Rebirth of the Thief Who Roamed the World (Novel)

446 - As Habilidades de Bayonet

Nie Yan repentinamente enfiou a mão por dentro da camisola de Xie Yao, acariciando e apalpando seu corpo até alcançar os montes macios e exuberantes. Despreocupadamente começou a apertar e acariciar aquela carne quente e macia sem se conter.

Xie Yao sentia-se entorpecida, o formigamento que percorreu todo o seu corpo a deixou sem forças para impedi-lo. {{(NEET: China... para que conquistar o consentimento de uma mulher quando você pode simplesmente estuprá-la? -.-... Cada vez que Nie Yan faz algo assim meu respeito por ele diminui)}}

Nie Yan conhecia todos os pontos fracos de Xie Yao. Ela lutou contra ele se contorcendo em suas mãos, enquanto gemidos frustrados e prazerosos escapavam de seus doces lábios sem sua permissão, ressoando suavemente pelo quarto.

Xie Yao olhou para Nie Yan, fingindo raiva para esconder seu embaraço.

Nie Yan riu, em seguida, sussurrou em seu ouvido: "Tudo bem, eu vou parar por aqui hoje, embora eu realmente gostaria de te comer. Vamos nos lavar e escovar os dentes” {{(Ghin: Ahhhh essa foi tão precoce que nem deu tempo de escrever é hoje ou hoje tem!)}}

{{((NEET: Parabéns Louca Yao, você acaba de ser promovida a um pedaço de carne ambulante, mas pela cultura do seu país, demonstrada nessa novel, tenho certeza que vai ficar feliz por isso ¬¬)}}

Xie Yao rapidamente se levantou da cama. As palavras de Nie Yan a deixaram ainda mais agitada, embora um traço de felicidade brotasse em seu coração.

Nie Yan achou a aparência desgrenhada de Xie Yao bastante sedutora.

"Eu vou para o banheiro primeiro" Xie Yao saiu apressada, não se atrevendo a encontrar os olhos de Nie Yan. {{(NEET: Qual é!!!? Tá dizendo que casa de rico só tem 1 banheiro?!)}}

Depois de sair do banheiro, as bochechas de Xie Yao ainda estavam vermelhas. A pele sob a camisola de renda brilhava com um leve tom rosado, parecendo tão sedosa e atrativa quanto a um pêssego maduro. Nie Yan mal conseguiu conter o desejo de provar da tal fruto na instante que a viu. {{(NEET: Nem adianta reclamar Ghin. Tirei a Jade sim. Não faz sentido ele ter vontade de comer uma pedra ò.ó)}}

Nie Yan honraria a sua palavra com Xie Jun. Também desejava se provar digno primeiro ao ter sucesso em subjugar os Grupos Financeiros Dragonsoar e o Glory. Embora às vezes aproveitasse o momento, sempre se controlava. Os dois eram muito jovens de qualquer maneira. Xie Yao tinha apenas 18 anos. Ligeiras pontadas de culpa percorriam seu coração. {{(NEE: De novo com essa história de coração? Já falei que essa porra é só um músculo ¬¬)}}

Xie Yao também entendia isso e se sentia grata a Nie Yan por fazê-lo.

Depois que os dois terminaram de se arrumar, Nie Yan se virou para Xie Yao. “Eu preciso fazer uma viagem para a Companhia do meu pai. Eu tenho alguns negócios para cuidar”

Uma sensação de medo e ansiedade de repente tomou conta de Xie Yao. Após a tentativa de seqüestro, ela subconscientemente ficou dependente de Nie Yan. {{(NEET: Tá ferrada)}} Sem ele ao seu lado, ela temia que algo assim pudesse acontecer novamente.

"Não se preocupe. Você estará segura aqui. As coisas podem ficar perigosas, se você for vista em público, então não posso deixar você vir comigo. Se algo acontecer, me ligue imediatamente” Nie Yan consolou. {{(NEET: Isso, deixa a guria passar sua primeira noite pós-quase-sequestro sozinha, abusa dela e depois a deixa passar seu primeiro dia pós-quase-sequestro sozinha em uma casa estranha… que belo exemplo de namorado temos aqui =3)}}

"Vai ficar tudo bem, só volte logo, ok..." Disse Xie Yao depois de um momento de hesitação. Nie Yan certamente tinha assuntos urgentes para atender. {{(NEET: Prioridades querida, você não tá no topo delas, mas alegre-se, ainda é o belo pedaço de alcatra que ele quer comer ^-^)}}

Depois de se despedir de Xie Yao, Nie Yan entrou em seu carro e partiu para a companhia de sua família.

A Companhia da Família Nie estava florescendo sob a liderança do Pai Nie. {{(NEET: Lembrei que os pais da Vaca e do Frango também não tinham nome…)}} Que estabeleceu três filiais e mudou a identidade corporativa para o nome de World Bloc, as operações de negócios estavam em alta e eles tendiam a se tornar um grande grupo financeiro. Mais recentemente, graças à ajuda de Nie Yan ao apresentá-los, o Pai Nie e Tuoba Time tinham cooperado juntos para dar uma grande mordida nas operações de Tuoba Hongye, com a World Bloc colhendo a maior parte dos benefícios. Além disso, a World Bloc também adquiriu uma participação de 3% no Grupo Financeiro Century. Embora aparentemente insignificante à primeira vista, na verdade era bastante considerável, dado que Cao Xu, o chefe do Grupo Financeiro Century, controlava apenas uma participação de 52% na empresa.

A ascensão repentina do World Bloc chamou atenção, especialmente por seu surpreendente crescimento no espaço da realidade virtual, que deixou muitas corporações com inveja. A War God Tribe controlava cinco Fortalezas, das quais três eram operadas pelo World Bloc, enquanto os direitos dos outros dois foram vendidos a dois parceiros comerciais próximos. Aqueles distritos de negócios do mundo real estavam arrecadando uma enorme soma de dinheiro para a World Bloc todos os dias.

Se a War God Tribe pudesse manter esse crescimento explosivo, à medida que o número de Fortalezas sob seu controle aumentasse e Conviction se tornasse cada vez mais popular, suas perspectivas seriam ilimitadas.

A War God Tribe estava diretamente ligada a Asskickers United. Enquanto a Asskickers United não entrasse em colapso, a posição da War God Tribe em Nisode era garantida. Além disso, como a Asskickers United pertencia a Nie Yan, a War God Tribe nunca teria que se preocupar com a queda de sua aliança. Quando a Asskickers United capturasse mais e mais Fortalezas, Nie Yan também planejava dar os direitos de desenvolvimento de algumas delas para a World Bloc. Em cinco anos, a base da World Bloc seria totalmente estável.

A sala de recepção da World Block era bastante espaçosa e decorada luxuosamente. O Pai Nie e um acionista por acaso estavam passando. Eram seguidos por mais de 20 guarda-costas. Nesse momento, um jovem vestido com roupas casuais entrou pela entrada principal. Ele tinha em torno de 28 anos e tinha uma cicatriz assustadora na testa. Sua marcha era estável e ele tinha uma aura feroz sobre ele.

A pessoa que entrara era Bayonet. Ele andou até a recepção.

A recepcionista era uma jovem de vinte e poucos anos. Seu rosto empalideceu quando viu Bayonet. Ela inconscientemente deu um passo para trás. No entanto, ela rapidamente se recuperou e cumprimentou-o com um sorriso educado. "Senhor, em que posso ajudar?" Sua aparência assustadora a fez se sentir extremamente desconfortável.

Bayonet havia enfrentado inúmeras batalhas. Seu corpo estava manchado com o sangue de inúmeras quantas pessoas. Tanto ao ponto em que ele não conseguia mais reprimir a intenção de matar, mesmo que quisesse.

"Eu estou procurando por alguém. Existe uma pessoa chamada Nie Yan aqui?” Disse Bayonet com uma voz rouca. Ele falou alto o suficiente para ser ouvido pelo Pai Nie.

O Pai Nie enrugou as sobrancelhas. Quando ele olhou para Bayonet, ele pôde dizer imediatamente que era um indivíduo perigoso. Ele já foi um soldado, uma profissão semelhante em natureza a um mercenário, então ele pelo menos teve essa visão. Este jovem definitivamente não era mais fraco que ele. Ele até podia sentir o cheiro de sangue impregnados naquele homem, mesmo daquela distância.

Por que essa pessoa estaria procurando por Nie Yan? O Pai Nie não pôde deixar de sentir um pouco de desconforto. Se a outra parte tivesse intenções maliciosas, seu filho poderia estar em perigo. Ele ponderou por um momento antes de sussurrar para os vários guarda-costas ao lado dele: “Não o deixe ir a lugar nenhum. Subjugue-o”

O Pai Nie queria levar essa pessoa em custódia primeiro, depois perguntar a Nie Yan sobre a situação.

Seis guarda-costas musculosos foram até a Bayonet. Eles eram todos veteranos militares peritos com ampla experiência de combate.

Enquanto Bayonet estava interrogando a recepcionista, ele detectou um pequeno grupo de pessoas se aproximando. Se virou e viu seis guarda-costas caminhando com óbvia hostilidade em seus olhos. Ele franziu as sobrancelhas enquanto seus olhos se estreitaram. Nie Yan os enviou para testá-lo? {{(NEET: “Já falei que vai dar merda”)}}

Independentemente disso, a solução era bastante simples. Tudo o que Bayonet tinha que fazer era colocá-los em seu lugar.

Quando a recepcionista viu as coisas se desenrolando, recuou imediatamente com medo. Ela não tinha ideia do que estava acontecendo.

Os seis guarda-costas cercaram Bayonet, não deixando espaço para fugas.

"Quem é Você? Por que você veio aqui?” Perguntou um dos guarda-costas. Sua pele estava bronzeada e ele tinha cerca de 190 centímetros de altura.

"Estou procurando uma pessoa chamada Nie Yan" Respondeu Bayonet.

"Tem alguma identificação com você?" O guarda-costas perguntou em um tom rude. Ele estava claramente provocando uma briga.

"Não" Bayonet sorriu. Ele já havia escaneado os arredores. Nie Yan não estava nas proximidades. Esses seis guarda-costas provavelmente foram enviados por outra pessoa.

O guarda-costas estendeu a mão para agarrar o ombro de Bayonet. "Que tal você nos acompanhar até a delegacia de polícia?"

Neste momento, Bayonet reagiu com incrível velocidade. Ele evitou a mão do homem e atingiu o guarda-costas na axila. Antes que o guarda-costas pudesse reagir, sentiu uma sensação entorpecida quando seu braço ficou flácido.

Assim quando o guarda-costas tentou revidar, Bayonet o golpeou no pescoço. Com um som abafado, o grande guarda-costas musculoso desabou inconsciente no chão.

Vendo seu camarada sendo derrubado, os outros cinco guarda-costas imediatamente entraram em ação.

Seus movimentos eram habilidosos e precisos. Sua experiência de combate militar fora claramente exposta.

Como um coelho ágil, Bayonet deu uma joelhada no estômago de um dos guarda-costas. A dor do golpe foi o suficiente para fazer o guarda-costas cair em lágrimas enquanto ele se enrolava no chão como um camarão cozido. Um simples joelho definitivamente não poderia infligir-lhe tanta dor. Os movimentos de Bayonet eram fortes demais e a potência por trás de cada um de seus ataques era muito poderosa.

Palma, cotovelo, joelho, essas partes do corpo quando usadas por Bayonet se pareciam com armas afiadas. Nenhuma das ações de Bayonet carregava movimentos supérfluos. Ele só precisava de um ou dois movimentos para incapacitar um guarda-costas. Os lugares que ele atingiu foram os pontos mais fracos do corpo humano. Seus ataques foram simples, mas eficazes.

Não demorou muito para que todos os seis guarda-costas caíssem no chão, se contorcendo e gemendo de dor.

Bayonet ficou lá com um sorriso de desdém no rosto. Se ele não tivesse levado a identidade dessas pessoas em consideração, pegando leve com elas, ele poderia ter terminado as coisas muito mais cedo. Derrubando seis pessoas em 16 segundos, esta foi de longe a sua luta mais demorada. {{(NEET: Tá contratado *-*)}}

Bayonet perdera há muito tempo o interesse por esse tipo de luta comum. O que ele treinou foi assassinato. Um golpe, uma morte era sua filosofia. {{(NEET: Contratado!!)}}

Os olhos do Pai Nie se arregalaram em choque depois de testemunharem essa cena. Ele estava bem ciente da força dos seis guarda-costas. Se eles entrassem em um torneio de luta, ele estimava que pelo menos chegariam nos primeiros lugares. Mas ainda assim, haviam caído como moscas na frente dessa pessoa.

O Pai Nie ainda tinha mais de 10 guarda-costas atrás dele. No entanto, entendeu que não importa quantos enviasse, o resultado seria o mesmo. Esses guarda-costas não eram páreo para Bayonet.

O Pai Nie só havia conhecido uma pessoa tão forte antes, o líder de sua companhia no exército. Aquele homem havia pertencido a uma unidade de forças especiais chamada Blood Stingers. Mesmo se o Pai Nie avançasse, provavelmente não duraria mais de três movimentos contra Bayonet.

Bayonet olhou na direção deles, olhando para o Pai Nie e as 15 pessoas ao seu redor. Seu olhar era displicente, transmitindo que considerava que seria perda de tempo caso resolvessem lutar contra ele.

O Pai Nie telefonou para Nie Yan e informou-o do que acabara de acontecer.「Filho, diga-me o que está acontecendo!」

「Oh, é um amigo meu. Eu pedi para ele se tornar meu guarda-costas. Eu estarei aí em um instante」Nie Yan respondeu.

O Pai Nie ficou surpreso. Alguém tão habilidoso definitivamente se classificaria como uma elite entre as elites do exército. Se fosse contratado para ser guarda-costas do chefe de um grupo financeiro, o salário anual definitivamente ultrapassaria ¥ 100.000.000. Como seu filho convenceu tal pessoa a se tornar seu guarda pessoal? Estava verdadeiramente atordoado. {{(NEET: Pergunta isso ao Bayonet, tenho certeza que ele vai ficar feliz em explicar como foi trollado por um adolescente >3)}}




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.