Ascensão de um Deus

651 - Julgamento da Floresta

Alguns instantes depois e a comoção parou, Le Chang acalmou o poder dentro de si e, diferente do Dao do Poder, ele agora foi capaz de retrair completamente sua Aura Divina.

Ao olhar para aquele jovem, ele parecia tão comum quanto qualquer outro ser na Existência, mas ele não era comum, ele era um poderoso cultivador no Dao da Eternidade.

E com esta força, ele era capaz de andar sobre a superfície das estrelas, ignorar o horizonte de eventos de um buraco negro, mover-se algumas vezes mais rápido que a luz.

Le Chang, neste instante, sua vida, seu movimentar, seu falar, seu pensar, sua presença, não mais eram regidas pelas Leis Físicas, mas diretamente pelas Leis da Realidade, a única capaz de possibilitar alguém mover-se mais rapidamente que a própria luz.

Ele poderia facilmente esmagar um planeta com um de seus golpes e se trouxesse toda a sua força, ele seria capaz de destruir um pequeno sistema solar.

Poderia até mesmo fazer uma estrela explodir, ele finalmente atingiu um patamar além dos mortais.

O que os poderosos, vivos a centenas de milhares de anos, almejavam, Le Chang conquistou com trinta anos.

................................................................

O tempo passou dentro da Biblioteca da Criação e nesse tempo Le Chang usou a Energia Temporal com afinco, para conseguir absorver o máximo de conhecimento possível.

Com seu poder, ele foi capaz de ficar dois mil anos lendo, os mais diversos conhecimentos e o tempo normal que havia passado para ele foi o suficiente para ele atingir seus trinta e um anos.

Wuhan Xie agora estava com 29, Lian Mei com 33, Chi Ziyun com 35 e Min Jia com 31.

As crianças o crescimento delas havia estagnado em seus quinze anos e provavelmente se manteria assim por um bom tempo.

Além disso, após ficar milhares de anos lendo, seu olhar se aprofundou ainda mais, a sensação de infinidade se multiplicou em seu olhar, mas seu cultivo não se alterou.

Entretanto, Le Chang após findar mais esta etapa, se colocou de pé e com um simples fechar de seu punho, flocos de gelo começaram a cair.

Contudo, não era porque ele estava usando o Atributo Gelo, mas sim porque o fechar de seus punhos foi tão rápido e poderoso, que os gases da atmosfera local passaram para o estado sólido apenas pela pressão descomunal das mãos do jovem.

Ke Kini sorriu e Le Ya também, sem dúvida alguma os dois podiam ver um futuro sem igual para este garoto.

“Certo... Acho que com esse olhar minha irmã é capaz de deixar você viver...” Le Ya disse sorrindo quando apareceu diante de Le Chang e transportou o jovem sem ele nem perceber.

Quando ele olhou para o lado viu que Ke Kini estava ali também.

E ao virar sua cabeça para trás viu que o prédio da Biblioteca da Criação se erguia como uma imponente torre no meio de uma imensa floresta.

Eles estavam em uma estrada, pavimentada com pequenos tijolos brancos, feitos de pura Energia Primal.

Essa estrada cortava a floresta e era impossível ver onde ela terminava.

“Atualmente é o primeiro dia do ano, você tem quanto tempo quiser para atravessar essa estrada e encontrar minha irmã, ela deve ser capaz de lhe ensinar algumas coisas que você irá precisar futuramente...” Le Ya falou sorrindo e então ela e Ke Kini sumiram.

Le Chang olhou para o lugar onde a jovem estava e sorriu em desamparo.

Ele pensou que atingindo o Dao da Eternidade poderia mensurar o poder da jovem de forma mais precisa, mas era como se ele olhasse para uma montanha infinita.

Ele sabia que ela estava lá, mas seu tamanho era imensurável, como o poder de Le Ya.

Le Chang calculou que seria necessário a união de todos os Reinos das Raças Divinas, juntos, para ter uma chance contra a jovem.

Com um simples olhar, Le Chang era capaz de dizer que Le Ya sabia usar com perfeição a Energia da Realidade.

........................................................................

Enquanto isso, no Castelo do Deus dos Tigres Divinos, uma porta cristalina se abriu no meio da sala de reuniões de Ke Kini, da qual o último mencionado fez sua aparição.

O Deus dos Tigres Divinos tinha um olhar cansado quando saiu da Biblioteca da Criação.

Espreguiçou-se e começou a andar.

Não demorou para ele chegar onde queria.

Ao abrir a porta foi possível ver um lindo jardim, nos quais rios cortavam com uma sutileza perfeita, árvores frutíferas coloriam com suas flores e exalavam uma fragrância doce e delicada.

Embaixo de uma das árvores, algumas pessoas estavam sentadas sobre um lençol de linho e algumas frutas, doces e salgadinhos estavam preenchendo tigelas de prata.

Wuhan Xie, Lian Mei, Fun Mei, Chi Ziyun, Min Jia, Lin Bo, Le Li, Le Liang, Le Kun, Le Huo e Ke Mei, a filha de Ke Kini, estavam fazendo um piquenique.

Todos levaram seus olhares para a entrada e deparam-se com Ke Kini indo em suas direções.

“Olá...” – Ke Kini.

“Oh! Papai...” Disse Ke Mei animada.

“E então, como estão todos?...” – Ke Kini.

“Estamos bem, sua filha é uma ótima pessoa...” Disse Lin Bo com um sorriso delicado no rosto.

“Ótimo... Ótimo...” – Ke Kini.

“Papai e o Senhor Le Chang?...” – Ke Mei.

“Ele está lá na Biblioteca da Criação...” Ke Kini disse e viu o olhar de desentendimento do grupo, apenas sua filha sabia o que era.

Ele então explicou para o grupo, já que a informação da existência de tal local não era realmente um segredo, apenas o conhecimento no seu interior, sendo assim, não teria problema algum ele falar sobre isso.

“Uma menininha?...” Le Liang estava animada e seu rosto parecia louco para ir lá e ver esta garotinha, no fim, ela era insanamente curiosa, não seria à toa que no futuro ela seria chamada de Desbravadora Divina, aquela que descobriu mistérios até mesmo no Vácuo Eterno.

“Garota, nem chame ela disso, a Senhorita é muito forte, ela fez o pai de vocês ficar dias desmaiando e acordando...” – Ke Kini.

Ele então começou a contar o que havia ocorrido e ninguém pôde segurar a risada, seria hilário ver Le Chang sendo nocauteado repetitivamente por uma menininha de oito anos, era como ver uma pedra atacando uma montanha, mas nesse caso a pedra era mais forte.

Então, alguns instantes depois, as risadas se acalmaram.

“Papai, porque você voltou sem ele?...” – Ke Mei.

“Ele ficou lá, Le Ya quer levar ele para sua irmã mais nova, Le Mia, que cuida da Floresta da Criação, no entanto, ela está fazendo ele passar pelo Julgamento da Floresta primeiro...” Ke Kini tinha um olhar pensativo ao falar sobre isso.

“O que?... Quando você passou por isso levou quase três anos...” Ke Mei tinha um olhar de surpresa.

Le Chang ficaria três anos fora?




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.