Ascensão de um Deus

781 - Três o Surpreenderam!

Autor: Calebe Piccoli Camargo

Entre todos os jovens ali presentes, três o surpreenderam.

Advinda do Clã Smuk, Smuk Blóm, era uma das promessas desse evento. Seu cultivo estava firmado a Meio Passo do Dao dos Imortais.

Sua beleza estonteante deixava todos perplexos. Seus longos cabelos prateados, pele tão branca como a primeira neve do inverno, lábios rosados e finos, nariz pequeno e olhos tão azuis quanto o céu claro de meio dia.

Seu corpo era perfeito e suas curvas eram perfeitamente delineadas por uma vestimenta de combate branca, feita de tecidos raros e couro.

Em sua cintura jazia um Florete e Le Chang podia sentir que aquela arma era muito poderosa.

O Clã Smuk era fraco, e esse era um dos casos onde eles haviam investido boa parte de sua fortuna para elevar um gênio.

No entanto, diferente de muitos ali, não foi preciso gastar tanto para que Smuk Blóm atingisse tal nível de poder. Ela era genial, mas em um nível muito superior a todos os presentes.

Com apenas cem anos ela atingirá uma força singular.

Muitos Clãs maiores tentaram casar seus jovens com ela, mas todos foram ignorados e os mais afoitos e arrogantes derrotados implacavelmente por sua força.

Contudo, ela não era a única estrela daquele evento.

Advindo do Clã Kawasa, Kawasa Enom, era a segunda grande promessa do evento. Com um cultivo firmado a Meio Passo do Dao dos Imortais, esse jovem rapaz exalava um poder destrutivo imenso.

Seu corpo era grande e definido, seus olhos negros e pele escura, bem como cabelos negros bem aparados, traziam a sensação de uma torre poderosa e uma defesa absoluta. Ele era imenso, com quase três metros de altura.

O simples andar daquele homem era suficiente para fazer o chão tremer.

Sua idade também era surpreendente, tendo apenas cento e cinquenta anos.

Diferente de Smuk Blóm, o Clã Kawasa era um dos maiores Clãs do País, estando atrás apenas do Clã Le em questão de poder de batalha.

E por último, mas não menos importante, advindo do Clã Oray, Oray Lepnums, era um jovem magro, olhos astutos e olhar orgulhoso.

Como os outros dois, Oray Lepnums estava também a Meio Passo do Dao dos Imortais, mas era mais velho, estando em seus duzentos e oitenta anos.

Ele era um grande gênio, mas empalidecia em frente Kawasa Enom e Smuk Blóm.

Essas três pessoas, eram, sem dúvida alguma, os mais famosos e conhecidos nesse evento.

Todavia, um jovem chamava atenção não apenas dos espectadores, mas até mesmo dos competidores.

Saindo das escadarias do Clã Le, estava um jovem rapaz, com olhos cor de mel, corpo esguio, mas definido, pele branca, rosto fino e cabelo preto. A aura ao redor dele era extremamente poderosa e deixava claro que ele não era alguém que se deixaria intimidar.

Todos podiam sentir a juventude que o rodeava e também que seu cultivo estava no mesmo patamar das Três Grandes Estrelas.

Contudo, aqueles que estão no Dao dos Imortais e acima disso, podiam sentir que aquilo parecia apenas uma fachada, como se Le Chang fosse um Deus disfarçando-se de mendigo para testar os seus fiéis.

Alguns mais inteligentes e fortes, como aqueles no Pináculo do Cultivo, utilizaram seu poder para olhar até ele de outra forma, através da Dimensão Espiritual.

Todo ser vivo tem uma aparência única no Mundo Espiritual, alguns parecem animais, outros parecem plantas, como se fosse a representação mais profunda do que eles eram.

No entanto, todos aqueles que tentaram fazer isso, não foram capaz de prosseguir, quando tentavam olhar para Le Chang através do Mundo Espiritual, a única coisa que viam era um par de olhos dourados os encarando bem de perto e a sensação que aqueles olhos traziam era como a mais absoluta ordem de que eles deviam aquietar-se.

Os Líderes dos Clãs mais poderosos se entreolhavam e era quase que um consenso entre eles, Le Chang era perigoso.

Contudo, antes do evento, Le Su e Le Lei haviam comprovado que Le Chang tinha menos de trezentos anos, elas não especificaram quantos anos, mas o exigido era só estar abaixo do limite de idade, o resto não importava.

Todos os poderosos imediatamente avisaram para seus jovens se manterem atentos para Le Chang.

Aquela presença era assustadora até mesmo para cultivadores no Pináculo do Cultivo, sendo assim, era preciso cuidado dobrado pelos mais fracos.

.....................................................................

“Como todos já sabem, o Combate dos Jovens serão várias partidas de 1 Versus 1, e também haverá uma pontuação, e após analisados os pontos individuais, se chegará em um Top 10.

Após isso, será feito um Top 10 Preliminar, que dependerá do tempo e dificuldade que você levou para derrotar seu oponente.

Feito esse Top 10 Preliminar, cada jovem terá três chances de Desafio, ou seja, o Décimo pode tentar desafiar o nono para assumir o seu lugar ou desafiar o primeiro colocado. Porém, lembrem-se que são apenas três chances de desafio...” – El Der.

Le Chang ficou interessado nesse formato, basicamente, o Top 10 era formado de forma interessante, ou seja, as pessoas não teriam que lutar dezenas de batalhas para decidir o mais forte.

Em suma, ser colocado na Primeira Posição do Top 10 Preliminar, não era a melhor das opções, já que essa pessoa seria a que mais receberia desafios. Havia um limite para cada um de desafiar apenas três vezes, mas não quer dizer que ele só receberia isso.

Sendo assim, na teoria, o primeiro colocado poderia ser desafiado vinte e sete vezes.

De qualquer forma, Le Chang não se importou muito com isso, seu foco não estava aqui, mas no Legado Supremo.

“A escolha dos Combatentes será através de um Gerador Aleatório de Números, então fiquem atentos ao número que vocês receberam na hora da inscrição...” – El Der.

Le Chang olhou em sua mão e havia uma pequena medalha de cristal e nele estava o número Sete.

E assim, sem muitas demoras, os Combates tiveram seu começo decretado.

Le Chang escolheu ficar em uma área reservada para que os jovens pudessem contemplar as outras batalhas.

Para sua surpresa, apenas ele e mais alguns poucos ficaram ali, todos os que ficaram eram fracos e não teriam muita chance de atingir o Top 10.

Algumas pessoas riram dele, era quase que uma regra os poderosos terem um pouco de orgulho e não se dignarem a ver batalhas de baixo nível, mas Le Chang não estava ligando para opinião de meras formigas.

Seu foco era compreender como eram as batalhas de cultivadores que usavam apenas Energia da Vida, bem como ter uma noção das habilidades gerais e as comparar com as suas.

Ele havia decidido tentar lutar apenas com Energia da Vida e ele queria descobrir se isso seria realmente possível, já que seu domínio sobre tal Energia não era tão grande.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.