Naruto: Jinraiden Ookami no Naku Hi

002 - A Aldeia do Lobo Uivante

Sasuke foi para a Vila do Lobo Uivante. Depois de caminhar para o sul por oito dias, ele alcança o mar. Sua cabeça dói, mas seus olhos estão melhor, embora ele visse flashes brancos de vez em quando. Ele acredita que ainda está se acostumando com o Mangekyou Sharingan. Para ocupar sua mente e não pensar em Itachi, ele questiona as pessoas que passam pela Aldeia do Lobo Uivante. Ao que parece a aldeia declarou neutralidade há alguns anos atrás.


Sasuke entra em uma balsa. O barqueiro fala sobre Aldeia do Lobo Uivante. Ela está situada na montanha do  Lobo Uivante, que faz parte de uma cadeia de três montanhas. A montanha é cheia de plantas medicinais. A aldeia é conhecida pelo Aobiko (Pó de Fogo Azul), uma substância especial que quando exposto à água cria uma grande explosão.


Há uma lenda de que um monstro chamado Rouen morava lá e atacou a vila. Tinha 50 metros de altura e era coberta por pelo prateado. Ele tinha a cabeça de um lobo, o corpo de um tigre e andava sobre duas pernas. O clã Kodon derrotou Rouen cerca de dez anos atrás. Na batalha, o Aobiko não foi suficiente para vencer a besta, mas Tenma, o ex-chefe do clã Kodon, derrotou a ameaça com uma técnica de medicinal de hipnotismo, chamada saigenzai. Ninguém sabe o que aconteceu exatamente. Quando todos acordaram, o animal fora embora e Tenma estava morto.


Sasuke saiu do barco. Ele agora esta perto da montanha do Lobo Uivante. Tinha passado treze dias desde que ele deixou o esconderijo de Tobi. Dezoito torii¹ vermelhos estão alinhados na montanha. Ao passar por eles, Sasuke chegaria a Aldeia do Lobo Uivante. A montanha está cheia de plantas, flores e animais. Há muitas plantas medicinais e venenosas. Ele entrou mais fundo na floresta montanhosa. As árvores cortavam o sol ao ponto e perder a noção do tempo. Um torii é como uma fronteira entre o mundo comum e o solo sagrado. Isso é o que Sasuke aprendeu na Academia.


 
Quem visita está aldeia vai deixando para trás o mundo comum a cada torii ultrapassado. Será que Itachi também passou por esses torii? Eu tinha esse tipo de pensamento.


Por que Itachi não pôde deixar para trás o mundo comum chamado Aldeia Oculta da Folha? Está pergunta nunca será respondida, o que me obriga a dar um passo após o outro. Avançar.


Não importa o quanto me apresse, nunca alcançarei Itachi. Não importa o quão longe eu estenda minhas mãos, eu nunca poderei alcançá-lo. A única coisa que posso fazer é mudar. Fazendo isso, posso me enganar achando que estou avançando. Seu eu não fizer isso, como poderei superar a chuva... a chuva que cai sobre o cadáver de Itachi?

Sasuke atinge o último torii e vê o pôr do sol. Quando ele chega ao final da escadaria, a floresta acaba. A vila é cercada por muros altos e você tem que passar sob um grande portão para entrar na aldeia. A folha esquerda do portão traz o emblema 薬 (medicina), a folha direita traz o emblema 毒 (veneno).


Há muitas barracas alinhadas ao lado da estrada até chegar a aldeia. O lugar é realmente animado. Um vendedor chamava Sasuke, ele o achava muito pálido e tentava vender algo. Sasuke ignora a conversa com o vendedor, ele mostra o recibo de Itachi e pergunta onde é a loja. O vendedor reconheceu a loja – aparentemente é chamada de Rengyoudou – mas não respondeu a pergunta de Sasuke. Sasuke pergunta novamente, mas o vendedor permanece em silêncio, parecia desconfortável e logo foge para atender outros clientes. Sasuke fica confuso. Em seguida, outra vendedora agarra seu braço, uma mulher dessa vez, e diz que ele está pálido.


 
"Eu pareço pálido mesmo?"


"Além de pálido parece que você não dormiu há anos!" Disse ela.


"..."

Ela tenta vender algumas coisas. Sasuke pergunta sobre Rengyoudou novamente. Ela parece desconfortável e pergunta por que ele gostaria de ir para lá. Ele diz que precisar comprar um remédio. Ela fica vermelha e parece que está preste a bater nele. Ela olha para ele, retorna para sua barraca e olha para ele novamente. Sasuke pergunta para mais três pessoas, todas reagem da mesma forma. Um deles sussurra em seu ouvido para não mencionar o nome da loja. Sasuke pergunta por que, o homem responde "por favor, não fique no caminho dos negócios" e se afasta.


Há algum tipo de posto policial próximo ao portão principal. Um oficial chama atenção de Sasuke, ele deve entregar sua espada, armas não são permitidas dentro da aldeia. Sasuke se recusa, mantêm seu olhar sobre o oficial e diz que ele deve levá-lo a força, se ele quiser. O oficial aumenta o tom.

Sasuke responde:

 
"Eu vou para onde eu quero. Não recebo ordens de ninguém. Além disso, essa arma de caça é inútil. Se vocês são fortes o suficiente para tirar essa espada de mim, vocês não tinham que ter uma espada de verdade. Por outro lado, não faz diferença se você conseguem ou não, eu poderia esmagar essa aldeia com minhas mãos, com ou sem espada."

Os oficiais recuam, eles perguntam por que Sasuke veio a Aldeia do Lobo Uivante. Sasuke responde que veio para obter remédios. O oficial pergunta quanto tempo ele vai ficar e para qual loja ele está indo. Sasuke responde, ele ficará de dois a três dias e está indo para Rengyoudou. O oficial olha para ele e diz, "você também?". Ele presume que Sasuke está interessado no saigenzai.


O oficial se queixa que os jovens o tratam com brinquedo e diz que foi banido há um ano atrás. O oficial explica que o saigenzai roubou sua visão, audição e equilíbrio. Uma vez que está em seu corpo, você é um homem morto. É conhecido sob muitos nomes, como shoutengan, gokurakuko, jiaigan e youshingan. Sasuke entende por que os vendedores olhavam torto para ele. Eles achavam que ele era um viciado atrás do saigenzai.


Novamente, Sasuke pergunta onde fica a loja. Oficial alerta que a posse de saigenzai é um crime na capital. Ele conta para Sasuke que a loja está localizada atrás do santuário Kodon.


Sasuke se dirige para oeste, em direção ao santuário Kodon. Anoitece e ele se aproxima de um rio. Uma multidão se reuniu ali. Há três cadáveres no leito do rio. Eles estão secos, como ramos murchos. Sasuke acredita que seu chakra pode ter sido sugado. Um cara na multidão se aproxima de Sasuke. Ele tem uma cicatriz, que vai do olho direito até a bochecha. Ele oferece alguns saigenzai para Sasuke. Sasuke pede o melhor. Ele fala que os melhores são do Rengyoudou. Sasuke se interessa e compra um. O vendedor lhe entrega um pequeno saco. Havia três comprimidos dentro. O vendedor retorna para a multidão. Sasuke vê o símbolo 仙 (eremita) tingindo na parte de trás da roupa dele.

Os comentários da multidão diziam um pouco mais sobre quem poderia ter assassinado essas pessoas. Eles especulam que pode ter sido um estranho ou um dos vendedores de saigenzai. Sasuke ridiculariza-os em seus pensamentos. Obviamente, eles são shinobi. O barqueiro anteriormente lhe disse que a Aldeia do Lobo Uivante costumava ser uma aldeia oculta. A aldeia agora pode se sustentar com o lucro da venda de medicamentos. Não há necessidade de colocar a aldeia e seus habitantes em maior perigo. Mas o que aconteceu com os shinobi? Alguns deles podem fazer parte da força de defesa da aldeia, mas e os outros?

 
Não há nada mais incômodo do que um shinobi que perdeu sua ocupação. Incapaz de mostrar seu poder ou construir sua vida.

Numa aldeia que enfatiza os negócios, os que têm dinheiro são celebrados. Os shinobi são perseguidos as margens da aldeia. Eles são tratados como cães, as mãos que foram manchadas pela vila agora estão a mostra. Então, eles começam a vender saigenzai.

Quem pode garantir que a Aldeia Oculta da Folha não vai acabar assim? Esse pensamento me fez rir. Algum dia, será que a Aldeia da Folha acabará assim.

Alguém deveria criar alguma invenção incrível, ou desenterrar valiosos recursos... Nesse caso, a sociedade onde os shinobi criaram suas regras entraria em colapso imediatamente. A guardião divino da cidade não seria mais o Hokage, mas seria o dinheiro. Caras como o Naruto iriam passar a vida inteira sendo ignorados.

Um Naruto que não seria ouvido por ninguém?... Isso é engraçado. Eu ri. Shinobi não possuem valor algum. Aproveitando-se do fato de que não havia ninguém por perto, eu ri em voz alta. Um cão, assustado com o barulho, latiu à distância em algum lugar.

Enquanto o sistema shinobi continuar, uma segunda e terceira geração de Itachi aparecerá. Sob a bandeira da justiça, alguém será obrigado a sacrificar-se. E a Aldeia da Folha vale todo esse sacrifício? No final, os métodos da Aldeia da Folha e os de Tobi, são mesmo diferentes?

Sasuke continuava seu caminho para o santuário Kodon. Ele passa por uma mãe e filha. A menina aponta para ele e diz: "Ei, mamãe, esse menino, ele olha com dor... Será que ele está machucado?". A mãe dá uma olhada e se afasta rapidamente. Sasuke ficou confuso, por que ele estaria com dor? Ele pensava sobre a destruição da Aldeia da Folha. Um sorriso deveria estampar o seu rosto, não é? Ele para e olha para a sua sombra. Ele pondera que o seu ódio contra a Aldeia da Folha ainda não é forte o suficiente.

Sasuke chega ao santuário Kodon. O santuário não estava sendo cuidado. Atrás dele, descendo as escadas de pedra, encontrava-se a loja Rengyoudou. Já é meia-noite, Sasuke retorna ao santuário. Havia um monumento de pedra com as imagens de um lobo e um tigre. Sasuke deu um chute na porta do santuário, escancarando a entrada. Parte do telhado se foi. Ele olhava para a lua. De repente, sentiu uma presença perigosa e pulou para cima. Era apenas uma cobra branca. Ele voltou para o chão.

Sasuke se lembrou do que Itachi disse, "Me odeie e viva!". Ele aceitou essas palavras sem questioná-las. Ele não percebeu a dor por trás dessas palavras. Ele também se lembrou das palavras de Tobi. Será que ele, mais uma vez, não vai questionar o que está sendo dito? Não, ele deve prestar muita atenção.

Ele sentiu uma presença ameaçadora novamente. Desta vez é sério. Ele vê três sombras pularem através do céu. Sasuke pula em direção ao telhado e escondeu sua presença. Os três foram para a loja. Há um flash e duas explosões. A loja foi incendiada. Sasuke vê duas pessoas tentando apagar o fogo com água. Ao ver a loja queimar ele se irrita. Era como se as chamas insultassem a memória de Itachi. Ele descarrega o Chidori no chão e as ondas de choque apagam as chamas. Há bastante destruição.

Um menino tenta atacá-lo, mas Sasuke o evita. O menino tem cabelos pontudos e está usando algum tipo de máscara. O menino lembrava vagamente Naruto quando garoto, com raiva, ele perguntou: "Você é do clã Sendou!? Você roubou o Kotarou também!?"

O menino joga uma kunai nele. Sasuke diz que ele não começou o fogo. O menino não acredita nele e se mantém na ofensiva. Os ataques desleixados do menino lembram ao Sasuke o antigo Naruto. Sasuke dá um peteleco na testa do menino. O menino cai para trás e olha para ele. Sasuke se lembra da palavra 'Usuratonkachi²'.


Um outro cara chamou o menino. Ele tem um cabelo comprido amarrado para trás, ele usava um quimono roxo. O garoto não deu atenção. Então, ele ligou os pontos e viu o emblema Uchiha nas costas de Sasuke, e não do clã Sendou. O menino mudou o tom. Ele perguntou para Sasuke: "Você é o irmão de Itachi-san?".


O homem se apresenta como Reishi, proprietário da loja Rengyoudou. O menino chama-se Kina. Sasuke pergunta: "Você sabe... sobre Itachi?" Reishi acena positivamente, aparentemente Itachi era um de seus clientes.


A cena muda, o trio está tomando café da manhã. Kina retirou a máscara jogando para trás da cabeça. Ele explica que pertencia ao seu pai, ela é uma máscara da ANBU. Sasuke percebe que é uma máscara de falcão, e ele sente que já viu antes, mas não consegue lembra muito bem. Reishi fala, "Vamos comer.", mas Sasuke diz que não está com fome. Reishi assegura que não há veneno no café da manhã ou qualquer outra coisa. Sasuke diz que não é estúpido ao ponto de comer o que algum estranho lhe oferece. Kina o despreza, aparentemente ele preparou o prato favorito de Itachi, bolinhos de arroz. "Bom, não coma!", disse Kina. Sasuke tenta, a medida do possível, evitar o ronco de fome. Kina responde que embora Sasuke não tenha fome, comer quando puder também faz parte da vida de um shinobi.

No final, Sasuke começou a comer, Reishi e Kina sorriram um para o outro. Sasuke percebe que a comida é muito saborosa, mas responde: "Não é ruim. Considerando que foi preparada por um moleque." Ele pondera que há muito tempo não tinha uma refeição quente. Há também alguns konbu³. Kina pergunta para Sasuke: "Bolinhos de arroz com konbu eram os favoritos de Itachi, você gosta deles também?" Sasuke fica um pouco abalado. Ele desvia o rosto e responde que prefere bolinhos de arroz com okaka³. Ele olha para os dois irmãos, eles lembram a si mesmo e Itachi. Um irmão mais novo que admira seu irmão e um irmão mais velho que age como um pai. Eles poderiam superar qualquer dificuldade. E por isso que Sasuke não entende por que eles fabricam drogas ilícitas, como o saigenzai. Sasuke mostra o saigenzai que ele comprou e diz que o vendedor chamou de "Rengyoudou da Loja de Kotarou".

Kina lança um olhar. Ele toma o saco, joga no chão e pisa nele. Kina grita: "Então, você veio apenas pelo saigenzai! Você roubou como os outros?" Sasuke cita Itachi, especulando que Itachi também estava atrás do saigenzai. Reishi discorda, "Itachi-san não era assim", e tenta acalmar Kina. Kina continua falando. Aparentemente, a droga só pode ser feita dentro do corpo de Reishi, assim ninguém pode roubá-la.

Sasuke olha diretamente para Kina e diz: "Itachi... morreu". Kina cala-se. Reishi pedi desculpas pelo comportamento de seu irmão mais novo. Sasuke diz que está tudo bem, ele entende por que Kina duvida dele. Sasuke explica que comprou a droga para testar a reputação da loja. Reishi explica que a droga que Sasuke comprou é uma farsa. A receita para o Kotarou necessita do sangue dos membros do clã Kodon. Sasuke pergunta se é alguma Kekkei Genkai (Linhagem Sanguínea Avançada). Reishi diz que não é. 

Os ingredientes para a droga são simples, eles crescem ao redor da montanha. Mas os ingredientes são processados dentro do corpo. Você não pode roubá-la (droga), embora muitos pensem o contrário. Reishi diz que roubar Kotarou é "um rumor sem raízes ou folhas". Sasuke fica em silêncio, confuso. Reishi explica que o rumor não tem fundamento. Kina fala para Reishi que seu trocadilho falhou. Reishi disfarça o constrangimento com uma tosse e volta ao assunto inicial. Sasuke diz que ele comprou a droga falsa perto de uma grande ponte. Reishi a chama de ponte Suikazura.

Sasuke pergunta se tem o remédio de Itachi na Loja Rengyoudou. Reishi confirma. Se você misturar o Kotarou com outro medicamento, ele torna-se um poderoso analgésico. Sasuke mostra o recibo de Itachi para Reishi e pergunta o que está escrito nele. Reishi explica que jōhin (下品) é um remédio fraco e não possui efeitos colaterais. Nakahin (上品) é um remédio médio e não causa sequelas se usado por um curto período de tempo. Gehin (下品) possui efeitos fortes, com efeitos colaterais muito fortes. Reishi explica que o colírio que Itachi usa no olho pode levar à cegueira temporária. Sasuke entende por que ele estava tendo flashes brancos, ele usou algumas gotas.

Sasuke pergunta sobre a palavra sete (七) escrito no verso de recibo. Parece que foi o próprio Itachi que escreveu. Reishi olhava para o recibo e ficou visivelmente chateado, Sasuke muda de assunto: "Você pode me dizer alguma coisa sobre Itachi". Kina se levanta e pede desculpas a Sasuke. Sasuke diz que está tudo bem e que Kina não deve confiar em pessoas que podem vir a prejudicar a sua família. Kina concorda.

Reishi diz que Itachi vinha até a vila para comprar o medicamento uma ou duas vezes por ano. Itachi havia dito a Reishi o seguinte, "Se meu irmão visitar a loja... significa que provavelmente não estarei mais vivo." Itachi tinha dito que precisava viver um pouco mais, pois tinha algo que ele precisava fazer. Ele não ligava para o que iria acontecer com ele depois. Reishi deu a Itachi o remédio mais forte que ele tinha. Sasuke ficou abstraído em seus pensamentos, para ele Itachi era 'sempre perfeito, sempre precavido e sempre... triste'.

Reishi pergunta se Itachi sofreu. Sasuke lembra quando Itachi agarrou seu peito e cuspiu sangue após invocar o Susanoo. Ele fala: "O corpo de Itachi... já estava além de qualquer ajuda, certo?" Reishi desvia os olhos e pede desculpas. Sasuke diz que não há necessidade de se desculpar.

Kina diz que Itachi foi sempre tranquilo e calmo, mas era também muito forte e sempre ajudava quando o clã Sendou atacava eles. Itachi passava a noite no santuário esperando seu medicamento ser preparado. Kina, às vezes, levava bolinhos de arroz com kombu para Itachi. No começo, Itachi permanecia em silêncio não importa o que Kina perguntasse. Mas aos poucos Itachi começou a abrir-se e mencionou que tinha um irmão mais novo. Quando Kina pergunta a Itachi como Sasuke era, Itachi sorri. Com um olhar distante em seus olhos, Itachi responde: "Ele é honesto como você, Kina, mas ele é irremediavelmente ruim em demonstrar isso. É por isso que eu tenho que ficar de olho nele". Kina interrompe sua história para perguntar: "...Você está chorando, Sasuke-kun?". Sasuke tem culpa nos olhos, ele desvia seus rosto e muda de assunto para o clã Sendou.

Kina diz que o clã Sendou controla a venda do saigenzai. Reishi explica que os shinobi que não conseguiram trabalho após a declaração de neutralidade formaram um grupo e começaram a vender o saigenzai ruim. Um shinobi chamado Sendou Jiryuu é o chefe. Aparentemente Kotarou é o saigenzai que o pai de Reishi usou para derrotar o monstro Rouen. Jiryuu quer por as mãos nele para fazer dinheiro, muitos shinobi não se adaptaram a declaração de neutralidade e usam o saigenzai para escapar da cruel realidade de suas vidas.

Kina diz que não se importa com o que acontece com a aldeia. Agora, os moradores estão dizendo que seu pai usava o Rouen para atacar a aldeia. Sasuke tem um déjà-vu (ataque da Raposa de Nove Caudas em Konoha). Reishi repreende Kina para não incomodar outras pessoas com seus problemas. Reishi diz que o último ataque (do clã Sendou) destruiu todos recipientes. 

Levaria algum tempo para fazer novos medicamentos. Ele pede para Sasuke voltar mais tarde. Sasuke diz que vai esperar. Reishi destaca mais uma vez que vai levar algum tempo (parece que ele está tentando fazer Sasuke desistir). Sasuke diz que ele não irá causar problemas, ele se levanta, sai da loja e diz que ficará no santuário.

Kina visitou Sasuke no mesmo dia, à noite. Sasuke estava sentado nas escadas, olhando para os vaga-lumes. Kina estava usando uma máscara, Sasuke pergunto por quê. Kina não respondeu, apenas retirou a máscara. O rosto de Kina estava coberto de hematomas e arranhões. Sasuke pergunta o que aconteceu. Kina entregou alguns bolinhos de arroz com okaka. Eles comeram em silêncio por um tempo, então, Kina admitiu que foram as pessoas da aldeia que feriram-no. Eles ficaram em silêncio por algum tempo. Kina pergunta: "Não vai perguntar por quê?"Sasuke responde, "Você não precisa falar se não quiser." Kina olha para Sasuke com surpresa e menciona que Itachi disse a mesma coisa.

Kina fala sobre Rouen. A besta poderia viver para sempre, desde que sugasse o chakra das pessoas. Seu pai derrotará o Rouen há dez anos, mas morrerá no processo. Reishi cuido de Kina desde então. Kina tem onze anos de idade.

Sasuke perguntou por que Kina odeia a aldeia. Kina falou que os moradores estão dizendo que seu pai liberou o selo do Rouen. Na época, a vila estava prestes a decidir se iria declarar neutralidade ou não. O clã Kumanoi, que tinha inventado o Aobiko eram pró-neutralidade, seu pai era contra. Logo em seguida, Rouen apareceu. O Aobiko, que explode quando entra em contato com água, não foi útil. O pai de Kina derrotou Rouen, mas o clã Kumanoi começou a espalhar a história que o pai de Kina liberou o selo do Rouen para que os clãs da aldeia ficassem contra a neutralidade.

Depois da declaração de neutralidade, o clã Kumanoi começou a lucrar  com a venda do Aobiko. Kina está convencido que a recente série de assassinatos é uma chance para o seu clã, o clã Kodon. Kina quer capturar o assassino, assim, os aldeões irão mudar sua opinião sobre seu clã.


 
"Então?" Sasuke olhou para Kina."Você veio aqui para pedir minha ajuda?"

"Você vai me...?"

"Eu não tenho que fazer algo desse tipo? Eu só vim para comprar o remédio?"

Kina abaixou a cabeça.

"Eu sou um shinobi. Se você quer minha ajuda, você precisa me pagar adequadamente."

"P-pagamento...?"

"Sim..." Eu vou ser mais claro. "A partir de amanhã, me traga bolinhos de arroz com okaka todos os dias."

Ao ver Kina dançando de alegria, suspirei por dentro. Ele é um idiota. Se ele acha que vou fazer muito esforço para achar o culpado, ele é tão idiota quanto o Naruto.


--------------------------------------------------------------


Nota¹ - torii é um portão tradicional japonês, ligado à tradição xintoísta e assinala a entrada ou proximidade de um santuário.

Nota² - é um bordão usado por Uchiha Sasuke para com seu companheiro de equipe Naruto de forma depreciativa. A expressão é associada há uma pessoa que é percebida como "inútil".

Nota³ - kombu e okaka são algas marinhas largamente utilizadas na culinária do noroeste da Ásia.