Evil Emperor’s Wild Consort

233 - Um filho sem bunda (Parte 2)

Depois de terminar seu discurso, Lin Yue dobrou suas mangas nervosamente e fez seu caminho até a porta, parando diante de Gu Ruoyun como um furacão. Seus lábios formaram um sorriso medonho e ele disse:

— Minha Senhora, algumas vezes, quando decisões erradas são tomadas, sua vida pode ser inteiramente destruída. Guarde minhas palavras, minha profecia em breve será realidade! Sua pobre escolha resultará numa vida miserável além do que se pode imaginar! Você viverá amedrontada pelo resto de seus dias! HAHAHAHA!

Gu Ruoyun, que tinha permanecido em silêncio desde que tinha falado pela última vez, só olhou de uma forma gélida para Lin Yue.

— Não se preocupe, minha deusa. — Pang Ran prometeu solenemente, batendo em seu peito, ignorando completamente Pang Zihuang. — Nunca permitirei que ninguém machuque você. Quando eu me tornar Imperador, a primeira coisa que vou fazer é enviar Lin Yue para as masmorras!

Pang Zihuang ficou puto. Ele girou sua perna para frente e deu a Pang Ran um bom e real chute na bunda e berrou: — Seu molequinho sujo! Seu Pai e Imperador sequer está morto e você já está sonhando em se tornar Imperador?! O quê? Está tentando roubar o trono? 

Pang Ran pulou de dor e cobriu seu traseiro choramingando: — Me poupe, meu Pai e Imperador! Me salve! Eu estava errado! Eu admito meus pecados! Por favor pare de me chutar, aaaai!!! Se Vossa Alteza continuar me chutando eu não vou mais ter nem bunda!!!

— Seu débil mental insolente, como você ousa amaldiçoar seu Pai e Imperador! Bem! Nós vamos parar de chutar você. Ao invés disso, vamos te surrar até a morte!!!!

Assistindo a cena que se desdobrava diante dela, Gu Ruoyun sorriu gentilmente. Apesar de Pang Zihuang estar nesse momento batendo em Pang Ran com uma vara, ela sentia um quê de acolhimento, de carinho, como se isso fosse não uma família real, mas, uma casa normal de uma família comum. Essa era a primeira vez que ela via a realeza dispensando tanto afeto…

Claro, o que ela não sabia era que a família real do Reino da Tartaruga Negra estava sob a jurisdição da Família Xia e o chefe da Família Xia respeitava a sinceridade. Foi por isso que ele elegeu Pang Zihuang para se tornar o Imperador.

— Criança tola, é melhor você se lembrar disso! — Disse Pang Zihuang, ofegante enquanto acertava a vara de marmelo no traseiro de Pang Ran. — Se você ousar amaldiçoar seu Pai e Imperador outra vez, nós vamos acertar você até você ficar acamado. E nem mesmo pense em choramingar sobre isso pra sua Mãe e Imperatriz!!! Ela foi visitar a mãe dela por alguns dias, então ninguém poderá defender você!! {{Nem o Chapolim Colorado!}}

Um Pang Ran choroso massageava suas nádegas inchadas, decidindo que, uma vez que ele se tornasse Imperador, ele daria a esse b*stardo um gostinho dessa sova medicinal também. Além disso, ele proibiria Zihuang de comer carne por um mês inteirinho.

— Você certamente é cheio de energia, Vossa Majestade Imperial.

Naquele momento uma risadinha se ouviu num dos cantos do aposento, abruptamente trazendo Pang Zihuang para a realidade. Ele limpou o suor da testa, parecendo claramente aliviado.

— Senhora Gu, quão ridículo nós devemos parecer para você — Ele lamentou — Esse filho é simplesmente muito desrespeitoso! Ah, certo, a razão pela qual a convidamos aqui é para pedir que você examine Nossa saúde. Porque nós temos sentido dores de cabeça constantes. Fomos a inúmeros médicos imperiais e nenhum deles conseguiu resolver o problema.

Depois de terminar sua explicação, Pang Zihuang fixou seus olhos em Gu Ruoyun, e notou que ela franziu as sobrancelhas. Seu coração bateu alto dentro do peito. Será que nossa doença é incurável? Ele pensou.

Depois de um tempo, as profundas linhas entre as sobrancelhas da jovem garota se suavizaram e um tipo de brilho claro apareceu em seus olhos. Ela perguntou: — Sua Alteza Imperial tocou recentemente em alguma planta de nome Trigonotis Peduncularis?{{Esse é um gênero de uma plantinha que parece um trevinho e só dá na China. É usada no tratamento da diarreia e disenteria.