Evil Emperor’s Wild Consort

323 - Pegando um monstrinho (Parte 9)

Tradução: illusia | Revisão: Luis Gimenes

Vendo a raiva e o ódio no rosto de Hong Feifei, o Ancião Hong Yun acenou com a cabeça com satisfação.

Ela é de fato uma Senhora da Família Hong, jamais se permite ser intimidada por quem quer que seja e que mata aqueles que ousarem! É a única maneira de sobreviver neste continente em que só os fortes são respeitados!

Por outro lado, uma mulher delicada e virtuosa como Luo Li em algum momento teria uma morte miserável! Alguém como ela dificilmente acaba bem!

"Pessoal, está ficando tarde, vamos acampar aqui por enquanto."

Xia Zixi olhou para Hong Yun, em seguida, desviou o olhar e instruiu: "A família Luo vai tomar a primeira vigia da noite. Os outros podem ir descansar."

Depois de tomar os comprimidos de Gu Ruoyun, as feridas na maioria dos membros do grupo foram quase totalmente curadas, então eles começaram a montar acampamento. No entanto, cada família manteve uma distância da família Hong. Era como se os membros da família Hong fossem animais extremamente ameaçadores.

A noite caiu.

O luar estava tão claro como a água.

O corpo da jovem era banhado ao luar tranquilo. Naquele preciso momento, a pequena besta, que estava dormindo profundamente ao lado dela, abriu os olhos. Os seus olhos vermelho e verde olharam friamente para a jovem na cama.

Depois, sob o luar, a sua silhueta começou a crescer lentamente e uma chama vermelha envolveu o seu corpo longo e esbelto.

O homem tinha um sorriso frio no canto de seus lábios enquanto caminhava lentamente em direção a Gu Ruoyun. Baixou a cabeça e sentiu o cheiro da jovem. O seu rosto incomparavelmente bonito e frio estava cheio de uma arrogância insuportável.

Seus dedos, delicadamente longos e finos, gentilmente acariciaram o pescoço da jovem, que era tão branco como a neve e tão suave como jade. Uma intenção maliciosa brilhou em seus olhos coloridos.

"Criança humana, teu sangue tem um aroma tão bom. Se eu beber dele, tenho a certeza que as feridas no meu corpo vão sarar ainda mais depressa. Se não fosse por esta razão, nunca teria ficado ao teu lado." O homem-animal sorriu ferinamente e a sua língua, que era fendida como a de uma cobra, lambeu gentilmente os próprios lábios vermelhos de sangue. Ele se abaixou e seus dentes afiados morderam ferozmente o pescoço de Gu Ruoyun.

Uma fragrância maravilhosa penetrou nos dentes do homem e seu rosto mostrou grande prazer e satisfação.

Hong!

Foi aí que uma força poderosa bateu violentamente em sua mente e ele viu como a menina, que estava inicialmente em um sono profundo, de repente abriu seus olhos.

"Você..."

O homem saltou de medo e rapidamente tropeçou. Sangue fresco pendurado nos cantos dos lábios, parecia absolutamente tentador.

“Mas eu havia prendido sua alma, tenho certeza disso, como você conseguiu despertar?”

Gu Ruoyun permaneceu calma, não houve nenhuma mudança aparente em sua expressão. Mas havia um olhar ilegível nos seus olhos negros e escuros.

" Quem é você?"

"Quem sou eu?"

O homem riu. Ele não teve escolha a não ser se explicar. Quando o homem sorriu, uma bela visão apareceu, equiparável ao vadio do Zhuo Shangchen.

Mas, a principal diferença entre ele e Zhuo Shangchen era que o sorriso do primeiro não atingia seu olhar. Os seus olhos multicor mostravam uma espécie de frieza e impiedosidade para com os humanos. Era uma espécie de indiferença que podia destruir o mundo. Até Gu Ruoyun sentiu seu coração tremer involuntariamente.

Como é que alguém no mundo pode mostrar tanta indiferença para com os humanos?

Como se só houvesse dois tipos de pessoas na vida dele.

Ele e a comida.

"Você é o Monstrinho Vermelho?"

"Parece que sabe quem sou...” O sorriso do homem era extremamente bonito. Aproximou-se uns passos de Gu Ruoyun e os seus dedos esbeltos acariciaram suavemente o rosto delicado, puro e belo da jovem. Seu sorriso era sedento de sangue e desapegado: "Este rosto não é muito ruim, especialmente o sangue fresco fluindo em suas veias. Não consigo libertar-me de ti. Vou dar-te uma escolha, morrer, ou virar minha iguaria!"




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.