Evil Emperor’s Wild Consort

189 - A Fúria de Zuo Shangchen (Parte 9)

{Antes de mais nada, gostaria de me desculpar com vocês. Tive problemas pessoais que me impediram de dar sequência aos posts como eu gostaria de fazer. Esta semana, pretendo acertar isso.}} _ Vendedor Zhao, por favor me ajude a cuidar dele.

Desde o momento de sua chegada, Gu Ruoyun não tinha nem dado um olhar para Bai Chuan. Mas, ao ver sua elegância e perseverança, o coração de Bai Chuan ficou milagrosamente calmo. Era como se nada de ruim pudesse acontecer com ela por perto.

_ Entendido.

Zhao, que seguia atrás dela, acenou a cabeça e puxou Bai Chuan de lado, o tempo todo se preocupando com a figura diante dele.

Ela estava de verde e seu cabelo era como vento. Quando seu olhar pousou sobre o velho diante dela, ela perguntou rindo: _ Você é do Palácio Yin da Escuridão?

_ Isso mesmo! — O ancião Liu respondeu friamente — Eu sou um Ancião do Palácio Yin da Escuridão e alguém pagou um preço alto pela sua vida. Mesmo que o Palácio Yin da Escuridão não tenha nada contra você, como aceitamos esta missão, você deve morrer!

No continente, a maioria dos Reis Marciais nunca usariam seus poderes contra civis, especialmente àqueles que pertenciam a alguma seita ou organização, já que as Três Grande Autoridades estavam constantemente vendo tudo. No entanto, o Palácio Yin da Escuridão era uma exceção. Se havia alguém que queria um trabalho feito, eles apenas pagariam pela missão. Além disso, eles não estavam sob a jurisdição das Três Grande Autoridades.

Por isso, o Palácio Yin da Escuridão era muito mais intenso se comparado à Seita Divisas Celestes. Se eles queriam matar alguém, faziam isso abertamente! Às vezes, eles até anunciavam o assassinato antes para dar tempo às suas vítimas de se prepararem.

Gu Ruoyun riu friamente: _ Você não tem nada a dizer sobre levar Bai Chuan pra longe, tem?

_ Ele era só uma ferramenta. Uma vez que tenha cumprido seu propósito, naturalmente se tornou inútil pra mim. No entanto... — o Ancião Liu riu e seus olhos se estreitaram — Você não poderá sair! Se você sair, não poderei completar minha missão.

A Concubina Ling tinha oferecido uma recompensa tentadora, senão ele nem teria aceitado a missão.

_ Relaxe, não tenho intenção de sair! — O sorriso de Gu Ruoyun se aprofundou, mas seus olhos estavam cheios de más intenções — Temos alguns pontos pra acertar.

Ela ficou ainda mais perto do Ancião Liu. Naquele momento, sua intenção assassina veio à tona e a expressão em seu rosto ficou ainda mais fria.

_ Mesmo se você não explicasse sua situação pra mim, eu sei que isso foi coisa da Concubina Imperial Ling. Caso contrário, por quê você viria justamente para a Casa Ling? Em toda a Família Ling, só ela teria meios para contratar um assassino do Palácio Yin da Escuridão... Ainda assim, se você queria me matar, viesse atrás de mim! Ao invés de ter ido atacar o meu pessoal! Por causa disso, vocês dois devem morrer!

Bai Chuan viu o olhar assassino no rosto de Gu Ruoyun. Seu coração sentiu como se tivesse sido atingido por um martelo pesado. Ele não sabia o porquê, mas naquele momento, ele tinha a sensação de que nunca se arrependeria de tê-la seguido...

Nesse instante, o coração de Bai Chuan tinha sido finalmente subjugado.

_ Hmph, que tom arrogante!

Bang!

O ancião Liu bateu na mesa, se levantou e saltou em direção à Gu Ruoyun. Naquele momento, o vento soprou e as vestes verdes da jovem tremularam no centro do vendaval.

Sua expressão não se alterou e um sorriso sarcástico estava estampado em seus lábios.

Aquele sorriso era como se ela estivesse rindo do pouco poder do Ancião Liu...

Boom!

Quando o Ancião Liu estava prestes a matar Gu Ruoyun, uma luz branca apareceu diante dela. Com um rugido raivoso, ele foi forçado a dar alguns passos para trás inesperadamente.

_ Yunyao, mate-o! — Gu Ruoyun ordenou olhando para ele friamente.

_ Sim, Mestra.

O Tigre Branco abriu sua boca e sem pressa olhou para o Ancião Liu com um sorriso de escárnio nos lábios. Em seguida, ela caminhou elegantemente para o velho...