Beauty and the Bodyguard

110 - Família

Tradução: LostScream | Revisão: AcreMan

“Pode-se repor sua energia quando dorme?” perguntou Lin Yi, evidentemente surpreso pelo fato.

“Você está complicando demais as coisas, criança... É claro que dormir repõe energia, para o quê você acha que as pessoas normais dormem? Você acha que elas apenas se deitam em suas barrigas porque estão entediadas? Nós dormimos para reabastecer nossos corpos com energia, e é o mesmo para você... Você treinou na Arte da Maestria do Dragão, mas o seu corpo ainda é um corpo humano, não houve nenhuma mutação ou algo do tipo...” disse Yazi claramente com um pouco de pena de Lin Yi. “Você não deveria complicar sempre as coisas... Isso na verdade é um conceito realmente simples, até mesmo crianças entendem isso...”

“Ah... entendo...” disse Lin Yi um pouco embaraçado, o velho está certo, ele estava complicando as coisas.

“Bem, aquilo é aquilo.” ancião Jiao balançou a cabeça. “Vá dormir um pouco, você parece como se não tivesse dormido por um bom tempo... cara... pobre criança...”

Naquela noite, Lin Yi dormiu pacificamente, esse foi o melhor sono que ele teve desde que saiu da caverna anos atrás...Ele havia esquecido que dormir também repõe a energia. Lin Yi estava completamente reabastecido quando acordou. Ele se espreguiçou preguiçosamente antes de ir ao banheiro.

Ele vestiu as roupas casuais que comprou ontem e foi para a sala de estar. Mengyao e Yushu não estavam ali, provavelmente ainda estavam dormindo no quarto delas. General Wei Wu também estava de guarda nas escadas. Lin Yi se perguntou como seria o quarto de uma garota, mas decidiu que é melhor se ele ver isso através de meios convencionais ao invés de bisbilhotar.

Lin Yi abriu a porta para a vila e pisou no jardim. É sempre quieto na manhã de um fim de semana, quase não haviam carros nas ruas da vila.

“Ah...” Lin Yi viu o Bentley de Li Fu estacionando.

“Senhor Lin, você saiu?” Li Fu acenou com a cabeça enquanto cumprimentava Lin Yi.

“Tip Fu, você chegou cedo.” Disse Lin Yi quando viu as horas. “Yao Yao e Shu não levantaram ainda, certo?”

“Nah, eu não cheguei cedo, as garotas já devem estar arrumando suas coisas à essa hora. Senhor Lin, você não deveria se trocar para roupas mais formais para hoje?” perguntou Li Fu após ver as roupas casuais que Lin Yi estava usando.

“Eu? Pra que?” perguntou Lin Yi sem saber o que estava acontecendo.

“Você não sabe, Senhor Lin? O Senhor Chu sempre faz um banquete nos fins de semana. Sempre somos eu, Senhorita Chu e Senhorita Shu que participamos, mas o presidente disse especificamente que desta vez também teremos o Senhor Lin.” explicou Li Fu.

“Banquete?” Lin Yi não esperava que os Chus tivessem uma tradição dessas, mas ele não rejeitaria o convite. “Certo, mas eu não tenho nenhuma roupa formal... Eu só consegui essas ontem, o único outro conjunto que tenho é o uniforme escolar...”

Tio Fu apenas riu um pouco. “Haha, está tudo bem, é um banquete familiar de qualquer forma. Por que você não entra no carro primeiro, Senhor Lin? Eu irei chamar as garotas...”

“Oh... Certo...” Lin Yi concordou com a cabeça antes de se sentar no banco da frente.

Lin Yi estreitou os olhos enquanto observava Li Fu entrar na moradia, essa missão é a mais relaxada em que ele esteve, mas também é de longe a mais estranha!!

O velho Lin lhe deu essa missão do nada, dizendo lhe que ele estaria feito na vida se a cumprisse bem... Mas ele não tem ao menos a menor pista sobre o que diabos essa missão é!!

Seria sua missão brincar com a Senhorita todos os dias? Ser o guarda costas dela, sua babá, seu companheiro de estudos, seu escudo?? Isso não parece uma missão fácil mas ainda assim... É realmente uma missão que um assassino classe S e das operações especiais deveria estar fazendo?

E Lin Yi não é idiota o suficiente para achar que estará feito na vida apenas por agir de guarda costas e proteger a Senhorita de um bando de delinquentes, que tipo de piada internacional seria essa? Esse não poderia ser o caso, a menos que Chu Pengzhan tenha algo de errado com na cabeça.

Pelo o quê Lin Yi viu, o presidente é um cara inteligente! Não há nada de errado com a cabeça do cara, e isso é o quê mais deixou Lin Yi perplexo!

Lin Yi realmente teria suspeitado de algum tipo de conspiração contra ele se o velho Lin não tivesse lhe garantido absolutamente, o cara é um velho estranho, mas ele nunca fez nada que tenha machucado Lin Yi... Esse é o porquê de Lin Yi estar realizando a missão com naturalidade sem aquelas suspeitas. Do contrário também não importa o quão bela é a Senhorita, ou o quão adorável é a Shu, e não importa o quão interessante é aquela beldade comum da escola. Ele nunca colocaria sua vida e exposição em risco como ele fez até agora!

Não demorou muito tempo até Li Fu retornar da moradia com as duas senhoritas logo atrás dele. Ambas Mengyao e Yushu estavam vestindo roupas um pouco mais deslumbrantes e joviais do que as de ontem. A maquiagem delas também as fez parecerem mais como senhoritas.

Li Fu abriu as portas para Mengyao e Yushu entrarem, antes de retornar para o assento do motorista.

Mengyao ficou um pouco surpresa ao ver Lin Yi sentado no banco da frente, ela não esperava que seu pai também tivesse convidado Lin Yi para o banquete.

Chu Mengyao é na verdade uma garota muito inteligente, embora Lin Yi a fizesse agir de maneira imprudente, irritando-a com tanta frequência. Li Fu não faria algo como convidar Lin Yi por sua própria vontade, ele tinha que ter feito isso sob as instruções do presidente. 

Lin Yi não parecia tão irritante quanto quando ela o conheceu, e não era inadequado para atuar como seu seguidor, mas seu pai não estava realmente preocupado com um homem vivendo em sua moradia com ela por tanto tempo? 

Li Fu ligou o carro, saiu do bairro da moradia e dirigiu-se ao centro da cidade.

"Os banquetes familiares do senhor Chu são realizados no Hotel Internacional Pengzhan, também sob as indústrias de Pengzhan". Li Fu explicou, levando em consideração que é a primeira vez de Lin Yi em um dos banquetes do presidente.

“Que tipo de pessoas estarão lá? Existe alguma regra que eu deva conhecer? ”Lin Yi estava acostumado a eventos como esse, mas não doía perguntar, afinal, ele estava participando do banquete de seu empregador. 

"Bem, sempre fomos eu, Senhorita Chu e Senhorita Shu." Li Fu continuou. "Quanto às regras... é um banquete familiar, com o objetivo de relaxar, não há muitas regras para se preocupar". 

"Só não coma demais e certifique-se de comer com mais elegância." Mengyao acrescentou, lembrando o tamanho do apetite de Lin Yi. 

"Haha ..." Li Fu sorriu, naturalmente consciente do pouco atrito entre Lin Yi e Mengyao. "O Senhor Chu não gosta de desperdiçar, então seria realmente bom o Senhor Lin comer o máximo que puder." 

“Tio Fu!” Mengyao estava um pouco chateada com o que Li Fu disse, tentando parecer doce enquanto falava. "Por que você está do lado dele!" 

Mengyao só queria cutucar Lin Yi um pouco, é claro que ela sabe o que seu pai gosta, mas ela não esperava que Li Fu contrariasse sua provocação assim! Ela não pôde deixar de se sentir um pouco envergonhada. 

“Senhorita Chu, não posso mentir sobre os hábitos do Senhor Chu pelas costas... estava apenas dizendo a verdade.” Li Fu disse com uma risada. 

Mengyao apenas fez beicinho, mas decidiu não jogar nenhuma réplica. Mengyao não sabia o que estava fazendo, sempre ficando chateada com Lin Yi, ela já não deveria saber que o cara é o melhor em irritá-la? Por que ela estava brincando nas mãos dele e fazendo isso consigo mesma?




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.