Evil Emperor’s Wild Consort

357 - A Luta (Parte 7)

Tradução: illusia | Revisão: Luis Gimenes

“Gu Ruoyun” Shiyun sorriu suavemente enquanto se mantinha no meio do ar. Suas vestes brancas flutuavam no vento a fazendo parecer uma fada de uma pintura, “Não é preciso nem falar que você, de fato, é um gênio. Mas infelizmente, por ser tão jovem, você não sabe distinguir o certo do errado. Não apenas você se recusa a servir ao continente, como também se associou a uma minoria. Nós viemos da Cidade Celestial com o único propósito de capturá-la. Se alguém tem culpa pelo infortúnio da Cidade Celestial, este alguém é você.”

Gu Ruoyun sorriu com frieza e desdenhou: “O quê? Você fracassou no seu esquema de armar contra mim, então agora você está simplesmente me acusando de crimes para dar à Seita Divisas Celestes o direito de me matar? Se você quer tanto assim me matar, vem tranquila! Vem afobada não! Por que inventar tantos motivos? Você está procurando desculpas para a sua própria ganância!”

“Gu Ruoyun, você ainda está tentando vir com essa conversa fiada pra cima de mim?” O sorriso de Shiyun desapareceu. “Eu consegui essa informação após anos de investigação. Pelo amor à paz e à segurança do continente, eu não vou deixar você se safar, não importa como! Além de tudo, você matou muitas pessoas. Você carrega um grande pecado e, se você não for morta hoje, muitos outros inocentes perecerão pelas suas mãos sujas. Eu não posso permitir isso e, por isso, devo exterminá-la!”

Hua!

Shiyun perfurou o vazio mais uma vez, e a luz fria de sua espada prateada brilhou diante da face de Gu Ruoyun.

Gu Ruyoun desviou com certa dificuldade para, em seguida, investir contra o peito de Shiyun.

Shiyun reagiu na mesma hora, bloqueando o golpe repentino de Gu Ruoyun.

Peng!

A terra tremeu e as montanhas balançaram com o impacto do encontro das mãos das adversárias. Gu Ruoyun rapidamente fincou sua espada no chão, para conseguir estabilizar sua postura. Ela agarrou o braço de Shiyun e investiu usando sua cabeça. Seus olhos focavam inteiramente na mulher de branco.

“Gu Ruoyun, te falta poder. Você não é páreo para mim! Além do mais, você não precisa mais procurar pelo Pequeno Mestre Xia. A Família Xia pertencerá à Seita Divisas Celestes cedo ou tarde. Quanto ao Pequeno Mestre Xia, ele está há tempo mantido em cativeiro pela minha Seita. Considere isso um conselho, pare de resistir e admita que essa arma espiritual pertence à Seita Divisas Celestes. Ou você nunca mais irá vê-lo novamente.”

Naquele momento, um som ecoou de dentro da alma de Gu Ruoyun, fazendo com que seus olhos, a princípio vagos e frios, se tornassem vermelhos como o sangue. Ela encarou Shiyun com um olhar selvagem.

Apenas Gu Ruoyun pôde escutar a voz que saía de dentro de sua alma.

“E aí, o que me diz?”

Gu Ruoyun lentamente se erguia, enquanto uma luz cobria seu delicado e belo rosto.

“Se você tiver sequer arrancado um fio de cabelo de Yu’er, nem mesmo a Seita Divisas Celestes será o bastante para pagar esse débito!”

Shiyun parecia ao mesmo tempo espantada e inocente, como se ela não entendesse direito o que Gu Ruoyun queria dizer.

Hong!

Cada pedaço da aura de Gu Ruoyun queimava em seu corpo. Ela lentamente fechou os olhos, como se todas as memórias de sua vida estivessem passando em câmera lenta.

“Yu’er, eu jurei que não deixaria ninguém te machucar.”

“Se alguém ousou tocar em você, eu vou fazer todo o clã caminhar para a morte!”

Então, ela abriu os olhos e encarou, preenchida com uma intenção assassina, Shiyun. Ela falou devagar: “Shiyun, seu maior erro foi usar Yu’er para me ameaçar! Você me disse que a Seita Divisas Celestes capturou Yu’er, então… Eu vou varrer o chão com a cara de cada um de vocês e depois trazê-lo pra casa!”




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.