Ascensão de um Deus

555 - Ultimos Instantes

O rosto de Shao Yang era apático.

Ele não tinha palavras, tudo ao seu redor parecia desmoronar, ele havia perdido sua família, seu melhor amigo e agora o seu povo estava sendo destroçado ao seu redor e ele nada podia fazer.

O caos imperava e em sua mente havia apenas desolação.

“SHAO YANGGGGGGGGGGG!!!!!!!!!!!” Um rugido imenso fez todos acordarem de seus devaneios, quando o teto do lugar foi arrancado por um golpe poderoso.

Apenas a onda de choque do mover das mãos de Kar Zan foi o suficiente para rasgar o telhado feito de Ferro Negro e Madeira Santa.

No céu, milhares, ou melhor, milhões, de cultivadores flutuavam e olhavam para um Supremo Santo em seus momentos finais.

Ek Asn e Kar Zan jaziam lado a lado, Dw Arf estava ainda preso a um casulo, sempre ao lado do primeiro mencionado.

Kar Zan tinha aura de um Deus da Guerra ao seu redor, seu corpo emanava poder e destruição.

“...” Shao Yang olhou em silêncio na direção de seus oponentes e instintivamente Kar Zan e Ek Asn recuaram alguns metros.

Shao Yang começou a andar lentamente em meio aos escombros e todos ao seu redor fugiram de medo da Aura que o rodeava.

Bu Nny se levantou e ao olhar para seu mestre, uma lágrima fez o caminho por suas lindas bochechas, manchadas pela poeira e fuligem.

Ela ergueu a mão em direção a Shao Yang e pareceu gritar algo, mas foi inaudível.

O tempo pareceu desacelerar, a poeira era vista sendo transpassada por raios de sol e tudo parecia perfeitamente claro aos olhos de Shao Yang.

Os olhos dele exalavam puro poder, afinal, ele estava queimando a sua vitalidade.

Era possível ver dentro de seus olhos uma chama, queimando intensamente, como o fogo de palha, o qual queima com poder extremo, mas é rápido, como um piscar de olhos.

Ele sabia que o tempo de sua morte já havia sido decretado.

“O mal sempre perde, o demônio sempre cai, a vida sempre prospera. Mesmo no mais profundo caos e desespero, a chama do renascimento jaz brilhando intensamente, até o quarto mais escuro e frio pode ser iluminado por uma simples vela, sendo assim, até mesmo a Existência pode ser abalada por um mero mortal.” Os lábios de Shao Yang entoaram um antigo ditado, escrito por sábios que remontam da época da criação.

Isto era o maior juramento já dito, entoando a soberania da vida e do bem sobre tudo e todos.

Era o sinal de que alguém desistiria de tudo que ele era para receber o poder suficientemente grande para brilhar tão fortemente que a Existência o contemplaria.

O corpo de Shao Yang explodiu e o que restou foi uma massa humanoide de pura Energia Espiritual, a qual queimava com a Fonte da Vida.

A dor que ele sentia não podia ser descrita e a que viria a seguir, nem mesmo os deuses seriam capazes de manter-se sãos.

BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM

A onda de choque criada pela movimentação de Shao Yang fez o que havia restado do grande salão ser varrido do mapa.

O impacto fez Bu Nny ser jogada no céu, como se fosse uma bola rebatida em direção as arquibancadas.

Ela caiu diretamente sobre o solo e alguns ossos foram quebrados.

Contudo, havia gente muito pior que ela.

Em menos de um centésimo de milésimo de segundo, cerca de cem mil cultivadores morreram quando um simples vulto esverdeado e extremamente quente, passou perto deles.

Seus corpos eram pulverizados e o espaço ao redor era ferido.

“Kar Zan! Ek Asn!” Um sussurro permeava o local, como se fosse os ecos dos tambores que anunciam a guerra.

BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM

O punho de Shao Yang explodiu contra Ek Asn, o atirando a dezenas de milhas.

Uma nuvem de poeira capaz de tocar as nuvens se ergueu imediatamente, mas ao findar dela, a cena foi revelada.

“hahahahahahah! Maldito! Cof! Cof!” Ek Asn dizia rindo e cuspindo sangue com pedaços de seu estomago.

Ele estava em sua forma animal, e era possível ver parte de seu comprido corpo, dilacerado, revelando seus ossos e entranhas.

Mas enquanto a poeira baixava, as coisas não ficaram paradas.

Logo após Ek Asn ser golpeado, uma batalha surreal foi travada entre Kar Zan e Shao Yang.

Seus punhos se encontravam no meio do caminho como balas fundindo-se ao tocarem-se no campo de batalha.

Os punhos de Kar Zan queimavam ao tocar no Espirito Flamejante de Shao Yang.

Qualquer ataque físico era simplesmente ignorado pelo corpo espiritual deste último, mas o preço para ser intangível, mas poder atacar o plano material, era uma dor sinistra.

“Hahahahaha! Quem diria que em um momento como este você desistiria de tudo e seria capaz de entregar-se ao sofrimento eterno para ser capaz de se opor a mim! Hahahahahaha!” A voz de Kar Zan era repleta de zombaria e ele estava certo.

Não restavam mais do que dois minutos para Shao Yang sumir e sua alma ser enviada para o sofrimento eterno.

“Seu corpo é intangível, mas para me golpear, seus punhos se tornam matéria por alguns instantes, sendo assim, eu apenas preciso acompanhar seus movimentos e minha defesa será perfeita.” Mesmo com o capacete era possível sentir um sorriso cheio de desprezo e deboche.

Contudo, quando terminou sua frase, ele sentiu um ar de apreensão quando em questão de segundos, a velocidade de Shao Yang dobrou, depois triplicou, então quadruplicou, até que quando ficou dez vezes mais rápida, Kar Zan não pode mais acompanhar e teve seu corpo atingido por vários golpes.

Sua armadura ficou aos frangalhos e ele foi arremessado contra o solo a uma velocidade tão alta que seu corpo quebrou várias vezes a velocidade do som.

Uma cratera gigante foi criada no local de sua queda.

Além disso, como resultado deste combate surreal, centenas de milhares de cultivadores no exército inimigo morreram.

A nuvem de poeira já havia tapado a luz do sol.

No entanto, ainda era possível ver e sentir perfeitamente, quando da cratera destruída, Kar Zan lentamente se levantava.

Seu corpo se recuperava a uma velocidade assombrosa e era possível ver o capacete em sua cabeça brilhando intensamente.

Ele estalou os dedos e uma onda de choque varreu a nuvem de poeira.

No céu, a forma espiritual de Shao Yang tremulava e era óbvio que ele desapareceria a qualquer instante.

“Hahahaha! Quem sabe se você me desse mais um combo desses ataques eu não morreria, mas é uma pena que você já está desaparecendo, vou rezar para os deuses que lhe deem uma gota de água a cada dez mil anos.” Kar Zan teve sua armadura inteira pulverizada.

Era possível ver suas costelas, braços e pernas totalmente dilacerados, mas uma quantidade imensa de Qi Mundial e várias medicinas inundavam seu corpo, curando-o e o protegendo.

O seu capacete parecia perder seu brilho, como se usasse a totalidade de seu poder para recuperar seu usuário.

Kar Zan olhou para os lados e viu uma menina desmaiada a algumas centenas de milhas.

Ele foi até lá e viu uma jovem com orelhas de coelho.

Kar Zan a pegou pelas orelhas e levantou.

Bu Nny tinha seus braços estendidos ao lado de seu corpo e as suas feridas antigas foram reabertas, já que sangue jorrava de seu corpo como se fosse uma torneira.

Ela morreria em pouco tempo.

“Ei garota, acorde, olhe seu mestre morrendo! Hahahahahahah!” Disse Kar Zan rindo animadamente.

Ele estufou seu peito e então levou seu punho em direção ao crânio de Bu Nny, ele a mataria ao mesmo tempo que Shao Yang existia neste plano pela última vez.

Entretanto, algo ocorreu.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.