Rebirth of the Thief Who Roamed the World (Novel)

477 - Baú do Tesouro Sub-Lendário

Tradução: Ghin | Revisão: Atrocittus | QC: Luffy, NEET

 

Um rugido assustador de repente sacudiu o salão, ameaçando derrubar toda a Cidade Dourada.

Nie Yan virou a cabeça para a frente do corredor. Igrin o Escravo da Mina desceu do seu pedestal.  A fera avançou lenta e ameaçadoramente, cada passo sacudindo o chão, a poeira acumulada ao longo dos anos caindo de seu corpo. Seus olhos brilhavam com uma luz demoníaca quando seu olhar se fixou no intruso.

“Humano miserável, como ousa invadir meu território!?” Igrin o Escravo da Mina gritou na linguagem Antiga Comum.

Igrin o Escravo da Mina possuía sabedoria intermediária. Esses tipos de monstros eram os mais difíceis de lidar.

A criatura rapidamente recuperou sua mobilidade total e começou a atacar Nie Yan a toda velocidade.

O coração de Nie Yan parou. Em pânico, ele rapidamente ordenou que seus quatro Forjadores Demoníacos avançassem e parassem Igrin o Escravo da Mina. 

Mesmo os quatro Forjadores Demoníacos sendo grandes e robustos, eles pareciam crianças na frente de Igrin o Escravo da Mina, apenas chegando até na altura de sua cintura. O demônio ergueu seu braço espesso e musculoso e cortou-os com a foice, mandando todos os quatro voando para longe.

Os quatro Forjadores Demoníacos colidiram fortemente contra a parede antes de tombarem no chão, levantando uma enorme nuvem de poeira com os escombros.

−7.657

−8.391

−8.023

−7.862

Que dano assustador! Um ataque tão poderoso era o suficiente para matar instantaneamente qualquer lutador neste estágio do jogo. Nenhum deles tinha a vida ou a defesa para sobreviver a um ataque de Igrin o Escravo da Mina, muito menos Nie Yan. 

Os quatro Forjadores Demoníacos se levantaram cambaleantes, prontos para atacar novamente Igrin o Escravo da Mina. Sua sabedoria era baixa demais para compreender que tal ação era suicida.

Igrin o Escravo da Mina deu um passo à frente e mandou um dos Forjadores Demoníacos voando com um chute. 

Os Forjadores Demoníacos eram como meros insetos para Igrin o Escravo da Mina. Vendo a situação desvantajosa em que estavam, Nie Yan rapidamente se lembrou de Lil’ Gold . Ele então ativou a habilidade Dark Dancer de seu Manto do Caminhante das Sombras e lentamente se fundiu a escuridão.

Igrin o Escravo da Mina repetidamente atacou os Forjadores Demoníacos com as armas em posse dos seus seis braços grandes e musculosos. Transformando-os em um monte disforme de carne e sangue.

A criatura então observou ao seu redor. O corredor inteiro estava vazio, nenhum traço de Nie Yan podia ser encontrado. Deixando escapar um rugido furioso, ele começou a procurar pelo rastro do humano insignificante que ousou entrar em seus domínios.

Nie Yan, a esta altura, já havia tomado uma distância de mais de 10 metros de Igrin o Escravo da Mina. Testemunhando o sangrento fim de seus servos, apressou-se a tomar uma distância ainda maior.

Procurando por uma rota de fuga, Nie Yan avistou uma porta gigante de ouro no final do corredor. Esta era a entrada da Tesouraria de Igrin.

Nie Yan avançou cautelosamente em direção a tesouraria, avançando rapidamente em passadas curtas. Porém, se viu forçado a parar, quando Igrin repentinamente começou a se mover em sua direção.

Nie Yan prendeu a respiração e se escondeu em um canto escuro, se perguntando como poderia abrir a tesouraria sem ser percebido. Ao ver a aproximação do demônio, ele instantaneamente ficou tenso. Se fosse descoberto agora, qualquer esperança de sobreviver viraria fumaça.

Enquanto Igrin se aproximava cada vez mais, o coração de Nie Yan galopava em seu peito a todo vapor. O Dark Dancer só aumentava sua capacidade de invisibilidade. Não o tornava imune à detecções. Se a consciência de Igrin fosse alta o suficiente e somando a diferença de nível entre eles, Nie Yan poderia facilmente ser descoberto. 

Nie Yan se encolheu mais e mais em seu canto até não poder mais. Igrin estava chegando cada vez mais perto, 9 metros, 8 metros, 7 metros… 

Nie Yan agarrou um Pergaminho de Transferência Desconhecido em sua bolsa. Planejava se teletransportar para a segurança no momento em que fosse descoberto.

De acordo com as informações que tinha de sua vida passada, assim que deixasse deste lugar, a Chave da Tesouraria em sua bolsa desapareceria. Igrin então substituiria a chave e a esconderia em um novo local.

Nie Yan só podia tentar a sorte.

À beira de ser descoberto, Nie Yan rangeu os dentes e correu para fora de seu esconderijo, se escondendo em outro local próximo.

Nie Yan chegou a cinco metros de Igrin. Sua testa estava encharcada com um suor frio. Mesmo em PvP, alguém poderia facilmente ser descoberto por outro jogador a esta distância, quanto mais um Lorde do Nível 90.

Por fim, Igrin finalmente parou, a cerca de cinco metros do canto em que Nie Yan estava encolhido. Ele olhou em volta, mas não pareceu notar Nie Yan, então se virou e saiu. 

Igrin se dirigiu para outro canto, interrompendo seus passos mais uma vez a cerca de cinco ou seis metros de distância da parede. Então mudou de direção e saiu. Parecia que este era seu padrão de patrulha normal.

Nie Yan ficou surpreso. Para se aproximar cinco metros de um Lorde do Nível 90 e não ser descoberto, isso era um feito praticamente impossível. Ponderando por um momento e constatou que isso provavelmente estava relacionado à sua excepcional capacidade de invisibilidade. Sua camuflagem era assustadoramente alta, ainda mais alta que a dos Ladrões de Nível 90 em sua vida passada. Adicione +300% de Camuflagem do Dark Dancer na mistura e tudo pareceu se encaixar. 

Nie Yan confirmou que estaria seguro, desde que permanecesse a pelo menos cinco metros de distância de Igrin.

Sentindo-se tranqüilo, retornou sua atenção para a tesouraria.

Com Igrin ainda patrulhando, investigando pelo corredor. Nie Yan poderia facilmente se aproximar da tesouraria. Ele correu e rapidamente inspecionou a porta.

Parecia bastante peculiar. Era feita de um bloco sólido de ouro, mas foi preenchida com numerosos sulcos, como se fosse feito de muitas peças de um quebra-cabeça. No centro havia um buraco em que se encaixava perfeitamente a chave em posse de Nie Yan.

Nie Yan olhou por cima do ombro. Igrin estava do outro lado do corredor, a mais de 100 metros de distância, de costas para ele.

Se sentindo mais confiante, inseriu a chave na porta. Ele não tinha esperanças de abrir a porta imediatamente, só queria saber quanto tempo levaria. Mais tarde pensaria no que fazer.

De repente, a porta engoliu a chave. Engrenagens podiam ser ouvidas se movendo enquanto uma pequena entrada do tamanho de uma pessoa aparecia.

Os sons continuavam ressoando enquanto a entrada ficava maior e maior. Neste momento, Igrin foi alertado pelo som. Vendo que a porta estava sendo aberta, ele soltou um rugido furioso e avançou.

Nie Yan olhou para Igrin que se aproximava rapidamente, depois para a entrada que se abria cada vez mais. Se hesitasse por mais tempo, seria eliminado em um piscar de olhos.

Contudo, Nie Yan não sabia se a tesouraria continha algum perigo desconhecido. Esse seria um risco ao qual deveria correr?

“Dane-se!” Nie Yan rangeu os dentes e avançou para a tesouraria. Precisava encontrar a Capa da Ruína de Abak o mais rápido possível. Se demorasse, Igrin iria entrar e fazer o trabalho rápido dele.

A entrada da tesouraria ainda era do tamanho de um humano. Não havia como o corpo enorme de Igrin passar. O demônio ficou do lado de fora rugindo enfurecido.

Nie Yan tirou a Pedra Sagrada e colocou-a na palma de sua mão esquerda. Deixou sair um brilho radiante que o guiou.

A Capa da Ruína de Abak estava perto. Quanto mais se aproximava, mais intensamente reagia Luz a Pedra Sagrada.

Nie Yan examinou a tesouraria. Era um corredor de 200 metros de comprimento. O conteúdo de ambos os lados eram salas e mais salas de pedra cheias de pilhas de ouro, pedras preciosas e outros objetos de valor. Tal visão faria qualquer um louco de ganância. No entanto, Nie Yan podia perceber que essas riquezas emitiam uma aura sombria.

Confiando em suas experiências passadas, Nie Yan imediatamente entendeu que o ouro não deveria ser tocado.

Assim, como o provérbio diz: “A ganância é um dos pecados originais”.

Se outros jogadores abrissem a tesouraria e tentassem descuidadamente retirar esses itens, não só não obteriam nada, como também perderiam suas vidas. Nie Yan ignorou as pilhas e pilhas de ouro pelas quais passava enquanto procurava pelo Capa da Ruína de Abak. Se fosse na linha do tempo anterior, ele poderia ter ficado cego pela ganância. Nesta vida, no entanto, experimentou tantas coisas que não cometeria um erro tão bobo como esse. 

Depois de reencarnar, sua mentalidade se tornara completamente diferente.

Desistir de sua vida por riquezas era tolice. 

Ele não tinha a ilusão de obter lucros inesperados. As experiências de sua vida passada já eram um tesouro por si só, capazes de torná-lo muito mais rico do que as riquezas contida naquelas salas. Não havia necessidade de sucumbir à ganância. Ele se perguntou se aquilo era uma armadilha criada pelo sistema.

Sob a orientação da Pedra Sagrada, Nie Yan chegou em um quarto no final do corredor. Era bastante espaçoso com cinco por cinco metros. Um pequeno baú estava escondido em um canto.

Desenhos demoníacos foram delicadamente esculpidos no báu. O objeto brilhava em vermelho, verde e azul, oscilando constantemente entre essas três cores. Às vezes era tão ofuscante quanto o sol e outras vezes tão simples quanto uma peça comum de mobília.

O coração de Nie Yan estava cheio de excitação sem fim. Este era um baú Sub-Lendário!

Ele só tinha ouvido falar de baús Sub-Lendários, nunca tendo visto um pessoalmente antes. Havia rumores de que eles brilhavam em três cores, vermelho, azul e verde. Mesmo assim, era apenas boato. Quanto a saber se esse tipo de baú realmente existia, duvidava. Afinal, nunca tinha visto um antes.

Nie Yan nunca esperou encontrar um baú Sub-Lendário em um lugar como este.

Quanto a conter ou não a Capa da Ruína de Abak ou algum outro item, teria que abri-lo para descobrir.

Nie Yan se abaixou e inspecionou o baú. “Sim!” Sua habilidade Lockpicking era alta o suficiente para abri-lo. Ele tinha que trabalhar rápido!

[Abrindo baú de tesouro… Progresso: 3%… 5%...]