Ascensão de um Deus

430 - Império Kain

Enquanto isso, no Planeta Penas do Caos, Wuhan Xie, Lian Mei e Min Jia haviam terminado o teste para poderem voltar a atuar na Guilda.

 

Elas haviam criado uma Equipe, dessa forma poderiam pegar missões em conjunto.

 

Como elas estavam no Dao Santo, suas missões eram relativamente complexas e difíceis.

 

A primeira que pegaram era um pedido de ajuda, vindo de um reino dentro do Planeta.

 

Estes pedidos eram comuns, afinal um planeta deste tamanho tinha dezenas de países e impérios.

 

Claro, o Planeta Penas do Caos era controlado totalmente pela Seita da Primavera Eterna.

 

Por causa disso, já que a Seita era apenas para mulheres, era visível que as maiores potências eram controladas por elas.

 

Tirando a Seita, a qual contava com uma Cultivadora no Dao da Suprema Santa, haviam várias outras forças, as quais continham um bom número de pessoas no Dao do Santo Rei.

 

Dessa forma, devido a força feminina ser imensa, havia um grande respeito da parte dos homens.

 

Em todo o planeta não haviam bordéis, já que eram feitos vistorias em todos os locais, todos os meses.

 

Esse Planeta era um lugar modelo, onde alguém com poder absoluto e com boas intenções pode realmente mudar as coisas.

 

O local tinha um complexo sistema de regras.

 

Qualquer infração teria uma pena pesada, podendo variar de alguns dias ou meses em uma prisão, a morte e o pior de todos era a tortura seguida de morte.

 

Normalmente a última era utilizada para casos hediondos.

 

Havia também uma Lei de Igualdade, na qual promovia direitos iguais para ambos os sexos, masculino e feminino.

 

Dessa forma, os homens no Planeta não eram maltratados, afinal as mulheres eram maioria.

 

De qualquer forma, a Missão solicitava o auxílio em uma guerra que acontecia em um Supercontinente.

 

Três Impérios estavam em guerra, o Império Kain, o Império Lang e o Império Trao.

 

O primeiro era comandado pelo Imperador Kain Kong, um cultivador poderoso, o qual estava no 2º Grau do Dao do Santo Rei.

 

Já o Império Lang era comandado pela Imperadora Lang Bo, a qual estava no 1º Grau do Dao do Santo Rei.

 

Enquanto isso, o Império Trao era controlado pelo Imperador Trao Tong, o qual tinha o mesmo nível de força de Lang Bo.

 

Eles ficavam no Supercontinente Kwen.

 

Esses três Impérios controlavam o Continente, mas após algumas desavenças, eles entraram em guerra.

 

Cada um lutava de forma isolada e ninguém estava com vontade de se juntar a outro Clã para subjugar o outro.

 

Porém, o Imperador Kain Kong era o mais forte entre eles, no entanto, em relação a força geral do Clã ele tinha a menor.

 

Devido as constantes guerras e as características do terreno do Clã Kain, eles sofreram dezenas de baixas significativas.

 

Eles tinham quase cem pessoas no Dao Santo, e os outros dois tinham cerca de oitenta a noventa, mas após quase um século de guerra, o número caiu.

 

O Clã Kain, controlador do Império de mesmo nome, perdeu metade de seus cultivadores no Dao Santo, já os outros dois tiveram um tempo melhor, perdendo apenas vinte.

 

Basicamente o Supercontinente era dividido em três territórios, mas como ele tinha um formato de elipse, os dois extremos eram controlados pelo Império Trao e Lang, enquanto o Império Kain ficava no centro, cercado, por todos os lados.

 

Por causa disso, ele era o alvo mais fácil, mas resistia bravamente devido a força de seu Patriarca e por terem maiores heranças do Dao Marcial.

 

…...…………………………………….

 

Lian Mei, Wuhan Xie e Min Jia usaram a Plataforma de Teletransporte da Guilda, para assim chegarem no Continente mais próximo do local desejado.

 

Ali havia uma filial da Guilda, onde elas conseguiram um mapa da região que estavam indo, bem como um resumo das forças, Clãs e cultura local.

 

Pelo que constava, as três potências há dez mil anos, eram uma só força.

 

Ou seja, um único Império, que era controlado pelos três Clãs mais poderosos.

 

No entanto, conflitos começaram a aparecer todos os dias e após uma das mulheres do Clã Kain ter sido raptada, filha de um dos Anciãos do Clã, as coisas só pioraram.

 

Não havia sido feito por nenhum dos outros Clãs, mas uma força externa e quando o Clã Kain foi pedir auxílio para o resgate, ambos não ofereceram apoio e decidiram não interferir.

 

No fim, em meio a batalha para resgatar a mulher, ela percebeu que os guardas não iam conseguir resgatá-la e com medo de ser enviada para bordéis em outros planetas ou ser ferida pelos bandidos, ela mesmo se matou, cortando sua jugular.

 

O seu pai ficou cheio de rancor e ódio, em um momento de insanidade ele moveu todo o Clã Kain contra o quartel general dos bandidos e matou todos, um por um, torturando de forma cruel.

 

Após esse acontecimento, os laços começaram a desmoronar.

 

O Clã Lang também começou a se distanciar e começou a negociar com outros Continentes, fechando negócios pensando apenas no lucro próprio.

 

Já o Clã Trao se mantinha indiferente, mas vários conflitos começaram a surgir nos ramos secundários do Clã Lang e o Clã Trao.

 

Então, com esses diversos problemas, o Império lentamente desmoronou, causando a separação das forças, a qual até hoje mantém grande rancor entre si.

 

Todavia, apenas nos últimos cem anos que a guerra realmente teve um início e saiu apenas das quatro paredes.

 

A causa foi o surgimento de uma formação estranha, ela ficava em uma ilha, a qual não pertencia a nenhum dos Clãs, mas para todo o Continente.

 

Esta formação era incrível.

 

Essa ilha era cortada por uma grande cordilheira, contento quase mil montanhas, uma do lado da outra, como a espinha dorsal de um imenso dinossauro.

 

Onde havia uma estranha névoa, multicolorida, que pairava por todos os locais.

 

Algumas pessoas disseram encontrar várias Ervas Santas nas proximidades da Cordilheira, bem como tesouros estranhos foram vistos, Feras Mágicas antes nunca vistas e milhares de acontecimentos estranhos.

 

Isso deixou todos os poderosos com uma sede imensa por controlar aquela área.

 

Sendo assim, todos se moveram para reivindicar a ilha, o que acabou criando a colisão dos três Clãs, os quais obviamente não gostariam de ceder.

 

A informação deste local chegou em vários locais e muitas pessoas ficaram interessadas, porém, a Fada Floral, impediu que outro Continente, seja ele um Continente Supremo, Super ou Celestial, de tentar tomar para si o local.

 

Ela havia feito isso mais por uma jogada política que uma questão de bondade.

 

Já que se ela deixasse os poderosos atacarem os fracos e tomar o que era deles, que moral ela teria para impedir que suas Discípulas fossem atacadas? Se alguém tem poder, porque ele não pode usar?

 

Sendo assim, ela decidiu intervir.

 

Claro, ela não era tola, sabendo que a área poderia conter milhares de tesouros ela mesma foi investigar o local.

 

Entretanto, a Névoa Multicolorida impedia que ela entrasse na cordilheira, ela tentou de diversas formas.

 

Ela até mesmo atacou a névoa, o que resultou em um tsunami imenso, já que ali era uma ilha, mas ela não foi tola e colocou uma barreira ao redor para impedir de chegar ao continente.

 

Enfim, nada foi concretizado e ela teve de voltar com as mãos abanando.

 

Nem mesmo Ervas Santas apareceram, sendo assim ela desistiu da ideia e imaginou que eram apenas lendas ou se eram reais, tudo já havia sido coletado.

 

Porém, os três Impérios não pensavam assim.

 

……………………………………………………….

 

Um dia depois.

 

Min Jia, Wuhan Xie e Lian Mei chegaram ao Supercontinente Kwen.

 

Elas estavam em um porto, onde havia imensos navios usados para o transporte marítimo.

 

Ali existiam algumas organizações para vistoriar a carga que chegava e saia do Continente, afinal poderia haver objetos roubados sendo traficados e até mesmo pessoas, algo que era proibido pela Seita da Primavera Eterna.

 

Elas pegaram o mapa em suas mãos e passaram os olhos por eles.

 

“Parece que o Supercontinente é, pelo menos, três vezes maior que o Supremo Continente Shiang…” - Lian Mei.

 

“En! … Isso quer dizer que cada Império controla um terço dele…” - Wuhan Xie.

 

“Interessante… Olha nessa parte…” Disse Min Jia apontando para um local no mapa.

 

Ali havia um risco azul, o qual cortava o continente de um extremo a outro, passando por todos os Impérios.

 

“É o Rio da Ascensão…” Lian Mei disse lendo o nome que estava escrito sobre o risco.

 

“Mas olhem ali… Os traços que demonstram a direção que a água corre vem de ambos os lados…” - Wuhan Xie.

 

“Hm… Verdade, parece que os Impérios nas fronteiras têm uma elevação maior que o centro…” - Min Jia.

 

“De onde é a nascente?” - Lian Mei.

 

“Que estranho… Parece que é do próprio mar…” - Wuhan Xie.

 

“Hm… Bom, isso não importa muito, é melhor nós irmos rápido…” - Min Jia.

 

“En!” Concordaram as duas.

 

Elas rapidamente se mesclaram ao espaço e correram em direção ao local da reunião.

 

Basicamente o Império Kain era composto por Países Menores.

 

Cada um tinha um Rei, mas era Kain Kong o chamado Rei Supremo.

 

O país controlado por ele ficava no centro absoluto de todo o Império e levava o nome de País da Escuridão, já que o Clã Kain era conhecido por suas Linhagens do Atributo Escuridão.

 

Ela era uma variante da Energia do Caos, uma Energia complexa e extremamente poderosa, comparável por alguns a Energia Primal.

 

Havia também o Atributo do Caos, que na realidade apenas era uma Energia do Caos extremamente impura.

 

De qualquer forma, para chegar até o seu destino, as três deveriam atravessar cinco países.

 

O primeiro era o País Cinza, o qual fazia jus ao seu nome, já que a terra do local tinha essa cor.

 

“Parece que aqui já foi alguma área de intensa atividade vulcânica…” - Lian Mei.

 

“En! … Além disso, é fácil sentir a quantidade de Qi Fogo que existe aqui…” - Min Jia.

 

Elas estavam conversando tranquilamente, mas suas atenções foram retiradas por algumas presenças que cresciam no horizonte.

 

Não demorou muito para um grupo aparecer em suas linhas de visão.

 

Haviam quatro mulheres e cinco homens.

 

As mulheres vestiam mantos luxuosos, feitos com belas pedras e bordados de ouro e prata.

 

Os homens já tinham roupas mais simples e tinham um cultivo menor também.

 

As quatro estava no Pico da Verdadeira Rainha do Dao Lendário, já os cinco homens estavam todos no Verdadeiro Senhor.

 

Duas delas carregavam espadas em suas cinturas, já outra um arco dourado e a última um cajado.

 

Elas ao longe viram as três meninas se aproximando.

 

“Parem já!” Gritou uma delas, enviando sua Aura contra as três.

 

Isso fez elas pararem abruptamente e seus olhos se fecharam um pouco devido a atitude desta mulher.

 

“Quem são vocês? Como ousam sobrevoar o País Cinza?!” Gritou ela novamente.

 

“Hm? Nós viemos da Guilda em uma missão…” - Min Jia.

 

“Guilda? Hmpf! Vocês são fracas demais para fazer qualquer missão por aqui…” Ela disse isso devido não conseguir sentir o cultivo delas, já que as três usavam algumas habilidades para mascarar seu poder.

 

Porém uma das mulheres interveio e era visível que ela era a mais forte das quatro.

 

“Olá… Eu me chamo Ow Mia… Quem seriam vocês?”

 

“Lian Mei…”

 

“Wuhan Xie…”

 

“Min Jia…”

 

“Desculpe a atitude de minha irmã mais nova… Mas é como ela disse, ninguém além da Família Real e as pessoas da Seita da Escuridão podem voar sobre o terreno do País Cinza…” - Ow Mia.

 

“Seita da Escuridão?” Murmurou Wuhan Xie.

 

Os olhos das quatro revelou uma leve sede de sangue, como se o desconhecimento de Wuhan Xie fosse uma grande ofensa para elas.

 

“É a Seita mais poderosa do Império Kain… Ela é diretamente controlado pelo Ramo Secundário do Clã Kain… Temos três pessoas no Pico do Dao Santo à frente da Seita.” - Ow Mia.

 

“Oh! … Entendo.” - Lian Mei.

 

“Bom… Nós pedimos desculpa, mas estamos com pressa…” Min Jia falou e junto das outras duas se moveu para sair dali.

 

Porém a mulher que falou no primeiro momento moveu suas mãos e os homens se moveram, fechando o caminho das três.

 

“Vocês devem vir conosco… Deverão ser punidas por quebrar a regra da Seita…” Disse ela novamente, mulher esta que se chamava de Ow Nu.

 

“Escutem… Nós já falamos que estamos em missão da Guilda… Nossa Missão é confidencial, mas não estamos mentindo… Por favor, abram passagem…” O rosto de Min Jia era sério ao falar isso.

 

Devido às técnicas de ocultação, o cultivo delas parecia estar no Meio da Verdadeira Senhora do Dao Lendário, era óbvio que seriam subestimadas, mas elas preferiam dessa forma.

 

“Vocês não têm escolha… Ou vem conosco, ou morrem aqui…” Ow Nu moveu suas mãos e deu sinal para os cinco homens atacarem.

 

Eles dispararam contra elas, a ideia não era matar, mas as incapacitar e levar presas.

 

No entanto, quando estavam prestes a chegar perto delas, algo ocorreu.