Ascensão de um Deus

419 - Tumba Demoníaca

“Vocês estão bem?” Disse Le Chang para suas esposas.

 

Min Jia dormia ao seu lado direito, enquanto isso Chi Ziyun estava abraçada nele, fazendo carinho no rosto de seu amado.

 

Já Lian Mei penteava os cabelos de Wuhan Xie com uma escova de prata e ouro.

 

“Estamos… Um pouco preocupadas com tudo isso, mas estamos bem…” - Lian Mei.

 

Le Chang notou tal situação, elas eram incríveis, mas elas estavam auxiliando ele a realizar um desejo seu, além disso, ele mesmo estava cansado, quem dirá suas esposas.

 

“Me desculpem… Eu tenho pedido coisas demais para vocês…” Le Chang disse acariciando os cabelos de Chi Ziyun.

 

“Não se preocupe com isso… Nós estamos preocupadas com você… Os nossos inimigos… Dessa vez são poderosos demais, a força de cada um deles é colossal e existem três…” - Lian Mei.

 

Le Chang olhou para o teto e abraçou mais forte Chi Ziyun, ele colocou o braço sob a cabeça de Min Jia e ela inconscientemente se aconchegou nos braços de seu esposo.

 

“Eu sei… Os últimos meses têm sido estressantes demais… Eu acredito que merecemos uma pausa… Além disso, pelo que consegui compreender, a Seita da Primavera Eterna não está se movendo… Provavelmente é um movimento dos outros dois cultivadores, mas se isso fosse verdade, ela já teria dado sinal de alguma ação… Eu acho que apenas um deles está vindo atacar nossa Galáxia… A Fada Floral não fez nada suspeito, o Clã Keo também não fez nada de suspeito… Sobra o Império Kar… Eu vi alguns espiões deles no pouco tempo que fiquei no Planeta Penas do Caos…” - Le Chang.

 

“Oh! … Se for isso, as coisas ficam mais fáceis…” - Wuhan Xie.

 

“Com certeza… Porém, ainda precisamos ter cuidado… Atualmente, nós temos poder suficiente para resistir aos cultivadores no Dao Santo que eles enviarem… As capacidades defensivas do território da Seita Dragão são fortes o bastante para aguentar alguns golpes de alguém no Dao do Santo Rei…” - Lian Mei.

 

“O nosso maior problema é que não possuímos pessoas poderosas o suficiente… Em um olhar geral, os únicos que podem fazer algo significativo somos nós, Ras Liang e Lau Mei… Bai Chen ainda não atingiu o Dao Santo… Os demais cultivadores ainda estão em falta na sua força… A Senhora Lin Bo provavelmente levará mais algumas semanas para atingir o Dao Santo…” - Chi Ziyun.

 

Nesse meio tempo, Min Jia acordou, sonolenta.

 

“Oh! Acordou?” Le Chang disse sorridente para sua esposa.

 

“O… Uahhhh! Oiii!” Disse ela com um olhar cansado.

 

Os quatro riram dela.

 

Após alguns momentos de algumas brincadeiras com o estado sonolento de Min Jia, a conversa retornou.

 

“No fim não podemos depositar nossas esperanças em uma ação isolada de um dos poderosos, se houver algum confronto, os outros dois serão alertados… Eles não deixariam o Rei Kar Zan levar tudo para ele…” - Min Jia.

 

“Realmente… Provavelmente é Kar Zan quem está por detrás disso tudo… Segundo as informações, ele foi o que mais sofreu com a derrota no passado, perdendo um braço e grande parte de sua vitalidade…” - Le Chang.

 

“… Mas vocês não acham estranho ele querer dominar este local? … Mesmo que ele consiga o controle daqui, o que compensaria os gastos imensos que eles já tiveram…” - Wuhan Xie.

 

“É um ponto importante… Antigamente os três formaram uma aliança que jamais havia sido imaginada… Eles lutaram com todas as suas forças contra a nossa Galáxia, mas mesmo após o recuo dos tais ajudantes, não vieram nos atacar novamente, mas esperaram até agora para dar os primeiros sinais de movimento…” - Le Chang.

 

“Talvez procurem algum tesouro por aqui?” - Wuhan Xie.

 

“É uma possibilidade… Mas se houvesse algo tão raro neste local, esta informação já teria vazado há muito tempo…” - Lian Mei.

 

“Quem sabe seja algo que apenas os três saibam…” - Chi Ziyun.

 

“É provável… A desculpa de expansão do território é para poder ter algum motivo ao mover todo um exército…” - Min Jia.

 

A conversa continuou por alguns minutos, mas era hora de descansar.

 

Eles sabiam que eles eram humanos e sempre teriam a natureza humana dentro de si, sendo assim, era preciso dar tempo a suas mentes, relaxar e não focar a todo momento.

 

Por mais resistentes que eles fossem, algum dia todo este esforço cobraria eu preço, as vezes, alguns dias, semanas ou meses de esforço ininterrupto não mostravam nenhum dano, porém, com a repetição destes momentos, o corpo e a mente lentamente se fragilizariam.

 

Então, durante duas semanas inteiras, Le Chang e suas esposas não fizeram nada, apenas curtiram suas vidas de casados e o dia a dia.

 

Eles comeram, dançaram, passearam, dormiram e fizeram algo que qualquer ser humano faria em umas férias bem-merecidas.

 

Após estas duas semanas, eles estavam renovados.

 

O cansaço havia desaparecido.

 

No fim, as meninas amavam Le Chang e haviam feito os objetivos dele os seus objetivos e o mesmo ocorreu com Le Chang, tornando o sonho de suas esposas em seus sonhos.

 

………………..…………………….

 

Wuhan Xie, Lian Mei e Min Jia estavam na Plataforma de Teletransporte, desta vez, as três iriam até o Planeta Penas do Caos, a ideia era simples, coletar informações.

 

Não se ataca ou defende-se com sucesso sem informações sobre o alvo, ela é essencial, ainda mais em uma batalha por uma galáxia inteira.

 

Todas elas vestiam roupas simples, mantos comuns, as cores neutras e não chamavam muita atenção para si.

 

Min Jia esmagou um jade em suas mãos e a plataforma rapidamente se ativou, levando elas para o Planeta Penas do Caos.

 

Após um tempo, Le Chang também foi até a Plataforma, mas seu destino era diferente, além disso, junto dele estava Chi Ziyun.

 

“Pronta?” - Le Chang.

 

“En!” - Chi Ziyun.

 

Ele então esmagou um jade, ativando a formação que os levou para um outro local.

 

O espaço ao redor deles se distorceu, como se caísse sobre si mesmo.

 

Após alguns instantes, eles se viram em outro local, no meio de uma grande floresta, o Qi no local era espesso.

 

Le Chang e Chi Ziyun estavam no Planeta Imperial, que como o próprio nome já deixava claro, era governado pelo Império Kar.

 

“Onde nós estamos?” - Le Chang.

 

Chi Ziyun fechou um pouco seus olhos e concentrou-se em sentir o Qi ao seu redor.

 

“… Parece que a Floresta se estende por cem mil milhas em todas as direções, não encontrei nenhuma construção ou indícios de humanos pela região… Além disso, o número de Feras Mágicas é incerto, o Qi é espesso, mas tem uma grande quantidade de impurezas, fica difícil discernir as coisas…” - Chi Ziyun.

 

“Hm… Cem mil milhas? …” - Le Chang.

 

“Bom… Foi até onde eu consegui sentir a flora e a vida animal… Mas eu apenas consigo sentir pequenas informações e sem grande detalhe… Em cem mil milhas acredito que aja apenas 40% de certeza nas informações…” - Chi Ziyun.

 

“Certo, isso já é ótimo… Vamos fazer a base neste local e depois exploraremos a área… Precisamos achar alguma cidade ou vilarejo onde possamos coletar informações…” - Le Chang.

 

Os dois rapidamente retiraram os materiais necessários e com a ajuda de Chi Ziyun e seu controle sobre o Qi Madeira, aliada a capacidade de Le Chang com o Qi Terra, eles criaram uma grande caverna subterrânea, na qual colocaram poderosos Círculos Mágicos Defensivos e Ilusórios.

 

Após isso, eles criaram um cômodo no local que serviria de base para eles, uma moradia no caso de não acharem nada durante o dia. Ali havia quarto, banheiro, sala e cozinha, também havia dispositivos de comunicação para eles falarem com as meninas.

 

Le Chang criou uma formação menor, capaz de ser utilizada sem o custo imenso da Plataforma Principal.

 

A ideia era que eles poderiam ter uma rápida movimentação de um local até sua base, sem perder tempo com o retorno.

 

“Nossa melhor opção é nos orientarmos pelo sol… Vamos seguir para o lado onde ele nasce…” - Le Chang.

 

“En!” - Chi Ziyun.

 

Os dois rapidamente saíram do local e foram lentamente para a direção desejada.

 

Eles poderiam ir mais rápido, mas o terreno era desconhecido, bem como a existência de construções ocultas ou coisas do gênero.

 

Chi Ziyun podia sentir os focos de vida, mas o tipo de vida era um pouco opaco, sendo assim, apesar dela saber da existência das Feras Mágicas no local, ela não conseguia dizer com precisão qual o poder exato destes seres.

 

Porém, assim que eles andaram apenas cem milhas do local do esconderijo, as coisas mudaram completamente.

 

Chi Ziyun parou abruptamente e levantou seu braço, sinalizando para Le Chang também parar.

 

“O que houve?” - Le Chang.

 

“Sinta o ambiente… Não sente algo estranho?” - Chi Ziyun.

 

Ele parou por um instante e acalmou sua mente, sentindo o ambiente ao seu redor.

 

“Hm… Uma ilusão?” - Le Chang.

 

“É o que parece…” - Chi Ziyun.

 

Ele então retirou o Arco Épico de Sete Refinamentos e pegou uma Flecha Especial.

 

O corpo dela era feito de um metal extremamente resistente e a ponta dela era feita de Ouro Celestial.

 

Le Chang colocou a Flecha no arco e lentamente esticou a corda, até que a tensão atingiu o máximo possível.

 

Ele ativou os seus Olhos ao pico de poder e fez uma imensa quantidade de Energia Primal disparar para a Flecha.

 

Assim que ele soltou a corda, o poder explosivo foi tão grande que o corpo de metal virou pó e apenas a ponta fez seu trajeto.

 

Não demorou mais que alguns milésimos de segundo para que o projétil atingisse o seu alvo.

 

A ponta da Flecha bateu com tudo em um tipo de parede invisível a algumas centenas de metros da posição deles.

 

A onda de choque, bem como a explosão em si, causou um estrago colossal, forçando os dois a se protegerem do ataque de Le Chang.

 

‘Clack! Clack! Clack!’

 

Como um espelho de vidro, lentamente o espaço começou a rachar.

 

Imensas formações apareceram no ar a frente e elas tinham grandes rachaduras.

 

“Agora!” - Le Chang.

 

“Habilidade Draconiana: Espada da Natureza do Deus Dragão da Madeira Divina!!” Gritou ela trazendo a Espada Épica em suas mãos em um arco horizontal.

 

A liberação deste poder terminou o serviço, destruindo a formação ilusória a frente deles.

 

Sem pestanejar, ambos dispararam para a abertura, que não demorou mais que alguns décimos de segundo para se recuperar do dano.

 

A visão a frente deles era o total oposto do que imaginavam.

 

Ali havia um local sombrio, a luz do sol era alaranjada, a paisagem era de uma floresta morta e completamente sem vida.

 

O rosto de ambos se alarmou quando entenderam o que ocorria ali.

 

Le Chang cobriu seu corpo com a Energia Dourada e Chi Ziyun formou uma cúpula de pura Energia da Vida.

 

Eles olharam para trás e viram que o rasgo na formação havia sido destruída.

 

O local que dividia a floresta repleta de vida e este local sem vida alguma era estranho.

 

Do lado da floresta era como se houvesse uma ilusão de uma floresta continua, mas do lado sem vida, era uma imensa barreira disforme, que mudava de cor e densidade.

 

Não só isso, mas o local exalava uma sensação de morte e fim, como se a vida fosse ali para morrer.

 

‘Seiryuu, Gao Yao… Vocês sabem o que é isso?’ - Le Chang.

 

‘Uma tumba…’ - Gao Yao.

 

‘Tumba?’ - Le Chang.

 

‘En… A tumba de um Demônio… E um bem forte… Muito forte mesmo…’ - Gao Yao.

 

Le Chang falou para Chi Ziyun e ela olhou surpresa para ele.

 

Gao Yao e Seiryuu se materializaram em suas formas espirituais no mundo material, para poderem se comunicar com Chi Ziyun.

 

“Isso explica o fato de seu Sentido ter se confundido com a distância e a quantidade de vida…” - Seiryuu.

 

“A Formação que vocês atacaram antes deve ser extremamente antiga… Acredito que remonta de alguns milhões de anos…” - Gao Yao.

 

“Porque diz isso?” - Chi Ziyun.

 

“Se ela estivesse em pleno funcionamento… Vocês jamais conseguiriam abrir uma passagem por ela…” - Gao Yao.

 

“Mas porque este local parece que jamais alguém pisou aqui?” - Le Chang.

 

“Por dois motivos simples… Nem todos tem o poder de romper a barreira, como vocês mesmo viram, apenas aqueles no Dao Santo tem a capacidade de abrir uma passagem e por pouco tempo… Além disso, é preciso que o Sentido Divino e a percepção desta pessoa esteja em um nível insano… Chi Ziyun sentiu pois controla a Vida… Você sentiu porque tem a Energia Dourada, eu e Gao Yao… O segundo é que quanto mais forte for a pessoa que entra aqui, mais rápido ela morre…” - Seiryuu.

 

“Que?” - Chi Ziyun.

 

“Olhem a sua volta, não existe vida alguma aqui dentro… Este local se sustenta sugando a vida, é por isso que a formação é tão poderosa, ela está sugando a vida do Planeta lentamente… Observem a parede disforme atrás de vocês… Ela está assim pois está expandindo a cada instante…” - Gao Yao.

 

“Mas se for assim, após milhões de anos ela não teria consumido todo o Planeta?” - Le Chang.

 

“A Vida está combatendo…” - Chi Ziyun.

 

“Oh! Você percebeu?” - Seiryuu.

 

“En! … A vida da Floresta está segurando a expansão… Na realidade, se analisar a forma como estão dispostas as plantas e até os animais, é possível ver um padrão… A flora e fauna do local foram pensados para resistir a desastres… Existem diversos rios cortando a floresta, bem como lagos e locais onde o Qi é mais espesso… É por isso que existem tantas impurezas no ar… É resultado da destruição da Energia da Vida e a Energia da Morte que entram em combate a todo instante…” - Chi Ziyun.

 

“Ela está certa… Acredito que após alguns milhares de anos, algum poderoso cultivador veio até este local e notou a Tumba Demoníaca… Criando a floresta repleta de vida para se opor a formação…” - Seiryuu.

 

“Mas ela não se alimenta de vida? … Isso não quer dizer que ele deu sustento para a Formação?” - Le Chang.

 

“Sim e não… Se a Formação de uma Tumba Demoníaca não recebe poder, ela lentamente esvai seu poder e quando isto ocorre, uma contração explosiva de todo o Espaço ao redor ocorre, criando um tipo de buraco negro… Não é algo muito poderoso, mas é suficiente para destruir todo o Planeta… Dessa forma, a vida da Floresta impede que isto ocorra, mas a forma como ele dispôs a floresta, faz com que a Energia da Vida seja mais presente nas fragilidades da Formação… Diminuindo o ritmo de crescimento da Tumba…” - Gao Yao.

 

Le Chang estava realmente surpreso.