Ascensão de um Deus

389 - Compartilhando a Energia Dourada

Le Chang curvou sua cabeça para a multidão a sua frente, já que as palavras de Xiulan Shu estavam repletas da mais pura verdade.

Apesar de não ter o poder, e estar longe dele, ele na realidade era o Deus Dragão e o Deus Demônio, ao mesmo tempo.

Le Chang possuía a Alma de Di Yu e o Espírito de Seiryuu, ele controlava a Energia Yin e a Energia Yang, a Energia Primal e seu sangue agora lentamente se transformava no Sangue de um Deus Dragão, o tipo? O Sangue de Le Chang era algo único, o primeiro de sua espécie.

Le Chang podia ser chamado de o Deus Dragão do Caos Espiritual, ele ainda era humano, 100% humano, mas seu Sangue tinha uma subclasse, a de um Deus Dragão, isso nunca havia acontecido, pela primeira vez, desde a criação dos Dragões e Demônios, uma raça esteve acima de um Deus Dragão.

Este jovem, de vinte e um anos, é o primeiro humano, que conseguiu se sobrepor as características Draconianas.

"Senhorita Xiulan Shu, eu preciso partir, mas deixarei todos eles em suas mãos…" Ele então moveu sua mão e entregou dez Armas Épicas de Quinze Refinamentos, uma para cada um dos dez mais poderosos do local.

"Usem estas armas, no momento é o melhor que tenho a oferecer…" Ele então entregou alguns Núcleos de Qi de Nível Santo, para que as Feras Mágicas os absorvessem, já que não poderiam fazer isso com Cristais Mágicos.

Le Chang trocou mais algumas palavras e disse algumas coisas para os milhões de seres ali presentes, dando suas primeiras ordens.

A primeira delas era, que caso alguém saia do Castelo Espiritual, antes que ele volte, eles devem manter a pessoa dentro da Dimensão e apenas se forem o Mestre Wong e Si Mei eles podem sair, Le Chang não conhecia Hy Kong tão bem a ponto de confiar plenamente nele.

"Tem alguém no Dao do Santo Rei entre eles… Não é tão forte, mas tenham cuidado para não sofrerem nenhuma baixa… Seria melhor manter um trio de pessoas perto do Castelo Espiritual, pelo menos no mesmo nível que o humano lá dentro… Assim que ele sair, quero que o prendam… Ele tentou conspirar contra mim e isso é inaceitável…" - Le Chang.

"Suas palavras serão cumpridas!" Xiulan Shu imediatamente despachou três Feras de seu Clã e eles ficaram parados em frente ao Castelo Espiritual, como torre imóveis.

Le Chang ficou feliz com as coisas, então entregou algumas ervas, pílulas e recursos para que o cultivo das Feras, bem como o aprendizado delas pudesse florescer.

Ele entregou a Xiulan Shu um conjunto de Habilidades de Cultivo Draconiano, mas ela só deveria dar para aqueles que atingissem o Dao do Supremo Santo.

Para a sorte dos outros Clãs, Seiryuu e Gao Yao haviam passeado por muitos lugares e com suas forças, adquiriram um conhecimento excepcional sobre a maioria das espécies, sendo assim, eles tinham em suas memórias algumas Habilidades de Cultivo para eles, as quais foram compartilhadas por Le Chang, mas deveriam ser utilizadas apenas por aqueles no Dao Santo e acima.

Dessa forma, ele fez vários arranjos e o restante deixou a decisão na mão dos próprios Matriarcas e Patriarcas de seus respectivos Clãs.

Após fazer isso, Le Chang dirigiu-se para o portal de saída, mas ele não era tolo, ele sabia que após tanto tempo sem notícia, haveria um bocado de pessoas no exterior.

Por causa disso, ele foi até próximo ao portal e seguiu as instruções que Jianhong Zhen havia dado para ele.

Com isso ele conseguiu mudar o local do teletransporte do portal e aparecer algumas milhas longe do portal principal.

Era uma pena que ele não podia levar as Feras Mágicas consigo por elas estarem presas devido as regras da Formação dos Ciclos do Desafio Eterno, o qual não permitia a saída de qualquer ser que houvesse nascido dentro dela ou que foi preso por ela, antes de que os Ciclos terminassem, sendo assim, qualquer um que entrou posteriormente poderia entrar e sair normalmente, claro quando o portal fosse aberto, do contrário seria impossível.

Havia somente duas formas das Feras saíram dali, Le Chang tendo poder para alterar a Formação ou os Ciclos se passando, mas isso demoraria alguns milhões de anos, um tempo que ninguém estava com vontade de esperar.

No entanto, Le Chang com toda certeza não demoraria milhões de anos, nem mesmo décadas.

************************************

Um imenso grupo de pessoas estavam acampados ao redor da entrada do portal para o Cemitério das Eras.

Haviam centenas de Anciãos e alguns cultivadores poderosos ali.

Porém, nenhum deles podia adentrar para tentar averiguar o que ocorria no interior do Cemitério, já que uma barreira havia se formado ao redor o portal.

Todavia, ninguém percebeu que a cem milhas dali um pequeno portal apareceu na densa floresta, do qual saiu um jovem, de vinte e um anos, olhos cor de mel, corpo esguio e cabelos negros bem aparados.

Le Chang não esperou ser descoberto e rapidamente escondeu toda a sua presença, bem como fechou o portal com alguns selos, ele então disparou para longe dali.

Devido a longa distância, ele demorou algumas horas para chegar no seu destino final, uma plataforma de teletransporte que enviava todos para o Centro de Teletransporte da Associação Intergaláctica de Alquimistas.

O Centro de Teletransporte era uma das inúmeras plataformas, como pela qual Le Chang veio pela sua primeira vez para a Associação.

A ativação da plataforma não era difícil, mas deveria ser feito uso do Medalhão de Identificação, e isso faria com que todos soubessem que Ca Le havia saído do portal, já que este era o seu nome na Associação.

Sendo assim, Le Chang esperou escondido em um canto, por três dias, até que um Alquimista Soberano desavisado, no Verdadeiro Senhor do Dao Lendário, passou por ali sozinho, Le Chang imediatamente imobilizou o jovem e o fez perder a consciência, pegou o Medalhão do garoto e usou para ativar a plataforma.

Após feito isso ele não se demorou e rapidamente fez uso do Medalhão novamente para ser levado para a Plataforma dentro da Loja do Mestre Wong, no Supremo Continente Shiang.

Estando agora no Dao Santo, Le Chang não se importou de mostrar sua face para as pessoas, sendo assim, saiu normalmente andando pela loja, recebendo olhares de todos os lados, alguns com seus queixos no chão ao verem o cultivo do garoto.

Apesar disso, quase ninguém o reconheceu, já que ele sempre vinha ali disfarçado de Ca Le, mas agora estava sem disfarce algum.

Dessa forma, ninguém ousou falar nada e continuaram fazendo suas funções, com medo de algo ruim acontecer.

Le Chang finalmente saiu da loja, espreguiçou seu corpo e estava feliz por retornar ao seu planeta.

Ele então imediatamente se mesclou ao espaço, desaparecendo instantaneamente.

Sem cerimônias ele entrou na Estalagem que tinha a Plataforma de Teletransporte para o Continente Zao, o qual Le Chang fez uso imediatamente.

Em piscar de olhos, ele agora estava dentro de um grande salão, sob seus pés estava a plataforma de teletransporte do Continente Zao.

Le Chang enviou seu Sentido Divino para analisar todo o local e um sorriso apareceu em seus lábios.

"Le Chang!" Gritou Lin Bo correndo até seu filho assim que ele apareceu na sala onde estavam suas esposas e mãe conversando.

"Mãe…" Le Chang disse abraçando ela fortemente.

As garotas rapidamente se levantaram e uma a uma foram saudar seu marido, cada uma com um delicado beijo.

O rosto delas estava com um grande sorriso, afinal elas notaram imediatamente o cultivo de Le Chang.

Então, durante um dia inteiro, Le Chang contou tudo o que aconteceu, as coisas que encontrou, sem esconder detalhe algum.

Suas esposas não precisavam ouvir de sua boca, afinal elas estavam conectadas diretamente com a Alma de Le Chang, sendo assim, bastava elas estarem perto dele e se concentrarem na Ligação de suas Almas que elas veriam todas as memórias, seja de Le Chang ou das outras garotas.

Porém, eles queriam passar alguns momentos juntos, como pessoas normais e Lin Bo não fazia parte da Ligação, já que era impossível, pois não se podia conectar parentes na Ligação da Alma, já que havia uma alta compatibilidade entre seus genes e características de suas Almas, o que poderia corromper a Ligação e levar a morte, sendo assim, com o intuito de passar um tempo com elas e deixar sua mãe saber de tudo, Le Chang contou tudo pacientemente.

Ao fim da conversa, Le Chang disse.

"Como vocês sabem… A Energia Dourada dentro de mim fica mais forte conforme o tempo passa e como eu compartilhei ela com vocês, a porção dentro de seus corpos também será fortalecida, sendo assim, vou dar uma maior quantidade, para que vocês possam fazer melhor uso." Le Chang levou seu dedo indicador até sua testa e lentamente o puxou para frente, do qual veio um fio de Energia Dourada, o qual ele levou até a testa de sua mãe, depois Chi Ziyun, Wuhan Xie, Lian Mei e Min Jia.

Assim que o fio de Energia adentrou em seus corpos, elas rapidamente sentiram as mudanças absurdas ocorrendo.

Le Chang havia atingido o Dao Santo, sua Alma, a Energia Dourada, o Qi Mundial, bem como as demais Energias dentro de seu corpo, estava em um estado centenas de vezes mais poderoso do que quando ele estava no Dao Lendário e sua força agora era milhares de vezes maior do que quando estava no Dao do Esclarecimento, sendo assim, ao compartilhar ela com sua mãe e esposas, obviamente elas receberiam grandes ganhos.

Todavia, um poder tão imenso não teria um preço pequeno, a presença da Energia Dourada era poderosa demais e era como ter seu cérebro fervido e depois congelado, sentir sua pele, nervos, ossos, carne e Canais de Qi sendo rasgados, a dor era insana, o que forçou elas a entrarem em cultivo de portas fechadas.

A torturante dor durou uma semana inteira, uma dor tão grande que poderia fazer a Alma de algumas pessoas morrer.

Foi ainda maior do que a dor que Le Chang suportou em seu encontro com Seiryuu, se naquela época ele tivesse sentido a dor que elas sentiram agora, é bem provável que ele tivesse morrido.

Sendo assim, apesar de receberem o poder com certa facilidade, torná-lo seu não foi algo fácil, mas algo que beirava a insanidade.

Todavia, toda esta dor não foi em vão e não demorou muito para cinco poderosas Manifestações cobrirem todo o Planeta Plumas ao Vento, não só isso, mas toda a Galáxia presenciou estas Manifestações de Avanço.

Um sorriso apareceu nos lábios de Le Chang e não demorou muito para cinco mulheres aparecerem na sua frente, cada uma exalava poder, santidade, pureza e nobreza.

Além da Energia Dourada, Le Chang deu um pouco de seu sangue para elas, mas diferente das Feras Mágicas, ele deu cinco mililitros para cada uma, além disso, nesta quantidade, havia um pouco da sua Essência de Vida. Esta última, junto a sangue draconiano e a Energia Dourada foram os maiores causadores da dor, absorver cada um individualmente já seria algo torturante, mas os três ao mesmo tempo, foi algo surreal.

"Meus parabéns… Chi Ziyun, Wuhan Xie e Lian Mei… Vocês atingiram o patamar de Verdadeiras Senhoras do Dao Lendário, já Min Jia e minha mãe chegaram ao nível de Verdadeiras Humanas do Dao Lendário…" - Le Chang.

Sendo assim, após mais algumas horas de conversa, Le Chang se retirou com suas esposas e foram dormir.

Lin Bo foi para o seu próprio quarto e dormiu tranquilamente, algo que ela precisava, após sofrer tamanha dor por tanto tempo.