Ascensão de um Deus

357 - Armamentos Épicos

Ao ver o que havia no interior, ele ficou extremamente surpreso.

Dentro do anel, não havia muitos itens, mas cada um deles era surreal.

Havia um Saco de Armazenamento, que continha dez Cristais Mágicos de Nível Santo.

Uma caixa de madeira na qual estava um arco, uma Arma Épica de Sete Refinamentos.

Uma caixa de jade, contendo dez Ervas Espirituais de Nível Santo.

Uma outra caixa, com uma Espada, Lança, Escudo e Cajado, todos Armas Santificadas de Cinco Refinamentos.

Então, ao procurar dentro da última caixa, está de prata, Le Chang se deparou com cinco frascos de jade.

"Elixires?" Murmurou Le Chang.

"São a obra de minha vida… Eu os chamo de Elixir do Polimento Interno…. É algo extremo, capaz de tirar as impurezas de dentro das células do corpo do cultivador…. Além disso, ela atua como um grande fortalecedor dos Canais de Qi, os tornado duas vezes mais resistentes, além disso, a pele do cultivador será tão forte como aço, mas macia como a pele de um bebê…" Feng Long continuou dizendo as maravilhas de sua criação, era óbvio que ele estava orgulhoso.

Le Chang então se curvou em direção ao idoso.

"Muito obrigado…" - Le Chang.

"Não precisa… Diferente dos outros, você não veio com a intenção de saquear. Porque você acha que a porta de madeira já estava aberta para você? O corredor tinha várias formações, microscópicas e em pontos aleatórios… Mesmo os seus olhos, não as percebem, mas elas analisavam sua mente e suas intenções… Você obviamente veio em busca de algo, mas não com pensamentos egoístas…" - Feng Long.

Le Chang sorriu para o idoso e após mais alguns minutos de conversa, Feng Long, enviou Le Chang novamente para a escadaria.

**********************************

Os autômatos estavam fracos? Não haviam armadilhas ou perigos no caixão? Mentiras.

Como poderia, alguém que pisou no Sexto Trono do Dao do Santo Rei, não conseguir criar autômatos, pelo menos, com forças no Dao Santo? Além disso, realmente era tão simples adentrar o local do leito de sua morte? Ridículo.

O corredor por onde Le Chang passou, possuía milhares de armadilhas, fortes o suficiente para pulverizar completamente um Supremo Senhor.

Os autômatos tinham a força de alguém no 2º Grau do Dao Santo.

Não só isso, mas a sala inteira era um local de morte. Tudo ali tinha formações mortíferas, com venenos e armas poderosas.

O Caixão, o local de descanso final de um cultivador no Dao do Santo Rei, era repleto de perigos.

Tão grandes que mesmo os antigos Presidentes não ousavam tocá-lo.

Mesmo alguém no Quarto Trono do Dao do Santo Rei encontraria sua morte.

Aquele local era o local final, a morte era a única coisa que imperava ali.

Feng Long não mentiu quando ele disse que vários presidentes haviam saqueado os tesouros do local.

Todavia, nenhum deles ousou mexer no caixão, por saber que a morte era certa.

Além disso, mesmo para pegar os itens fora do caixão, eles tiveram uma árdua luta.

Passando por dezenas de armadilhas, formações, autômatos e centenas de outros perigos.

Sendo assim, como poderia Le Chang, um mero cultivador no Dao do Esclarecimento passar tão facilmente? Óbvio, Feng Long havia controlado as formações para não o atacarem e os autômatos para serem enfraquecidos.

*******************************************

A Semente da Alma de Feng Long flutuava olhando para o seu corpo, ele então moveu sua mão e a tampa novamente retornou para o seu lugar, ao mesmo tempo, os autômatos se recompuseram e seus corpos ficaram ainda mais fortes e poderosos, suas armas pareciam quase reais e os corpos deles oscilavam entre o espaço.

A presença no local se encheu de morte e desolação.

Ali era o túmulo de um poderoso cultivador, era um fato que não seria algo simples.

"O futuro traz consigo a calamidade, ela irá lentamente corroer os Reinos Dimensionais e onde quer que ela se achegue, a morte é a única certeza. Quando o mal supremo cair sobre a Existência, surgirá ele, como uma vela acesa em um quarto escuro, e brilhará em meio a escuridão. Aquele que possuí em seu peito o símbolo das fundações da Existência, que possuí os olhos capazes de ver tudo, aquele que a Energia Dourada é sua por direito, ele se levantará, em meio ao caos e a destruição e triunfará, mostrando, pela primeira vez, o real significado do poder!" Murmurou lentamente Feng Long.

Estas palavras foram ditas a ele por uma velha médium, a qual morreu uma semana depois de lhe dizer isso.

Ela havia lhe dito que esta pessoa se encontraria com ele e era seu dever, como alguém do lado contrário ao caos, de ajudar quem quer que viesse.

Se fosse qualquer outra pessoa, ele duvidaria, mas esta senhora era sua amada mãe, que pediu para ele prometer, em seu leito de morte, que faria o que ela pediu.

Feng Long cultivou diligentemente e lentamente se esqueceu da promessa, então, assim que sentiu os primeiros sinais da morte lentamente se aproximando dele, a lembrança de sua mãe retornou a sua mente, como uma enxurrada de memórias, felizes e dolorosas.

Ele sabendo que um novo avanço no cultivo era impossível, já que ele havia atingido o máximo que seu talento o podia fazer, decidiu por criar a Semente da Alma, na esperança de que lhe desse tempo suficiente para encontrar com esta pessoa.

Os milênios passaram e ninguém aparecia, não até o dia anterior, quando um jovem cruzou o olhar com ele.

Assim que isto ocorreu, Feng Long sentiu as memórias novamente sendo derramadas em seu consciente, como as barragens de represas sendo abertas.

Ao olhar nos olhos do jovem, ele sentiu uma estranha Energia vibrando dentro do corpo do garoto, uma força tão poderosa que ele jamais havia presenciado.

Era como se ele fosse um garoto encarando as profundezas de um abismo.

Pela primeira vez, em milênios, ele se sentiu pequeno.

Os demais podiam não ver, nem mesmo Le Chang conseguia perceber, mas no Plano Espiritual, seu corpo emanava uma Aura Antiga, extremamente pura e poderosa.

Onde quer que ele fosse, essa Aura o seguia, todavia, ela só podia ser vista e sentida no Plano Espiritual.

Já que na realidade, o Modo Desperto de Le Chang, era como ele parecia no Plano Espiritual, ou seja, quando Feng Long olhava para Le Chang, mesmo que este não houvesse ativado as suas Heranças, ele o via na plenitude de sua força.

Até mesmo o seu disfarce de Ca Le sumia no Plano Espiritual.

Sendo assim, desde o início, Feng Long viu um jovem de cabelos negros, pele branca repleta de Runas Douradas e em seu peito brilhava a Runa Angular. Um de seus olhos era branco como a neve e o outro negro com o espaço profundo, no centro havia a Runa Angular, a qual tinha em seu centro um Símbolo Yin Yang.

Até mesmo as Auras de Seiryuu e Gao Yao eram perfeitamente visíveis do Plano Espiritual.

Claro, mesmo que várias pessoas tivessem a capacidade de sentir o Plano Espiritual, somente alguém que morasse nele, como uma Semente da Alma ou algo do gênero, que poderia ver a real forma de Le Chang.

"…. Espero que o que lhe dei seja suficiente para o auxiliar nestes momentos… Minha vida está chegando ao fim, mas, finalmente, poderei morrer em paz… Oh! Mamãe… Em breve seu filho estará com você…" - Feng Long.

Ele então rapidamente retornou para o seu local de sempre, as escadas do Salão Norte, a tempo de ver Le Chang sumindo ao longe na escuridão, retornando para o seu quarto.

Faltavam apenas duas horas para a competição recomeçar.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.