Ascensão de um Deus

599 - Le Hack

Le Chang sentiu uma onda de adrenalina correndo por seu corpo.

Ao entender de onde ele vinha, tudo pareceu fazer sentido.

Sua genialidade tinha fundamento, sua velocidade de cultivo poderia parecer colossal, mas se comparado com os mais poderosos de seus antepassados, ele ainda era lento.

Xiong Long nasceu no ápice do poder.

Le Mei tornou-se a Maga Mais Poderosa da Criação em vinte anos.

Os pais do Primeiro Deus Dragão dos Caos atingiram o Dao das Leis ainda mais rápidos que Le Chang, sem contar o primeiro mencionado, que aos trinta anos já havia pisado no Pináculo do Cultivo.

Sua família por mais simplória que fosse agora, nasceu de seres divinos, capazes de fazer a criação estremecer.

A única incógnita que ainda permanecia intacta era a Energia Dourada.

Que força era capaz de dizer e demonstrar que era muito mais poderoso que a Criadora, que via seres divinos como crianças e que dizia ser mais antigo e forte que o Fim.

“Amor, você está bem?!” Gritaram as meninas ao verem Le Chang retornando sua consciência ao Mundo Material.

Ele estava encharcado de suor e seu coração ainda batia velozmente.

“E... E... Eu sei.... Eu sei que... quem eu sou.…” Ele desmaiou no mesmo instante.

...................................................................

Uma semana depois.

Le Chang estava deitado em uma cama, ao seu redor estavam suas esposas.

Enquanto isso, as crianças estavam juntas de Fun Mei e das Heranças de Le Chang, fora da tenda dele.

“E... E..... Eu... Dr... Dragões... Dr... Dragões.... De... Demônios.... L... Le... Le Mei... X... Xio... Xiong Long....” Murmurava Le Chang suando frio.

As meninas intercalavam entre usar toalhas para secar o corpo de Le Chang.

Ele tremia e calafrios poderosos permeavam seu corpo, como se um frio nascesse dentro de seus ossos.

Ninguém entendia nada, não até ele despertar, na manhã do oitavo dia.

“O... O que houve?!” Levantou-se ele abruptamente, ofegando e com os olhos arregalados.

As meninas que dormiam escoradas na cama, acordaram rapidamente.

“Amor! ” Elas foram até seu marido e o abraçaram.

Ele as puxou para perto e após alguns minutos de comoção, lentamente todos se acalmaram.

Quando as meninas ouviram a explicação de Le Chang, do que havia ocorrido e dos mistérios de sua família, elas ficaram pasmas.

Rapidamente as crianças e as Heranças de Le Chang foram chamadas, bem como Fun Mei.

Que, após ouvirem as explicações, também ficaram pasmos até o cerne de seu Ser.

“E... E.... Espera! I... Isso quer dizer que você é humano, dragão e demônio, ao mesmo tempo?...” – Fun Mei.

“Não... Não... Ele é descendente deles, mas nasceu totalmente humano, claro que após tantas evoluções, sua raça é totalmente nova, ele não é humano, nem dragão, nem demônio.... Ele é como um novo passo dado pela vida...” – Xiong Lin.

Ela dizia com um olhar totalmente diferente para o jovem.

“E... Espera! Espera! Isso quer dizer que Xiong Lin é tipo a tio avó de centilhões de anos atrás?!” Gao Yao disse rindo animadamente.

“Hoho! Garoto, você tem que me pedir benção! Hahahahaha! ” Xiong Lin estendeu a mão na frente de Le Chang e disse rindo, ação que foi copiada por todos os presentes.

“Papai! Papai! Isso quer dizer que a tia Xiong Lin é nossa tia de verdade?!” Le Liang perguntou puxando a manga de seu pai.

Ela era uma jovem de quinze anos, mas suas ações e personalidade ainda não haviam perdido a essência de uma criança em seus cinco anos.

“Bom, não sei se após tanto tempo ainda podemos dizer isto... Após tantos anos, milhões de linhagens e heranças de diferentes clãs foi misturada...” Disse Le Chang um pouco pensativo.

“Não é bem assim... Se fossem normais, tudo bem, mas você descende do Primeiro Deus Dragão e da Maga Mais Poderosa, os corpos de ambos eram perfeitos, suas Linhagens e Heranças, por mais diluídas que fossem, jamais se perderiam totalmente. ” – Xiong Lin.

“Mas eu nunca senti nada de diferente dentro de mim...” – Le Chang.

“É como o Ser Dourado disse, Linhagens desse tipo carecem de um poder imenso para serem ativadas, para algo do nível de meu Pai e Le Mei, você precisará, pelo menos, estar no Dao Celestial...” – Xiong Lin.

“Entendo...” Murmurou Le Chang, ele estava ansioso por despertar um poder totalmente desconhecido.

Então, o dia passou rapidamente com o grupo debatendo as novas descobertas.

Le Chang não se conteve e usou um artefato extremamente raro e poderoso para se comunicar com sua mãe, explicando tudo para ela, a qual igualmente ficou pasma.

Ela não imaginava que este tipo de poder jazia dentro de seu corpo, muito menos no de seu marido.

Quando ela contou para Ras Liang, a Vampira se ajoelhou diante dela e não queria de jeito nenhum se levantar, como se fosse uma ofensa para ela colocar-se de pé diante da Deusa de sua raça.

Bai Chen pareceu ter ainda mais medo de Lin Bo, ele sentia como se ao olhar para ela, visse os monstros do passado.

De qualquer forma, a propagação da informação parou aí.

Apenas Le Chang, suas esposas, mãe, filhos, Ras Liang, Bai Chen e Fun Mei sabiam disto, já que eram os mais próximos a ele e diretamente relacionados com tais informações.

Seus sogros não receberam a informação pois ainda não era hora, além disso, conhecimento é uma espada de dois gumes.

................................................................................................................

“Após compreender quem eu sou, sinto como se houvessem coisas gritando dentro de minha alma. Parece que a qualquer momento elas virão à tona.... É como uma bomba prestes a explodir...” Disse Le Chang para as meninas.

Na cama, Wuhan Xie e Lian Mei estavam deitadas, respectivamente, a esquerda e direita de Le Chang.

Enquanto Chi Ziyun penteava os cabelos de Min Jia na beirada da cama.

“Conhecimento é poder... Talvez após você ter tomado conhecimento de tais fatos, os ínfimos resquícios de seus antepassados, que residem dentro de sua Alma, estão lentamente despertando...” – Min Jia.

“Verdade... Podem estar se preparando para quando você atingir o Dao Celestial...” Disse Wuhan Xie abraçando ainda mais forte seu esposo.

Ela estava deitada sobre o peito de Le Chang e tinha os olhos levemente fechados enquanto seu esposo acariciava sua cabeça.

“No fim, sinceramente.... Você não para com as surpresas, cada vez é algo mais insano que a anterior...” Disse Lian Mei rindo animadamente, ação repetida pelas outras meninas e Le Chang.

“Uma nova forma de vida... Eu realmente não esperava isso, parece que Xiong Lin tem razão, amor, você é algo novo, faz sentido as palavras da Criadora quando disseram que você é algo que nasceu da aleatoriedade da Criação...” – Chi Ziyun.

“Se ele é uma nova forma de vida, sua raça não deveria ter um nome?...” Disse Wuhan Xie rindo.

“Oh! Que tal chamarmos de a Raça dos Insanos! Dos Absurdos! ” Lian Mei dizia caindo na gargalhada.

“Ei! Ei! Isso magoa! ” Le Chang ria animadamente.

“Oh! Eu tenho uma! Eu tenho uma! Que tal a Raça do Hack!” Min Jia disse enquanto rolava de rir sobre a cama.

 

“Podemos chamar ele de Le Hack! Hahahahahaha! ” Wuhan Xie disse dando gargalhadas.


Autor: 

Seguinte, a partir do próximo capítulo (600), eu começarei a fazer um agradecimento para o melhor comentário (que mais ME AGRADAR) deste capítulo (599). Por exemplo, fulano de tal falou isso, isso e aquilo, então ao final do próximo capítulo eu vou responder, caso tenha uma pergunta no comentário escolhido, do contrário serão apenas agradecimentos as palavras ditas por esse Leitor.

Isso será feito em todos os capítulos a partir do 600, ou seja, no 601, pegarei o melhor comentário do 600, no 602 pegarei do 601 e assim por diante.

 

Contudo, não adianta apenas falar vários elogios, tem que justificar, porque elogiar é fácil. Exemplo: "Eu gosto da novel por causa disso, disso e daquilo."

Entenderam?




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.