Bringing The Farm To Live In Another World

198 - Um Tio estranho que Engana a Garotinha

Tradução: Blue Sparky | Revisão: Luiz Oliveira | QC: Amnésia

A videira de sete cores se estendeu rapidamente na direção de Zhao Hai. Então, no topo da videira, apareceu um botão floral. Esta flor cresceu lentamente até que, finalmente, parou a uma altura de cerca de meio metro. O botão floral floresceu, lentamente. 

Quando a flor floresceu, não revelou pétalas de sete cores, mas pétalas de uma cor só. Já que Zhao Hai olhou para as pétalas vermelhas em estado de torpor, ele descobriu que havia outra camada de pétalas florescendo dentro, desta vez amarela.

As pétalas da flor continuaram a florescer lentamente, camada por camada, até a sétima camada. Na frente de Zhao Hai havia uma apresentação de sete camadas de sete tipos de pétalas coloridas. Parecia um arco-íris quando apareceu de repente na frente de Zhao Hai.  

Havia um casulo de sete cores no centro dessa flor. O casulo não era grande, apenas do tamanho do polegar de Zhao Hai. Era de sete cores e muito atraente.

Zhao Hai olhou para o casulo atordoado. Subitamente, se moveu. O casulo se mexeu como um verme e depois se abriu em dois pedaços. Esses dois pedaços eram como asas de uma borboleta, cada par sendo de sete cores.

Zhao Hai ficou ainda mais surpreso quando o par de asas começou a se mover e depois voou para o ar. Quando as asas se viraram, uma pequena mulher apareceu na frente de Zhao Hai.

A pequena mulher usava uma pequena saia feita de videiras de sete cores. Ela tinha cabelos de sete cores que eram longos e suspendiam da cabeça aos pés. Sua pele era branca e clara, com braços e pernas pequenos que estavam expostos e não eram muito bonitos. 

A pequena mulher voou e chegou ao nível dos olhos de Zhao Hai. Ela curiosamente olhou para Zhao Hai enquanto piscava seus grandes olhos. Zhao Hai também descobriu que seus olhos eram de sete cores. 

Os dois se entreolharam e não falaram. Depois de algum tempo, a pequena mulher sorriu e disse com uma voz clara: “Você só quer ficar olhando para mim e não falar?”

Zhao Hai estava atordoado. Depois de se recuperar, ele se levantou e disse para a pequena mulher: “Olá, eu me chamo Zhao Hai. Você é?”

A pequena mulher olhou para Zhao Hai. Com o ritual de uma nobre dama, ela disse: “Olá, eu me chamo Cai’er.”

Zhao Hai rapidamente retornou a cerimônia aristocrática. Ele olhou para Cai'er e disse: “Olá Cai'er. Você é essa flor?”

Cai'er sorriu: “Para ser preciso, a flor que você vê são apenas ramos de mim. Meu corpo principal não está aqui.”

Zhao Hai perguntou: “Você está dizendo que uma flor tão grande é apenas um de seus ramos? Então, onde está seu corpo principal?”

Cai'er respondeu com um sorriso: “Não está bem na sua frente? A verdade é que meu corpo real são todas essas flores que você vê, porque eu existo propriamente dito!”

Zhao Hai olhou para Cai'er e disse: “Então, no final, de onde você veio?”

Cai'er sorriu: “Por favor, sente-se e ouça enquanto eu explico. Para dizer a verdade. Faz tanto tempo desde que eu encontrei uma pessoa com quem eu poderia falar e ouvir. Eu não conheci muitos outros.”

Zhao Hai sentou-se na cadeira atrás da mesa de videira e olhou para Cai'er. Ela sorriu fracamente e sentou-se na frente de Zhao Hai em seu pequeno conjunto de cadeira e mesa de videiras. Sua mesa de videira também continha uma pequena xícara de videira. Aparentemente, a xícara não poderia ser preenchida com nem mesmo uma gota de água.

Cai'er bebeu a água em sua xícara de videira. Sua pequena cadeira e mesa pareciam estranhas porque sua base chegava até a videira abaixo deles, permitindo a Cai'er ficar ao nível dos olhos de Zhao Hai.

Olhando para sua aparência, Zhao Hai não pôde deixar de sorrir. Parecia que essa pequena mulher estava realmente disposta a manter sua aparência, desde que ela tinha que sentar-se ao nível dos olhos.

Zhao Hai observou Cai'er segurando sua xícara de videira, que era menor que um palito. Depois que ela bebeu alguns bocados de água, ela colocou a pequena xícara de videira e olhou para ele, mas não falou. Zhao Hai sentiu que esta pequena mulher estava brincando com ele.

Ele não sabia se ria ou chorava. Finalmente, Cai'er falou: “Meu nome verdadeiro é Flor do Arco-íris Infernal. Eu vim de um lugar chamado Inferno, onde sou a presença mais respeitada.”

Atordoado, Zhao Hai olhou confuso para Cai'er. Não foi a primeira vez que ele ouviu falar de um lugar chamado Inferno, mas Zhao Hai ainda não estava muito claro sobre o que Cai'er havia dito. Isso foi devido ao fato dele ter ouvido falar da palavra Inferno na Terra, mas não a ouviu no continente depois de sua chegada.

Cai'er olhou para a expressão de Zhao Hai. Ela disse com um sorriso: “Aqui no Continente Ark, seria chamado de Mundo Demoníaco.”

Os olhos de Zhao Hai se abriram amplamente. A palavra Inferno não era algo que ele tinha ouvido falar aqui no Continente Ark, mas o termo Mundo Demoníaco, era algo de que ele já tinha ouvido falar.

O Continente Ark era diferente da Terra. A Terra existia em seu próprio plano, enquanto o Continente Ark coexistia com múltiplos planos. O lugar chamado Continente Ark era um plano. O Mundo Demoníaco também era um plano. Haviam vários outros planos que também existiam, mas a compreensão das pessoas sobre outros planos era pequena. Eles sabiam sobre esses planos menos do que sabiam sobre o Mundo Demoníaco.

Não havia muitos registros mantidos sobre o Mundo Demoníaco no continente. Mas, todas os registros, o descreveram usando uma palavra: Perigoso.

Os registros sobre o Mundo Demoníaco no continente disseram que era um lugar de monstros. Esses monstros foram divididos em Criaturas Mortas-vivas e Criaturas Desumanas. Eles eram seres brutais que só sabiam como abater e andavam por um caminho de destruição. Esta foi a percepção comum do Mundo Demoníaco por outros.

Zhao Hai não tinha realmente pensado que Cai'er teria vindo do Mundo Demoníaco. Obviamente, Cai'er tinha visto a reação de Zhao Hai e ela disse com um sorriso: “Você não sente que é estranho para mim saber sobre essas coisas?”

Zhao Hai assentiu. Cai'er continuou sorrindo: “Isso não foi nada, desde que eu consegui obter um livro sobre o Continente Ark. Portanto, eu também sabia que o Mundo Demoníaco foi registrado aqui no Continente Ark. Não há apenas Criaturas Mortas-Vivas e Criaturas Desumanas, mas um verdadeiro mundo completo. O ambiente de vida é muito pior do que o Continente Ark, porém, a coisa principal é que não há sol.”

Cai'er parou aqui e olhou para Zhao Hai: “Não há sol no Mundo Demoníaco, apenas luz e minérios. Há apenas eu e minhas flores como a principal fonte de luz para os seres do Mundo Demoníaco, portanto, as criaturas lá me mostram muito respeito. Você deve saber que o Mundo Demoníaco e o Continente Ark são dois planos diferentes. A diferença em ambientes vivos entre os dois é muito grande. Depois que a primeira fenda espacial apareceu, o Mundo Demoníaco descobriu o quão grande era o Continente Ark. Foi também quando descobriram que a vida era melhor aqui no Continente Ark. Havia sol, água, terra e grama. Tudo estava aqui.”

Ao ouvir, Zhao Hai sabia que Cai'er estava falando sério quando disse isso. O desejo de uma vida melhor detinha uma esperança infinita. Assim como uma pessoa cega tinha esperança infinita para ver a luz, o Mundo Demoníaco tinha um desejo mil vezes maior de viver no Continente Ark.

Cai'er suspirou: “Você nunca esteve no Mundo Demoníaco, assim você nunca poderá imaginar o modo de vida das criaturas lá. Eles queriam vir morar no Continente Ark, mas fizeram do jeito errado. Eles queriam conquistar o Continente Ark, mas não tiveram sucesso. Em vez disso, eles deixaram o Continente Ark colocar novos selos nas poucas fendas espaciais.”

A expressão de Cai'er, embora fosse um pouco leve, era algo que Zhao Hai entendia. O Continente Ark provavelmente teve que pagar um preço considerável.

Cai'er não estava preocupada com Zhao Hai. Ela continuou: “Mais tarde, novas fendas espaciais apareceram, induzindo várias outras guerras entre o Mundo Demoníaco e o Continente Ark. No final, o Mundo Demoníaco não teve sucesso. O local em que você está agora, é na verdade uma fenda espacial, mas que foi selada naquela época por uma pessoa do Continente Ark. Por alguma razão desconhecida, o selo foi destruído, mas o Mundo Demoníaco não soube disso.  Eu descobri ela, e usei meus ramos e, lentamente, me estendi sobre a fenda espacial. Agora, se parece com isso.”

Os ramos de Cai'er eram a Cidade da Flor. Isso não era algo que Zhao Hai pudesse acreditar. Ele não conseguia imaginar o tamanho de seu corpo real. Cai'er olhou para Zhao Hai e de repente riu: “Isso foi muito sério, certo? He he, eu gosto desse tipo de atmosfera. Com esse tipo de tom, não é mais convincente?”

Zhao Hai olhou para o sorriso malicioso de Cai'er quando ela se virou. A aparência deu uma sensação de compaixão, mas com seu sorriso lindo agora, os pensamentos de Zhao Hai foram um pouco incapazes de acompanhar.

Cai'er olhou para a expressão tola de Zhao Hai e não pôde deixar de rir. Ela segurou sua barriga e caiu ao redor. Zhao Hai bateu na cabeça e finalmente afirmou que esta pequena mulher estava brincando.

O estranho foi que Zhao Hai não se sentiu zangado. Em vez disso, ele apenas olhou para o rosto sorridente de Cai'er. Cai'er parou depois de algum tempo. Zhao Hai não tinha falado desde então, então ela olhou para ele e timidamente perguntou: “Você está com raiva?”

Zhao Hai olhou para a aparência de Cai'er e não poderia estar com raiva. Ele balançou a cabeça e disse: “Não, estou apenas curioso. Você me disse essas coisas, então, o que você quer fazer?”

Cai'er bateu as asas e voou na frente de Zhao Hai: “Eu só quero beber mais da água que você me deu mais cedo, e daquela terra que você jogou. Essa foi a água mais deliciosa e a terra mais fértil que já provei.”

Zhao Hai sorriu ao dizer: “Tudo bem. Ah, você pode ir a um lugar comigo onde há muita água que você pode beber, junto com a terra que você viu.”

Cai'er olhou para Zhao Hai e disse: “Não sei se o que você está dizendo é uma ilusão, mas eu sinto uma intenção maligna. O que você está me dizendo para fazer?”

Zhao Hai ergueu as sobrancelhas enquanto sorria e disse: “O que há de errado? Você não se atreve?” Zhao Hai não sabia o porquê, mas quando ele disse isso, sentiu que ele estava enganando uma menina para observar um peixe dourado com um tio estranho, provavelmente.

Cai'er falou mais uma vez: “Não use este tipo de método de incitar um idiota em ação, isto é inútil com esta Jovem Senhora. Contudo, esta Jovem Senhora é poderosa e não tem medo de você. Bem, vamos para onde?”

Zhao Hai estava feliz em seu coração. Ele acenou com o Cajado Fantasma e uma fenda espacial apareceu ao seu lado. Ele sorriu e disse: “Para o meu território.” 




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.