Ascensão de um Deus

861 - Aqui Descansa Um Herói!

Autor: Calebe Piccoli Camargo

As meninas sorriam amorosamente para Le Fa, elas entenderam porque haviam chorado e a abraçado mesmo sem nunca a terem visto.

Ela era excepcional, e, apesar dos elogios para Le Chang, as jovens perceberam que ela também possuía uma capacidade singular, ela tinha consigo a nobreza dos Deuses, a honra dos Justos, a sabedoria dos Antigos e o amor da Vida.

“E como ela e o neto ficaram?...” Min Jia perguntou com os olhos brilhando de curiosidade.

Le Fa riu ao ver a expressão da jovem, afinal, a Deusa Suprema Min Jia também fazia o mesmo quando via algo novo.

“Le Chang deu para ela dois Pseudo Frutos da Vida, um ela comeu e o outro deu para seu neto. Ambos eram de uma família extremamente pobre, sem nenhuma linhagem ou herança, de tal forma que a senhorinha estava em seus noventa anos e nunca havia passado do 3º do Dao da Integração.

Todavia, após usarem os frutos, ela imediatamente atingiu o Pico do Dao da Integração, sua expectativa de vida foi expandida em milhares e milhares de milênios. A senhorinha rejuvenesceu décadas e sua aparência antes decrépita e idosa, foi substituída por uma bela mulher em seus quarenta anos.

Após isso, ela cultivou diligentemente e usou o dinheiro que Le Chang a deu e criou uma rede de restaurantes com suas receitas próprias. Ela viveu milhares de eras, atingiu o Pináculo do Cultivo e morreu em paz, cercada por sua família.

Afinal, seu único neto, também evoluiu de forma grandiosa. Após usar o Fruto, atingiu imediatamente o Dao do Espírito e após eras de cultivo, ele avançou para novo patamares, acima do Pináculo Divino. Tornou-se um grande discípulo da Seita Dragão e fez parte do Exército Divino, ele é considerado um Herói na sua Cidade Natal, existe até mesmo uma estátua gigante dele na entrada principal da cidade.

Ele se casou, teve vários filhos e filhas, e atualmente sua linhagem é chamada de Linhagem do Herói.

Ele morreu há um bom tempo, em paz, cercado por suas esposas, filhos, filhas, netos, bisnetos e aliados.

No dia de seu velório, Le Chang apareceu e deixou uma homenagem para ele em seu túmulo, uma bela estátua feita de Energia Dourada e embaixo dizia: “Aqui descansa um Herói” ...” Le Fa dizia com um sorriso em sua face.

No final do dia em que ele havia ajudado a senhorinha, ela perguntou para ele o motivo de tudo aquilo.

“Ele me disse que após atingir um certo nível de poder, seus olhos não viam mais as pessoas por suas aparências físicas, mas o caráter e personalidade delas ganhavam formas e ele as via como realmente eram.

Naquele dia, a multidão era repleta de seres arrogantes, prepotentes e avarentos, eles tinham aparências escuras e era como se suas almas estivessem maculadas pela maldade e pecados.

No entanto, antes mesmo de chegar na cidade, ele via uma forte luz que era capaz de tornar-se visível até mesmo entre os imensos prédios do local. Aquela luz advinha da senhorinha e ela era como um sol que brilhava intensamente, então, ele não a viu quando caiu, mas muito antes de sequer entrar na cidade e a estava observando a todo momento...” – Le Fa.

As meninas surpreenderam-se, elas não entendiam muito bem o que era essa tal visão de Le Chang, apenas Min Jia tinha uma leve noção, já que o Espírito e a Alma eram assuntos os quais ela tinha um grande domínio.

“Quando ela contou sobre seu neto, Le Chang imediatamente procurou por ele com seu Sentido Divino e então escaneou a alma do jovem, tentando descobrir quem ele era e ao perceber que o menino era igual a sua avó, cheio de amor, carinho, respeito e educação, ele se compadeceu e então os ajudou...” – Le Fa.

As meninas tinham sorrisos cheios de amor e carinho em seus olhos.

“Eles não foram os únicos que Le Chang ajudou. E todos os que foram ajudados por ele acabaram tornando-se grandes homens e mulheres. Até hoje, vocês de vez em quando vão no restaurante criado pela senhorinha, a comida de lá é uma das melhores em todo o Vácuo Eterno...” Le Fa disse com um olhar cheio de fome, como se as memórias tivessem despertado sua fome.

E assim o tempo passou, as meninas e Le Fa conversavam animadamente, a mulher contava várias histórias, sempre tendo o cuidado para não revelar coisas importantes e que afetariam o futuro.

................................................................................

“Bom, acho que está na hora. Eu preciso voltar para o Exército Divino e vocês precisam completar a Dungeon...” Le Fa colocou-se de pé e arrumou as roupas, já que elas estavam sentadas em uma toalha no chão, fazendo um piquenique.

“Onde fica a Dungeon?...” – Lian Mei.

“É, não me parece ter nenhum guardião ou algo do gênero...” – Wuhan Xie.

“Não é aqui, é mais ao centro do Planeta Calana, o Deus e a Deusa das Invenções criaram uma grande Dungeon na parte central do Planeta, eles usam o local para treinar periodicamente e também para juntar materiais, já que as Dungeons se regeneram rapidamente...” – Le Fa.

“Espera, mas se eles usam para treinar, não é meio impossível de nós conquistarmos a Dungeon?...” – Chi Ziyun.

Era uma preocupação válida, como Le Fa disse, eles eram deuses, se eles usavam para treinar, significa que o local era forte o suficiente para criar desafios até mesmo para deuses e esse nível de poder não era algo que as meninas tinham atualmente.

“Não se preocupem, a Dungeon se baseia na força média do grupo que entra, sendo assim, por vocês estarem no Dao Celestial, o desafio ficará nesse nível de poder. Além disso, vocês são vocês, certo?...” Le Fa sorriu e então estalou seus dedos, no instante seguinte ela desapareceu e as meninas também.

As jovens se viram em um local completamente diferente, Le Fa as havia transportado pelo espaço até a entrada da Dungeon.

Elas olharam para cima e viram Le Fa flutuando há centenas de metros.

“Até mais, minhas amigas e Deusas Supremas...” Le Fa sorriu, curvou sua cabeça e desapareceu.

As meninas se entreolharam e riram animadamente, afinal, após passar algumas horas com Le Fa, elas perceberam que o poder demonstrado por ela na batalha contra aqueles seres, não era nada demais.

Com sua atual força, ela era milhões e milhões de vezes mais poderosa que o Fim.

Elas estavam ansiosas pelo futuro que estava por vir, mas rapidamente focaram suas mentes no agora, afinal, apenas se o hoje acontecer que o amanhã virá.

Elas viraram-se novamente para a entrada da Dungeon que era um imenso Portão feito diretamente na rocha de um penhasco.

O portão era feito de pedra e haviam detalhes metálicos por todo ele.

Elas andaram e colocaram suas mãos sobre os portões, enviando suas Auras para ele e então imediatamente o portão se abriu.

“Uma Dungeon dentro de uma Dungeon...” Murmurou Min Jia sorridente, ela estava curiosa para saber o que pessoas consideradas o Deus e a Deusa das Invenções teriam em mente ao criar uma poderosa Dungeon.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.