Evil Emperor’s Wild Consort

123 - Um Leilão Que Chocou Os Quatro Países (Parte 8)

_ O que está acontecendo aqui?

Do lado de fora se ouviu o som de uma voz idosa do lado de dentro do Empório das Cem Ervas. Logo viram o lojista Zhao, vestido com um manto marrom-esverdeado que foi em direção a eles. Sua expressão mudou um pouco quando viu Gu Ruoyun. Em seguida, franziu a testa ao ver Qin Luo e Gu Panpan.

_ Você pode me explicar por quê é que está causando problemas aqui fora?

A expressão de Qin Luo mudou. Arrogante como ele era, agora procurava ajuda. Ele não se atreveu a manter o ar arrogante diante do lojista.

_ Senhor Zhao, não é nada. Não se incomode, estamos apenas entrando.

Pfft! Um leve riso se ouviu e Luo Yin não podia evitar gargalhar: _ Nada? Faz-me rir, quem é que acabou de insultar Gu Ruoyun chamando-a praticamente de estagiária? Ele mesmo disse que as pessoas do Empório das Cem Ervas iriam nos enxotar pra fora. Acontece que alguém próximo de Gu Panpan também seria tão cara de pau quanto ela, a ponto de suas palavras serem simplesmente esquecidas num piscar de olhos.

O lojista Zhao parecia muito descontente. As coisas não eram como as pessoas de fora percebiam, eles geralmente assumiam que o Empório das Cem Ervas pertencia ao velho Yu. Mas, na verdade, a real dona era Gu Ruoyun e inclusive o velho Yu tinha que ouvir as ordens dela. De alguma forma, esse cara teve a audácia de pensar que o Empório das Cem Ervas iria enxotar a própria dona?

_ Senhor Qin, você não acha que foi deveras ousado em suas palavras? É assim que as crianças da família Qin são ensinadas? Me parece que o Empório das Cem Ervas não pode realmente acomodar figurões como você, então, tenha a gentileza de ir embora!

O rosto de Gu Panpan foi de espanto pra tristeza conforme ela tentava retrucar: _ Mas senhor Zhao, você é só um vendedor... O Ancião Yu não disse sequer uma palavra sobre isso e você está nos mandando embora? É assim que o Empório das Cem Ervas mostra sua hospitalidade? Não acha que vale a pena ter inimigos da Ordem Qin só por causa de alguém como Gu Ruoyun? Hoje, você está me pedindo para sair e eu ainda recuso. O que você pode fazer contra mim?

Nesse instante, Gu Panpan tinha esquecido, convenientemente, que o velho Yu havia lutado contra a Seita Divisas Celestes e até mesmo lutado contra um Rei Marcial e tudo por causa de Gu Ruoyun. Então, por que ele se incomodaria com a Ordem Qin?

Da perspectiva de Gu Panpan {{ Que diga-se de passagem, parece bem tapada...}}, esta era simplesmente uma decisão egoísta da parte do lojista Zhao. Deve-se saber que a única pessoa capaz de tomar decisões era o Ancião Yu. E se o Ancião Yu não tinha emitido sua opinião, quem era esse vendedor pra dar pareceres pessoais?

_ Panpan! - Qin Luo começou a se arrepender amargamente por tê-la trazido consigo para o leilão.

Quem iria dizer que essa mulher seria tão estúpida. Apesar do lojista Zhao não ser a maior autoridade dentro do Empório das Cem Ervas, ele ainda podia tomar decisões sobre esses assuntos. E, obviamente, não era uma jogada inteligente ofendê-lo...

_ Irmão Qin...

É claro que Gu Panpan estava bem doida pra falar mais um monte de coisas, masm quando ela se deu conta da cara de Qin Luo, ela engoliu todas as suas palavras. Ela só podia ficar lá com os olhinhos brilhando na direção de Gu Ruoyun e Luo Yin.

_ Senhor vendedor Zhao, eu, de fato, cometi um erro neste assunto, mas isso não é verdade? - Qin Luo disse mostrando um pouquinho de raiva: _ Ela quem diretamente me insultou e obviamente me desrespeitou. Dessa vez, a Ordem Qin tinha feito uma longa viagem pra se juntar ao leilão. Senhor Zhao, não acha que seria descortês de sua parte impedir minha entrada?

Seu ego impedia que Qin Luo implorasse qualquer coisa para qualquer pessoa, mas ele também não queria ofender o lojista Zhao, apenas se o vendedor lhe pudesse dar uma explicação...