A Will Eternal

636 - Chamas de Quatorze Cores: Sucesso!

Tradução: Glaurung | Revisão: Reviewer

Agora que Bai Xiaochun estava de volta à Penitenciária do Demônio, não importava o que estivesse acontecendo lá fora. Ele rapidamente voltou para seus aposentos e depois de esperar alguns dias, para se certificar de que não havia repercussões dos recentes acontecimentos, ele finalmente deu um suspiro de alívio.

“Acontece que ser um guarda de prisão é muito útil. Embora, a melhor coisa por agora, seja evitar qualquer atenção. Eu não sairei a menos que seja absolutamente necessário.” Pegando sua bolsa de armazenamento com entusiasmo, ele não podia deixar de pensar que seu plano tinha sido executado de forma brilhante. “Os três grandes clãs me roubam, eu os roubo de volta! Como diz o velho ditado, ‘o comportamento adequado é baseado na reciprocidade’! É um princípio básico do céu e da terra!”

Nos dias que se seguiram, ele foi patrulhar com o Esquadrão 9 e continuou a trabalhar na fórmula para a chama de quatorze cores. O tempo passou. Um dia, ele finalmente voltou para o pavilhão de celas sozinho.

O Pavilhão D geralmente era um lugar barulhento e movimentado. Sempre que os guardas não estavam presentes, as prisioneiras vestidas de cinza e os prisioneiros nos crânios faziam o que queriam fazer.

Mesmo quando os guardas estavam presentes, a maioria dos prisioneiros os ignorava. No entanto, no instante em que Bai Xiaochun entrava no bloco de celas, tudo se silenciava.

Assim que ele apareceu, ele cruzou as mãos atrás das costas e anunciou grandiosamente: "Estou de plantão hoje, então é bom que todos se comportem."

Suas palavras fizeram com que os prisioneiros tremessem de terror. Muitos dos prisioneiros nos crânios ergueram as sobrancelhas com medo.

“Inquisidor das Trevas!!”

"É aquele maldito Inquisidor das Trevas Bai!"

“Esse cara é cruel e impiedoso. Nunca esquecerei o trágico dia em que ele interrogou o Velho Demônio Zhou…”

Quanto aos prisioneiros que haviam sido interrogados por Bai Xiaochun, em algum momento no passado, tremiam visivelmente e seus olhos brilhavam de terror.

Todos no Pavilhão D ficaram em silêncio e quando Bai Xiaochun passou, nem uma única pessoa fez o menor som. Afinal, ele se tornou muito famoso recentemente. Nem um único prisioneiro de longa data, no Pavilhão D, havia escapado do interrogatório em suas mãos.

O mais assustador de tudo era o quão misteriosos eram seus métodos de interrogatório. Por causa da fumaça que ele usava, ninguém conseguia ver claramente o que acontecia. No entanto, as pessoas poderiam definitivamente ouvir os gritos aterrorizados que emanavam da fumaça e nunca seriam capazes de esquecê-los.

Agora que Bai Xiaochun estava de volta, os prisioneiros estavam todos agindo com muita cautela. Nenhum deles queria ofendê-lo e, assim, causar problemas para eles mesmos. Portanto, todos sorriram agradavelmente, e uma multidão de prisioneiras vestidas de cinza se reuniu em torno dele para acompanhá-lo.

Bai Xiaochun ergueu um pouco o queixo e apreciou os olhares impressionados que estavam focados nele, refletindo sobre como não importava para onde ele fosse, ele sempre subia para as alturas mais altas.

"Eu sou simplesmente muito notável", ele pensou. "Bem, não é como se esse fosse o meu objetivo. Eu deveria estar mantendo um perfil discreto.” Depois de um tempo, ele acenou com a mão para dispensar as prisioneiras, em seguida, caminhou por um tempo por conta própria. Eventualmente, ele encontrou o local remoto onde ele havia trabalhado em suas chamas antes, onde se sentou de pernas cruzadas.

“Este lugar é perfeito. Muito espaço para conjurar chamas.” Assentindo em satisfação, ele estabeleceu alguns feitiços restritivos, então acenou com a mão para enviar uma nuvem de fumaça. Então, ele fechou os olhos para meditar.

Depois de rever tudo o que sabia sobre a chama de quatorze cores, ele abriu os olhos e bateu na bolsa de armazenamento para invocar seu pagode de armazenamento de almas. Então, uma expressão muito séria tomou conta de seu rosto quando ele começou a trabalhar na conjuração de chamas de quatorze cores.

Enquanto as almas se derramavam ao ar livre, ele fez um gesto de encantamento com as duas mãos e depois acenou com os dedos. Imediatamente, as almas começaram a ir para a palma da sua mão, onde formaram uma chama. Começou com uma cor, à qual ele rapidamente adicionou mais cores. Em pouco tempo, ele tinha uma chama de treze cores e estava avançando para a décima quarta cor.

"Estou muito confiante em poder ter sucesso com uma chama de quatorze cores. Tudo o que preciso fazer é fazer alguns ajustes para lidar com alguns problemas aleatórios... Eu diria que eu deveria ser capaz de produzi-la com cinco tentativas!”

Imediatamente, as almas começaram a avançar em direção a sua mão, derramando-se no fogo.

Em instantes, apareceu outra cor, a décima quarta. Mas então, a expressão de Bai Xiaochun cintilou quando a chama de repente piscou.

Franzindo a testa, ele olhou para a mão e depois pegou outro grupo de almas vingativas para fazer outra tentativa. Nove dias se passaram em rápida sucessão.

Durante esses nove dias, ele fez quatro tentativas, todas fracassadas. No entanto, ele não deixou que isso o desapontasse. Ele tinha muitas almas para trabalhar, e cada fracasso o levou a uma compreensão mais profunda. Era seu décimo dia dentro do pavilhão D, onde ele estava sentado de pernas cruzadas, os olhos injetados de sangue e os cabelos desordenados, mas sua expressão era de animação.

“Eu resolvi todos os problemas. Desta vez, eu devo ter sucesso em fazer as chamas de quatorze cores!

“Isso vai me colocar no topo do ranking de necromante terrestre! Se eu puder fazer uma chama de quinze cores, então serei um... necromante celeste!” Seu coração se encheu de antecipação; ele já estava nas Terras Selvagens há algum tempo e entendia bastante sobre necromantes. Obviamente, mesmo os grandes clãs viam os necromantes celestes como extremamente poderosos e importantes.

Além disso, estava o posto mundano, que era ainda mais raro. Eles tinham posições incrivelmente altas; talvez não tão alto quanto os Reis Celestes, mas definitivamente além dos Devas.

Com os olhos brilhando, ele respirou fundo e se acalmou. Tudo ocorreu muito bem; Ele começou com uma chama e trabalhou até treze cores sem parar. Então, ele sacudiu a manga, fazendo com que um enorme grupo de almas vingativas voasse para fora. Finalmente, ele soltou um grito e mandou a chama de treze cores para se espalhar em um mar de fogo.

As almas começaram a se derramar no fogo de treze cores, um processo que levou menos tempo do que leva metade de um incenso para queimar. Foi nesse ponto que uma décima quarta cor apareceu!

Seu coração batia com animação, mas sua mão permaneceu estável enquanto ele enviava seu senso divino para controlar as coisas. A chama de quatorze cores lentamente começou a encolher, durante esse momento sua atenção estava completamente concentrada na tarefa em mãos.

Uma hora depois, ele fechou cuidadosamente a mão em punho, fazendo com que o mar de fogo desaparecesse dentro!

Com o coração batendo acelerado dentro dele, ele lentamente abriu a mão, revelando uma língua cintilante de quatorze cores de fogo!

Uma luz brilhante que parecia superar tudo ao seu redor, acompanhado por um calor aterrorizante.

Embora chamas de quatorze cores não fossem o suficiente para ameaçar um Deva, elas são poderosas o suficiente para destruir a maioria dos tipos de cultivadores na Alma Nascente!

"Funcionou! Eu finalmente consegui!” Ele riu alto de alegria. “A próxima é uma chama de quinze cores. Isso definitivamente vai ser muito difícil. Mas se eu fizer funcionar, então serei um necromante celeste. Embora, chamas como essa não me façam muito bem, a menos que eu aumente minha proeza de batalha primeiro...” Suprimindo sua animação, ele guardou a chama de quatorze cores, e contou quantas almas ele ainda tinha.

"Se eu fizer quatorze aprimoramentos espirituais em todas as coisas que possuo... então mesmo que eu não esteja no nível da Alma Nascente, minha proeza na batalha ainda seria muito alta." O mero pensamento disso o deixou empolgado. Afinal, ele sempre foi muito focado em se equipar ao máximo.

Sem a menor hesitação, ele decidiu que deveria realizar um aprimoramento espiritual. No entanto, antes que ele pudesse puxar sua panela de tartaruga, de repente ele pensou em alguma coisa. “Espere, há muitos olhos aqui... mesmo com a minha névoa para me esconder, eu deveria ser o mais cuidadoso possível. Minha panela de tartaruga é um verdadeiro tesouro e não posso deixar ninguém ver. Seja discreto. Discreto! Tenho que ter cuidado aqui nas Terras Selvagens. Eu não posso chamar atenção!”

Com isso, ele acenou com a mão, dissipando a névoa e transformando-se em um feixe de luz que disparou de volta para a entrada do bloco de celas.

Quando ele estava saindo, havia um velho sentado de pernas cruzadas em uma das celas do crânio a uma certa distância. Ele tinha uma marca vermelha de nascença no rosto e parecia ser como os outros prisioneiros em todos os aspectos. No entanto, quando Bai Xiaochun saiu, ele olhou para cima e um brilho misterioso pôde ser visto em seus olhos.

"Não foi há muito tempo que ele conseguiu com uma chama de treze cores", ele murmurou para si mesmo, "e agora ele pode realmente conjurar chamas de quatorze cores... Esse garoto é bastante interessante." Porque Bai Xiaochun tinha sido cuidadoso trabalhando em um canto relativamente remoto, e havia criado feitiços restritivos e sua neblina obscura, ninguém notou que ele havia conjurado chamas de quatorze cores. Ninguém exceto esse velho.

Momentos depois, o velho fechou os olhos.




O site Central de Mangás é gratuito e sempre será!

Para colaborar com a existencia do site, por favor,
desative o bloqueador de anúncios.