Ascensão de um Deus

645 - Le Ya

Autor: Calebe Piccoli Camargo

Ke Kini acompanhou Le Chang por entre as imensas estantes e não demorou muito para chegarem no local desejado.

Le Chang podia ver conforme se aproximavam uma grande montanha de livros jogados pelo chão, a pilha era tão alta que deveria ter quase dez metros de altura.

No meio dos livros, havia algumas almofadas e deitada tranquilamente, lendo um livro, havia uma menina.

Ela deveria ter oito ou nove anos, seus cabelos eram longos e loiros, descendo quase até seus pés.

Seus olhos eram dourados e ela mexia seus pés animadamente com as mãos erguidas e rindo ao ler o livro.

“Oh! Eles finalmente entenderam isso?! Hahaha! Eles foram rápidos...”. Ela então jogou o livro para o lado e pegou outro livro.

Le Chang pôde ver por um instante que as páginas pareciam estar sendo preenchidas em tempo real e ele notou que aqueles livros eram preenchidos com o conhecimento que era gerado constantemente por diversas raças.

Ele via línguas que jamais havia ouvido falar e alguns símbolos eram tão complexos que sua mente doía.

“S... Senhorita... E... Eu voltei...” Ke Kini andava tão delicadamente que parecia estar andando em uma estrada de ovos, com medo de quebrar qualquer um deles.

A menina rapidamente olhou para o lado e seus olhos brilharam, Le Chang quase morreu do coração, aquele olhar parecia a de uma fera vendo sua presa.

“Hahahaha! Finalmente seu tigre velho! Cadê? Cadê? ” Le Chang nem percebeu quando a menina simplesmente sumiu e apareceu do lado de Ke Kini, ela o rodeava como se tentasse farejar algo.

“Aqui... Aqui...” Ke Kini soou indefeso e moveu sua mão fazendo uma pequena caixa de madeira aparecer.

Le Chang nem conseguiu ver direito o objeto, já que ele sumiu instantaneamente.

Ele levou seu olhar para a pilha de livros e viu a menina abrindo a caixa animadamente e pegando um tipo de doce, uma iguaria dos Tigres Divinos.

Seus olhinhos brilharam e ela deu uma grande mordida.

“Ahhhhh! Doces!!!!! Eu amo doces!!! Hihihihi! ” Ela ria animadamente como se aquilo fosse um tesouro raro.

Le Chang olhou com olhar de tipo: “Sério isso?...”

“Hm?...” A menina rapidamente ergueu sua cabeça e nem ligou para limpar sua boca cheia de açúcar.

“Quem é ele?...” Ela perguntou para Ke Kini.

“Ele é.…” Ke Kini não terminou sua frase, já que Le Chang tomou a dianteira e falou por si mesmo.

“Eu sou Le Chang, é um prazer conhecer a senhorita... Não sabia que uma criancinha tomava conta desse...” – Le Chang.

Algumas horas depois, Le Chang abriu os olhos abruptamente e levou a mão para sua barriga, ele sentia uma dor excruciante na sua região abdominal.

Com alguma dificuldade ele moveu seu corpo e olhou para o lado.

“S... Senhorita... E... Ele não... não fez por mal...” Ke Kini se desculpava com a menina que comia seus doces com uma cara feia, como se estivesse indignada, apesar de que uma expressão de raiva com aquela aparência, apenas a deixava mais linda.

“E... Ele... Ele me chamou de criancinha!!! Eu não sou uma criancinha.... Eu sou o ser mais velho da Criação…”. Ela estava realmente emburrada.

Ela então moveu sua cabeça para o lado rapidamente e Le Chang viu os olhos dela querendo incinerar sua existência e então, ele apagou novamente.

E isso se repetiu várias vezes, acordando e apagando.

Após alguns dias, ele já nem podia se mexer, seu corpo estava todo dolorido.

Sua expressão era simplesmente horrível, aquele pequeno punho, de uma garotinha, era capaz de colocar ele, alguém no Pico do Dao do Poder para dormir em um instante.

Não apenas isso, ela era poderosa o suficiente para fazer Ke Kini, o Deus do Tigres Divinos, se acovardar.

Então, finalmente após não ter mais nenhum lugar sem ter levado um soco, ele acordou gemendo de dor.

O terror estava impregnado em sua mente e ele rapidamente arregalou os olhos esperando outro soco.

Porém, nada aconteceu.

Então, após algumas horas, seu corpo voltou a se curar e não demorou para que a dor sumisse.

Só então ele percebeu, a garota era tão poderosa que foi capaz de fazer seu corpo, remodelado diretamente pela Criadora, ser incapaz de curar-se.

“Garoto... E... Eu disse para você.... Levante-se rápido e peça desculpas...” Ke Kini disse em tom de urgência ajudando ele a se levantar.

Le Chang se colocou de pé e viu a menina, ainda na pilha de livros, comendo outro tipo de doce, sua expressão estava um pouco mais suave, mas ainda estava irritada.

“Se... Se... Senhorita... E... Eu realmente n.… não pretendia lhe ofender... m.… me desculpe...” Le Chang dizia com uma expressão de dor, apesar de não a sentir mais.

“Hmpf! Eu não sou uma criancinha.... Eu sou tão velha quanto esse tigre velho aí! ” Ela estava realmente de mau humor.

Le Chang olhou para Ke Kini que tinha um sorriso de derrota em sua face.

No fim, ele sabia o que Le Chang havia passado.

Quando ele chegou aqui, acabou perguntando para a menina o que uma criança tão pequena fazia aqui, depois disso, suas memórias são turvas, os poucos flashes que restaram eram de pequenos punhos chegando em direção a sua cabeça e então tudo ficava escuro.

A outra vez foi quando ela chamou ele de Tigre velho e ele retrucou dizendo que ela era mais velha que a vó dele, e esse foi o maior arrependimento de Ke Kini.

Afinal, quando voltou da Biblioteca para o Reino Dimensional do Tigre Divino, lhe contaram que ele ficou um ano fora, apesar dele não lembrar de nada, ou seja, ele ficou um bom tempo acordando e desmaiando pelos socos da garota.

“S... S... Sim.... Eu realmente sinto muito...” Le Chang dizia curvando-se de forma proeminente.

A menina pareceu acalmar seu olhar e então voltou a ter o sorriso em sua face, comendo os doces que Ke Kini trouxe para ela.

“Certo... Meu nome é Le Ya, não gosto que me chamem de Senhorita, só o tigre velho que teima em me chamar de senhorita...” – Le Ya.

“Oh! Você é filha de Le Mei e Xiong Long?...” Ao terminar sua frase, Le Chang caiu de joelhos.

A menina simplesmente olhou com um olhar sinistro para ele, a presença dela poderia fazer qualquer um ficar de joelhos.

Ele calculava que o poder dela deveria ser algumas vezes o de Ke Kini, mesmo ele estando com seu Título Divino.

“Como você conhece meus pais?...” A voz dela soou muito mais antiga e idosa, como se a menina que estava ali deixasse de existir e uma senhora repleta de poder fizesse sua aparição.

Le Chang deixou a Energia Dourada se tornar aparente em seu corpo e também seus Títulos Divinos.

Ao mesmo tempo, a presença de Le Mei e Xiong Long apareceram em seu corpo.

A menina recuou toda a sua presença e Le Chang surpreendeu-se quando viu a garota abraçando ele com força.

Ela estava pendurada em seu pescoço e ele não sabia como reagir, mas então ele lentamente levou seus braços ao redor da menina, afinal, ele viu algumas lágrimas caindo no chão e então entendeu.

Apesar de sua idade, ela ainda tinha a personalidade de uma criança de nove anos.

“Pa.… papai... Ma... mamãe...! ” Disse Le Ya chorando.


Capítulo Patrocinado Pela Minha Felicidade!

Autor: Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos!

Que nossa nação tenha um novo capítulo, com respeito, saúde, segurança e educação. É agora que mostraremos que não somos apenas peões, mas cobraremos dos políticos eleitos nada além da perfeição.

Hoje, elegemos um novo presidente, mas lembrem-se, cobrem, façam as nossas vozes serem ouvidas. Nosso papel como cidadãos não termina após as eleições, muito pelo contrário, é quando ele começa.

Seja você do partido que for, se você votou ou não votou em Bolsonaro, é nosso DEVER sermos todos oposição, exigirmos as promessas cumpridas e que a DEMOCRACIA seja soberana.

Nós, antes de tudo, somos BRASILEIROS, e vivendo em uma democracia, sempre um lado sairá triste e o outro feliz, mas que deixemos isso de lado e nos unamos, para combater a corrupção e que resgatemos a nossa segurança, saúde e educação que foram jogadas no lixo.

Acredito que todos vocês, meus leitores, são educados, coerentes e compreensíveis. Entendo que muitos achem um absurdo misturar a Novel com política, mas desde o começo eu deixei mais do que claro que eu escrevo o que acredito, que minha Novel é um reflexo das minhas ideias, do meu coração.

Os princípios que eu defendo na minha vida, também defendo na Novel, sendo assim, por mais que vocês discordem, me vejo no direito e um tanto quanto no dever de me posicionar e dizer estas palavras.

Eu sei que meu posicionamento pode não agradar a todos, já estou esperando alguns xingamentos, como recebi quando falei na Página no Facebook, mas quero dizer que da minha parte, vocês têm todo meu carinho e respeito, não acredito que alguém perdeu ou ganhou essa eleição, acredito que é um sinal para nos unirmos e lutarmos, para que o extremismo, seja de direita ou de esquerda, não assuma o nosso país.

Um grande abraço a todos, um ótimo resto de ano! <3 

PS: O capítulo de amanhã sairá normalmente!




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.