Shen Yin Wang Zuo

091 - Cavaleiro da Retribuição Long Hao Chen (Parte 1)

Tradução: Owl | Revisão: Momoi, Mereween

Quem é essa pessoa?  Essa era a pergunta que apareceu simultaneamente na mente de quase todos os assassinos escondidos nas sombras. Ela é uma competidora? Mas como pode um Assassino ser cego?

Neste momento, um pensamento apareceu na mente de todos os assassinos. Nas partidas anteriores, o número total de competidores era de quarenta e sete pessoas, e não quarenta e oito como aquela voz sombria tinha acabado de anunciar.

Esse lugar vago nas duas partidas anteriores poderia ser... Quinto grau?

Mas, o que importava se ela estava no quinto grau? Qual a porcentagem do poder de um assassino poderia uma pessoa cega demonstrar?

“Du, du, du...” Cai’er caminhou silenciosamente em direção à arena. Seus movimentos não eram rápidos, ao ponto deles serem mais lentos que o caminhar de uma pessoa normal. Parecia que ela era uma morta-viva, nenhum sinal de vida podia ser sentido da frieza que emanava dela.

A voz sombria que soava da plataforma ignorou totalmente as ações de Cai’er e continuou a contagem regressiva, “5, 4, 3, 2, 1, Comecem.”.

Cai’er chegou ao centro da arena logo quando a voz gritou ‘comecem’. O lugar que ela estava parada era aproximadamente o centro do estádio, e essa área, sem nenhuma coluna, era bastante aberta. Ela estava completamente visível para os assassinos escondidos.

Silêncio. Toda a arena estava temporariamente em silêncio, e nenhum assassino se apressou a agir primeiro. Doze pessoas, e os quatro primeiros a serem nocauteados iriam competir em uma partida adicional. Em outras palavras, as oito pessoas que conseguissem se mantiver sem serem nocauteadas nessa partida iriam entrar automaticamente no top dez. Diante dessas circunstâncias, ninguém iria fazer o primeiro movimento imprudentemente.

Contudo, não era porque os outros não se mexiam, não significava que Cai’er não se mexeria. Ela ficou lá parada quieta por três segundos, então seu bastão de bambu azul começou novamente a fazer sons “du, du” em uma direção. Coincidentemente, esta direção levava direto a uma coluna, e mais, tinha um assassino escondido logo atrás dela.

A aparência de Cai’er não demonstrava o mínimo de defesa. Todo o seu corpo estava coberto de aberturas, sem mencionar que o seu passo era extremamente devagar, completamente dependente do bastão de bambu para caminhar.

Finalmente, o bastão de bambu nas mãos dela bateu na coluna. Os pés de Cai’er pararam abruptamente, e foi neste momento que o assassino escondido fez seu movimento.

O assassino pulou da seção do meio da coluna, tomando vantagem de sua agilidade de suas roupas leves, e sem deixar sair qualquer som, olhando para a cabeça de Cai’er, ele mirou sua adaga negra no ombro de Cai’er.

Se não fosse pelo fato que ninguém poderia ser morto durante a competição, ele teria mirado no pescoço de Cai’er.

Os outros assassinos escondidos nas sombras, não se mexeram nenhum pouco. Eles calmamente observaram os seus arredores; todo mundo claramente desejava ver se alguém mais iria iniciar um ataque para lidar com Cai’er.

Um golpe perfurante!

Todos os assassinos podiam ver claramente que adaga negra desse assassino estava mirando no ombro de Cai’er. Mas neste exato momento, a pupilas de todos os observadores encolheram.

Porque eles conseguiam ver duas Cai’ers.

A Cai’er que foi atingida pelo ataque do assassino estava parada no lugar, completamente parada, mas a adaga negra não conseguiu derramar uma gota de sangue. E a segunda Cai’er que apareceu tinha dois metros de altura.

A mão macia de Cai’er, a mesma mão que foi segurada por Long Hao Chen no dia anterior, foi colocada no quarto comprimento da sua bengala de bambu. A sua palma da mão que não parecia ter mais do que um sexto de metro de comprimento foi lentamente se aproximando.

O assassino descobriu que, inesperadamente, o ele esfaqueou foi o ar. Infelizmente, ele não podia passar por cima das leis da natureza, então, seu corpo só poderia cair.

Com uma sensação de dormência em seu pescoço, ele perdeu a consciência.

Os outros assassinos viram somente uma flor diante de seus olhos, enquanto ela estava lá parada em frente à coluna, no mesmo lugar que ela deveria ter sido supostamente perfurada pelo golpe de seu oponente.

A bengala de bambu varreu o chão enquanto ela mirava suavemente para a cintura do assassino vestido de preto. Imediatamente, o corpo desse assassino caiu, como uma jaca, no chão.

“#18, eliminado.” Uma voz fria soou da plataforma.

[Sombra Doppelganger]

Todos os assassinos tiveram seus batimentos cardíacos acelerados, apertando suas adagas enquanto se encharcavam em um suor frio.

[Sombra Doppelganger] era uma habilidade secreta do quinto grau, e a que exigia mais conquista para ser aprendida nesse grau. Parece que não havia como diferenciar o clone dessa garota do original. Sua [Sombra Doppelganger] parecia praticamente perfeita: ela chegava a dar uma sensação de ilusão, e quando ela usava essa habilidade de divisão, ninguém podia saber qual era a real.

Quinto grau, ela estava realmente no quinto grau, e mais era uma assassina realmente poderosa do quinto grau.

Du, du, du. Os sons do bastão de bambu azul soaram novamente.

Cai’er mudou de direção, e avançou lentamente. Vendo a bengala de bambu na sua mão, cada competidor entrou na defensiva, como se fossem continuamente pressionados. Era como se o som dessa bengala de bambu pudesse controlar o seus batimentos cardíacos. Ninguém se atrevia a menosprezar essa figura esguia, mesmo que ela pertencesse a uma menina pequena e cega.

Du, du, du

Um som de pulo podia ser ouvido, vindo diretamente desta figura, enquanto os assassinos fugiam em velocidade máxima. Nenhum deles queria se tornar o próximo alvo e Cai’er.

Só que o estádio não era tão grande e havia tantas colunas que, assim que ela se movia, eles naturalmente se encontravam,

Adagas colidiam com sons ding, ding. O antigo silêncio foi completamente destruído por Cai’er e seu caos.

Ouvindo os sons das adagas colidindo, Cai’er parou seus passos. Ela silenciosamente ficou lá, imóvel e na visão de todos os assassinos; Só que não houve um assassino que ousava se aproximar dela. Todos podiam ver que, embora ela fosse cega, seus outros sentidos foram sem dúvida desenvolvidos em um nível aterrorizante.

“Se eu terminar antes, poderei esperar por ele. Gostaria de saber se a partida de hoje foi bem para ele.” A atmosfera fria ao redor do corpo de Cai’er desapareceu silenciosamente.

Estádio do Templo dos Cavaleiros

“#97, #4, entrem no estádio.”

Era a sétima partida do Templo dos Cavaleiros. O número de Long Hao Chen foi finalmente chamado, mas, neste exato momento, Li Xin e Ye Hua revelaram uma expressão extremamente feia.

Dentre os quatro cavaleiros no quinto grau, somente um tinha passado por este palco; e para descrever essa partida, não seria exagerado usar as palavras ‘O Forte abusando do Fraco’. Quando encarava um cavaleiro no quinto grau como seu oponente, o cavaleiro no quarto grau não tinha a menor chance. Com uma mera investida, o cavaleiro azarado já seria compelido a se render.

#4 era o segundo cavaleiro no quinto grau a ser chamado hoje. E seu oponente era precisamente o #97, também conhecido como Long Hao Chen.

Um total de 38 competidores entrou nessa terceira fase, e dentre eles estavam os quatro cavaleiros no quinto grau. Em outras palavras, somente 4 das 19 partidas envolveriam um potência do quinto grau. E Long Hao Chen era agora um dos quatro jovens azarados que teria que enfrentá-los.

Se levantando, Long Hao Chen revelou um sorriso radiante, e disse para Ye Hua, que estava ao seu lado “Professor, como você me instruiu, não importa a potência que eu esteja encarando, eu não irei perder a minha autoconfiança.”.

Ye Hua ficou surpreso, antes de acenar energeticamente para Long Hao Chen: “Vá. Você é o discípulo de que me orgulho.”.

Long Hao Chen caminhou num ótimo passo, indo em direção ao estádio. Todos os cavaleiros no salão se acalmaram, olhando atentamente para a partida que estava para começar. Era o mesmo para o jovem vestido de preto que havia sido provocado por Long Hao Chen no dia anterior. Ele estava tranquilo e deu um olhar frio para Long Hao Chen, como se tentando dizer: Somente se você passar por essa barreira você terá as qualificações para ser meu oponente.

O oponente de Long Hao Chen era um cavaleiro alto, com cerca de 1,90 de altura, com as costas largas e cabelos castanhos curtos e grossos que se curvavam ligeiramente. A mão direita dele segurava uma espada que era mais larga que a maioria, e a mão esquerda, um escudo que era quadrado no topo, e ia ficando em forma de funil até um ponto embaixo, certamente não era como os escudos arredondados da maioria dos cavaleiros.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.