo um vasto chakra haviam vivido na Lua no passado. Talvez eles fossem os que criaram a passagem ligando a Terra e a Lua. Além disso, podem ter sido os descendentes desse clã da Lua que sequestrou Hanabi. Não havia como dizer que isso não estava relacionado com a lua caindo sobre a Terra.

"Os caras que sequestraram Hanabi, e os caras que estão tentando derrubar a à lua sobre a Terra... Em outras palavras, os nossos inimigos, são os mesmos!"

A leitura de Kakashi acertou no alvo.

Shikamaru verificou o tempo restante no relógio na palma da mão. O tempo limite estava se aproximando. Os pássaros aumentaram gradualmente a altitude. Eles se aproximaram do sol artificial. Esse é o destino dessa missão de reconhecimento.

Tendo visto a plataforma circular de Toneri retornar na noite anterior, eles sabiam que seu esconderijo era dentro do sol artificial. Deve ter sido coberto por algum tipo de jutsu ou barreira que inibiu o poder do byakugan, e foi por isso que o byakugan de Hinata não conseguiu enxergar.

"Onde poderia estar a entrada?" Perguntou Sai, enquanto olhava para o sol artificial.

"Deixe-os dizer."

Shikamaru sorriu enquanto jogava uma kunai explosiva no sol artificial. A papel explosivo detonou magnificamente em pleno ar, e reagindo ao som, as marionetes shinobi emergiram em sucessão de dentro do sol artificial, montadas nas monstruosas águias.

"O que você está fazendo!? O inimigo vai nos notar!"

Sai estava em pânico, mas Shikamaru teve uma ideia. Para salvar Hanabi e Hinata, eles teriam que invadir o esconderijo do inimigo. Ele queria ver como os bonecos entravam e saíam do sol artificial.

Uma abertura redonda se formou na superfície do sol artificial, e Shikamaru observou os movimentos dos inimigos no momento em que eles saíram. Todas as marionetes montadas nas costas das feras pareciam estar formando o mesmo selo de mão.

"Tudo bem, isso é o suficiente... Ei, pode sair!"

Alertado por Shikamaru, o atordoado Sai fez seu pássaro de tintar mudar de curso. No entanto, os inimigos não os ignorariam. Eles perseguiram Shikamaru e Sai onde quer que fossem.

Eles recuaram para um grande cânion e voaram pelo vale. As águias se aproximavam. As marionetes dispararam esferas brilhantes. Elas atingiram os penhascos e explodiram.

Rochas em queda choveram sobre os pássaros de tinta.

"Estou confiando em você, Sai! Faça alguma coisa!"

"...Que conveniente para você."

Apesar de seu aborrecimento, Sai estava sem expressão alguma. Ele pegou o pergaminho e, depois de pensar um pouco, moveu o pincel de tinta.

"Ninpou: Choujuu Giga! (Arte Ninja: Desenho das Superferas!)"

Aparecendo junto com a fumaça, um caranguejo como o que Sakura havia derrotado na caverna. O corpo gigante do caranguejo estava preso entre os penhascos, bloqueando o vale.

Boom-boom-boom-boom!

Incapaz de evitá-lo, as águias colidiram com a casca do caranguejo e explodiram.

Shikamaru deu um sinal de positivo, elogiando a esperteza de Sai. Sai assentiu sem qualquer expressão.

--------------------------------------------------------


O Quarto Raikage era chamado de 'o homem com temperamento explosivo'. Sua aparência, suas palavras e ações, eram todas poderosas. Como líder, por outro lado, ele tem a esperteza de analisar uma determinada situação e fazer juízo lógico em um instante. Olhando para cima, do centro de comando da defesa aérea de Kumogakure, ele podia ver que a lua estava aumentando com o passar dos dias. A superfície da lua estava desmoronando, e inúmeros fragmentos rodeavam a terra como um anel gigante. Do chão, o céu noturno parecia estar dividido em duas partes.


"Destruir cada um dos meteoritos vai demorar. É a lua o verdadeiro perigo! Prefiro acabar com a lua!"


"O plano é bom. O mano detona. Mas, como acabaremos com a lua me explica? Oh Yeah!*"


Bee, seu irmão adotivo mais novo que gostava de rap, perguntou rimando.


O Raikage era um líder pragmático, ele acreditava no poder. Na frente diplomática, ele foca no equilíbrio de poder dependendo da oposição. Ao invés de promover a colaboração de paz entre as cinco nações, ele havia desenvolvido uma arma secreta de destruição em massa e escondido dentro de um penhasco oco. Originalmente, tendo desenvolvido essa arma de destruição para uso em guerras contra outros países, agora, ele decidiu usá-lo para destruir os meteoritos e eliminar a lua.


As portas da estrutura se abriram solenemente, fazendo com que as luzes de perigo piscassem, revelando a forma de uma arma gigante, o canhão de chakra. Três armas na forma de canos longos se estendiam lado a lado a partir de um base aparentemente resistente.


"Os dois inferiores são de difusão de chakra! Eles podem atirar em alvos múltiplos ao mesmo tempo! E com eles vamos destruir o anel de meteoritos que rodeiam a Terra!"


O Raikage apontou para o anel, dividindo o céu.


"O de cima é um canhão de chakra espaço-tempo. Ele pode lançar um alvo para outra dimensão de uma só vez. E com isso, faremos a lua desaparecer!"


"WOW, é grande YO! É grande YO! O homem, a arma, os dois são grandes YO!**"


"Você, prepare o canhão de chakra!"


Cruzando os braços que ele tinha moldado com halteres, ele riu destemidamente.


--------------------------------------------------------


"É bom ter alguém aqui para conversar durante o jantar... Então, me fale sobre você."


Toneri, estava de bom humor, ele sorriu através de uma longa e estreita mesa coberta por uma toalha branca. O topo da mesa estava decorado com flores e velas, e utensílios de cozinha extravagantes estavam dispostos. Marionetes de crianças e empregadas estavam perto de Hinata, esperando por ela.


Quando ele estava de bom humor, Toneri era um jovem alegre e bem-humorado. Mesmo com o coração distorcido por uma vida de solidão, sem sequer ter alguém com quem compartilhar refeições, pode ser que a sua verdadeira natureza era a de um homem honesto.


Hinata decidiu tentar falar com Toneri.


"...Então, por que você não tenta discutir a paz ou o futuro com os líderes shinobi?"


"O quê?"


"É verdade que os shinobi da Terra usaram o chakra e criaram conflitos. Mas agora é diferente. Nós juntamos as mãos para tentar proteger a paz que finalmente conseguimos alcançar. Então..."


"Eles irão começar os conflitos novamente. Usando o chakra... Eu devo destruir o mundo do Rikudou Sennin."


"Mas..."


"Nunca mais fale sobre isso. Fique em silêncio e coma a sua comida."


"..."


Ele era como uma criança, ficando com raiva quando alguém não concordava com sua maneira de pensar. E para ele possuir este enorme poder...


Visível da janela, uma gigantesca ilha flutuava no céu. Era uma montanha com a cara de Ootsutsuki Hamura esculpida nela, semelhante ao Monumento Hokage de Konoha.


"...Que ilha é essa?" Hinata perguntou a Toneri.


"Então, ela já apareceu... Esse é o santuário de Hamura. Ela aproxima-se do castelo uma vez por ano, nessa época do ano."


"..."


Terminado sua refeição, Hinata saiu na varanda do castelo e olhou para a ilha flutuante. Estava muito longe para ver por dentro com o seu Byakugan, mas Hinata pensou que o Tenseigan de Hamura pode estar escondido dentro desta ilha flutuante.


--------------------------------------------------------


Shikamaru foi verificar a condição do Naruto. A Sakura ainda estava tratando do Naruto, que estava deitado num estado de coma perto da fogueira. Com ambas as mãos posicionadas acima do abdômen de Naruto, Sakura derramou seu próprio chakra no corpo de Naruto. As mãos de Sakura brilhavam em um branco-azulado com o chakra que ela emanava, e o suor encharcava as roupas do Naruto—Sakura devia estar no ponto de uma completa exaustão.


O ninjutsu médico cura o paciente derramando o chakra do usuário dentro do paciente, aumentando sua capacidade de se recuperar. Em outras palavras, o consumo de chakra do usuário se intensifica de acordo com a condição do paciente.


...Sakura vai desmaiar antes de curar o Naruto.


O resiliente Naruto tinha tomado dano suficiente para perder a consciência.


"Ei, que tal fazer uma pausa... Você não será capaz de continuar se exagerar desse jeito."


Sakura continuou o tratamento sem se virar.


"Quanto tempo ainda nos resta?"


"Não, não se preocupe com isso... Ainda temos tempo, então, vá com calma."


Shikamaru bateu levemente no ombro de Sakura, e então, ela desabou junto da fogueira.


Agora que estava sozinho, Shikamaru checou o relógio na palma de sua mão. O tempo estava passando. Aquela foi uma mentira para tranquilizar Sakura, quando disse que ainda tinham tempo de sobra. Shikamaru apertou a mão com irritação.


--------------------------------------------------------


Hinata e Toneri estavam visitando o santuário de Hamura, na ilha flutuante. Marionetes de empregadas também os acompanhavam.


"Hinata, Hamura ficaria satisfeito se você prestasse seus respeitos pessoalmente."


Toneri estava de bom humor, mas claro, o objetivo de Hinata era procurar o Tenseigan.


Um olho gigante estava guardado em um altar subterrâneo. Ela pensou que este poderia ser o Tenseigan e que ela tinha sido capaz de encontrá-lo surpreendentemente rápido, mas—


Acontece que este era um lugar aonde os de baixa posição social vinham visitar, e este Tenseigan era uma réplica.


"Eu vou te mostrar o verdadeiro Tenseigan de Hamura depois da cerimônia de casamento."


Ao ouvir isso de Toneri, Hinata ficou um pouco deprimida. Levantando o rosto, ela podia ver o castelo de Toneri à distância. O castelo foi construído em cima de uma base de pedra em forma de lua crescente, flutuando no céu. E dentro dessa lua crescente, um pequeno corpo celeste flutuante estava abrigado. Quando Hinata olhou para ele com o byakugan, ela não podia ver o seu interior.


É só lá que a minha visão fica distorcida...


Algo como uma barreira para afastar o byakugan tinha sido colocado em prática.


Entendo... Então é isso!


Hinata tinha finalmente encontrado o seu alvo.

--------------------------------------------------------

"Hinata!"

Quando Naruto abriu os olhos gritando, Shikamaru, com as costas viradas, fechou o punho firmemente.

Ele suspirou.

Eles já estavam escondidos nesta caverna durante três dias. Mesmo que Sakura dissesse que ele já tinha passado pelo pior, era preocupante que a consciência de Naruto ainda não tinha retornado. Em todo caso, o Naruto ainda era o shinobi mais forte da equipe—eles não podiam cumprir a missão sem ele. E claro, ele era um amigo insubstituível para Shikamaru também.

Iluminado pela fogueira, a expressão de Naruto estava em branco, mas parecia que ele tinha escapado de uma situação perigosa.

"...Onde está Hinata?"

Naruto sentou enquanto olhava ao redor.

"Ela está no sol artificial."

Quando Shikamaru disse isto, Naruto deitou e bateu a mão na testa como se tivesse lembrado algo.

"Aconteceu alguma coisa... entre você e a Hinata?" Shikamaru perguntou.

"Não, não aconteceu nada."

Não sendo bom em mentir, Naruto rolou, virando as costas para Shikamaru.

"Naruto-kun, você estava fazendo barulho demais. Você estava gritando incoerentemente 'Hinata, Hinata'... junto com algumas palavras bastante embaraçosas."

Naruto nem reagiu às palavras de Sai.

"Bem, ouvir coisas tão piegas assim, você acabou sendo um bom estudo da psicologia humana para mim."

"Ei..."

Como era de se esperar, Shikamaru repreendeu Sai. Naruto se levantou e sentou-se na frente da fogueira. Houve um momento de silêncio, então, as chamas da fogueira estalaram.

"...Eu confessei para Hinata" Naruto admitiu, olhando fixamente para as chamas.

"Confessou?" Sai olhou para Shikamaru.

"Isso significa transmitir sentimentos românticos à outra pessoa..."

"Ah, 'confissão'... Eu conheço essa palavra."

"E então, ela me rejeitou..."

"N-não foi o contrário?" Shikamaru moveu sua boca sem pensar. Ele tinha mais ou menos adivinhado o balbucio de Naruto enquanto estava inconsciente, mas mesmo assim, Shikamaru foi surpreendido ao ouvir que Naruto tinha sido rejeitado.

O estranho era que a Hinata estava apaixonada pelo Naruto, e o estúpido do Naruto não tinha notado—ao longo dos anos, os amigos mais próximos continuavam a se preocupar com essa incômoda situação amorosa. E agora isso. O mundo terminaria amanhã e, nesse momento, Naruto tinha sido o único a se confessar e Hinata tinha recusado.

"Não, eu fui completamente rejeitado..."

Novamente Naruto deixou ombros caírem.

...Eu não entendo.

O cara tinha se confessado para a garota e foi rejeitado. Este era um resultado inesperado se tratando de Naruto e Hinata, mas essa era uma conversa particular. Assim que se acalmou, Shikamaru decidiu que deveria terminar essa conversa. A missão era a sua maior responsabilidade—a vida de um jovem e o futuro do mundo estavam em jogo. A discussão sobre romance podia esperar.

Shikamaru olhou para o relógio na palma da mão.

"Bem, de volta a missão! Vamos trazer Hanabi e Hinata de volta!"

"..."

Naruto não teve nenhuma reação.

"Ei, Naruto? Estamos em uma missão!"

"..."

Shikamaru escolheu palavras severas em resposta ao comportamento fraco do garoto rejeitado.

"Ei Naruto... É difícil encarar a garota que te rejeitou? Você desistiu? Mas e a Hanabi? Vai desistir?"

"Eu-eu sei... Não estou desistindo!"

"Você não está desistindo, mas não está disposto a fazer nada? Pare de ser criança!"

"Hanabi é uma coisa... Mas não é como se a Hinata fosse raptada contra a sua vontade. Ela foi até o Toneri por conta própria", Naruto murmurou, olhando para baixo.

--------------------------------------------------------


Toneri olhou com aprovação para Hinata enquanto ela tricotava um cachecol.

Na noite em que ele havia trazido Hinata para o seu castelo, ele usou um jutsu para dar uma olhada dentro do seu coração enquanto ela estava inconsciente. Na 'bolha que reflete o coração' que estava acima de Hinata, Naruto era a única coisa que aparecia.

—Por quê? Porque seu coração está cheio de lembranças do  indecente e vulgar jinchuuriki da raposa?

Era uma verdade que Toneri não podia aceitar. Foi por isso que ele tinha desejado com todas as suas forças que Hinata tricotasse um cachecol para ele. A raiva de Toneri tinha diminuído enquanto observava Hinata tricotar silenciosamente um cachecol como este.

"Eu vou descansar um pouco no meu quarto. Estou ansioso para ver o meu cachecol."

Toneri deixou Hinata. Seus olhos começaram a doer novamente. Quando ele voltou para seu quarto, ele caiu na cama. Ele pôs as mãos nos olhos e gemeu um pouco.

"Eu sinto, estou sentindo isso! Ele vai despertar em breve... Meu Tenseigan perfeito!"

Foi à dor que manteve a esperança de seu futuro ideal.

--------------------------------------------------------


Enquanto isso, Hinata estava correndo por um corredor. Quando a dor nos olhos de Toneri tinha começado, já fazia um tempo que ela não saia de seu quarto. Agora era a chance de Hinata procurar o Tenseigan e destruí-lo, se pudesse.

Ela descobriu que o Tenseigan estava localizado abaixo do castelo. O pequeno corpo celeste, flutuando dentro de uma base de pedra em forma de lua crescente—era só ali que o byakugan não funcionava. Seu campo de visão estava distorcido e ela não conseguia ver lá dentro. Da mesma maneira, ela não foi capaz de ver a base de Toneri dentro do sol artificial. Não havia dúvida de que o Tenseigan estava escondido dentro da barreira que bloqueava seu byakugan.

Quando Hinata saiu do castelo, ela saltou da encosta da base rochosa para o pequeno corpo celeste. Do lado de fora, parecia ser um simples aglomerado de pedras, mas tinha uma entrada, e dentro havia níveis construídos por humanos.

Hinata continuou por um corredor que parecia levar ao centro. Um grande globo ocular de vinte metros de diâmetro flutuava no centro de um amplo espaço aberto.

"Este é o Tenseigan de Hamura..."

Ela assumiu uma postura para destruí-lo.

Grandes marionetes shinobi com o rosto envolvido em ataduras, juntamente com alguns subordinados, caíram sobre ela. Ela lutou contra eles usando a técnica de punho suave que seu pai Hiashi tinha lhe ensinado. Ela leu o fluxo de chakra com seu byakugan e golpeou com seus punhos e palmas. No entanto, de repente, ela não tinha mais a liberdade de controlar seu corpo. Em algum momento, Toneri tinha aparecido atrás dela.

"O que você está fazendo?"

Toneri puxou Hinata com suas mãos e estava olhando para ela.

"Você está errado! A alma de Hamura me confiou seu verdadeiro decreto no túmulo da família principal dos Ootsutsuki, que seus antepassados destruíram. Você está distorcendo os ensinamentos de Hamura!"

"Você me traiu..."

"Hamura não deseja a destruição do mundo de Rikudou Sennin!"

"Cale-se! É mentira! Hamura tem apenas um decreto! Que é destruir o mundo do Rikudou Sennin!"

--------------------------------------------------------


Presa pelo marionete shinobi, Hinata foi arrastada para o quarto onde Hanabi estava dormindo.

Enfurecido, Toneri agarrou o meio cachecol que havia sido deixado na cabeceira de Hanabi.

"Droga! Você estava tricotando este cachecol para esse cara em vez de mim, não foi?"

Bam!

O cachecol explodiu na mão de Toneri. Ele foi despedaçado por um chakra poderoso e jogado de lado. Depois de esmagar os restos do cachecol com o pé, Toneri se aproximou do rosto de Hinata.

"Eu vou fazer isso para que você nunca me traia novamente!"

Com Hinata contida, Toneri moveu seu braço direito para o lado esquerdo do peito dela—em seu coração. Hinata se contorceu por um momento, e toda e qualquer expressão desapareceu completamente de seu rosto.

--------------------------------------------------------


"Toneri disse que ela ia ser sua noiva..."

Ao lado da fogueira, Naruto explicou a situação para Sai e Shikamaru.

"O cachecol que Hinata tricotou para mim... Ele pegou fogo. E quando eu vi isso, me senti patético, como... se meu vínculo com Hinata fosse destruído junto com ele."

O silêncio caiu entre os três.

"É surpreendente que o Naruto-kun, que é ridiculamente forte contra a dor da batalha, seria tão fraco para a dor de um coração partido... Você é surpreendentemente inútil, não é?"

"Sim... Eu sou completamente inútil."

Amuado, Naruto calou-se e virou as costas.

"Olha, eu não estou dizendo que foi ruim você ter se apaixonado por ela."

"..."

"Você pode ter sido rejeitado... Mas como homem, como um shinobi, você vai cair depois de tudo que passou?"

Naruto escutou virado de costas.

"Se você está desistindo de sua garota, vai desistir de ser Hokage, também? Eu estou errado? O Naruto que eu conheço não é tão indeciso! Para onde foi o seu nindou***? Patético! Uma vergonha! Um absurdo!"

"O que disse? Shikamaru, você está tentando arranjar briga comigo?"

Em um instante, Naruto girou em seus pés e agarrou Shikamaru pelo colarinho.

"Você é um ninja!"

"..."

Naruto soltou Shikamaru e olhou para vazio.

Sai olhava em silêncio para as chamas da fogueira.

"Ei, Naruto... Vem aqui um pouco."

"...Está certo. Entendi."

“Venha!"

Instigando Naruto, Shikamaru começou a caminhar rapidamente, assumindo a liderança.

--------------------------------------------------------


Shikamaru trouxe Naruto para o lado de Sakura. Completamente exausta, Sakura estava deitada próxima de uma fogueira.

"Sa-Sakura-chan?"

"Para te salvar da morte, ela transferiu a maior parte de seu chakra para você. Este é o resultado." Explicou Shikamaru em uma voz baixa.

"...Sakura-chan me desculpe!"

Quando Naruto se ajoelhou ao lado de Sakura, ela ligeiramente abriu os olhos e sorriu.

"Ei, Naruto, há muito tempo atrás você disse que me amava, certo?"

"..."

"Mas isso... era só porque eu amava o Sasuke-kun, não era?... Você não queria perder para o Sasuke-kun."

"..."

"Hinata é uma ótima garota... Ela é quase boa demais para você."

"Sim... Mas agora acabou. Ela vai ser noiva de Toneri..."

"Você vai ser um idiota e acreditar nisso?" Sakura zombou.

"Mas a Hinata foi por vontade própria..."

"Deve ter havido uma razão que ela não podia dizer. Porque você não tem fé na garota que ama? Agora, você está fazendo uma cara muito patética. É decepcionante."

"..."

"Ei, Naruto... Quando uma garota realmente se apaixona, o coração dela não muda tão facilmente... Não pode mudar..."

O rosto de Sasuke veio à mente de Sakura.

"Pelo menos isso... eu sei muito bem."

Sakura fechou os olhos quando disse isso.

"..."

Sentado ao lado de Sakura, Naruto abraçou os joelhos. As chamas da fogueira iluminavam o lado de seu rosto—olhando para um único lugar, Naruto não se moveu.

Uma lágrima correu pelo rosto de Naruto. Ele realmente se apaixonou por alguém, se confessou, foi rejeitado e caiu no fundo do poço.

Naruto estava tentando rastejar de volta. Subir a escada da maturidade—de menino para homem.

—Agora, você está fazendo uma cara muito patética.

—Você é surpreendentemente inútil, não é?

—Para onde foi o seu nindou?

Ao ouvir estas coisas de seus companheiros, Naruto tinha sido quase incapaz de respondê-los, mas a força e a vida agora estavam retornando aos seus olhos.

Pop!

Um pedaço de lenha se abriu—Naruto inclinou sua cabeça e enxugou suas lágrimas. Naruto ajoelhou-se em uma perna ao lado de Sakura.

"Sakura-chan, eu entendi... Voltarei a ver Hinata!"

"..."

Com os olhos fechados, Sakura assentiu com a cabeça e sorriu.

"Obrigado, Sakura-chan..."

Naruto levantou-se cheio de força.

--------------------------------------------------------


Naruto saiu do esconderijo na caverna sozinho. O sol artificial estava emitindo uma luz como a luz do luar—a pessoa a quem ele realmente amava estava lá.

Hinata... Este grande idiota finalmente entendeu... O significado do cachecol que me deu quando foi com Toneri... Os sentimentos que você tem guardado por tanto tempo não podem ser desfiados tão facilmente como os fios da malha em um cachecol... Hinata espere por mim... Você sempre me amou... E como um homem, há algo que eu tenho a dizer para você...!

"Hinata! Eu juro que eu vou trazer você de volta!" Naruto gritou, agindo como se ele estivesse agarrando o sol artificial com a mão.

Nota*: O texto original é, "Keikaku soudai. Aniki wa idai. Demo Tsuki wo kesu tte do~yandai?". Cada sentença termina com "dai", fazendo com que rime e assemelhe ao rap.


Nota**: Os termos "WOW" e "YO" são escritos em letras romanas no texto original. Por isso, preferi deixá-las na tradução, já que fazem parte do rap de Bee.

Nota***: A expressão nindou significa "caminho ninja".