Rebirth of the Thief Who Roamed the World (Novel)

388 - Pedra Sagrada

Nie Yan sentiu suas emoções se agitarem. Mesmo que ele tivesse experimentado uma infinidade de coisas em sua vida passada, era impossível permanecer indiferente neste momento. Uma expressão compassiva apareceu em seu rosto enquanto ele continuava a ouvir em silêncio. {{(NEET: Não tenho dó do velho malandrão, isso é o que chamo de lágrimas de crocodilo >p)}}

“Eu deixei o castelo para afogar meu remorso em bebida. Eu queria dizer: 'Ina, eu estava errado... Por favor, me perdoe. Estou disposta a me arrepender com essa minha vida sem valor! Mas quando cheguei em casa, vi seu corpo imóvel pendurado sob uma viga, como se ela estivesse dormindo profundamente. Eu me lembro vividamente do olhar em seu rosto pálido e sem vida, as manchas de lágrimas que ainda tinham que secar... Ela tirou a própria vida como uma maneira de me condenar silenciosamente! Por quê? Ina! Por que você não pode simplesmente esperar que eu voltasse para casa? Nós ainda temos Nia! Nós ainda temos nossa família! Mas não importou o quanto eu gritei, Ina não acordou, carregando sua dor junto com ela quando ela partiu deste mundo. Oh Deus! Como me redimo!? Naquele momento, senti um puxão gentil na minha manga. Era Nia. Ela perguntou: 'Papai, Mamãe está dormindo…?” O rosto do Conde Kelfield estava cheio de angústia quando ele desabou em lágrimas amargas. {{(NEET: Pensasse nisso antes de trair a esposa, embora se matar tenha sido uma ideia igualmente idiota, mais justo largar o cara na amargura e viver sua própria vida, de preferência com metade de tudo que ele tinha só de raiva >p)}}

O coração de Nie Yan doía enquanto ele olhava para a figura triste e decepcionada do Conde. Se ele soubesse antes, não teria pedido a esse velho para reviver memórias tão dolorosas. {{(NEET: Vá se ferrar, querendo fazer do velho traidor um pobre coitado. Se não consegue pensar com a cabeça certa, eu que não vou ter pena. Otário >p)}}

“Como se não fosse o bastante, alguns dias depois, Patience veio até mim com uma adaga encharcada de sangue. Aquela mulher louca! O que ela fez? Saí correndo da sala e para meu horror, encontrei Nia deitada no chão, a vida rapidamente se esvaindo de seu corpo. Senti um leve toque no meu ombro quando Patience sussurrou em meu ouvido: 'De agora em diante, ninguém mais vai ficar entre nós novamente! Finalmente podemos ficar juntos! Você pode ter um filho comigo e começar uma nova família!’ Aquela mulher, ela já havia perdido a cabeça. Ela havia cometido um ato tão cruel e selvagem! Na minha raiva, eu virei a adaga nela. Aquela mulher vil!” O Conde tremeu de raiva antes de cair fracamente de volta em sua cadeira. {{(NEET: Pela menina eu lamento, essa sim foi uma verdadeira vítima da situação, mas o cara colheu o que plantou… mané)}} “Eu fiz tudo que pude. Mas no final, Nia me deixou também. Pobre criança! Foi só muitos anos depois que percebi que não havia como corrigir nenhum erro no momento em que cruzei a linha. Eu destruí tudo o que amava e cuidava com minhas próprias mãos. Este é o meu pecado para suportar. Desde então, estive sozinho no mundo, destinado a viver com essa dor e culpa” {{(NEET: Lição pra vida: “Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas”... Mesmo que queira procurar alguém para responsabilizar, você não tem como escapar das consequências de suas escolhas, sejam elas boas ou ruins. Então pense antes de agir. Aliás, pense sempre, a todo momento e leia, muito, não só novels, leia de tudo e salve sua mente e corpo das consequências podres geradas pela ignorância)}}

As palavras do Conde Kelfield ressoaram profundamente em Nie Yan. Cada pessoa tinha seus próprios demônios. Você se afasta cada vez mais quando cruzasse uma certa linha, cometendo um erro após o outro antes de finalmente viver uma vida cheia de arrependimentos.

“Por que você não abandonou o castelo? Deixou este lugar para trás e comecou sua vida novamente?” Perguntou Nie Yan. Ele acabara de desenterrar uma pista.

“Ina e Nia estão enterradas no jardim. Eu quero guardar suas sepulturas” Respondeu Conde Kelfield. “Além disso, um estranho encapuzado visitou minha residência uma noite. Me entregou um item e depois me disse que era pra eu entregar a uma determinada pessoa, os meus pecados seriam perdoados e a maldição colocada neste castelo seria removida. Eu tentei perguntar quem, mas não recebi resposta. Eu esperei por mais de 30 anos, embora pareça mais de mil, por essa pessoa aparecer. Então, hoje você chegou” O Conde procurou no bolso com a mão enrugada antes de pegar uma pedra de aparência curiosa. Era branco puro, com a forma de um dente e mais ou menos do tamanho de um polegar. “Este é o item que me foi confiado. Pegue. Tenho certeza de que isso ajudará você a encontrar o que está procurando”

Nie Yan estendeu a mão e aceitou a pedra. Era translúcida como jade {{(NEET: Jade Verde eu já sabia, Jade Branca conheci por causa dessas novels taradas chinesas, mas Jade é translúcida agora? Tio Google cadê você?)}} e emitia um brilho suave e agradável que acalmava o coração.

Nie Yan examinou a pedra.

Pedra Sagrada (Item de Missão)

Requerimentos: 60 Força de Vontade

Descrição: Aventureiro corajoso! Você que persegue a História Enterrada e pôs os pés em sua jornada para procurar o Conjunto de Abak o Tirano para mostrar ao mundo a glória do Império mais uma vez!

Propriedades: Ilumina tudo em um raio de 30 metros.

Holy Illumination: Dispersa as trevas circundantes e bane todas as criaturas do mal por perto. Duração: 30 segundos Tempo de Recarga: 2 dias.

Search: Revela a posição de qualquer item próximo pertencente ao Conjunto de Abak o Tirano. Alcance: 5 mil metros. Tempo de Recarga: 2 horas. {{(NEET: Que raiva! A vida desse garoto não pode ficar mais fácil não? ¬¬)}}

Restrições: Dono do Vislumbre da Escuridão {{(NEET: Estou gritando por dentro -.-)}}

"Conde Kelfield, obrigado por compartilhar sua história comigo" Nie Yan agradeceu. Era hora dele seguir em frente com sua missão.

O Vislumbre das Escuridão era um pré-requisito para desencadear essa missão. A Pedra Sagrada o levaria a mais pistas!

Conde Kelfield abriu um sorriso aliviado. “Com o item entregue, minha missão está completa. Eu não tenho mais apegos a este mundo. Aventureiro, você pode viajar com coragem e convicção”

Nie Yan pôde sentir a vida do Conde Kelfield lentamente deixando seu corpo depois que ele entregou a Pedra Sagrada. Sua condição se deteriorou rapidamente.

Breckon e Bernard começaram a derramar lágrimas quando a dor encheu seus rostos. Eles sabiam que o Conde não ficaria mais nesse mundo. {{(NEET: Caraca, de onde vocês vieram?!)}}

A luz nos olhos do Conde diminuía pouco a pouco “Eu posso ouvir minha família me chamando. Amigos, não lamentem minha morte, por que meus pecados serão  absolvidos. Eu posso finalmente estar em paz. Eu vou sair como uma brisa suave. Que a luz brilhe sobre o mundo e todos vocês vivam sem arrependimentos”

O corpo de Conde Kelfield se transformou em partículas de luz enquanto seu espírito flutuava e voava pela janela.

Após o desaparecimento do Conde, tudo o que restava em sua cadeira era um velho livro empoeirado.

Nie Yan pegou e folheou as páginas. Era um livro de rezas. Nas últimas décadas, Conde Kelfield recitou constantemente as orações dentro para redimir seus pecados.

Este livro foi escrito na Linguagem Antiga Comum. Escrito na capa em uma grande fonte em negrito estava Orações Sagradas .

Era apenas um livro comum. De repente, um pequeno colar com um pingente de safira caiu de entre as páginas. Parecia muito bonito. Algumas palavras foram gravadas no verso do pingente.

「Que o arrependido receba a salvação da Luz.

Que todos possam obter felicidade」

Nie Yan examinou o colar.

Colar do Esplendor Sagrado (Ouro Negro)

Requisitos: 30 foco

Propriedades : Vida +500, Nível de Habilidade Mágica Sagrada  +1

Restrições: Mago Sagrado

Vendo o Nível de Habilidade Mágica Sagrada +1, a mente de Nie Yan tremeu. Este Colar do Esplendor Sagrado era definitivamente mais valioso do que equipamento comum Sub-Lendário. Muitas propriedades em equipamentos eram randomizadas. A chance de a propriedade Todo Nível de Habilidade  +1 aparecer era próxima à zero.

Como o colar era um item de Mago Sagrado, Nie Yan planejou dá-lo a Xie Yao. {{(NEET: É muita revolta para o meu pobre coração, depois dessa vou beber)}}

O equipamento de Xie Yao era praticamente inigualável na Asskickers United. Com força e beleza insuperáveis, ela se tornou uma das deusas da guilda. As garotas mais bonitas da guilda eram Xie Yao, One Strike Vow, Painted Muslin, Moon Child e Blue Feather. Cada uma tinha seus próprios méritos e era difícil decidir quem levava a coroa.

Pensando em Xie Yao, Nie Yan sentiu seu coração se mexer.

Nie Yan jogou o Colar do Esplendor Sagrado em sua bolsa. Já era hora dele ir embora. Ele se perguntou onde esta missão o levaria em seguida.

De repente, Nie Yan sentiu a Pedra Sagrada em sua bolsa vibrar. Ele rapidamente tirou e ativou Search quando um marcador apareceu no meio do mapa. Um pedaço do Conjunto de Abak o Tirano estava perto!

"Bernard, Breckon, vocês podem me guiar ao redor do castelo?" Nie Yan perguntou. Ele não estava familiarizado com o layout, então tê-los o guiando ao redor definitivamente o polparia de muito trabalho.

"Seria nossa honra, Senhor Devil Slayer" Bernard respondeu. "Nos siga"

Breckon e Bernard começaram a guiá-lo. Nie Yan podia sentir a reação da Pedra Sagrada ficando mais forte quanto mais profundamente eles entravam no castelo. Quando chegaram a um cruzamento, ele olhou pelo corredor e viu um longo corredor com muitas salas dos dois lados. As paredes e portas pareciam mal conservadas e o chão estava coberto por uma camada de poeira. Era evidente que este lugar não tinha sido visitado por pessoas há muito tempo. Ainda mais estranho era o fato de que a área estava fechada por uma cerca de metal.

Assim como Bernard estava prestes a levá-lo para outro lugar, Nie Yan parou e perguntou: "Por que não podemos ir lá?"

“É o corredor amaldiçoado. Dois servos tiveram mortes horríveis lá. É por isso que o Conde o fechou. Ninguém se atreveu a entrar nessa área proibida desde então” explicou Bernard.

Nie Yan examinou a cerca. Era feita de metal comum e sem proteção mágica. Ele a atingiu levemente com a Espada de Zennarde. Com um klang alto, as barras quebraram e caíram no chão.

Breckon e Bernard ficaram assustados com as ações de Nie Yan. O poder desta espada era muito feroz!

“Assim, podemos entrar” Nie Yan embainhou a Espada de Zennarde e entrou no corredor. Contudo, Breckon e Bernard não seguiram. Ele se virou para eles e perguntou: “O que há de errado, pessoal? Vamos!"

“Conde  Kelfield nos proibiu de entrar naquela área. Mesmo agora, depois que ele faleceu, ainda não podemos ir contra a palavra dele” Bernard respondeu num tom embaraçoso.

"Tudo bem, vocês ficam aqui então" Disse Nie Yan. Ele entendeu que a missão não permitiria que Breckon e Bernard o guiasse ainda mais.

Os sentidos para missão de Nie Yan eram extremamente afiados. Ele podia determinar instantaneamente os requisitos e o conteúdo de uma missão a partir das palavras de um NPC.

As tábuas do assoalho gemeram quando Nie Yan passou por elas. Quanto mais ele andava, mais esse corredor parecia, quase como se não tivesse fim.

Nie Yan levantou nuvens de poeira enquanto caminhava, diminuindo a velocidade quando notou manchas de sangue no chão. Elas já tinham ficado pretas. Ele não sabia há quantas décadas elas estavam lá. {{(NEET: Ué, a poeira não te disse a data certa dessa vez? =X)}}

Dessas manchas de sangue, Nie Yan julgou que a vítima fora emboscada por trás, mordida e arrastada.

Um denso miasma encha o ar. Nie Yan poderia determinar que havia definitivamente um monstro poderoso à espreita nas sombras. {{(NEET: Sério? Com a frase “mortes horríveis” e o sangue no chão, quem poderia dizer que existe um monstro aqui =o)}}

 

{{(NEET: Com o capítulo de hoje aprendemos que traições pode levar a ruína de toda a sua família, portanto vamos usar o cérebro com mais frequência e também aprendemos que missões solo dão itens melhores que um Lorde Variante cujo qual é preciso uma guilda inteira para derrotar ^-^)}}