Ascensão de um Deus

731 - Clã Le?

Autor: Calebe Piccoli Camargo

Surpreendentemente, Le Chang se viu sob a água.

O lugar era uma imensa cúpula de vidro, a qual mantinha trilhões de toneladas de água longe da cidade que havia ali embaixo.

No fim, todos aqueles oceanos, não eram tão profundos quanto pareciam.

Abaixo da água, havia uma cidade antiga, mas ainda assim, extremamente avançada em tecnologia.

Os olhos de Le Chang brilhavam, extasiado pela vista e maravilhado com tamanha diversificação.

“Bem-vindo a Città Havet, eu sou o Patriarca do Clã El, bem como o atual prefeito desta cidade...” – El Der.

Le Chang estava sem palavras, nunca passou pela sua cabeça encontrar algo assim.

“Nós descendemos de um pequeno grupo de escravos, os quais foram jogados a cerca de quarenta bilhões de anos atrás, fadados a servirem um poderoso Demônio, o qual atingiu a selvageria perto de morrer pela velhice.

Quando ele morreu, nossos ancestrais precisavam pensar em uma forma de escapar da quantidade alucinante de demônios que havia na Prisão Demoníaca.

Porém, eles não eram nossas únicas preocupações, já que os animais também tornaram-se nossos algozes.

Junto dos escravos, de várias raças diferentes, também vieram animais para servirem de alimento ou por serem de estimação, essa última parte, não me pergunte, também não sei porque demônios teriam animais de estimação...” Disse El Der rindo para Le Chang.

O jovem riu também e enquanto o homem falava, ele ia olhando para tudo ao seu redor, admirado até mesmo com o chão a sua frente, repleto de corais multicoloridos e o cheiro da água salgada que juntava-se com o aroma adocicado de algumas flores exóticas.

“Enfim, estes animais, expostos ao Qi Demoníaco, acabaram sofrendo mutações, evoluindo para formas mais sanguinárias e mortais.

Na tentativa de revidar, nossos Ancestrais começaram a cultivar o Qi Demoníaco, mas nenhum de nós tinha uma Habilidade de Cultivo Demoníaca, poderosa o suficiente para podermos aprender técnicas de purificação das impurezas do Qi Demoníaco e assim, a maioria, bom, 90% dos escravos daquela época, morreram por tornarem-se em demônios devido à alta absorção de impurezas demoníacas.

Com o aprendizado e com bilhões de anos, nós lentamente aprendemos a cultivar com outra Energia, a Energia da Vida.

Apesar de estarmos em um lugar onde o Qi Demoníaco é soberano, ainda existem formas de vida, o que quer dizer que inevitavelmente, existe Energia da Vida.

Por um período de tempo, nossos ancestrais tornaram-se assassinos, matando seus aliados em busca de extrair a Energia da Vida em seus corpos, mas isso se tornou ilógico, já que ao morrer a Energia da Vida que restava era pífia.

Depois tentaram com animais e as plantas, mas a quantidade de Energia nunca era suficiente, então, há cerca de dois bilhões de anos, um gênio nasceu entre nós.

Ele descobriu a existência de Fluxos Energéticos e também como localizar aqueles com maior quantidade de Energia passando por eles.

Tais fluxos levam Energia para tudo e todos, como veias do corpo humano.

Enfim, ao descobrir isso, ele criou formações que possibilitaram que conseguimos aumentar o fluxo de Energia da Vida em uma determinada região e a armazenar para uso posterior...” El Der explicava com um rosto alegre e cheio de orgulho, afinal, tal conquista era algo incrível, considerando que todos eles vieram de escravos sem conhecimento algum.

“Oh! Que interessante, vocês também fizeram isso?

Eu demorei um tempo para conseguir manipular os Fluxos Energéticos, alguns deles, com Energias diferentes, são mais complexos.

De onde eu venho, eu criei Doze Formações de Energia, cada uma aumenta o fluxo de Energia no ambiente em dezenas de vezes.

Atualmente, as Energias que eu consigo manipular, são: Energia da Vida, Energia da Morte, Energia Yin, Energia Yang, Energia da Realidade, Energia da Criação, Energia do Tempo, Energia do Caos, Energia Espiritual, Energia do Espaço, Energia Primal e Energia Mental.

Eu não sou proficiente em algumas delas e por isso precisei de ajuda de minhas esposas para manipular algumas dessas Energias....” – Le Chang.

El Der parou seus passos, virou para o jovem e era possível ver seu rosto cheio de surpreso e quase em total choque.

Manipular tais técnicas era algo único em seu povo e o maior orgulho para ele, mas isso era algo comum nos tempos atuais nos demais reinos?

“Bom, eu sou um caso único. Acredito que em toda a Criação, apenas eu e o seu Ancestral tenhamos conseguido tal feito, mas ele realmente me surpreendeu.

Ser capaz de manipular a Energia da Vida em um lugar tão aquém a vida, é realmente algo singular.

Sua genialidade pode ser dita como lendária...” – Le Chang.

El Der sorriu e acenou afirmativamente.

Le Chang ficou observando o idoso por alguns instantes, usando a Energia Dourada em seus olhos, ele percebeu várias coisas.

Primeiro, o Cultivo de El Der estava no Pináculo do Cultivo, mas lhe faltavam habilidades marciais e uma habilidade de cultivo capaz de direcionar todo o poder em seu corpo.

Eles basicamente acumulavam mais e mais Energia da Vida em seus corpos, forçando assim que seus cultivos saltassem através do Dao Marcial, afinal, Xiong Lin era a própria vida antes de criar o caminho marcial e, por tal motivo, a Energia da Vida tinha uma ótima relação com o Dao Marcial.

Era óbvio que o homem a frente era poderoso, mas Le Chang pôde perceber que apesar desse poder imenso, ele não estava no mesmo nível dos cultivadores no Pináculo do Cultivo do resto da Criação.

Claro, ele possuía algumas habilidades, mas não era algo simples usar a Energia da Vida em técnicas de combate, até mesmo Chi Ziyun, encontrava algumas dificuldades em usar a Energia da Vida para atacar e ferir, afinal, o propósito dela era totalmente ao contrário.

Não era à toa que El Der usou ilusões para estudar Le Chang, já que elas eram inofensivas até certo ponto e dessa maneira mais fáceis de serem usadas.

“Vocês criaram uma barreira e tanto...” Murmurou Le Chang olhando para cima.

“Sim, após inúmeras guerras, tanto contra os animais como os Demônios remanescentes, nós decidimos nos refugiarmos sob as águas e dessa maneira, permanecemos ocultos por milhões de anos...” – El Der.

“Os demônios não sentem a Energia da Vida espessa que existe aqui embaixo?...” – Le Chang.

“Não, a barreira não serve apenas de contenção, mas ela também tem formações sobre ela que acumulam Qi Demoníaco, até a concentração atingir um certo nível, capaz de mascarar nossa presença...” – El Der.

“E aquela ilusão que você criou?...” – Le Chang.

“Eu tenho quatro vilas ilusórias, e as uso para estudar os visitantes que se achegam até este planeta.

Muitas vezes são seres de outras raças, tentando achar um planeta para se estabelecerem, mas eu uso meu poder para nos manter ocultos...” – El Der.

“E porque me deixou entrar?...” – Le Chang.

“Porque você disse que veio do Reino Mortal, e bom, algumas pessoas que estão aqui, também vieram do Reino Mortal e também carregam o nome Le, por isso, achei que seria interessante você encontrar com eles...” – El Der.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.