Ascensão de um Deus

691 - Meu Deus

As pessoas não podiam acreditar no que viam.

Isso já havia extrapolado qualquer sentido comum.

Não era possível nem chamar isso de competição, todos no Dao Santo já tinham mais do que certeza de que os filhos de Le Chang seriam os vencedores sem dúvida alguma.

Com um nível de poder tão grande, em tão tenra idade, era simplesmente impossível dizer que eles teriam alguma dificuldade em vencer seus oponentes.

Mesmo o Dao Santo tendo metade dos competidores do Dao Lendário, o que dava em torno de cento e cinquenta mil cultivadores, nenhum deles era tão genial quanto as crianças.

Claro, haviam grandes gênios, homens e mulheres que poderiam abalar galáxias com seus talentos.

Haviam grandes heróis entre os competidores e também muitos seres malignos, assassinos e criminosos da mais baixa categoria.

Porém, todos eles, esmaeciam diante de Le Huo, Le Li, Le Kun e Le Liang.

Le Chang observava ao longe as crianças e a forma como Le Kun estava levando as coisas.

Ele sentia seu peito cheio de orgulho, pois como pai, ele sentia um grande temor de que suas crianças fossem fracas.

Por mais poderoso que ele fosse, ainda estava longe de ser o Deus dos Deuses, e até lá, sem ter a onipotência em suas mãos, sua família e amigos corriam perigos imensos.

A batalha que viria a seguir seria regada com o sangue dos maus e dos inocentes, muitos teriam suas vidas ceifadas, e Le Chang sabia disso, a guerra que o esperava era algo assustador, não era um passeio em seu quintal, era um evento de morte, caos, destruição, tristeza, agonia, dor e ódio.

O fato de seus filhos, ele e suas esposas, serem surpreendentemente fortes, quando comparados ao Reino Mortal e os cultivadores que ali estavam, realmente era um abismo sem fim.

Contudo, haviam muitos monstros escondidos nas profundezas da Criação.

Nem todos os Deuses no Reino Dimensional Divino eram bons.

Eles com toda certeza eram além da genialidade mundana, mas não eram os únicos seres com poderes além da compreensão.

O Fim, os Três Seres Negros, o Exército dos Seres Negros, Bestas Abissais e diversas raças e seres com intenções malignas.

Haviam muitos que suas garras eram capazes não só de alcançar Le Chang, mas de o ferir gravemente.

Ele era imbatível no Dao Celestial e poderia se manter vivo contra um cultivador no começo do Dao dos Imortais, mas qualquer um acima disso, era mais que o suficiente para varrer o chão com Le Chang.

O jovem sabia que o futuro que o aguardava, lhe recepcionaria com muita dor e tristeza, sendo assim, ao ver que Le Kun era capaz de lutar de forma tão linda e demonstrar um poder tão imenso, Le Chang não pode conter as lágrimas de rolar por seu rosto.

Jo Vana e Dra Gon olhavam para ele e puderam ver que seu olhar era profundo, como se estivesse perdido em pensamentos dolorosos.

Enquanto isso, eles também mantinham sua atenção no Palco do Dao Santo e podiam ver que a maestria de Le Kun era descomunal.

Aquele tipo de poder presenciado por muitos, era algo que muitos não compreendiam, alguns podiam os achar ridiculamente fortes, como se fosse até injusto existir pessoas com uma força tão grande.

Porém, eles eram tolos.

A maldade que esperava não apenas por Le Chang, mas pelas crianças, era algo além da compreensão até mesmo dos Deuses.

O Fim vinha para matar e destruir, e a principal defesa de toda a criação, seria, sem dúvida alguma, a família de Le Chang.

Eles não eram ridiculamente fortes, eles não estavam usando trapaças, eles não eram exagerados.

A força, a genialidade, a nobreza, a honra e glória que os cercava, era necessária.

“Eles cresceram... Certo...” Le Chang falou com suas esposas através da Conexão de Almas.

As meninas que estavam nas arquibancadas, esperando a vez de elas lutarem, levaram seus olhares na direção de seu esposo e elas viram as lágrimas correndo no rosto de Le Chang.

Elas podiam sentir e entender seus pensamentos.

“Sem dúvida alguma...” Murmurou Wuhan Xie através da Conexão.

“Foi um crescimento rápido, mas necessário...” – Min Jia.

“Com certeza, o que nos aguarda requer uma força além da compreensão...” – Chi Ziyun.

“Realmente...” – Lian Mei.

“Eu não o quão feliz eu devo ficar com isso.

Claro, eu estou radiante que minhas filhas e filhos tem tanto poder, mas me parece que a criação está tentando desesperadamente nos dar mais e mais poder.

Como se o que nos aguarda-se em um futuro próximo fosse tão terrível que apenas uma força além da compreensão fosse necessária.

É como se a cada dia que passa, mais e mais armas são entregues em minhas mãos por uma força desconhecida, me preparando para que eu tenha as condições mínimas de enfrentar o Fim.

Quando eu paro para pensar no quão poderoso eu sou agora, a sensação é de que eu poderia fazer o que quisesse, mas, mesmo assim, quando eu penso no Fim, um sentimento estranho se move por meus nervos.

Um sentimento de que o abismo entre mim e ele é tão profundo que não é possível ser mensurado.

E eu temo o dia que ele vir, pois, por mais forte que eu me sinta, por mais geniais que nós e nossos filhos sejam, eu sinto como se a morte, mesmo estando sobre o meu comando, acabará por ceifar-me...” A voz de Le Chang soava pensativa e melancólica.

Ele obviamente havia sido impactado.

Ele sabia o poder de sua família, mas nunca havia visto de forma expressiva o quão fortes eles eram, sendo assim, pela primeira vez, ele comparou cada um de seus companheiros com os perigos que, sem dúvida alguma, viriam no futuro.

“O Fim é forte...” Uma voz soou na mente de Le Chang e ela se espalhou pela Conexão das Almas, se fazendo ouvida pelas esposas do jovem.

“Ele com certeza é forte.

No entanto, eu sou muito mais.

Você se lembra quando foi atacado pelo Fim no Reino Asura?

Naquele instante que você estava desacordado, o Fim me disse o seguinte: A sua maior fraqueza é o seu hospedeiro.

E eu pensava que ele tinha razão, por isso, eu lhe ajudei muito anteriormente.

Pensei que dando a você uma força além da compreensão, você acabaria sendo capaz de derrotar o Fim, por si só.

Contudo, quando eu estava prestes a curar seu corpo das feridas sofridas, eu tive uma visão que jamais esquecerei.

Vi tronos, nos quais não se sentavam Reis, mas aqueles que são aclamadas como Deuses, ou melhor, eu vi o Deus dos Deuses e as Quatro Deusas Supremas.

Quando você se dirigiu a mim, pela primeira vez, desde sempre, afinal, eu nunca nasci, eu sempre existi, eu senti temor.

Garoto, sim, as coisas que lhe aguardam são imensas e provavelmente lhe trarão muita dor e tristeza, mas lembre-se, tudo isso é se tornará pífio quando você atingir o ápice de tudo.

Então, não fique cabisbaixo.

Seus filhos, filhas, amigos, familiares e aliados, precisam de um líder, capaz de erguer-se em meio ao caos, rugir em meio a destruição e brilhar em meio a escuridão.

Seja, não apenas um pai e esposo, mas também um líder poderoso o suficiente para que até mesmo eu possa curvar-me e lhe chamar de Meu Deus!” – Energia Dourada.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.