Ascensão de um Deus

725 - Para Todo o Sempre!

Autor: Calebe Piccoli Camargo

“BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOMMMMMMMMMM!”

Uma explosão colossal se fez presente, a Pedra Angular do Amor tremeu e parecia prestes a rachar-se.

Le Chang andava em direção ao centro dela.

“Você não é o Fim, mas claramente está ajudando-o na esperança de terminar o que você começou quando nasceu, destruir tudo e todos.

Enquanto o Fim ataca as defesas da Criação por fora, e o Exército dele tenta colocar as mãos na Energia Dourada, você está corroendo a base do Sentimento Amor, com isso, quando o caos imperar, ninguém mais será capaz de sobrepor-se ao medo.

Sua intenção é fazer com que quando enfrentarmos um perigo descomunal, no futuro, não tenhamos nenhum sentimento de altruísmo ou compaixão, afinal eles nascem do amor.

Muitas pessoas acham que a vingança ou o ódio são os maiores combustíveis para uma batalha, mas não são.

Lutar para proteger algo que você ama é lutar por amor e isso, esse sentimento, é imbatível...” – Le Chang.

O Abismo arregalou os olhos e notou que ele havia subestimado o garoto a um outro nível.

Ele sabia que o garoto era poderoso e seu potencial era infinito, mas essa sabedoria, essa compreensão, eram irreais.

“Que... Tipo de... Monstro é você?...” Murmurou o Abismo.

Le Chang abriu seus olhos e um brilho dourado residia neles.

“Você me disse para treinar o Decreto Divino usando apenas minha própria vontade para servir de combustível para ele.

Todavia, diga-me, o que você acha que eu sou capaz de fazer quando usar meu cultivo, heranças, linhagens, energias, centelhas divinas, vontade e a minha compreensão?...” – Le Chang.

O Abismo engoliu seco e entendeu o que o jovem queria dizer.

No instante seguinte, a Corrupção do Medo tremulou e então, pouco a pouco, ela foi recuando.

Dez centímetros, trinta centímetros, sessenta centímetros, um metro, dois metros e assim por diante.

Até que então, toda a Corrupção do Medo sumiu.

O Abismo se viu acorrentado, por correntes de Energia Dourada, diretamente em um grande pilar branco e puro, imaculado como a mente de bebê.

A pureza havia retornado para a Pedra Angular do Amor.

O Abismo sentiu as correntes o suprimindo como nunca antes, e ele podia sentir que não era capaz de mover-se um milímetro sequer.

“Le Mei o selou há muito tempo e por maior que fosse o seu poder naquela época, lentamente as Correntes de Energia Dourada perderam sua força, mesmo que pouco, ainda foi o suficiente para você lentamente começar a corroer a Pedra Angular do Amor.

Contudo, eu não apenas reforcei as Correntes de Energia Dourada, eu colocarei uma proteção sobre toda a Pedra Angular...” – Le Chang.

O jovem andou lentamente até ficar um metro de distância do Abismo, ele o encarava como se tentasse ler a alma dentro dos olhos daquele ser negro a sua frente.

“Eu, Le Chang, Decreto que a Pedra Angular do Amor é território sagrado e nem mesmo a maior das impurezas ou o maior dos medos, se achegará a ela...” – Le Chang.

No instante seguinte, uma quantidade imensa de Mana, Qi e várias Energias se fizeram presentes.

“Magia Sagrada: Santa Proteção!

Magia Divina: Proteção Divina!

Habilidade Marcial Defensiva: Proteção dos Santos!

Habilidade Marcial Divina: Benção do Deus Dragão da Criação.

Magia Divina: Selamento da Eternidade!

Magia Sagrada: Proteção dos Santos Reis!

Habilidade Marcial Defensiva: Barreira dos Mil Santos!

Decreto Divino: Defesa Absoluta!

Magia Divina: Reflexão Suprema!...” Le Chang continuou conjurando dezenas e dezenas de proteções sob a Pedra Angular do Amor.

Apesar de elas não estarem no ápice de sua força, afinal, para ele usar uma Magia Divina ou Habilidade Divina, ele deveria estar no mesmo patamar de um Deus, mas, ainda assim, quando colocadas em conjunto, elas eram realmente poderosas e elevavam o poder defensivo uma da outra.

Le Chang sabia que as técnicas usadas não estavam com suas forças no ápice, ele não era forte o suficiente, mas usando várias e as mesclando para trabalharem juntas, ele realmente poderia colocar uma boa camada defensiva sobre a Pedra Angular do Amor.

O Abismo sorriu na direção do garoto.

“Eu estou aguardando ansioso o dia em que você me dará o prazer de finalmente encontrar com a morte.

Meu nascimento, a Encarnação do Medo, foi marcado pelo terror da Criadora, mas a minha morte, será marcada pela Ascensão de um Deus, ou melhor, do Deus dos Deuses...” – Abismo.

Le Chang sorriu para ele e então levou o seu dedo indicador no meio da testa do Abismo e quando o fez, o Ser simplesmente apagou, as correntes de Energia Dourada se enrolaram ainda mais forte e se multiplicaram, cobrindo todo o corpo do ser, até que apenas um casulo de correntes douradas se fazia presente.

Com aquele tipo selamento e com o renovo nas forças do selo já existente, Le Chang sabia que demoraria uma eternidade para que o Abismo fosse capaz de novamente atacar a Pedra Angular do Amor.

Todavia, algo que Le Chang não sabia, era que seus atos naquele lugar não passaram despercebidos, na realidade, toda a Criação, os Seres Sencientes foram capazes de sentir algo dentro deles mudar.

Suas Almas receberam um pequeno refrigério, uma pequena gota de paz.

O efeito da Corrupção do Medo não apareceria apenas quando ele tomasse conta de toda Pedra Angular do Amor, mas conforme a corrupção aumentava, o amor ficava mais e mais fraco.

O aumento exponencial de crimes, a falta de compaixão, a falta de amor, o esfriamento dos corações dos mortais e a falta de importância que os Deuses davam para os fracos, aumentava a cada dia.

O mundo sempre tende ao caos, isso é um fato, mas, às vezes, ele tem uma pequena ajuda.

O Abismo sabia disso, ele não precisava necessariamente corroer toda a Pedra Angular do Amor, mas o suficiente para que o mínimo de pessoas fosse capaz de ser altruísta.

Quando o egoísmo tomasse conta da maioria dos seres vivos, seria esse o dia em que o Fim teria as maiores chances de tomar a Criação para si e então a Energia Dourada.

Se no futuro, em vez de um exército de bilhões, estivesse do lado de Le Chang apenas um punhado de pessoas, as chances de o Abismo presenciar a destruição da Criação seriam maiores, mas, ele não contava com a sabedoria insana que residia dentro do garoto.

Le Chang não apenas aprendeu a usar os poderes do Pilar da Criação: Controle Absoluto, como refinou o uso do Decreto Divino e também viu um crescimento exponencial em sua vontade interna.

Le Chang estava realmente mais poderoso, em suma, se viesse a usar todas as suas forças, apenas um cultivador a Meio Passo do Pico do Dao dos Imortais seria capaz de o derrotar.

Todavia, essas não foram as maiores mudanças.

No futuro, lendas chamariam esse momento de o Dia da Purificação das Almas.

Quando toda a criação, experimentou o amor novamente tornando-se predominante em seus corações.

Daquele dia em diante a criminalidade experimentou uma queda exponencial, nunca antes vista e a Criação, nunca sentiu uma paz tão grande.

Le Chang mudou, tudo e todos, para todo o Sempre!




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.