Evil Emperor’s Wild Consort

282 - Xia Qi, O hipócrita (Parte 10)

"É você, você deve ser a pessoa por trás disso!"

Uma jovem, que parecia ter mais ou menos a mesma idade de Xia Qi, saiu correndo da multidão e olhou com raiva para Gu Ruoyun: "Você causou a morte do meu irmão mais velho, você deve ter feito alguma coisa com ele! Você veio para nossa casa e o matou na cara de todo mundo. O Mestre não vai deixar você se safar com isso!"

A jovem de nome Xia Yu era a gêmea de Xia Yin. Ela tinha visto tudo se desdobrar ao fundo. Para ela, Gu Ruoyun era a única que estava perto de seu irmão mais velho e, portanto, ela deve ter feito alguma coisa com o corpo dele.

Eu tenho que relatar isso ao Mestre para que ele mate essa mulher cruel!

Gu Ruoyun assistiu a cena se desdobrar diante de seus olhos, incapaz de reagir a tempo. Claro que ela sabia os motivos de Xia Qi para enviar esses homens. Ele queria que ela fizesse algo para forçar a ação do Mestre!

Mas ela não esperava que Xia Qi fosse se mostrar assassino a ponto de dar veneno a Xia Ying só pra começar!

Mesmo que eu não tivesse reagido, como Xia Ying me atacou, o resultado seria o mesmo! Que ótima estratégia, conseguir que outra pessoa faça o trabalho sujo! Infelizmente, ele tinha mexido com a pessoa errada...

"Saia do caminho!" Gu Ruoyun voltou a si e ordenou com o franzir da testa.

"O que você está planejando fazer?"

Xia Yu, percebendo que Gu Ruoyun estava tentando chegar perto de Xia Ying, olhou para ela furiosamente e gritou: "Você já causou muito dano ao meu irmão e agora ele vai morrer. Você ainda não quer deixá-lo em paz?"

Xia Yu estava inicialmente infeliz com Xia Ying por ouvir as ordens do Segundo Mestre de causar problemas, mas se eles não o fizessem, o Segundo Mestre nunca os deixariam em paz! Eles eram só parentes distantes na família Xia e não tinham direito de desobedecer as ordens do Segundo Mestre.

Quem teria pensado que isso prejudicaria seu irmão.

Pensando em quão solitária e indefesa ela se tornaria após a morte do irmão, lágrimas começaram a fluir abaixo do rosto de Xia Yu. Seu rosto estava cheio de ódio intenso contra Gu Ruoyun.

Mesmo que meu irmão estivesse errado, ele não merecia ser punido com morte, como ela pode matar à vontade?! Essa mulher é totalmente impiedosa, pensou Xia Yu.

"Se você não quer que ele morra, saia do caminho!"

Gu Ruoyun franziu as sobrancelhas e falou calmamente.

Na verdade, ela não queria salvar Xia Ying. Mas se ela não o curasse do veneno, os membros da Família Xia assumiriam que ela era a responsável pela morte dele! Assim, ela só queria usar o método mais prático e simples para resolver o problema.

"Nem sonhe com isso, não vou deixar você chegar perto do meu irmão!"

Xia Yu encarava ferozmente Gu Ruoyun enquanto pensava, essa mulher certamente não tem nenhuma boa intenção, não posso permitir que ela faça mais mal ao meu irmão!

O vinco no espaço entre as sobrancelhas de Gu Ruoyun ficaram ainda mais profundos enquanto ela observava Xia Ying lentamente perder o fôlego. E quando ela estava para dar um passo para trás, uma lenta e idosa voz se fez ouvir penetrando os corações das pessoas ao redor.

"O que está acontecendo aqui? Alguém pode explicar isso pra mim?"

Sob a luz remanescente do sol, um ancião de vestes verdes fez seu caminho entre a multidão. Atrás dele estavam os anciãos da Família Xia. Mas, quando ele viu Xia Ying caído no chão, a expressão severa do velho ficou estupefata e olhou desconfiado para Gu Ruoyun.

"Menina, você poderia me dizer o que aconteceu aqui?"

Antes que Gu Ruoyun pudesse responder, Xia Yu, que estava agachado no chão de início, imediatamente se levantou e correu para o velho e se jogou no chão, ajoelhando-se diante dele. Lágrimas escorriam do rosto dela como uma chuva torrencial e ela soluçava: "Mestre, o senhor precisa vingar meu irmão. Essa mulher o esfaqueou pelas costas! A atitude que ela exibe mostra que a Família Xia aos olhos dela não vale nada! Por favor nos traga justiça em nome da Família Xia!"

O corpinho dela tremia e seu rosto bonito estava pálido como papel. Seus olhos olhavam suplicantes para o Mestre Xia. Ela parecia absolutamente lamentável.