Evil Emperor’s Wild Consort

203 - Tudo o que vai, volta (Parte 5)

{{Capítulo de Terça}} Mesmo que ele não fosse um cultivador de alto nível, ele ainda era um General Marcial. Portanto, embora Gu Ruoyun também fosse General Marcial, ele ainda tinha sua experiência de vida contra a dela, além do Exército Imperial ao seu dispor. Na verdade, ele acreditava que podia lidar facilmente com Gu Ruoyun.

Mas ela o encarava de volta cheia de confiança...

De relance, ele ouviu um 'bang' e sentiu uma onda forte de energia atravessando sua mente. Depois da forte energia tê-lo atravessado, seu corpo frágil não pôde corresponder ao comando e ele foi lançado no meio da multidão.

O arrogante General Gu havia sido derrotado por uma garota num único movimento?

Leng Moxuan cerrava seus punhos firmemente, suas mãos estavam cheias de suor e seu rosto sério e belo cheio de pânico. Se essa menina pôde derrotar o General Gu com um único movimento, isso provava que o poder dela estava muito além das expectativas dele.

— Isso... Como pode?!

O velho general havia recuperado a consciência e seu rosto envelhecido carregava uma expressão horrível. Ele foi derrotado por uma imprestável num lugar público. Onde ele ia enfiar a cara agora?

Mas, pensando sobre o poder terrível da garota, o General Gu não se atreveu a fazer mais nenhum movimento brusco...

Zás!

Zás, Zium, Whoosh!

Naquele momento, uma série de passos veio das proximidades e todos olharam pra ver o Ancião Yu correndo e liderando um grupo de pessoas do Empório das Cem Ervas com ele.

Quando Leng Moxuan viu aquelas pessoas, ele não pode evitar de se sentir feliz. Ele não sabia como lidar com isso no começo, mas as pessoas do Empório das Cem Ervas chegaram, então eles devem saber o que fazer com o mau comportamento dessa subalterna! Gu Ruoyun foi treinada pelo Empório das Cem Ervas, então, em todas as circunstâncias, ela os obedeceria.

Mas, o Ancião Yu sequer esperou que eles falassem. Ele andou em direção a Gu Ruoyun e perguntou ansioso: — Minha Senhora, você está bem?

Minha Senhora?

Não só Leng Moxuan, mas as pessoas ao redor estavam atordoadas.

Se eles não ouviram errado, tinha o Rei Marcial, Ancião Yu, se referido à Gu Ruoyun como 'Minha Senhora'?

— Eu estou bem. — Gu Ruoyun acenou com a cabeça e disse: — Ancião Yu, eu preciso que você lide com o que está por vir. O Reino do Dragão precisa de um novo Imperador. Se você tiver alguém em mente, por gentileza, ajude essa pessoa a ascender ao Trono Imperial.

— Sim, Minha Senhora. — O Ancião Yu falou educadamente enquanto colocava seus punhos juntos.

Naquele momento, o rosto do General Gu congelou e ele olhou para Gu Ruoyun sem demonstrar nenhum sentimento. Ele começou a tremer e seu rosto empalideceu. Demonstrando incredulidade na voz e nos modos, ele falou: — Como... Como isso é possível? Naquele ano, ela não entrou no Empório das Cem Ervas como uma serva, mas... como Mestra do Ancião Yu? Como Gu Ruoyun foi capaz de transformar um Rei Marcial em seu servo? Os deuses devem estar cegos!! Essa neta ingrata deve ter sido atingida por um raio!

Ele não se atreveu e não queria crer naquilo que tinha testemunhado. Se tudo isso era real... ele ia se desintegrar!

— Como você ousa?!

Leng Moxuan se recuperou de seu choque e trincou os dentes de ódio, — Que poder tem o Empório das Cem Ervas para me remover do Trono Imperial? Vocês não tem medo de ferir a lei?

Gu Ruoyun sorriu e se colocou no meio de todos. Suas vestes verdes ao redor dela lhe davam uma aura majestosa e orgulhosa.

E na verdade, antes ela já tinha vindo para o Palácio Imperial com tudo planejado e pediu ao Vendedor Zhao que informasse o Ancião Yu dos planos.

Agora, ela já estava em posse de seus plenos direitos e queria permitir que as pessoas soubessem quem era a verdadeira proprietária do Empório das Cem Ervas! Isso foi feito para amedrontar, para que os outros não ousassem atacá-la... Ela queria fazer o General Gu se desse conta do quão errada foi a decisão dele naquele ano.