Evil Emperor’s Wild Consort

222 - O príncipe inútil (Parte 5)

No Reino da Tartaruga Negra, quando os príncipes atingem a idade adulta, eles tem que sair de casa e se estabelecer.

Naquele momento, dentro da propriedade do Sexto Príncipe, Gu Ruoyun pediu a alguém para aquecer água para uma banheira e colocar nela algumas ervas medicinais. Então, ela instruiu o gordinho: — Deixe as ervas ali por um tempo e depois tome banho nelas. Fique na banheira por pelo menos três horas antes de sair. Já esteja avisado que, na natureza, estas ervas são voláteis, porém, elas podem tirar algumas toxinas do seu corpo. Eu preciso, primeiro desintoxica-lo antes de podermos passar para a fase de emagrecimento. Se você não puder suportar isso, apenas pense nos problemas que suportou todos estes anos e na carne que você tanto ama e que não pôde comer. Pense nisso para ser capaz de suportar...

Após avisá-lo, ela saiu sem deixar que o Sexto Príncipe fizesse-lhe perguntas.

Assim que ela fechou a porta, o lamento de um porco sendo abatido podia ser ouvido do outro lado do quarto.

Do lado de fora do quarto, um grupo de servas sussurravam entre si sobre o que poderia estar ocorrendo do outro lado da porta, obviamente estavam confusas.

Também estava claro que elas não faziam ideia do que Sua Majestade Real estava aprontando...

Por três horas, o choro ficou mais e mais alto, o coração de todos dentro da propriedade real do Sexto Príncipe estava em pânico. Só depois destas três horas que o barulho finalmente cedeu e deu lugar ao silêncio...

No entanto, quando as servas foram limpar a banheira, elas quase desmaiaram com o cheiro. A água que era originalmente verde por causa das ervas, estava turva e carregada de fedor. Ninguém, nem mesmo Gu Ruoyun, advinharia que haviam tantas toxinas acumuladas dentro do corpo de Pang Ran...

— Deusa, que tipo de banho medicinal era esse? Isso quase me matou!

— Logo que Pang Ran correu pra fora, ele viu Gu Ruoyun admirando as árvores e as flores. Apressadamente, ele correu para ela se lamentando.

Se não fosse o fato de que ele sentia agora seu corpo mais refrescante do que nunca, ele poderia suspeitar que sua deusa o tinha enganado de propósito.

— Gordinho, tente cultivar.

Ela disse a ele com um sorriso suave.

— Deusa, o que você tá falando? Eu, Pang Ran, sou um grande inútil. Eu não tenho nada a ver com isso de cultivo. — Pang Ran riu dizendo isso. Ele tentou cultivar muitas vezes antes, mas, por fim, a energia espiritual em suas veias estavam tão bloqueadas que ele jamais conseguiria fazer qualquer avanço. Ele já tinha desistido.

Ouvindo isso, Gu Ruoyun sorriu gentilmente: — Só experimente primeiro.

— Tudo bem! Já que você não acredita em mim, deusa, eu vou tentar só pra provar que você está errada.

Dizendo isso, Pang Ran sentou a bunda no gramado e começou a absorver a energia espiritual ao seu redor. De cara, ele já estava pronto para falhar, mas a energia espiritual se movendo em seu corpo chegou a pontos bloqueados anteriormente e a energia... Atravessou surpreendentemente?!

Pang Ran piscou os olhos e pensou, o que... O que tá acontecendo? Ele não era um inútil? Isso não era uma profecia do Conselheiro Imperial?! O Conselheiro Imperial tinha dito que ele nunca conseguiria avançar em nada no cultivo e seria um inútil. Mas agora, que tiro foi esse?!

Era óbvio que Gu Ruoyun percebia a dúvida no coração de Pang Ran. Ela disse suavemente: — Você não nasceu inútil. A razão pela qual você não podia cultivar anteriormente era porque você havia sido envenenado quando estava no ventre de sua mãe. Isso fez com que suas veias fossem bloqueadas por toxinas e você não pudesse absorver energia espiritual. Eu removi as toxinas do seu corpo e, agora, você é uma pessoa capaz de cultivar.

O cérebro de Pang Ran não pôde compreender tudo imediatamente. Depois de um tempo processando, ele finalmente entendeu o que Gu Ruoyun disse. Então, ele ficou furioso!