Ascensão de um Deus

449 - Dao das Leis

O Rei Astaroth, a Rainha Vanity, Rainha Petra e o Rei Urien foram até a Entrada Sul, afinal as explosões estavam ocorrendo ali.

 

Já no lado leste, os governantes do Clã Norte e Oeste foram para defender o local.

 

Ao chegarem lá, não demorou muito para que alguns milhões de Elfos chegassem também.

 

Havia uma grande quantidade no Dao do Esclarecimento, mas os maiores número estava no Dao da Alma e Purificação.

 

Enquanto isso, no Sul, as explosões continuavam de forma sequencial.

 

Ninguém conseguia se aproximar, haviam bombas colocadas acima da entrada e também no solo, o que criava uma grande instabilidade, bem como uma avalanche de milhares de toneladas de rochas.

 

Além disso, haviam diversas armadilhas, as quais emanavam poder destrutivo.

 

“Estranho… Qual a lógica de deixar tão a vistas estas armadilhas?” Murmurou o Rei Urien para o Rei Astaroth.

 

“Realmente…” O Rei Astaroth estava a Meio Passo do Dao Santo, e apenas sua esposa tinha força equivalente a sua.

 

Ele analisava as informações à sua frente rapidamente, tentando entender o que acontecia.

 

“As Entradas são protegidas por círculos mágicos poderosos, os quais remontam de milhares de anos… Eles não desabariam apenas por deslizamentos…” - Rainha Vanity.

 

“Realmente… Além disso, não parece que o objetivo seja causar o colapso do túnel, afinal se fossem tentar algo do tipo, as explosões estão muito mal posicionadas…” - Rainha Petra.

 

“E o lado Leste? … O que disseram?” - Rei Urien.

 

“Eles estão parados lá, esperando algum inimigo sair por ali, mas, até agora, nada…” - Rei Astaroth.

 

…………………………….

 

Enquanto isso, no centro da caverna.

 

O Guarda que foi avisar das explosões, olhava de um lado para o outro, como se estivesse fazendo o seu melhor para guardar a entrada para o Salão de Reuniões.

 

Contudo, assim que qualquer presença em um raio de uma milha desapareceu, o guarda simplesmente se desfez em dezenas de cipós e pedaços grandes de Quartzo.

 

No momento seguinte, Le Chang e Chi Ziyun apareceram através do espaço.

 

Le Chang segurava em suas mãos um Elfo Negro, idêntico ao guarda.

 

“Essa Habilidade é ótima… Você foi incrível…” - Le Chang.

 

Chi Ziyun sorriu pelo elogio de seu esposo.

 

Eles na realidade haviam aproveitado o fato de estarem no Dao Santo e com sua força completamente esmagadora, subjugaram o guarda.

 

O local era vigiado apenas por ele, já que para chegar até aqui, haviam dezenas de anéis de soldados e armadilhas, ninguém esperava que alguém no Dao Santo passaria tão despercebido ou faria um movimento tão ousado.

 

E como a Reunião era importante, as paredes foram seladas para impedir que interferências externas acontecessem, apenas em casos de emergências o Guarda poderia acionar uma Formação na porta e permitir que o som retornasse à adentrar o local.

 

Porém, ele nem viu o que o atingiu, apenas apagou quando Le Chang enviou uma pequena agulha, tão fina quanto um fio de cabelo, feita de Ouro Celestial.

 

O objeto cravou na base do pescoço do Elfo e por conter toxinas, ele desmaiou quase que na hora.

 

Após isso, Chi Ziyun fez uso da Habilidade da Vida: Imitação da Criação da Vida!

 

Basicamente ela usou um conjunto de cipós para ganhar a forma do Elfo, todavia, ainda era preciso ter uma Aura como a deles, sendo assim, usaram um pedaço de Quartzo das Lágrimas, que eles pegaram facilmente após Le Chang usar a Transformação da Terra e simplesmente fazer um pedaço do cristal vir a superfície.

 

Afinal, eles não eram tolos para cometer um erro tão simples, como ir em uma hospedaria com disfarces tão simplórios.

 

Tudo era um plano, para afastar os poderosos, tirando a atenção deles do Centro.

 

O plano nasceu das memórias de um reles soldado.

 

Le Chang e Chi Ziyun analisaram as memórias e viram as grandes dificuldades e medos que este povo tinha.

 

As desavenças e as guerras internas eram pífias, muitas vezes motivadas apenas por pequenos pedaços de terras e plantações.

 

Não era algo em larga escala, do contrário, jamais se uniriam para defender o território como um todo.

 

Sendo assim, tudo ocorreu perfeitamente.

 

Chi Ziyun colocou algumas sementes no Elfo desmaiado, então alguns cipós e pequenas árvores o sustentaram em pé, para fingir que ele estava em guarda para qualquer eventualidade, já que se ela se distanciasse muito do Clone que ela havia feito, ele seria desfeito.

 

De qualquer forma, Le Chang e Chi Ziyun rapidamente foram até o salão.

 

Não foi difícil entrar.

 

“Hm… Tente encontrar alguma passagem…” - Le Chang.

 

“En!” - Chi Ziyun.

 

Na realidade, o local podia parecer simples, mas não era.

 

O Salão de Reuniões era onde outrora foi o Hall de Entrada do Palácio.

 

Apenas transformaram o local em um cômodo capaz de comportar algumas pessoas para uma reunião.

 

Já que, logo ao lado do Salão, haviam muros e paredes destruídas, era possível ver que havia um castelo imenso além do Salão, em ruínas.

 

Contudo, era fácil se enganar com o que estava à vista.

 

No entanto, logo após o Salão de Reuniões, que nada mais era que um local com dimensões de 10x15x20, havia uma imensa barreira, envolvendo tudo que havia logo após, no formato esférico.

 

Após algum tempo, finalmente eles encontraram uma passagem escondida, a qual após ser resolvida a fechadura, baseada em formações, se abriu tranquilamente.

 

O local apenas deu lugar a um túnel simples, mas que no fim terminava em uma outra abertura.

 

Porém, logo na saída, a Barreira estava ali, impedindo qualquer passagem.

 

Le Chang havia analisado com os Olhos Que Tudo Veem.

 

“A Barreira foi feita por alguém no Dao do Eterno Santo ou acima… Não me surpreende de ainda estar em tão bom estado…” - Le Chang.

 

“Parece que na própria barreira existem milhares de formações, atacando ela… Olhe só…” - Chi Ziyun.

 

“Sim… Você tem razão… Mas se for assim, qual o sentido?” - Le Chang.

 

“Realmente…” - Chi Ziyun.

 

“Eu tenho uma ideia… Faça uma barreira ao redor de mim, com cipós e impeça que minha Aura vaze… Eu vou entrar no Modo Desperto e usar todo o poder dos meus olhos…” - Le Chang.

 

“En!” - Chi Ziyun.

 

Ela então invocou um casulo, deixando Le Chang completamente isolado, após isso, ela enviou dezenas de formações, feitas de pura Energia Espiritual, advindas de Xi Wangmu, o Espírito da Flora Divina.

 

Então, após alguns minutos, finalmente Le Chang saiu.

 

“A Barreira é composta em sua maioria por Energia Espacial… Todavia, ainda há Energia da Vida, Energia da Natureza… E Energia da Luz…” - Le Chang.

 

“Quatro Energias ao mesmo tempo?” Chi Ziyun estava surpresa.

 

“Bom… Realmente eu não entendo…” - Le Chang.

 

Ele diz isso porque até mesmo ele, conseguia fazer isto apenas em um nível muito baixo.

 

Ele atualmente tinha em suas mãos o controle da Energia Yang e da Energia Yin, bem como da Energia Dourada, porém, apenas podia controlar as duas primeiras pela milagrosa Energia Dourada, do contrário, o poder dentro dele colapsaria e explodiria.

 

No fim, Le Chan tinha um controle básico sobre as duas Energias.

 

Gao Yao uma vez disse que em níveis elevados, alguém com a Personificação da Energia Yin pode criar exércitos de seres feitos de pura Energia, ou podem usar a Energia Yin para criar até mesmo seres vivos, baseados na Morte.

 

Não só isso, mas Gao Yao contou que o maior poder da Energia Yin está na capacidade de afetar o movimento das Partículas Energéticas, ou seja, a vibração delas é que dá origem aos tipos de Qi e até mesmo algumas outras Energias.

 

O que ele queria dizer era simples, aquele com o controle absoluto sobre a Energia Yin, conquistava o poder único de Anulação. Uma habilidade do mais alto nível de poder, capaz de erradicar por completo, até mesmo, pequenos pedaços da realidade.

 

Já Seiryuu explicou que a Energia Yang é o completo oposto, mas ao mesmo tempo é idêntica, em outras palavras, a Anulação pode ser alcançada de outra forma, contudo, enquanto a Energia Yin fazia isso diminuindo as vibrações das Partículas e tirando as suas propriedades, a Energia Yang tinha a capacidade de acelerar de tal forma que as Partículas Energéticas seriam erradicadas.

 

Porém, o surpreendente era o que estava à frente deles, esta Barreira era algo que não deveria existir.

 

Mesclar Energias diferentes é algo surreal, poucas pessoas em toda a Existência poderiam atingir tal feito.

 

“Como alguém conseguiu mesclar quatro energias? Não só isso, mas como é que alguém consegue dominar quatro Energias?” - Chi Ziyun.

 

Gao Yao, Seiryuu, Xiong Lin e Xi Wangmu apareceram, eles estavam em suas formas reais.

 

Xi Wangmu levou suas mãos até a barreira, fechou os olhos por alguns instantes e então a retraiu.

 

“Eles usaram Energia Espiritual…” - Xi Wangmu.

 

“Energia Espiritual? … Mas eu não vi senti nada…” - Le Chang.

 

“Bom, eles usaram no começo, mas ela já se dispersou totalmente… Seus olhos são poderosos, mas ainda não foram elevados ao máximo…” - Xi Wangmu.

 

Ela tinha razão, apesar dele ter uma capacidade ocular absurda, haviam alguns limites.

 

Ele poderia enxergar até mesmo as moléculas ao seu redor, mas isso se limitava a um raio de dez cem metros.

 

Já em um raio de dez metros, ele era capaz de ver o cerne de tudo, as Partículas Energéticas, porém, em um raio de um metro, ele era capaz de ver os Padrões Lógicos, os quais eram usados pela realidade para escrever a Existência.

 

“Isso quer dizer que a barreira é tão espessa assim?” Le Chang estava surpreso, entendendo o que ela dizia.

 

“Acredito que ela tenha duzentos metros de espessura… As camadas mais internas estão repletas de Energia Espiritual… Eu também sinto dezenas de consciências… Acredito que a Energia Espiritual esteja sendo controlada por alguma formação muito complexa… Dessa forma, eles manipularam as Consciências de diversas pessoas e criaram uma Barreira com várias Energias…” - Xi Wangmu.

 

“Isso é realmente possível?” - Le Chang.

 

“… Pelo que está na nossa frente… Sim… No entanto, a força de quem fez isso… Você disse que ela estava no Dao do Eterno Santo… Porém, a formação provavelmente foi feita por alguém no Dao das Leis…” - Xi Wangmu.

 

“O que? Dao das Leis? Como poderia uma força assim aparecer neste local? … Alguém com essa força até mesmo um Planeta de Classe A se regozija de os ter…” - Gao Yao.

 

“Ela tem razão… Eu sinto um poder muito forte além desta barreira…” - Seiryuu.

 

“Alguém no Dao das Leis é tão forte?” - Le Chang.

 

“É o patamar de poder onde, pela primeira vez, alguém tem contato com as Leis que regem a Existência… Ou seja, ao atingir o Dao das Leis, você é capaz de interagir diretamente com as Leis…” - Seiryuu.

 

“Cada pessoa se especializa em uma Lei… Por exemplo, eu, me especializei na Lei da Entropia…” - Gao Yao.

 

“Lei da Entropia?” - Le Chang.

 

“Não é algo para você entender agora… Porém… Se alguém atinge esse nível de poder… Destruir pequenos planetas está a um mero estalar de dedos…” - Seiryuu.

 

Le Chang respirou fundo, surpreso pelo que ouvia.

 

“Então é impossível entrarmos?” Disse Le Chang olhando pela barreira.

 

“… Não sei… Mas claramente os povos daqui estão tentando entrar…” - Xi Wangmu.

 

“As formações que estão atacando a barreira foram colocadas a um bom tempo também… Além disso, elas estão atacando diretamente a Energia da Vida, como se estivesse garimpando uma mina… Assim que ela se desprende da Barreira, ela é transformada em Energia da Morte pela corrupção da Tumba…” - Xiong Lin.

 

“Se nós mexermos nelas… Provavelmente vamos alertar a todos que estamos aqui… Além disso, isso explica o porquê de existir tanta vida baseada na Energia da Morte… A Energia da Vida é tão grande que ao ser corrompida, proporcionou uma quantidade densa demais para a tumba absorver rapidamente… Isso deu tempo de transformar a flora original, nesta de agora…” - Chi Ziyun.

 

“Bom… Eu tenho um plano… Vamos tentar…” - Le Chang.