Ascensão de um Deus

269 - Planos de Min Ping

Autor: Calebe Piccoli Camargo | Revisor: Stromkirk

Le Chang deixou a sua mãe, suas noivas e Min Jia, no quarto secreto.

Ele então usou o Atributo Sombrio para ocultar totalmente seu cultivo no Dao da Purificação, sendo assim, nem mesmo um Supremo Senhor notaria seu real cultivo, e todos o veriam como ainda estando no Dao da Alma.

Le Chang foi até o Mestre Wong e pegou algumas missões de Pílulas para fazer, algumas bem complexas.

O Mestre Wong lhe disse que ele poderia simplesmente ficar em sua casa e enviar as pílulas conforme ele faria, afinal ele havia pego missões de grande dificuldade para seu Nível, sendo extremamente plausível ele demorar quase um ano para entregar alguma das Pílulas.

Este tempo poderia ser longo, mas para Supremos Senhores e aqueles no Dao Lendário, mesmo décadas eram algo relativo.

Claro, Le Chang tinha noção disso e usou desta artimanha para ganhar ainda mais tempo.

Além disso, para o Clã Lin e Min, Le Chang, Wuhan Xie, Lian Mei, Chi Ziyun, Min Jia e Lin Bo estavam em cultivo a portas fechadas.

Então, após conseguir resolver os assuntos com o Metre Wong, Le Chang, ainda disfarçado de Ca Le, o qual era seguido por dois guardas no Dao do Esclarecimento, foi até a Loja Min.

Ele ainda tinha alguns assuntos para tratar com Min Lei, irmã de Min Jia.

O que foi relativamente simples, afinal com seu status atual, ele tinha uma fama mundial.

“Quem diria que o irmãozinho era tão incrível no Dao da Alquimia…” – Min Lei.

“Hahahaha! Não é nada demais Irmãzona…” – Le Chang.

“Diga-me Irmãozinho Le, o que precisa de sua Irmãzona?” – Min Lei.

Le Chang não se demorou e rapidamente retirou um Anel de Armazenamento, do interior do seu próprio.

Ele levitou o objeto até Min Lei, a qual pegou com suas mãos e ficou surpresa com o que havia dentro.

Ela tirou seus olhos do anel e olhou pasma para Ca Le.

“I… Isso… Isso é incrível…. Uma arma tão bem-feita… É uma trabalho digno de um Forjador Soberano… Realmente incrível…” – Min Lei.

“Falei com o meu mestre e ele concordou em adicionar um selo…” – Le Chang.

Ela injetou um pouco de sua consciência e fez uma linda lança sair de dentro do anel

Esta era uma Arma Santificada de Vinte Refinamentos, das quais a Loja Min contava com uma quantidade na casa de um digito. 

Ela olhou para a Lança e viu que na ponta do objeto, havia um símbolo Yin Yang.

Min Lei ficou um pouco surpresa, afinal, um símbolo tinha um peso ao ser reivindicado, para o Forjador ter feito uso disso, ele deveria ter capacidade de representar o Yin Yang.

Todavia, assim que uma dúvida foi posta na mente de Min Lei, ela acidentalmente tocou o Símbolo Yin Yang e neste momento todo o seu corpo estremeceu, duas Auras aterradores entraram em sua mente.

Uma delas foi como o rugido de um dragão, destruindo estrelas e rasgando mundos.

O outro foi um sentimento de morte tão grande que por alguns momentos ela ficou em completo choque.

A Lança flutuava sozinha no ar, como se sua presença por si só fosse um poder vivo.

Tudo isso não foi para menos, Le Chang havia colocado uma grande quantidade de Energia Yang e Yin, bem como um resquício da Aura de Seiryuu e da Aura de Gao Yao.

Por causa de tamanho impacto, Min Lei ficou em choque por cinco minutos, antes de lentamente voltar a si.

Ela tinha as mãos trêmulas e olhava assustada para Le Chang, o qual tinha um pequeno sorriso em seus lábios.

“Senhorita Min Lei… Devo me despedir no momento, acredito que saiba para onde enviar o dinheiro da venda destes itens… Além desta Arma Santificada de Vinte Refinamentos, há outras trinta de Quinze Refinamentos…” – Le Chang.

“E… En!” Murmurava Min Lei ainda tentando recompor sua mente.

Le Chang então não se demorou, se curvou rapidamente e saiu da Loja Min, deixando para trás uma Min Lei em choque.

“Aq… Aquela Aura… O… O… O que era aquilo?… Quem é o Mestre desse garoto?… Se este Ser realmente é real, um Supremo Senhor não é nada comparado a ele…” Balbuciava ela enquanto ofegava profusamente.

A sua testa estava suada e seu corpo ainda tinha resquícios de um leve tremor.

Ela foi obrigada a sentar em posição de lótus ali mesmo e cultivar por quase uma hora, ao mesmo tempo que tomava algumas pílulas para a mente, com o intuito de limpar o impacto aterrador que somente a presença destas Auras haviam causado em seu corpo.

Finalmente após se acalmar ela deu um novo olhar as Armas que Ca Le havia trazido até ela.

Min Lei observou que em cada Arma havia um Símbolo Yin Yang, o qual ela não ousou subestimar.

Sendo assim, ela correu até o seu avô, o Patriarca Min Ping, afinal ele era o dono da Loja Min e entenderia melhor a situação.

*************************************

Min Ping ofegava e sentiu sua garganta, olhos e mente ardendo.

Isso durou cinco minutos inteiros, mas foi o suficiente para lhe causar uma forte impressão.

“O… Onde você disse que conseguiu isso?” – Min Ping.

“Ca… Ca Le…” – Min Lei.

“Hm?! O Alquimista Soberano que surgiu nos últimos dias?…” – Min Ping.

“Ele… Ele mesmo…” – Min Lei.

“O que você sabe sobre ele?” – Min Ping.

“Não muito… Ele nunca parece sair de seu hotel e sua movimentação é toda de seu quarto para a Loja do Mestre Wong…. Além disso, ele afirma que ele tem um Mestre, o qual faz estas Armas e lhes dá para vender…” – Min Lei.

“Mas?” – Min Ping.

“E… Eu acho que ele está mentindo…” – Min Lei.

“Em que sentido?” – Min Ping.

“Nas… Nas primeiras Armas Santificadas eu senti uma grande afinidade com os resquícios de consciência nas Armas e a de Ca Le… En… Então… Nos Duelos Anuais do Clã Lin, senti a mesma consciência vindo daquele jovem Le Chang…” – Min Lei.

“O que?!!!” – Min Ping.

“E… E… Eu não tenho totalmente certeza, apenas 60%…” – Min Lei.

Min Ping estremeceu e pareceu envelhecer alguns anos.

Se isso fosse verdade, ele chegou à conclusão de que Lin Cai havia conseguido um monstro para o seu lado, sendo assim, sua morte era quase certa.

Todavia, este Símbolo Yin Yang era algo que nem mesmo Lin Cai poderia fazer.

“Mestre… Mestre… Esta pessoa deve ser pelo menos um Forjador Soberano e para ter uma proficiência tanto com o Yin Yang, este ser está muito além de nossas forças…” Min Ping estava afundando em pensamentos.

“O… O que eu devo fazer?” – Min Lei.

“Faça um leilão dessas Armas e consiga o maior preço possível por elas, não podemos ofender alguém que tenha tamanho poder… Não agora… Além disso, chame o Ancião Min Tang e diga que eu o ordenei a ficar de olho na movimentação deste jovem Ca Le…” – Min Ping.

“Certo Vovô!” – Min Lei.

“Ah!… Onde está Min Jia?” – Min Ping.

“Ela está em cultivo a portas fechadas…” – Min Lei.

“Certo… Dispensada…” Disse ele acenando com sua mão.

Min Ping pensou um pouco e formulou um plano, Morte!

Ele precisava matar esse garoto Ca Le e a mesma coisa era para Le Chang, se eles fossem duas pessoas diferentes não importava, mas se eles fossem a mesma pessoa, o problema era grande demais para Min Ping levar levianamente.

Ele então pensou em usar sua neta como arma.

Min Ping criou um jade explosivo e colocaria dentro do Anel de Armazenamento de Min Jia sem que está soubesse, então ele esperaria o momento que eles se encontrassem e o explodiria.

Isso mataria sua neta, mas no fim ele presava sua vida acima de qualquer um.

Todavia, assim que ele se moveu, através do espaço, para o local onde Min Jia cultivava, ele se deparou com um quarto vazio.

Min Ping então começou a procurar em todas as Salas de Cultivo, mas ainda não achou o menor resquício de sua neta. Ele foi até o quarto da mesma e viu que tudo estava normal, suas roupas estavam lá, nada fora do comum.

Ele flutuou acima da Mansão Min e expandiu seu Imenso Sentido Divino, sentindo a totalidade da Cidade Plumas Celestiais, todavia, não havia o menor sinal da presença da menina.

Min Ping então fez uso de um Selo Especializado, o qual mostraria todos com algum parentesco com ele no planeta inteiro.

Porém, após horas de busca, ainda ficou frustrado.

Como ele poderia saber que na realidade o Plano de Le Chang era fugir dali, para isso ele havia tomado medidas preventivas e havia mesclado algumas runas em Min Jia, com a permissão da mesma, as quais agiam como uma barreira para qualquer um que procurasse por ela, sendo assim, Min Ping jamais a encontraria.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.