Evil Emperor’s Wild Consort

217 - O Pedido de Ajuda da Família Dongfang (Parte 6)

Wei Yiyi, que estava em pé ao lado dela ficou surpresa. Ela estava com sua mestra por três anos, mas ela nunca tinha visto sua mestra sorrir. Esse sorriso era belo o suficiente para abalar o coração de qualquer humano.

— Vou para a Cidade Celestial encontrar a Família Xia. O rosto da garota estava envolta num tênue brilho e seus olhos piscavam revelando desejo e culpa.

Yu'er, faz três anos, eu finalmente poderia ir e ver você agora. Você deve esperar por mim. Nesta vida, eu não vou deixar você sofrer o mesmo tipo de dor que você suportou na sua vida anterior.

— Cidade Paraíso? — Shaoze Dongfang franziu as sobrancelhas — O poder da Cidade Paraíso e da Família Dongfang não são muito diferentes um do outro. Yun'er, eu não sei com quem você tem contato na Família Xia, mas, se alguma coisa estiver te incomodando, me permita saber através do Ancião Yu. A Família Xia não deve desrespeitar a Família Dongfang em nenhuma circunstância.

— Entendo.

Ela assentiu levemente. A coisa mais urgente era encontrar um jeito de conseguir um passe de entrada na Cidade Paraíso. Antes de mais nada, ela precisava fazer uma viagem até o Reino da Tartaruga Negra...

...

Depois de Shaoze Dongfang ter se despedido e saído, Gu Ruoyun voltou para o interior do pátio. Logo que ela entrou, ela foi puxada por um par de mãos num abraço. O homem de cabelo prateado tombou para frente com seu roupão vermelho balançando, como se fosse um fantasma fascinante. Seus braços embalaram a jovem com força como se ele tivesse medo de que num suspiro qualquer ela pudesse desaparecer.

Gu Ruoyun não resisitiu e se permitiu ser abraçada por ele. Depois de um longo tempo, sua voz baixa ressou ao ouvido dela: — Você está indo?

— Sim.

Ruoyun Gu assentiu conforme respondia num tom sereno.

— Eu não posso ir junto com você? — Ele disse com a voz cheia de ressentimento e uma tristeza profunda.

— Yezinho, dessa vez vou procurar uma pessoa que é muito importante pra mim. Mas volto logo, prometo. Você vai esperar por mim, né?

Alguém muito importante?

Os braços do homem gradualmente foram se soltando seu rosto cheio de ressentimento conforme ele olhava para Gu Ruoyun. Ele olhava para ela como olharia para um homem que não registra seu próprio filho e o abandona à sua própria sorte sem pai. Seu rosto incrivelmente lindo estava carregado de uma tristeza indescritível. Por razões desconhecidas, quando ele soube ela estava partindo em busca de alguém muito importante pra ela, seu coração começou a doer. Aquela dor de cabeça... Era como se ele já tivesse sentido isso antes...

— Yezinho — Ruoyun Gu sorriu gentilmente e disse — Eu não tenho muitas certezas sobre esse assunto nesse momento e eu nem mesmo sei se ele é a pessoa que eu estou procurando. Mas, em todo caso, eu preciso viajar até lá. Em meu coração, Zixie, você e meu irmão Yu'er, são todas pessoas muito importantes pra mim. Se qualquer um de vocês se for, eu irei até os confins da Terra para trazê-los de volta. Eu não estou permitindo que você vá comigo desta vez porque o passe de entrada para a Cidade Paraíso seria muito mais difícil de se conseguir. Além das famílias importantes de Cidade Paraíso, quaisquer outros estranhos só podem entrar com um único passe de acesso por pessoa. Se fosse só a questão de se conseguir um passe de entrada, eu poderia pensar num jeito de conseguir conseguir dois, mas temo que isso seria muito mais difícil ainda.

Ye Qianbei, que estava cheio de ressentimento num primeiro momento, depois de ouvir as explicações de Ruoyun Gu, teve seu rosto divinamente belo iluminado com um sorriso. Significava para Yunzinha que ele também era muito importante?!

— Tudo bem, Yunzinha, esperarei por você. Não importa se serão dez, vinte ou cem anos, esperarei por você aqui. 

Mesmo que uma vida inteira fosse exaustiva, ele ainda esperaria por ela...

— Mestra, quando você pretende ir?

Yiyi Wei esfregou o nariz. Isso significa que aquele Ye Qianbei, que poderia fazer seus inimigos tremerem, só iria revelar esta aparência inocente para Ruoyun Gu.

— Eu estou partindo imediatamente.

Gu Ruoyun ponderou por um momento, levantou a cabeça e disse: — Yiyi Wei, depois que eu for, traga o Tio Luo e Yin Luo para a sede da Seita do Demônio e arrume uma posição para eles.

Dizendo isso, ela levantou sua cabeça aos céus e na penumbra parecia ver o sorriso tímido daquele menino...

— Yu'er, espere por sua irmãzona. Logo serei capaz de te encontrar e, depois disso, nós dois, irmã e irmão, nunca mais estaremos separados de novo.