Bringing The Farm To Live In Another World

183 - Imobilizado

Tradução: Blue Sparky | Revisão: Luiz Oliveira | QC: Amnésia

Laura estava prestes a dizer alguma coisa quando Karen acenou com a mão para impedi-la: “Eu, seu pai, fui muito cauteloso durante toda a minha vida, pois temia que seu avô e a Grande Senhora me machucassem. Por isso decidi não estudar muito. Mesmo nas artes militares, fiz questão de mostrar que não tinha potencial. Como tal, era impossível para me vingar pela sua avó.”

“Contudo, você é diferente. Você demonstrou um talento extraordinário para os negócios e, acrescentando a orientação do tio Kun, você tem muita capacidade de fazer as coisas. Agora, você conseguiu uma ótima posição aqui no Ducado de Purcell. Não se esqueça que mesmo antes de você conhecer o Sr. Zhao Hai, nós não tínhamos nenhum apoio dos membros internos do clã. Nem as pessoas do Ducado de Purcell teriam nos apoiado se ofendessemos o clã Markey.”

Os olhos de Karen brilharam com raios de sabedoria enquanto continuava a explicação para Laura: “A situação agora é diferente. O Sr. Zhao Hai tem os bens alimentares, então, certamente, ele pode controlar os preços dos alimentos aqui no Ducado de Purcell. O clã Purcell também lhe deve uma dívida, e o Sr. Zhao Hai é um mago poderoso. Para resumir tudo isso, você acha que o clã Purcell teria nos dado cara só porque você os ajudou? Eu não nego a existência dessa razão, mas também pode ser devido ao nosso relacionamento com o Sr. Zhao Hai. Esses grandes nobres só demonstram bondade se puderem obter benefícios disso.”

Kun e Laura ficaram chocados ao olharem para Karen. Eles nunca pensaram que Karen, que só havia conduzido pesquisas mágicas com todo o coração, seria capaz de analisar sua situação. E inesperadamente, uma após a outra, eram todas deduções razoáveis.

Karen olhou para as aparências e sorriu: “Bem, eu te contei tudo, para que você possa descobrir sobre tudo. Laura, esta não é apenas uma oportunidade para fazer amizade com o clã Purcell e com o Sr. Zhao Hai, mas é a melhor forma, é a melhor época para cortar completamente o nosso relacionamento com o clã Markey.”

“Embora o clã Markey seja poderoso, no final eles ainda são apenas um clã mercantil. Os métodos que eles podem usar só podem ser atribuídos aos seus aspectos comerciais, enquanto em outros aspectos eles são muitos fracos. Além disso, não se esqueça que no continente, não é apenas o clã Markey que se chama de clã mercantil. Nos últimos anos, o clã Markey ofendeu vários clãs mercantis devido à expansão de seus negócios. Se eles vão receber uma grande perda, então essas pessoas não deixarão essa chance passar. Se o clã Purcell é gordo, então o clã Markey é um obeso, não é?”

Kun e Laura não pensaram nesse ponto. Ambos tinham pensado no clã Markey como um poder colossal, um que não era afável. Eles esqueceram que um monstro só poderia ser combatido com outro monstro. Um movimento errado fará com que suas mortes se tornem mais miseráveis do que as dos camarões.

Karen olhou para os dois e continuou: “Mais uma coisa. Nos últimos dias, embora esteja pesquisando, também tenho estado em contato com magos, farmacêuticos e alquimistas que conheço. Se eles se moverem, tal força não seria pequena. Se você precisar da minha ajuda para qualquer coisa, desde que o assunto não seja sobre qualquer aspecto do mercado, sobre o qual eu não entendo muito, apenas me procure na sala de estudo.”

Karen se levantou e deu um tapinha na cabeça de Laura, dizendo: “Você não precisa se preocupar com nada. Mesmo que o clã Markey seja forte, minha filha também é. Agora que saímos do ninho e entramos em conflitos e desentendimentos com eles, não tenha medo e não se preocupe, seu pai te apoia.” Ele se virou e saiu, depois continuou: “A magia que eu tenho pesquisado não parece certa, eu devo voltar e dar uma olhada.” Ele desapareceu completamente da sala de estudo. 

Laura olhou para Karen de volta com os olhos marejados. Somente quando Karen desapareceu completamente de sua visão, ela então enxugou as lágrimas. Ela se virou para Kun e disse: “Vovô Kun, marque uma reunião entre eu e Alodia para amanhã. Eu lhe darei meu último aviso. Se ele não me der cara e ainda continuar, então ele não deveria me culpar por ser indelicada.”

Kun assentiu e respondeu com uma expressão satisfeita: “Eu estava pensando que o Segundo Jovem Mestre não entendia sobre esses assuntos, mas acontece que o Jovem Mestre tem um entendimento muito claro. Haha, não me admira, naquela época, quando o Jovem Mestre pediu para ser colocado no Ducado de Purcell, eu pensei que ele tinha perdido completamente a esperança. Eu não pensei que o Jovem Mestre estivesse planejando alguma coisa. O movimento do Jovem Mestre é muito feroz, especialmente porque a influência do clã Markey no clã Purcell era a mais fraca. Enquanto estiver aqui todos os dias, o clã Markey provavelmente não terá como lidar conosco. Ah sim, isso é bom.”

“O pai não é idiota.” Laura respondeu com um sorriso. “É só que ele não usou seu tempo para pensar sobre isso. Eu olhei na sua pesquisa uma vez, e depois disso eu me senti tonta, haha.”

A transformação de Karen hoje os deixou felizes. Eles não tinham pensado em deixar Karen ajudá-los, mas com a atitude de Karen, eles agora fariam. Às vezes, a atitude de uma pessoa era muito mais importante do que seus outros aspectos.

Kun mostrou um leve sorriso quando disse: “Vou marcar sua reunião com Alodia para amanhã. Vá e ataque ele. Se ele não sabe diferenciar o bem do mal, então não seja educada e ordenada com ele. Então, você deve ir até o Grão-Duque Evan e espere as coisas se acalmarem com o Grão-Duque. Então vá pessoalmente ao Sr. ZHao Hai e claramente discuta o assunto.”

Laura assentiu: “Tudo bem, vou começar os arranjos. Vovô Kun, essas pessoas parecem estar vindo em nossa direção? Esta é a nossa mansão, então quando eles virem eles não deveriam fazer tanto barulho. Nossos rostos não ficariam bem.”

Os olhos de Kun brilhavam com uma luz fria enquanto ele respondia: “Tenha certeza, em nossa mansão, eles não podem se dar ao luxo de provocar uma tempestade sem nenhum motivo. Parece que eles estão vindo com algumas novidades.”

As vozes se desvaneceram quando um criado parou diante de sua porta. Olhando para Laura e Kun, o criado disse: “Jovem Senhorita, Mordomo, este pequeno tem algo a relatar.”

Kun assentiu: “Entre.”

O criado curvou seu corpo enquanto entrava e ficou quieto na frente de Kun.

Kun ordenou: “Fale.”

O criado respondeu: “O Mordomo Alodia pediu que três pessoas entrassem em seu quarto. Embora essas três pessoas parecessem fazer parte de sua comitiva, do meu ponto de vista, seus movimentos e maneiras não são de pessoas comuns. Eles parecem colocar ênfase em ver como eles se parecem.” 

Kun assentiu: “Algo mais?” O criado balançou a cabeça e Kun fez sinal com a mão, permitindo que o criado recuasse.

Laura virou a cabeça para olhar para Kun e perguntou: “Eles investigaram o estado dessas três pessoas completamente?”

Kun balançou a cabeça e disse: “Eles não fizeram, como essas três eram novos rostos. Evidentemente, eles eram personagens que já tinham os antecedentes branco. As flutuações de seu qi de batalha também não são óbvias. Aparentemente, o Jovem Mestre Carlo recrutou novos homens.” 

Laura assentiu: “Primeiro, vamos fazê-los parecer otimistas. De agora em diante, se Alodia trouxer mais pessoas, não podemos deixá-las sair de nossa mansão. Vovô Kun, olhe para aquelas pessoas que entraram em contato com ele. Desde que tenham contato, não importa quem seja, são suspeitos.”

Kun assentiu, levantou-se e foi organizar os assuntos. Laura caminhou até a porta da sala de estudos e olhou para o céu já escurecido enquanto murmurava: “Já que o pai não tem problemas, devemos fazer uma boa jogada.” 

...........................................................................................

Na manhã seguinte, depois do café da manhã, Laura chegou a sala de estudo. Kun liderou Alodia quando eles também entraram na sala de estudo. Alodia imediatamente deu uma saudação a Laura, mostrando sua etiqueta em uma situação tão normal.

Laura acenou com a cabeça enquanto seus olhos ainda olhavam para os arquivos sobre a mesa e dizia para Alodia: “Oh, mordomo, hoje eu estava procurando por você e queria lhe contar uma coisa. Recentemente, o clã Purcell sobreviveu através de uma crise alimentar, e grande parte da população ainda está em guarda. Por causa disso, as ruas não são tão pacíficas quanto antes, então espero que o Mordomo Alodia não permita que aqueles que vieram com você se movam. Este é o Ducado de Purcell, que não é comparável a outros lugares e está perto da Pradaria dos Homens Fera. As práticas sociais são diferentes aqui. Se um acidente realmente acontecesse, então eu não seria capaz de confessá-lo facilmente ao Quinto Tio.”

Cumprimentando respeitosamente, Alodia recuou. Kun permaneceu observando Alodia quando ele partiu, e então disse a Laura: “Jovem Senhorita, parece que seu alerta não foi eficaz.”

A expressão de Alodia era obviamente superficial. Em seu coração, era impossível fazer o que Laura disse a ele.

Laura resmungou friamente: “No passado, nem dependíamos do clã Markey. Hmph, vovô Kun, transmita minha mensagem para todos. Não permita que nenhum deles saia do complexo. Se eles se atreverem a insistir em sair, então quebre as duas pernas. Prepare a carruagem, eu vou para a mansão do Grão-Duque.” 

Kun obedeceu imediatamente e desceu para preparar a carruagem para Laura. Agora que tinham certeza de que Alodia não poderia deixar a mansão, ele teria colocado o trabalho em outras pessoas. É preciso saber que lidar com Alodia não seria assim tão fácil.

Quando Laura deixou o pé esquerdo de fora da casa, uma das pessoas de Alodia também tentou sair. Este homem foi um daqueles que foram vistos com Alodia na noite passada. Enquanto ele caminhava em frente ao portão, um criado estacionado do lado de dentro o parou e perguntou com um sorriso: “Esse irmão mais novo pode saber para onde você está indo?”

O homem ficou surpreso por um momento. Ele olhou para o empregado e disse: “É a minha primeira vez na Cidade Casa, então eu queria dar uma olhada e passear um pouco. O irmãozinho precisa de algo de mim?”

O empregado olhou para ele e deu uma risadinha: “Ah, eu não tenho problemas com você. Mas hoje, a Jovem Senhorita ordenou que ninguém saísse da mansão, senão seremos forçados a quebrar as duas pernas. Este irmãozinho só se preocupa com o irmão mais velho. Não seria bom ser punido.” O homem sorriu, mas suas feições estavam realmente frias.

As pessoas dentro da residência de Laura foram todos treinados por ela ao longo destes anos. Foi por isso que sua lealdade a ela também era muito alta. Somando-se a situação atual, embora parecessem grandes, comparados aos aristocratas, eles eram apenas uma pequena família. Além disso, na hierarquia dentro desta casa, ela era naturalmente a pessoa presente com mais poder e não seria disputada sobre esse tipo de coisa. O coração dos servos eram todos voltados para o seu mestre, o que, claro, significava que toda essa honra seria para Laura.

Assim que o homem ouviu o que o criado disse, sua aparência não pôde deixar de mudar. Ele refutou com raiva: “Isso é um absurdo. Nós não somos pessoas da sua casa, então por que você nos limita? Você também se atreve a cortar nossos pés? Eu escolhi sair hoje, então vou olhar e ver como seu mordomo vai me punir.” Ele levantou o pé para sair depois disso. 




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.