Ascensão de um Deus

100 - Chi Ziyun e Le Chang

Autor: Calebe Piccoli Camargo | Revisor: Stromkirk

 

 

Da Mansão uma luz subiu aos céus, seguida por uma pessoa dentro dela. Sua Aura era extremamente poderosa e o mundo parecia prestes a rachar somente pela sua presença.

Os olhos de Le Chang eram completamente dourados, o sentimento que vinha deles era de profunda compreensão, como se a sabedoria do mundo viesse dali.

Seus cabelos eram completamente brancos, mas o mais estranho foi sua pele.

Como cobras se emaranhando sobre o corpo de Le Chang haviam milhares de runas se movimentando. Eram como tatuagens vivas, elas emitiam um sentimento extremamente opressor e sua força não podia ser sequer imaginada.

Le Chang então liberou completamente o seu cultivo, sua força explodiu, o ar ao seu redor expandiu tão rápido que algumas árvores racharam.

A Cordilheira tremeu e até mesmo alguns deslizamentos ocorreram. O tremor foi tão grande que mesmo a trezentas milhas era possível senti-lo.

Seu corpo irradiava poder, era como se um Antigo Deus tivesse pisado sobre a terra.

Com seus olhos ele podia analizar dezenas de milhas a sua frente, sua visão era tão poderosa que poderia penetrar uma milha solo adentro.

“Quem diria que compreender as Runas e o próprio cultivo me levariam até o 3º Grau do Dao do Espírito…” – Le Chang.

“Garoto… Você é um monstro…” Gao Yao estava chocado.

“Não é só ele, olhem para o lago” – Seiryuu.

No centro do lago a árvore, onde Chi Ziyun cultivava sobre suas raízes, começou a crescer. 

Suas folhas ganharam mais vida e até mesmo frutos começaram a aparecer.

No momento seguinte uma garota disparou para fora da água como um meteoro rompendo as nuvens.

Seus cabelos negros chegavam até a metade de suas costas, seus olhos azuis exalavam pureza, seu corpo esguio era coberto por um lindo vestido verde, mas o mais surpreendentes eram suas mãos.

Sobre o dorso de suas mãos haviam duas tatuagens, sua forma era estranha.

No centro do dorso de suas mãos havia um ponto verde, como um pedaço de jade, dele saiam dezenas de raízes que se espalhavam até o seu punho e as pontas de seus dedos.

O movimento de suas mãos parecia deixar imagens para trás, como se os seus movimentos fossem rápidos demais para serem vistos.

Seu corpo era coberto com uma poderosa Aura. Ao seu lado havia uma pequena garota, ela era linda.

Seus cabelos e seus olhos eram verdes e vestia uma túnica verde. Em suas mãos ela brincava com a miniatura de uma árvore real. Ela fazia crescer e diminuir, fazia crescer frutos, flores e até mesmo as folhas caírem e nascerem novamente.

“Le Chang!!” – Chi Ziyun.

Ela não percebeu a presença de Le Chang até sentir uma Aura extremamente forte rodeando toda a área, mas estranhamente, não tinha o menor efeito sobre ela.

Le Chang por sua vez usando seus olhos ficou pasmo ao ver o progresso de Chi Ziyun.

Ela estava no 5º Grau do Dao do Espírito, estranhamente ela exalava uma força imensamente poderosa, como se nada fosse impossível para ela.

“Você ficou muito mais poderosa, meus parabéns.” – Le Chang.

Ela então pôs seus olhos sobre Le Chang e ficou pasma com a aparência dele.

“O que… aconteceu com você?” – Chi Ziyun.

“Desculpe… Tinha me esquecido. Hahaha.” – Le Chang.

Ele então fechou seus olhos por um momento e sua Aura foi retraída e o caos de alguns segundos atrás desapareceu, a terra pareceu respirar de alívio.

“O que era aquela sua forma? Suas Heranças?” Chi Ziyun perguntou e percebeu que não fazia ideia de quais eram as Heranças de Le Chang.

“Mais ou menos…” – Le Chang.

“Além disso, essa garotinha ao seu lado, quem e ela?” – Le Chang.

“Ã? Você consegue ver ela?” Chi Ziyun estava atônita.

“Somente quando eu estava na forma anterior, eu conseguia ver claramente uma menina de uns 8 anos ao seu lado…” – Le Chang.

“Ela se chama Xi Wangmu… Ela é o Espírito da Flora Divina…” Chi Ziyun falou enquanto seu rosto revelava seu espanto.

“Co… Como você conseguiria ver um Espírito… Eu só consigo ver ela por causa da minha conexão com ela…” – Chi Ziyun.

“Te explico mais tarde… Por enquanto, vamos para dentro da Mansão descansar… ” – Le Chang.

“Dentro?” Ela finalmente olhou para baixo e se deparou com uma linda construção.

“Você fez isso?” – Chi Ziyun.

“Sim, eu não deixaria você sozinha aqui, por isso construí essa Mansão para ficar esperando por você.” – Le Chang.

************************************

Após descerem até a Mansão, ambos se sentaram em uma linda sala. 

Le Chang havia caprichado nas decorações e nos detalhes, moldando a madeira e a pedra com as Transformações da Natureza da Terra e da Madeira. Ele podia transformar tais materiais em diversas formas.

Chi Ziyun estava surpresa pelo trabalho feito por Le Chang, realmente ele tinha gosto para as coisas.

“Eu tenho um presente para você…” Le Chang disse com um sorriso.

“Presente?” Disse ela surpresa.

Ele então agitou suas mãos e de seu Anel de Armazenamento uma espada saiu voando até pousar na frente de Chi Ziyun.

“Arma Santificada?” Exclamou ela surpresa.

“Oh! Você consegue ver?” – Le Chang.

“Após me ligar com Xi Wangmu eu consigo sentir todos os seres vivos em um raio de algumas milhas… Claramente sinto algo vivo nessa Katana, sendo assim é fácil entender… Somente Armas Santificadas possuem algo vivo nelas…” – Chi Ziyun.

“Esse é o meu presente para você, espero que goste.” – Le Chang.

Ela então calmamente tocou no cabo e para seu espanto a arma reagiu imediatamente ao seu toque, sua lâmina antes branca se tornou esverdeada, igual ao punho.

“Eu a fiz para reagir o Elemento Madeira com maior força… Imaginei que o Espírito da Natureza que você se ligou seria algo do tipo…” – Le Chang.

“Você criou isso?” Chi Ziyun novamente se viu espantada.

Por algum acaso Le Chang era um Deus disfarçado de um mortal? Os céus o amavam tanto assim que o concederam o intelecto dos Deuses?

Ela ficou extremamente chocada de tudo que Le Chang demonstrou em poucos minutos.

Sua força estava no Pico do 3º Grau e poderia fazer até ela, alguém no Pico do 5º Grau do Dao do Espírito e ainda por cima ligada a um Espírito da Natureza de Rank Divino se sentir fraca perante ele, não contente ele ainda é capaz de fazer Armas Santificadas.

Ela estava muito feliz por ele, ela o amava e ele a amava, ambos queriam ver o outro no pináculo do mundo.

Mal sabiam eles que no futuro os nomes de ambos ecoariam pelos confins do mundo.

************************************

Após uma rápida conversa Le Chang a explicou sobre Gao Yao e Seiryuu, mas deixou de lado a [Energia Dourada], bem como seu Castelo Espiritual diferente, não era que não confiava nela, mas saber das duas Heranças já seria um grande fardo para ela carregar.

Segredos vem com um preço, os inimigos de Le Chang poderiam tentar extrair dela suas fraquezas e suas forças, por isso ele a poupou de maiores detalhes, muitas vezes a ignorância é a melhor escolha.

Eles conversaram durante o dia inteiro, a noite ambos se recolheram em um grande quarto.

Havia uma janela que dava de frente para a lua, hoje era lua cheia e ela brilhava imponente no céu noturno.

Chi Ziyun estava deitada sobre o peito de Le Chang e dormia tranquilamente.

‘Tem certeza que foi uma boa ideia contar para ela sobre nós?’ – Seiryuu.

‘Ela é forte o suficiente para se proteger… Ela tem força para bater naqueles no pináculo do Dao do Espírito, talvez somente eu consiga ser seu oponente dentro do Dao do Espírito…’ – Le Chang.

‘Realmente… Acredito que ambos se encontrassem com Cui Jia novamente, precisariam de apenas um movimento para mata-lo…’ – Gao Yao.

‘A fortuna é precedida pelo Caos… Se você é capaz de sobreviver a grandes provações e perigos, certamente os céus o recompensaram…’ – Le Chang.

************************************

Le Chang era agora extremamente poderoso, ninguém no Dao do Espírito era seu oponente, sua força teve um salto monstruoso.

Dentro de sua Caverna Espiritual, o seu Castelo era coberto com Runas, haviam milhares de runas flutuando ao redor do Núcleo de Qi dele.

Ele descobriu uma forma genial de mesclar as Runas e as Habilidades Marciais.

Usando sua [Energia] ele desconstruiu todos as Cinco Transformações e os Atributos e forçou sua mente ao máximo. Seiryuu liberou de suas memórias todo o conhecimento Rúnico que ele tinha, sendo ele um Deus Dragão ele conhecia bilhões de runas, com toda essa informação Le Chang começou a diluir todo o rio de informação que apareceu em sua mente e começou a gravar cada runa nas paredes de seu Castelo Espiritual, o que consequentemente as fez ficarem gravadas também em seu Núcleo de Qi.

Agora sempre que ele extrai Qi de seu Núcleo. Este Qi viria com runas em seu interior, como diversos pedaço de madeira flutuando em um rio.

**********************************

Le Chang levantou seu braço esquerdo invocou o Punho do Deus Dragão.

Uma Garra Branca surgiu, sobre ela haviam dezenas de Runas douradas, como se estivessem escritos sobre uma folha de papel. 

Ele então deixou um pequeno sorriso aparecer em seu rosto, abraçou Chi Ziyun mais forte e calmamente fechou seus olhos para dormir.

 

[Autor: Vi muita gente falando que em uns capítulos eu digo que o talento dele é acima de todos e outras eu digo que tem gente que é comparavel a ele…. Vocês são precoce demais… No capítulo 178 de Ascensão tem a explicação do porque disso… Aguardem… Tenham paciência… Vocês falam umas asneiras as vezes porque querem mil explicações em um capítulo só, mas não é assim que a banda toca…. Relaxa ai…. Tirando uns comentários nada a ver, tem uns ótimos também, no final de semana vou tentar trazer o compilado dos comentários mais legais….]




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.