Evil Emperor’s Wild Consort

201 - Tudo o que vai, volta (Parte 3)

Voltada para o General Luo, a expressão de Gu Ruoyun se acalmou, mas, quando estava prestes a falar, seus olhos afiados notaram a figura elegante que estava em pé à uma distância deles.

Elegante como antes e com uma maquiagem requintada que cobria sua pele pálida. Um traço de raiva instantaneamente cruzou o rosto de Gu Ruoyun enquanto ela observava a mulher.

Aquela mulher ainda estava viva!

Ela tinha enviado o Dragão Índigo e ela ainda tava viva! Isso era muito injusto! Uma mulher tão má quanto ela ainda estava vagando pela Terra, isso era totalmente ridículo!

— Saudações, Vossa Alteza Imperial.

A Concubina Ling sorriu e caminhou em direção a Leng Moxuan educadamente. — Ouvi dizer que havia uma pessoa que queria assassinar Sua Alteza Imperial e vim até aqui para ver quem era essa pessoa imprudente.

Conforme dizia isso, seu olhar recaiu sobre Gu Ruoyun. A frieza e elegância de seu belo rosto revelaram o quão maligna ela realmente era.

— Concubina Ling?

Um par de olhos gélidos encararam o arrogante rosto da concubina. Gu Ruoyun riu friamente: — Você chegou na hora certa! Você comprou o Palácio Yin da Escuridão e ordenou que me assassinassem. No entanto, eles só conseguiram prejudicar pessoas próximas a mim, inclusive sequestraram uma criança para usar como ameaça contra mim. Como você é a pessoa por trás disso, como planeja quitar seu débito?

A expressão facial da Concubina Ling se alterou e ela encarou Gu Ruoyun com ódio. Ela voltou a olhar para Leng Moxuan, timidamente dizendo: — Sua Alteza Imperial, estou sendo injustiçada. Por todos estes anos, tudo que eu fiz foi ajudar Sua Alteza Imperial gerenciando o Harém Imperial, então como eu poderia planejar tudo isso? É óbvio que essa Gu Ruoyun pensa que não bastou assassinar meu pai e meu sobrinho! Ela agora quer aniquilar toda a família Ling! Tal mulher maquiavélica deve ser cortada em mil pedaços e ser deixada para morrer até ser um completo cadáver! Caso contrário, ninguém mais em Reino do Dragão será capaz de lidar com ela. Ela olhou até para você com desprezo!

Todas estas palavras ficaram no coração de Leng Moxuan.

E ele riu friamente, {{"Você perdeu a sua vida meu irmão. Você perdeu a sua vida meu irmão. Essas palavras vão entrar no coração. Eu vou sofrer as consequências como um cão"...}}— General Gu, General Luo, o que vocês ainda estão esperando? Prendam essa mulher!

— Entendido.

O General Gu olhou para Gu Ruoyun enquanto sorria maliciosamente. — Gu Ruoyun, não sou eu quem a quer morta dessa vez. Você foi longe demais, não me culpe por não pensar sobre nossos laços de sangue.

Então ele ordenou que seus soldados cercassem Gu Ruoyun.

O General Luo hesitou e não acatou a ordem.

Naquele momento, Leng Moxuan se enfureceu: — General Luo, você é verdadeiramente corajoso. Você ousou não acatar minha Ordem! Não quer mais ser general?

*Baque*

O General Luo se ajoelhou pesadamente sobre um joelho e segurou suas insígnias militares com só uma mão, dizendo com a cabeça curvada: — Sua Alteza Imperial, Gu Ruoyun é minha única sobrinha. Mesmo que nós não sejamos aparentados, eu ainda acredito no que ela disse. Foi erro da Concubina Ling começar com isso. Se sua Alteza Imperial quer prendê-la, será difícil pra mim seguir suas ordens. Foi errado Gu Ruoyun invadir o Palácio Imperial, mas ela não era a única que estava errada. Sua Alteza Imperial deveria questioná-la e lidar com a Concubina Ling! Um príncipe e um cidadão normais cometendo o mesmo crime devem ser tratados da mesma maneira, isso também é válido para uma concubina! Se sua Alteza Imperial não se explicar, entregarei minha insígnia militar e voltarei para a minha terra natal!

Era óbvio que as ações do General Luo provavam que, acima de tudo, ele estava com Gu Ruoyun.

— Muito bem! — Leng Moxuan riu — General Luo, já que fez sua decisão, deverei honrá-lo. General Gu, tome as insígnias militares dele. A partir de agora, o Reino do Dragão só terá um general e este será você.