O Herdeiro do Mundo

276 - Técnicas Misteriosas

Os guardas tinham ficado pálidos, as palavras de Rael encheram todos de medo, como não iria encher? Rael facilmente se multiplicou e disse que poderia fazer aquilo quantas vezes fosse preciso. Se o clone se suicidasse e sempre levasse vidas com ele, Rael teria vantagem total naquela batalha.

 

                Mas isso era uma mentira de Rael. Ele não podia ficar fazendo aquilo deliberadamente. Uma vez que seu clone se destruísse ou desaparecesse, ele tinha que dar mais uma quantidade de poder para criar um outro. Nesse momento, Rael tinha gastando 20% de seu poder total criando dois clones, e era por isso que estava sutilmente juntando energia da terra e do ar para recuperar rapidamente sua perda.

 

                Mas Rael tinha que fazer daquela maneira para abalar a confiança dos demais. Se eles lutassem com números altos contra as três, elas provavelmente não suportariam por tanto tempo devido aos três elders de elite ainda ficarem vivos. Se fosse só a escória, Rael não estaria preocupado. Eliminar os elders de surpresa mais uma vez como fez em duas vezes seria complicado, ainda mais que tinha que focar em sua luta com Romeo e seu clone sozinho não era tão forte quanto ele. O clone dependia do poder de Rael, e por isso ele nunca lutaria por muito tempo. Uma vez que o poder dedicado ao clone de Rael se esgotasse, ele sumiria.

 

― Homens, não tenham medo! Ele está blefando! Agora mesmo sua energia total diminuiu um pouco! Avancem e matem-nas imediatamente! ― Rugiu Romeo, tentando soar convincente. Mas por dentro Romeo estava um tanto inquieto, a energia apresentada por Rael agora era muito maior do que antes. Antes, ele calculou que mataria Rael facilmente com poucos movimentos, mas agora ele via que seria bem mais trabalhoso. Romeo também achou estranho as ervas Aladas Brilhantes não fazerem efeito em Rael. Se Rael estava utilizando o poder de sua mestra, então a fraqueza certamente deveria ter efeito.

 

― Blefando? Você acha mesmo? Bem, vamos ver o quão poderoso tu és, “patriarca” Romeo ― disse Rael friamente, flutuando para cima. Romeo não se apressou, em vez disso, correu seus olhos em volta, lembrando seus homens do que ele havia dito. Cerca de metade dos homens temendo uma futura penalização em morte avançaram gritando contra as três mulheres e o clone de Rael, junto com o apoio dos elders. Os outros ficaram indecisos com medo e alguns outros simplesmente se esconderam. O clone de Rael já valia por mais um forte apoio, com Elisa lutando pela sua vida e ajudando as meninas, Rael se sentiu mais aliviado. Elisa era um poderoso décimo segundo reino nos níveis finais e era esposa do patriarca do mais forte clã. Ela com certeza conhecia muitas técnicas poderosas mas, infelizmente, Rael tinha tomado todos os seus pertences e não tinha planos de devolvê-los.

 

― Eu matarei você aqui hoje, junto com todos esses traidores. Esse território será o próprio túmulo de vocês ― disse Romeo, depois de recuperar toda a energia em seu braço direito. Mais uma vez seu braço direito rochoso estava enorme e imponente.

 

― Será que você consegue mesmo ser capaz? Então venha tentar! ― Rael o provocou com um sorriso leve. Ele não estava com nem um pouco de medo de Romeo. Sua energia perdida recuperava rapidamente e a cada instante que Romeo ficasse parado ele estaria ganhando tempo de recuperação. Sendo um décimo primeiro reino  agora, Rael tinha um poder muito maior, e sua ligação com a terra e o ar eram bem mais poderosas que antes.

 

― Arrogante! ― Romeo rugiu e voou como um borrão na direção de Rael, que também preparou o seu braço direito. Rael deixou seu enorme braço ser tomado por poderosas chamas que rugiam tamanho era o poder. Desde que Rael absorveu a energia do vulcão, seu elemento Fogo estava maior que qualquer outro dentro de seu corpo.

 

BOOOOOOOM!

 

Um imenso estrondo no céu foi ouvido. Energias marrons e vermelhas se espalharam no ar junto a chamas e um calor escaldante desceu sobre todos. Romeo e Rael juntos foram forçados três metros para trás cada um após o golpe, e em seguida já avançaram novamente.

 

BOOOOOOOOM! BOOOOOOOOM! BOOOOOOOOM! BOOOOOOOOM!

 

Golpes após golpes eram trocados contra seus próprios punhos, na tentativa de medir quem suportaria mais. Não demorou muito para o punho rochoso de Romeo começar a se rachar. Obviamente o braço direito de Rael seria muito mais resistente que o braço do patriarca.

 

― ‘Esse bastado... Como pode ter tanta força assim?!’ ― Romeo ficou chocado vendo seu poder rachando em seu braço, parecia que ele estava tendo um verdadeiro pesadelo. Em poucos golpes trocados e seu braço ficou naquele estado.

 

― O que foi? Por que parou? Venha, vamos continuar ― mesmo após uma troca incessante de ataques pesados, Rael ainda estava sorrindo. Ver Romeo se enchendo de dúvidas e indignação não podia deixar Rael mais satisfeito.

 

                Embaixo a batalha tinha explodido, Mara e Natalia ocasionalmente tentavam manter Elisa no centro, isso porque elas ainda estavam com armaduras e poderiam aguentar alguns ataques, e Elisa não tinha nenhuma defesa além de seu próprio poder. O clone lutava com cuidado, economizando energia e usando o mínimo que podia em meio ao caos.

 

                Natalia e Mara de repente se olharam e viram um enorme grupo se aproximando de frente, elas trocaram um rápido olhar e se reuniram dando uma mão uma para a outra. Natalia juntou a mão direita com a esquerda de Mara e estendeu a outra mão livre para frente, Mara fez o mesmo com a sua mão e assim uma habilidade começou a ser ativada.

 

― Dragão de Fogo Furioso! ― As duas gritaram juntas enquanto seus corpos liberavam um intenso calor e chamas vermelhas. Até Elisa, que estava atrás das jovens, foi obrigada a recuar alguns passos por não aguentar o intenso calor gerado. Das duas auras delas, um imenso dragão em chamas surgiu e ganhou vida circulando o ar acima delas. Em seguida, esse dragão desceu sobre a centena de homens que se aproximaram, e até mesmo os elders estavam próximos. Todos foram envolvidos em uma surpreendente explosão.

 

BOOOOOOOOOOOOOOOM!

 

― Aaaaaaaaaaaaaah! Aaaaaaaaaaaaaah! Aaaaaaaaaaaaaah! Aaaaaaaaaaaaaah!

 

O dragão acertou um ponto onde havia três casas já destruídas e explodiu, lançando homens cobertos em chamas para várias direções. Alguns homens simplesmente viraram pó no meio da explosão. Aquilo foi uma técnica terrível e combinada que as duas utilizaram pela primeira vez. Essa técnica tinha sido passada por Alexia, que afirmou que elas ainda não teriam poder suficiente para fazerem sozinhas, mas daria certo se combinassem seus poderes.

 

                A parte que o dragão em chamas atingiu deixou uma cratera gigantesca e o chão ali em volta ainda estava em chamas, como se nem a própria terra tivesse aguentado o poder daquela habilidade terrível. A cada momento os homens tinham mais medo daquelas duas jovens mulheres.

 

                Natalia tinha ficado congelada por alguns instantes porque esse ataque em fusão com Mara tinha matado muitos cultivadores e ela não queria ter matado. Mas só pensou sobre isso depois de já ter executado a técnica.

 

― Natalia, não se esqueça que todos esses tolos se levantaram contra nós. São eles ou nós a cair, então prefiro que sejam eles. Se você não ficar satisfeita com esse pensamento, então pode colocar a culpa da morte deles sobre mim que eu não ligo! ― disse Mara duramente do lado, como se adivinhasse o que ela estava pensando. No meio do ataque até mesmo um dos três elders que tinha se ferido acabou morrendo no processo, facilitando ainda mais a vida delas.

 

                Natalia não demorou a se recuperar e logo parecia estar de volta, lutando e aleijando outros cultivadores. Ao contrário de Natalia, Mara, Elisa e o clone de Rael matavam sem dó cada um de seus alvos.

 

                No céu, a luta continuava. Romeo tinha feito um técnica de lançamentos de rochas. Essa técnica criava rochas em seu poder e as atirava como cometas na direção de Rael. Cada rocha defendida pelo braço direito de Rael faria seu corpo inteiro se agitar devido as explosões causadas com o mínimo toque.

 

BOOOOOOOOM! BOOOOOOOOOOM! BOOOOOOOOOOOM!

 

Romeo parecia não parar de atirá-las e Rael era cada vez mais empurrado para trás, sendo forçado a recuar. As vezes, Rael ativava o Espaço Ilusório apenas para não ficar muito distante.

 

― ‘Esse desgraçado percebeu que lutar corpo a corpo não seria vantajoso para ele e já mudou sua estratégia!’  ― reclamou Rael.

 

                As rochas continuavam sendo lançadas incessantemente. Cada rocha dessa técnica poderia matar facilmente qualquer décimo segundo reino, não havia dúvidas de que alguém normal não seria sequer capaz de defender aquilo, e isso estava longe do fraco poder de ataque usado por Arthur naquele tempo.

 

― ‘Romeo é realmente monstruoso...’ ― Rael teve que admitir, se o seu braço não estivesse nessa forma sobre a qual poderia ser usado como um poderoso escudo, ele teria graves problemas. Mesmo que Rael usasse o seu poder em camadas defensivas, essas rochas quebrariam a formação e fariam-no ser atingido rapidamente, além de serem fortes, eram muito grandes, sendo impossível proteger o corpo inteiro. A sorte de Rael era o seu braço direito.

 

― ‘Eu não posso ficar desse jeito para sempre. Tenho que atacar’ ― pensou Rael e abriu um portal roxo na frente de si próprio e outro nas costas de Romeo. Ele usou a mesma estratégia que havia usado contra Reges.

 

BOOOOOOM!

 

Uma rocha o atingiu, não era qualquer rocha era uma das que a pouco ele tinha enviado contra Rael. Com o forte ataque sofrido Romeo cancelou a técnica. Quando ele se virou, já não havia mais nada além de terra caindo em volta, mas ele tinha percebido a estratégia de Rael e tinha visto o portal se abrindo e fechado rapidamente. Nas costas de Romeo, algumas manchas de sangue surgiram devidos aos ferimentos. Era impossível não receber nenhum dano de uma técnica tão poderosa o atingindo direta e inesperadamente. Romeo estava medindo o grau defensivo de Rael, mas acabou sendo surpreendido com um contra-ataque imprevisível.

 

― ‘Humpf! Esse bastado possui muitas técnicas estranhas...’ ― Romeo não deixou de apertar os dentes irritado e depois olhou abaixo, vendo seus homens serem massacrados por apenas 4 pessoas. O cenário da batalha não estava nada bom. A cada momento os números do clã torres se reduziam drasticamente, e isso enfrentando duas jovens décimo primeiro reino, uma mulher no décimo segundo reino e um clone de alguém do nono reino.

 

Booooom!

 

Rael tinha surgido repentinamente saindo de um portal e atacou Romeo por trás com seu braço direito. Romeo se virou e defendeu o ataque de Rael com seu grande braço rochoso. Romeo em seguida recuou alguns passos com uma expressão fechada.

 

― Se você não mantiver a atenção em mim vai acabar morrendo repentinamente ― disse Rael, também em um tom sério.

 

― Onde você deixou Isabela? Por que não me diz antes de morrer? ― perguntou Romeo de repente.

 

― Isabela é uma das minhas mulheres, eu nunca iria permitir que um merda como você sequer tocasse um dedo na maravilhosa pele dela. Oh! E eu já a operei. Então fique tranquilo, pois ela não pode mais ter filhos ― disse Rael friamente para provocar Romeo. Isso fez as veias do rosto de Romeo se incharem. Ele ficou furioso com Rael e não sabia se o mesmo estava mentindo ou dizendo a verdade.

 

― Eu matarei você friamente. Matarei também suas mulheres, sua sogra, seu sogro, e todos com quem você tenha qualquer tipo de ligação! Se Isabela não me servir mais, eu a encontrarei e a matarei também! ― disse Romeo friamente de volta. Ele concentrou suas energias no corpo ampliando em poder e partiu novamente contra Rael. Mas em vez de um confronto direto, ele se manteve circulando e mandando espinhos de terra gigantes, semelhantes a espadas, que eram criados por seu poder. Ele manteve um olho atento para ver se Rael iria abrir mais portais.

 

Rael defendia ou esquivava e contra-atacava com imensas bolas de fogo. As vezes as bolas de fogo explodiam contra outros espetos ou as vezes acertava Romeo, mas devido a forte resistência de Romeo, os danos não eram muito altos. Sendo um usuário do elemento Terra a defesa de Romeo era muito poderosa.

 

BOOOOM! BOOOOM! BOOOOOM!

 

Rael e Romeo lutavam furiosamente no céu, enquanto a batalha embaixo eram as três mulheres e o seu clone. Elisa em meio ao caos conseguiu eliminar o segundo elder ferido antes e só restou o último elder e o restante dos homens. Elas estavam cercadas e as armaduras de Natalia e Mara se desfizeram, perdendo o restante da força.

 

― Temos que aguentar, enquanto Rael estiver ocupado com Romeo, ele não vai poder nos ajudar ― disse Mara observando por um instante a batalha no céu. Natalia tinha um olhar vago, parecia ser de aceitação sobre suas mortes causadas antes. Ela também lutava para aceitar a provável morte do pai. Romeo várias vezes deu ordens para matá-la. Naquele momento ela estava dizendo repetidamente em sua mente que Rael não teve escolha, que ele deu uma condição e ainda poupou a sua mãe, mas não poderia fazer o mesmo com seu pai. Aos poucos, a mente dela foi até mesmo criando certa indignação pelo seu pai.

 

BOOOOM! BOOOOM! BOOOOM!

 

Romeo pareceu se irritar depois de algumas trocas inúteis de golpes e recuou baixando voo e pousando no chão em uma área mais aberta, não muito longe da batalha das mulheres contra o restante do clã. Rael se aproximou flutuando por cima.

 

― Ativar: Técnica Terreno protegido! ― Romeo bateu as duas mãos no chão após fazer uma série de movimentos complexos. Várias rachaduras de energia correram pelo chão se espalhando em volta de Romeo dentro de um raio de 50 metros, todo o chão se transformou em uma espécie de areia movediça. Rael ficou parado no ar com um olhar curioso.

 

― Técnica Golem de Terra! ― Romeo ativou outra técnica, e um golem de lama com cinco metros começou a se formar atrás dele. A lama parecia ter vida própria enquanto voava para cima, dando forma ao golem. Não demorou mais que algumas respirações para ser formado por completo.

 

― ‘Que tipo de técnica é essa?! Ele conjurou um guerreiro de lama?’ ― Rael ficou surpreso. Os olhos vermelhos do golem encararam Rael e depois começou a flutuar em sua direção.

 

― ‘E essa coisa ainda pode voar...!’ ― Rael ficou um pouco impressionado vendo o golem subindo.

 

― Agora você saberá a diferença de poder que existe entre nós dois ― disse Romeo friamente e mais uma vez bateu as mãos no chão, dando início a formação de um segundo golem.

 

― ‘Merda... isso não é bom...’ ― Rael se preparou, fazendo alguns movimentos.

 

― Técnica Secreta: Ataque das Cem lâminas! ― centenas de lâminas surgiram flutuando em volta de Rael, e logo em seguida foram cobertas por chamas incandescentes. Rael fez as chamas explodirem em volta para cobrir suas lâminas e suas miras. Rael preparou as miras rapidamente e liberou sua técnica.

 

― WAAAAAAAAAAAAH! ― O golem rugiu e seu corpo ficou grosso como uma enorme rocha enquanto voava na direção de Rael, o outro golem já começava a flutuar enquanto seu corpo continuava se preparando e um terceiro atrás de Romeo estava sendo conjurado.

 

 

― ‘Essa é a habilidade mais poderosa que eu tenho, Rael. Vamos ver o que você fará agora’ ― pensou Romeo friamente. Cada golem desses tinha pelo menos o poder de um reino final nível um. Em termos de ataque físico e velocidade, eles não seriam nenhum um pouco lento. Romeo nunca pensou que usaria essa habilidade contra um mero jovem, principalmente contra o seu suposto filho.

_______________________________________________________________________________
Capítulo patrocinado por: Isabela Aranha Rangel