Ascensão de um Deus

363 - Terminei!

Le Chang começou os preparativos.

 

O tempo foi passando, e quando duas horas da prova se passaram, ele terminou os preparativos para fazer o Elixir.

 

Le Chang ainda tinha dez horas para completar a Segunda Fase da Sexta Etapa.

 

Além disso, ninguém sabia que ele havia terminado de fazer sua pílula, por mais que seus movimentos mirabolantes cessaram, isso não significava o término da criação de uma pílula, afinal o que ocorria dentro dos Fornos ainda era uma incógnita, mesmo para Qong Wei.

 

Por mais que seu Sentido Divino fosse algo colossal e centenas de vezes mais poderoso que o de Le Chang, a quantidade de Qi e o caos dentro do Forno, nublavam seus sentidos, sendo assim, ele não sabia nada do que ocorria lá dentro.

 

Le Chang calmamente se sentou em posição de lótus, fora da Formação que ele havia criado.

 

Ele ficou observando os arredores, estudando os movimentos de cada competidor e também dos Anciãos.

 

'Eu preciso ter uma ideia certa do poder de cada pessoa aqui… Quando essa tal área for liberada, pelo menos, trezentas pessoas vão entrar…. Dos quais, poucos estão abaixo do Dao Lendário…' - Le Chang.

 

'É provável que Qong Wei vá atrás de você e lhe ofereça algum tipo de ajuda…' - Gao Yao.

 

'En! Além disso, tem seus dois filhos…' - Le Chang.

 

'Bom, eles estão no Dao da Purificação, mesmo que estivessem no Dao do Esclarecimento… Eles não são seus oponentes…' - Seiryuu.

 

'Realmente… Os mais perigosos são os Anciões e o próprio Qong Wei… Talvez faça algum movimento de força bruta em sua direção…' - Gao Yao.

 

'Sim, se eu mostrar minha aparência, Guan Long pode me ajudar de alguma forma, mas, apesar de sua força, existem vários mais poderosos que ele…' - Le Chang.

 

'O Dao Santo é dividido em Doze Graus… Guan Long é forte, mas está apenas no começo do Dao Santo, já alguns Anciãos, estão no 8º e 9º Grau…' - Seiryuu.

 

'Não vai ajudar em nada eu solicitar sua ajuda, posso acabar só fazendo ele morrer em vão… Vou resolver isso sozinho…' - Le Chang.

 

'Você tem grandes recursos, a questão é ter tempo suficiente para fazer uso deles…' - Gao Yao.

 

'Bom, ainda preciso vencer essa etapa… Sendo assim, vamos terminar com isso de uma vez.' - Le Chang.

 

*********************************

 

Le Chang esperou mais uma hora, antes de começar a fazer o Elixir, sendo assim, ele calmamente foi até o forno e retirou a pílula do seu interior.

 

Quando ele fez isso, milhares de Sentidos Divinos foram em sua direção, na tentativa de descobrir qual pílula era, mas, assim que eles chegaram próximos a pílula, o Qi estava extremamente caótico e tinha um outro Sentido Divino extremamente poderoso ali, impedindo qualquer descoberta.

 

Todos levaram seus olhos para o garoto e rapidamente compreenderam o que ele fez.

 

Ele havia condensado a totalidade de seu Sentido Divino ao redor da pílula, criando algo sólido e difícil de ser penetrado.

 

Além disso, ele fez uso do Qi denso e caótico do interior do forno e o trouxe junto da pílula.

 

Claro, para os poderosos, no Dao Santo e Qong Wei no Dao do Santo Rei, isso era uma piada, mas Le Chang não precisava que sua barreira durasse tanto tempo.

 

Já que ele puxou a uma velocidade extremamente rápida para dentro da Caixa de Jade.

 

Por mais que eles pudessem esmagar o Sentido Divino dele em menos de um segundo, Le Chang só precisou de um centésimo de segundo para tirar a pílula do forno e pôr na caixa.

 

Dessa forma, ignorando os olhares em sua direção, Le Chang foi até a pilha de ingredientes e calmamente começou a pegar alguns.

 

Ele foi até os materiais, onde havia uma mesa, lá ele colocou os ingredientes um do lado do outro.

 

Pegou uma faca afiada e fez vários cortes, todos perfeitamente calculados e em locais específicos.

 

Ele então pendurou, cada um deles, por um fio em um uma base sobre a mesa.

 

Rapidamente ele pegou Sangue de Fera Mágica de Nível Lendário e começou a desenhar pequenos círculos mágicos sob cada ingrediente.

 

Os olhos de todos foram puxado para o jovem.

 

Seus métodos não eram nada ortodoxos e ninguém conseguia adivinhar o que ele faria a seguir.

 

'Certo… Para a Raiz da Seiva Leão, preciso aumentar a gravidade em cinco vezes, bem como a pressão precisa ser ajustada para o mesmo número de vezes… A temperatura deve estar em torno de vinte graus…' Murmurava ele em sua mente.

 

Ele então terminou o selo e colocou uma pequena bandeja logo abaixo da Raiz que estava pendurada e com um estalar de seus dedos, a pequena formação foi ativada e não demorou mais que algum segundo para um líquido escorrer da raiz e cair em direção ao recipiente.

 

'Para o Ginseng do Céu, precisamos de uma gravidade exatamente três vezes e meia mais forte, a temperatura deve ser diminuída até trinta e dois graus negativos e a pressão deve ser aumentada quinze vezes…' Dizia ele em sua mente, repassando os processos calmamente, afinal, pressa é a inimiga da perfeição.

 

Da mesma forma que com a Raiz da Seiva Leão, ele fez com o Ginseng do Céu, uma raiz do tamanho de um punho e de cor azulada.

 

'Muito bem, agora para o Caule da Árvore Magmática, preciso aumentar a gravidade em vinte vezes, a pressão precisa ser diminuída para a metade e a temperatura deve atingir três mil e quinhentos graus…' - Le Chang.

 

Ele repetiu o mesmo procedimento, com algumas variações, para as próximas duas Ervas Espirituais, o Ginseng da Terra e a Raiz da Lótus Mineral.

 

A ideia de Le Chang era retirar o líquido presente em cada planta, as formações, que alteravam, temperatura, pressão e gravidade, faziam isso para acelerar o processo de retirada.

 

Feito isso, Le Chang pegou mais algumas plantas secundárias e as espremeu, ele então jogou o líquido das ervas secundárias, misturou com Água Glacial, em uma proporção de dois para um, ou seja, para cada dois mililitros da Seiva, ele adicionava um de água.

 

Depois, ele pegou o que restou das ervas primárias, sendo elas o Caule da Árvore Magmática, Ginseng do Céu, Ginseng da Terra, Raiz da Lótus Mineral e a Raiz da Seiva Leão, separou três gramas de cada uma delas e levou para o forno.

 

Lá ele as desidratou completamente, retirando qualquer resquício de seiva que tenha permanecido.

 

Logo após, Le Chang as tirou e as esmagou, até transformar em um fino pó.

 

Das quinze gramas que ele levou ao forno, apenas dez restaram, já que cinco gramas eram de líquidos restantes.

 

Le Chang então pegou a primeira mistura, feita com as Ervas Secundárias e lentamente misturou.

 

Ele havia feito quarenta mililitros com a Seiva e Água Glacial, onde para cada quatro mililitro ele colocou uma grama do pó, feito da mistura dos pós de todas as ervas.

 

Rapidamente, um líquido levemente grosso foi criado.

 

Le Chang então pegou as Seivas das Ervas Primárias e as misturou.

 

As Seivas do Caule da Árvore Magmática e da Raiz da Seiva Leão, foram misturadas em uma proporção de um para um.

 

Já os Ginseng do Céu e o Ginseng da Terra, foram misturados em uma proporção de um para dois.

 

Por fim, ele pegou esses dois líquidos e os misturou completamente.

 

Então, por último, a Seiva da Lótus Mineral, foi misturada com a mistura das outras quatro Ervas Primárias em uma proporção de dois para um.

 

Ao fim de tudo isso, Le Chang ficou com cinquenta mililitros de um líquido amarronzado.

 

O próximo passo foi pegar uma Gema de Fogo e uma Gema de Água, raspar um grama de cada uma delas e misturar com o líquido amarronzado.

 

Depois, Le Chang pegou Sangue de Fera Mágica de Nível Lendário e misturou com a Seiva das Ervas Primárias, em uma proporção de um para quatro.

 

Dessa forma, Le Chang ficou com dois líquidos, um era grosso e o outro nem tanto.

 

O líquido grosso de cor esverdeada, tinha sessenta mililitros, já o outro, após todas as misturas, tinha cento e vinte mililitros.

 

Le Chang então misturou lentamente os dois, em uma proporção de um para dois.

 

Todavia, era preciso a cada mililitro adicionado, que fosse mexido durante dez minutos.

 

Bem como, durante todos os processos, era importante equilibrar o encontro entre os diferentes Qis e Energias das Ervas.

 

O Sangue de Fera Mágica também trazia consigo um certo caos e selvageria, deixando tudo mais complexo e delicado.

 

Porém, após uma hora e meia de trabalho, Le Chang finalmente terminou os processos.

 

'Certo… Eu tenho cento e oitenta mililitros de Elixir da Alma Inquieta…' - Le Chang.

 

Ele então pegou três frascos de jade, e separou sessenta mililitros em cada um deles, os selou e disse.

 

"Terminei!" - Le Chang.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.