Bringing The Farm To Live In Another World

141 - Oportunidade

Tradução: Blue Sparky | Revisão: Luiz Oliveira | QC: Amnésia

Enquanto Zhao Hai estava ocupado, uma situação estrondosa desdobrou-se nas planícies de Llica. Pela primeira vez na história do clã Purcell, seu exército de controle de pragas não foi capaz de parar a infestação, ao contrário, eles acabaram de perceber que essa praga era a pior entre todas as infestações de pragas já registradas.

Como esse já era o caso, e tendo sido enviadas todas as forças disponíveis da Fortaleza Benniu, um Ancião do clã Purcell da Cidade Casa, Ancião Shirvan, foi ordenado a liderar uma equipe para ir para o lado leste das planícies de Llica.

Zhao Hai e Green lançaram a praga em mais de dez mil acres de terra, coincidentemente, todos estavam na parte leste das planícies de Llica. Esta foi a razão pela qual o ancião foi enviado para a área leste esperando que eles possam exterminar as pragas no menor tempo possível.

Quando eles chegaram, ficaram surpresos, o que eles viram foi muito além de suas imaginações.

Houve um grande número de pragas infestando os campos. Eles viram que as zonas de segurança formadas não foram capazes de bloquear as pragas. Eles também observaram que essas pragas se reproduzem muito rápido e facilmente quebram as zonas de segurança.

Devido a isso, os cinco magos do exército foram encarregados de lidar com pelo menos mil acres cada, o que era simplesmente impossível. Mesmo contabilizando o resto dos guerreiros e escravos, não havia como isso funcionar. E com a chegada de Shirvan, o exército de controle de pragas da Fortaleza Benniu ainda estava formando outra zona de segurança, o que seria completamente inútil agora.

A verdade é que eles nem sabiam que essas pragas não teriam desaparecido até que sua vida predeterminada acabasse.

Na realidade, o espaço de Zhao Hai era uma existência diferente de toda a magia do Continente Ark. A lógica por trás das leis que ela continha era diferente em comparação com o que este mundo tem. Assim, todos assumiram que as pragas morreriam depois que as derrubassem ou atacassem com suas habilidades mágicas. Eles concluíram que sua capacidade reprodutiva era simplesmente espantosa, por que mesmo que os matassem, eles ainda mantinham seus números. Infelizmente, esse não foi o caso. Esses insetos realmente morreram, mas surpreendentemente, eles imediatamente revivem, e quando o fazem, eles se transformam em um novo inseto, e novamente se movem muito mais rápido para outra planta de trigo e começam a infestar. Devido ao seu número, o exército do clã Purcell não foi capaz de perceber essa ocorrência.

Além de um ancião da Cidade Casa e do exército que fora enviado anteriormente pela Fortaleza Benniu, todos da Fortaleza Benniu, os membros do clã e seus escravos, estavam agora se mobilizando. Lembre-se, há um total de cinco milhões de pessoas na fortaleza, e quase todas estavam agora nas planícies de Llica.

Apenas cerca de cinco mil foram deixados na Fortaleza Benniu, que incluía os guardas e pessoas velhas e fracas.

Com um grande movimento como este, todo e qualquer comerciante do Ducado de Purcell foi alertado. Eles enviaram espiões para monitorar o que o clã Purcell estava fazendo.

Mais cedo, quando a Fortaleza Benniu enviou um exército de controle de pragas, os comerciantes que têm uma relação com qualquer membro do clã Purcell já enviaram cartas perguntando sobre a situação. Depois de perguntar, eles foram informados de que houve uma infestação de pragas que estava ocorrendo nas planícies de Llica.

Esses comerciantes realmente não se importavam tanto assim, afinal, estamos falando do clã Purcell. Eles sabiam que esse problema seria resolvido bem rápido.

Mas então, quando as notícias do massivo movimento na Fortaleza Benniu foram conhecidas por eles, eles concluíram que as coisas não eram tão simples como pareciam.

Infelizmente agora, eles não têm ninguém para perguntar sobre a situação, afinal, a maioria de seus contatos já foram mandados em direção ao leste das planícies de Llica.

No entanto, esses comerciantes sabiam que, com os enormes danos causados pela infestação de pragas, certamente haveria escassez de alimentos, o que significa que os preços dos alimentos subirão significativamente.

Esta é uma grande oportunidade!

Para os comerciantes, a infestação desastrosa não estava dentro de suas prioridades, eles realmente não se importavam. O que eles se preocuparam foi com o impacto que isso trará, assim, esta notícia se espalhou como um incêndio entre os comerciantes do Ducado de Purcell, incluindo o clã Markey de Laura.

A companhia mercantil do clã Markey na Cidade Casa era controlada por Laura. Eles estavam treinando falcões de vento para transmitir mensagens. Laura decidiu dar a Nier a responsabilidade de criá-los depois que ela viu que Nier realmente ama animais, e surpreendentemente, ela também era amada por eles.

Recentemente, Nier ficou muito feliz. Sua vida era simples. Se Laura estava feliz, ele também estaria feliz.

Nier estava alimentando o falcão de vento. Os falcões de vento não eram realmente exigentes quanto à comida, mas preferiam carne. Ao todo, tinha um total de duzentos falcões de vento na loja de Laura, dos quais cem ainda estavam crescendo. Todos os dias eles precisavam fornecer uma grande quantidade de alimentos para eles comerem.

Normalmente, uma dúzia de pessoas seria necessária para cuidar de duzentos falcões de vento. Afinal, essas aves devem ser ensinadas, portanto, elas também devem ser alimentadas com cuidado, caso contrário, elas serão agressivas e até mesmo atacarão e ferirão seus treinadores.

No caso de Laura, Nier era a única treinando com cuidado todos os falcões de vento. Enquanto ela entregasse comida, os pássaros comiam alegremente. Às vezes, Nier levava presas vivas para deixá-las terem experiências predatórias. Esta foi a razão pela qual seus falcões de vento pareciam realmente melhores do que outros falcões criados e treinados pelas outras famílias e clãs.

De repente, enquanto Nier alimentava os falcões, ela ouviu o grito de um falcão. O falcão aproximou-se dela e rapidamente pousou em seus ombros. Ela congelou por um momento, depois de olhar para o falcão, ela viu uma carta amarrada em sua perna.

Nier imediatamente pegou a carta e disse: “Pequeno treze, bom trabalho, agora vá para dentro e coma, caso contrário, seus irmãos tomarão sua parte.” Nier nomeou os falcões de vento usando números. Ela podia reconhecê-los instantaneamente, mesmo que os pássaros não tenham nenhuma marca neles. Essa era sua habilidade especial.

O falcão de vento esfregou o bico na direção do rosto de Nier algumas vezes antes de voar em direção ao ninho para comer. Nier então levou a carta para a sala de estudos.

Laura estava lendo o livro de contabilidade na sala de estudos. O rabanete de Zhao Hai vendeu facilmente e era muito popular entre os plebeus. Até alguns mercenários compraram deles. A alta concentração mágica foi o motivo, e também foi a razão pela qual a rede de lojas de Laura recebeu o nome de “Higanbana”.  Devido à popularidade e às altas vendas dos rabanetes mágicos de Zhao Hai em todas as lojas Higanbana em todo o Ducado de Purcell, Laura ficou feliz.

Nesse momento, Nier chegou e disse: “Senhorita, o pequeno treze acabou de trazer de volta uma carta, possivelmente está relacionada à situação na Fortaleza Benniu.”

Laura ficou surpresa por um momento antes de pegar a carta. A carta estava realmente relacionada com a situação da Fortaleza Benniu. Foi o relatório enviado pelo espião que eles colocaram na Fortaleza Benniu. Ela se virou e animadamente disse: “Nier, chame imediatamente o vovô Kun, rapidamente!”

Nier não sabia o por que Laura ficou animada mas obedeceu imediatamente. Em pouco tempo, Kun chegou e viu como Laura está atuando. Ele estava com ela desde que ela era jovem, então ele sabia que algo significativo aconteceu, fazendo com que ela agisse dessa maneira. Ele imediatamente disse: “Laura, qual é o problema?”

Laura virou-se e disse enquanto entregava a carta para Kun: “Vovô Kun, uma infestação massiva de pragas aconteceu nas planícies de Llica, a produção de grãos com certeza será muito reduzida.”

A expressão facial de Kun imediatamente ficou séria, então ele rapidamente leu o conteúdo da carta. A carta dizia tudo o que estava acontecendo nas planícies de Llica, incluindo o movimento do clã Purcell. Kun agora sabia que as planícies de Llica encontraram uma calamidade desastrosa.

Depois de ler cuidadosamente a carta duas vezes, Kun colocou a carta na mesa e olhou para Laura dizendo: “Laura, o que você acha?”

Laura respondeu: “Esta é uma ótima oportunidade. Como há um problema nas planícies de Llica, certamente os preços dos alimentos irão aumentar. Agora, devemos começar a acumular alimentos e grãos, assim poderemos ganhar muito.”

Kun não falou e assentiu, quando de repente, uma voz clara e fria disse: “Laura, isso não é bom.”    




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.