Ascensão de um Deus

487 - Faramond, A Besta

Min Jia e Le Chang ficaram com a tarefa de abrir a Porta de Madeira.

 

No fim, levou um dia inteiro para eles quebrarem a sequência da formação presente ali.

 

Basicamente, ela necessitava de uma certa sequência de pulsos de Mana, porém, devido a eles não terem a capacidade de usarem Mana, tiveram que recorrer a alguns Artefatos de Mana que Ma Go deu a eles.

 

Em um havia um tipo de Diapasão. {{Autor: É um tipo de pedaço de metal com duas pontas, e quando as duas pontas se chocam elas criam ondas sonoras, mas no caso aqui é com Mana.}}

 

A maior dificuldade foi em entender a lógica da Formação de Mana, já que ela parecia ser praticamente aleatória.

 

Esta também foi a razão deles não conseguirem abrir portas além das de Nível Prata, já que até o momento eles se baseavam na destruição da Formação através do uso de Qi ou Energia concentrada, mas as de Ouro não tinham falhas, o que impossibilitava o uso destas artimanhas.

 

Então, após tentarem por doze horas com esta porta de madeira, eles pensaram em usar o Diapasão que Ma Go havia dado a eles, o que demonstrou economizar tempo e Energia.

 

Click!

 

Com um barulho rápido, a porta de madeira abriu.

 

A frente deles, um fluxo de Mana incrível disparou contra suas faces, como o vento de uma tempestade.

 

“Nossa... A Mana desse andar é, pelo menos, três vezes maior do que o anterior...” – Chi Ziyun.

 

“En! ... Tenham cuidado, a força das Bestas irá aumentar...” – Le Chang.

 

Os cinco começaram a andar, já que após a porta havia um pequeno túnel, o qual se abria em uma grande sala.

 

A sala era colossal, e tanto o solo, como o teto e as paredes, eram repletas de Formações de Mana.

 

Além disso, havia uma pressão que se espalhava pelo lugar, trazendo uma sensação de temor e poder.

 

Do outro lado da Sala, haviam três portas, as quais eram guardadas, cada uma, por dois leões.

 

No centro da sala, havia um pedestal, sobre ele havia uma esfera de cristal rosado, como um diamante.

 

No teto, havia pequenas esferas de mana, as quais emitiam luminosidade suficiente para transformar o local em uma tarde ensolarada.

 

Le Chang e as meninas, rapidamente sacaram seus armamentos.

 

Wuhan Xie, Lian Mei e Chi Ziyun, junto de Le Chang, usavam duas Armas Pequenas, com duas opções de projéteis, perfurantes e explosivos.

 

Já Min Jia usava uma Arma Grande de Longo Alcance, capaz de mesclar o poder da perfuração com a explosão. {{Autor: Eu vou chamar de 9MM e Rifle, porque facilita e todo mundo sabe que é assim....}}

 

“Eu vou ver o que é, fiquem aqui...” – Le Chang.

 

Ele então lentamente se aproximou do pedestal, o qual parecia comum.

 

“Parece que é algum tipo de artefato, mas é ativo apenas por mana...” – Le Chang.

 

“Tente usar uma Joia de Mana...” – Wuhan Xie.

 

Le Chang então pegou uma joia do tamanho de seu punho e aproximou da esfera, no topo dela, um orifício apareceu, logo em seguida uma sucção imensa puxou a joia, como um tufão.

 

O objeto brilhou intensamente e no instante seguinte, um holograma, feito de pura Mana, apareceu flutuando sobre o cristal.

 

Era um homem, de meia idade, mas suas características não eram totalmente humanas.

 

Seus olhos eram felinos e de cor amarela, seus cabelos azuis e bem aparados, junto de seu rosto com algumas cicatrizes, o deixavam com uma sensação de selvageria.

 

Sua pele era morena e era possível ver que apesar da idade ele era bem musculoso.

 

Seu corpo era coberto por um tipo de armadura de batalha, nas costas um machado imenso emanava uma poderosa sensação de corte.

 

O homem passou os olhos no grupo e todos sentiram-se levemente inferiores.

 

“Quem são vocês? ...” Disse o holograma com uma voz poderosa.

 

“Eu sou Le Chang, estás são minhas esposas, Wuhan Xie, Lian Mei, Chi Ziyun e Min Jia...”

 

“Eu sou Faramond, mas sou conhecido como A Besta...” – Faramond.

 

“A Besta? ...” – Le Chang.

 

“Eu sou um Cavaleiro Mágico... Devido a minha Benção Bestial, eu recebi o nome de Faramond a Besta...” – Faramond.

 

“Cavaleiro Mágico? ...” – Wuhan Xie.

 

“Hm? ... Óbvio, e que mais eu seria, não estão vendo o meu Machado Sepultador de Montanhas? ...” O homem falava como se isso fosse algo incrível, um tesouro sem precedentes, mas aos olhos de Wuhan Xie, ela facilmente podia notar que o machado, no máximo, era uma Arma Épica de Quatro Refinamentos.

 

“Desculpa, mas o que faria um Cavaleiro Mágico dentro de um pedaço de cristal? ...” – Lian Mei.

 

“Cristal? ... Ah! Vocês falam da Pérola dos Cem Pensamentos? ... Hm? Espera, é sério que vocês não me conhecem? ...” – Faramond.

 

“E... É...” – Le Chang.

 

“Digam-me, em qual Nação eu estou? ... Não acredito que a Dungeon saiu do lugar dela...” – Faramond.

 

“Nação? ... Na realidade você está dentro de uma Dimensão Temporal criada por uma Elfa no Dao das Leis...” – Min Jia.

 

“Elfa no Dao das Leis? ...” O homem pareceu pensativo, como se tentasse se lembrar algo que o remetesse a indícios de sua localização.

 

“Espera... Dao das Leis? ... Dao Marcial?!!” – Faramond.

 

“Sim...” – Chi Ziyun.

 

“Espera... Em qual Reino Dimensional eu estou?” – Faramond.

 

“Esta Dimensão Temporal fica dentro do Reino Mortal, em um canto longínquo, chamado de Galáxia Leão...” – Chi Ziyun.

 

Faramond pareceu pensativo novamente, caindo em introspecção.

 

“Tsc... Faz tempo que eu não presencio uma Dungeon mudando de lugar...” Disse ele suspirando.

 

“Dungeons podem mudar de lugar? ...” – Lian Mei.

 

“Nem todas... Mas todas que conseguem, são especiais, normalmente elas tem Condições de Entrada, vocês devem ter atendido os requisitos, já que estão aqui...” – Faramond.

 

“Você sabe quais são? ...” – Min Jia.

 

“Varia da Classe que você é....” – Faramond.

 

“Classe? ...” – Chi Ziyun.

 

“Vocês não sabem nem isso? E vieram para uma Dungeon? ...” – Faramond.

 

“Bom, nós tivemos a ajuda de Ma Go com os estudos, mas ela disse que não se importou com o sistema político e histórico do Caminho da Verdadeira Magia e se ateve apenas ao estudo da Mana em si...” – Le Chang.

 

Seiryuu, Gao Yao e Xiong Lin, também falaram que não sabiam quase nada sobre como era o sistema deles, apenas superficialmente, afinal, quando eles estavam vivos, com suas posições na Existência, não era muito sábio sair por ai dando uma volta e estudando despreocupadamente.

 

“Hm... Bom, Eu sou um Guerreiro Mágico, uso a Mana para reforçar meu corpo e meus Itens Mágicos... Tem a Classe de Magos, os quais usam Magias de vários tipos, mas diferente de nós, a ideia é fazer a Mana sair de seus corpos, criando vários eventos... Tem os Paladinos Mágicos, são conhecidos por usar a Magia Sagrada, eles conseguem expelir a Mana de seus corpos como os magos, mas a distância não é tão grande, já o reforço corporal eles também são capazes de usar, mas não tão bem como nós, o diferencial é a Magia Sagrada, ela é bem poderosa... Existe outras Classes, mas essas três são as mais comuns...” – Faramond.

 

“Hm... Basicamente é dividida em Longo, Médio e Curto Alcance... O Dao Marcial também segue um padrão parecido...” – Le Chang.

 

“Você disse que a Dungeon se moveu, sendo assim, de onde você veio? ...” – Lian Mei.

 

“Eu sou do Reino da Mana Selvagem...” – Faramond.

 

“Hm... E como você veio parar aqui nessa Dungeon, e o que é esta Pérola que você mencionou antes? ...” – Wuhan Xie.

 

“Vocês gostam de perguntar...” Disse ele coçando a nuca como se estivesse cansado de responder.

 

Ele suspirou e falou.

 

“Eu vim aqui com um grupo para conquistar a Dungeon, mas acabei sendo gravemente ferido, em meus últimos momentos, pedi que conservassem minha Mente e Alma dentro desta Pérola, assim poderia ajudar os outros aventureiros que vem até a Dungeon...” – Faramond.

 

“Ajudar? ...” – Chi Ziyun.

 

“Sim, esta Dungeon é dividida em Dezoito Andares, a dificuldade triplica a cada andar... A mesma coisa acontece com as Portas Mágicas... Além disso, as Bestas de Mana ficam muito mais poderosas, não só isso, mas até mesmo uma certa adaptabilidade é vista em seus movimentos... Até parecem Animais Transcendentes...” – Faramond.

 

O grupo compreendeu o que ele queria dizer.

 

Haviam Feras Mágicas, Bestas de Mana, também chamadas de Bestas Demoníacas, as Bestas Abissais e entre várias outras, existiam os Animais Transcendentes.

 

Eles eram como as Feras Mágicas, mas em vez de serem modificados pelo contato prolongado com o Qi, aqui ocorria através da Mana.

 

Animais Transcendentes eram animais comuns, desde os mais simples, como as formigas, até os maiores como os elefantes, todos eles podiam sofrer alterações.

 

Animais Transcendentes eram capazes de adquirir consciência, porém, a capacidade de se transformar era diferente.

 

As Feras Mágicas quando se transformam em corpos humanos, na realidade estão fazendo uma troca.

 

O seu corpo físico é levado para dentro de sua Dimensão Espiritual, no interior de seu Núcleo de Qi e a Forma Espiritual, vem para a Dimensão Material.

 

Isso é uma capacidade única das Feras Mágicas, as demais raças não as possuem.

 

Ou seja, toda Fera Mágica em sua forma humana, não tem um corpo de carne e osso, mas de Energia Espiritual.

 

A diferença é que devido a ser a Forma Espiritual real do ser, ela não emite Energia Espiritual, do contrário a forma espiritual lentamente se dissiparia e a Fera morreria.

 

Além disso, todo o dano e ação que a Fera Mágica faça com sua Forma Espiritual, seria igualmente refletido em seu corpo, dentro de sua Dimensão Espiritual, ou seja, morrer na forma humana é morrer de verdade.

 

Apenas as Feras Mágicas eram capazes de alterar a sua Forma Espiritual, mas ela era capaz de transformar-se apenas na forma humana, isso foi algo que Xiong Lin decidiu ao criar o Dao Marcial, já que até ali, as Feras Mágicas, com exceção das Lendárias e Divinas, não existiam, apenas os Animais Transcendentes.

 

De qualquer forma, a diferença entre as Feras Mágicas e os Animais Transcendentes, era que nestes últimos, a exposição a Mana, alterava as suas células, de todos os tecidos do corpo.

 

Sendo assim, o Animal poderia mudar sua forma literalmente, fazendo seu esqueleto, carne, músculos e afins mudarem de forma.

 

Contudo, devido a ser uma mudança real, a dificuldade era muito maior, mas tinha suas vantagens.

 

Porém, enquanto as Feras Mágicas podiam se transformar em Humanos desde o Dao da Alma, os Animais Transcendentes o fariam apenas em um nível equivalente a alguém no Dao do Esclarecimento, já que as mudanças eram feitas de forma consciente.

 

No caso de um animal imenso virar um humano, ou vice-versa, as células extras ou em falta, eram transformadas em pura mana ou geradas a partir dela.

 

 

Contudo, somente se elas não tivessem sido destruídas, Células que morreram, não podem ser repostas através deste tipo de transformação e apenas Magias de cura teriam tal efeito.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.