Ascensão de um Deus

743 - O Que Lhe Aflige?

Li Ca e Ra Che olhavam para as jovens com um olhar de surpresa, mas elas estavam sentindo que pouco a pouco os absurdos que cercavam as jovens se tornavam cada vez menos impactantes, ou seja, elas estavam se acostumando com o absurdo.

Após alguns instantes de comoção, as meninas ficaram curiosas e perguntaram para o que servia cada item que elas pegaram.

Os metais e plantas que elas coletaram não existia no Reino Mortal, sendo assim, elas não tinham grande conhecimento sobre ele.

No Reino do Deus dos Tigres Divinos, existia Mithril, mas era um metal muito raro e usado apenas pelos seres mais poderosos.

“Mithril é uma liga metálica mágica, ou seja, suas ligações atômicas não são feitas apenas de elétrons, prótons e nêutrons, mas também com Partículas Mágicas.

Essas Partículas Mágicas se adaptam ao tipo de material e modificam suas características básicas.

Metais normalmente são bons condutores elétricos e térmicos, são fáceis de serem moldados, ou seja, transformados em lâminas e afins, eles apresentam alta capacidade de retornarem ao normal após serem esticados e algumas outras características interessantes.

No caso do Mithril, ele é extremamente resistente a temperatura, as forjas normalmente ficam dentro de vulcões e é preciso uma quantidade imensa de Magia de Fogo para atingir a temperatura necessária, a qual beira os dois milhões de graus celsius.

Todavia, ele é um condutor excelente de Partículas Mágicas e por isso é usado com material em armaduras e armamentos diversos.

Não apenas isso, uma de suas grandes qualidades é a capacidade de unir-se a diversos metais diferentes, formando ligas mais baratas e fáceis de se trabalhar.

Em uma comparação simples, ele é, pelo menos, mil vezes mais resistente que o ferro e cem vezes mais leve.

Em suma, ele é o melhor metal que nós temos quando se refere ao combate e defesa...” – Ra Che.

“Entendo, parece com o Ouro Celestial...” Murmurou Min Jia um tanto quanto pensativa.

“Ouro Celestial?...” – Li Ca.

“Sim, isso daqui...” Lian Mei moveu sua mão e um pedaço de Ouro Celestial apareceu em suas mãos.

O brilho dourado natural que emanava do objeto lhe dava uma sensação de valor incalculável.

“Ouro Celestial é bem parecido com Mithril, mas parece que é um pouco superior. Ele é mil e duzentas vezes mais resistente que ferro e duzentas vezes mais leve. Contudo, ele é bem mais raro do que Mithril. Ele normalmente é usado em armaduras e armas também, mas devido a sua raridade o seu preço é um tanto absurdo...” – Lian Mei.

“Existe algum metal superior ao Ouro Celestial de onde vocês vêm?...” – Ra Che.

“Não sabemos...” Wuhan Xie disse com um sorriso.

Na realidade não era totalmente uma mentira, ela realmente não havia visto até agora um metal mais forte que o Ouro Celestial.

Em suma, ele era utilizado como ingrediente na fabricação de Armas Supremas e acima, claro, haviam pessoas poderosas o suficiente para rasgar Ouro Celestial como se fosse papel, mas isso não queria dizer que ele não pudesse ser usado em conjunto com outros metais para formar ligas mais resistentes.

Além disso, em batalhas de nível muito alto, as Armas eram a maioria das vezes cobertas com Qi, Mana ou Energia, e a Arma basicamente apenas se tornava uma ferramenta para melhor canalizar o poder usado.

Essas formas de poder utilizadas tinham vários objetivos, como uma lâmina ultrafina de Mana capaz de cortar através das moléculas ou uma quantidade imensa de Qi capaz de ser tão resistente que nem mesmo a melhor das lâminas era capaz de o cortar.

Armas são poderosas, mas no fim elas ainda são apenas isso, objetos.

Uma espada não mata, quem mata são seus utilizadores, no fim, humanos matam humanos, sempre foi assim e sempre será.

Claro, o fato de armas serem até certo ponto inúteis em batalhas de alto nível se referia apenas às armas comumente vistas nas mãos dos poderosos, ainda haviam objetos além da compreensão.

Por exemplo, lendas diziam que Xiong Long possuía uma Katana feita com o Tecido da Criação, de tal maneira que ele era capaz de cortar a própria realidade a sua frente e em certo ponto, até mesmo as Leis da Realidade se desfaziam diante daquela lâmina.

Os Objetos Existenciais também seriam grandes exemplos, eles eram feitos de alguma matéria, mas não se sabia quais eram.

O Cetro da Criação, um dos, se não o mais poderoso Objeto da Criação, era feito de um material único, feito apenas para ele.

Ouro Celestial era o melhor metal que as meninas e Le Chang haviam colocado suas mãos, mas, não quer dizer que em outros lugares não haveriam outros materiais muito superiores e no fim, eles sabiam que as chances eram altas.

...................................................................................

Ra Che acabou decidindo deixar boa parte dos itens encontrados com as jovens, ela sabia que tamanho achado poderia causar uma catástrofe.

Ela tinha certeza que as jovens não seriam enganadas ou derrotadas por ninguém dentro do Império, mas Ra Che não gostaria de fazer com que o vilarejo fosse levado até uma disputa caótica de poder.

Dessa maneira, ela apenas pegou a quantidade solicitada pelas pessoas que fizeram os pedidos e o resto deixou para elas utilizarem.

No fim, ela também acabava ficando em ótimos termos com as quatro mulheres e isso era um trunfo incrível.

Ra Che sabia que as meninas eram boas pessoas, o caráter delas era digno de Heroínas do mais Alto Nível.

Então, elas ficariam devendo um pequeno favor para ela, claro, Ra Che não planejava usar isso para o mal, ela mesma não era uma pessoa má, todavia, se ela ou as pessoas com quem ela se importava estivessem em perigo, ela gostaria de ter o apoio de pessoas tão poderosas.

Ela era inteligente, sem dúvida alguma.

As meninas ficaram felizes em poder ficar com tantos itens, então antes de sair elas curvaram-se levemente na direção de Li Ca e Ra Che e foram em direção a porta do local.

Elas foram pegar outras missões, o desejo delas era aumentar de Rank o mais rápido possível e dessa maneira ter alguma base quando chegassem na Capital do Império.

........................................................

Alguns minutos depois, um som de batida na porta despertou Ra Che de seus devaneios.

Ela estava pensativa, tomando um pouco de chá.

“Entre, por favor...” – Ra Che.

“Com licença...” – Min Jia.

“Oh! Senhorita Min Jia, a Senhora esqueceu algo?...” Ra Che estava surpresa em ver a jovem.

“Não, não. As outras foram na frente escolhendo as missões, eu fiquei para trocar algumas palavras com você.

Veja bem, entre todas as pessoas deste Reino, provavelmente eu sou a única capaz de ler a Alma de alguém sem restrição nenhuma. Até certo ponto eu sou capaz de ler seus pensamentos quando eles ainda nem surgiram na parte consciente de sua mente.

Sendo assim, acredito que você entenda, eu sei que apesar de se importar com as pessoas da vila, seu desejo era de que nós ficássemos lhe devendo um favor, então, diga-me, o que lhe aflige?...” Os olhos de Min Jia tinham um leve tom dourado e Ra Che sentiu que sua alma curvava-se diante da jovem à sua frente.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.