A Will Eternal

172 - Me Desculpe, Bai Xiaochun

Naquela noite, a lei marcial foi imposta na cidade Madeira-Leste. Todos os clãs cultivadores entraram em ação, realizando uma investigação minuciosa em toda a cidade. Quanto a Bai Xiaochun e Du Lingfei, eles desapareceram na noite.

Du Lingfei explicou a Bai Xiaochun que sua missão estava quase acabada e não haveria danos ao retornar à seita cedo. Sendo assim, ela o acompanharia no caminho de volta.

**

Era tarde da noite. As estrelas brilhavam no céu, e a lua pendia alta e brilhante. Bai Xiaochun e Du Lingfei sentaram-se em uma montanha olhando para as estrelas. Du Lingfei parecia ainda mais bonita do que o habitual sob a luz das estrelas. Sorrindo, ela olhou para Bai Xiaochun enquanto ele relatava os acontecimentos ocorridos durante os anos.

"Você não acreditaria, Boo. Na Margem Sul, eles realmente me atacaram pedras. Caramba, isso machucou tanto ...

"Eu não queria que as coisas no Vale das 10,000 Serpentes se tornassem assim! Eu só queria que as cobras parecessem mais bonitinhas ...

"Depois de voltar para a seita, Boo, você definitivamente precisa me dizer se você ver aquele maldito coelho!

"Esses caras da Margem Norte são completamente agressivos. Eu fui enviado para a Margem Norte, sozinho e empobrecido. Eu fiquei com o meu rabo entre as pernas, com medo de ofender qualquer um, mas eles ainda não me deixaram em paz ... "Enquanto ele contou suas histórias da Seita do Rio Espiritual, Du Lingfei ocasionalmente o consolou e de vez em quando riu. Os olhares de louvor e surpresa que ela lhe deu fizeram que Bai Xiaochun estivesse ainda mais animado.

Ela protestou contra o uso do apelido de "Boo", mais de uma vez, mas não fez adiantou nada. Na verdade, quanto mais ela protestava, mais ele usava.

“Boo, Boo, Boo….”

Finalmente, ela simplesmente balançou a cabeça e suspirou em resignação.

Eventualmente, eles encontraram uma caverna de montanha onde se estabeleceram para a noite. Bai Xiaochun sentou-se de pernas cruzadas para meditar e depois de um pouco de tempo, uma suave brisa passou. Curiosamente, Bai Xiaochun não percebeu a brisa.

Du Lingfei abriu os olhos e olhou para Bai Xiaochun, uma mistura de emoções girando em seus olhos. Depois de um momento, ela se levantou e saiu da caverna para olhar a lua brilhante acima da cabeça. Uma rajada de vento soltou um fio de cabelo para fora do lugar, e ela estendeu a mão para colocá-la atrás da orelha.

No entanto, quando seu dedo atingiu o cabelo, ele passou diretamente através dele. Du Lingfei olhou para o dedo indicador e a complexidade em seus olhos se aprofundou. Apertando a mão em um punho, ela fez com que o dedo voltasse a ser sólido novamente, depois ela enfiou os cabelos perdidos no lugar.

"Não me resta muito tempo ...".

Mais um tempo passou. Parecendo muito melancólica, Du Lingfei voltou para a caverna e olhou para Bai Xiaochun sentado quieto. Com o cuidado de não o empurrar, sentou-se ao seu lado e apoiou a cabeça no ombro dele. Depois que ela fechou os olhos, um sorriso apareceu em seu rosto.

O tempo passou enquanto eles viajavam. Passaram-se três dias, o que não pareceu muito tempo para Bai Xiaochun. Ele fantasiou um pouco sobre o que seria retornar à seita como um especialista no Estabelecimento de Fundação Dao do Céu e como ele seria o centro das atenções. Toda vez que pensava nisso, ficava mais animado.

Du Lingfei queria desacelerar a viagem, mas quando viu o quanto ele estava excitado, ela simplesmente sorria e segurava a língua. No terceiro dia, a base de cultivo do Estabelecimento de Fundação de Bai Xiaochun se estabilizou e eles estavam ficando muito próximos da Seita do Rio Espiritual.

Na noite do terceiro dia, quando eles estavam apenas a um dia de viagem da Seita do Rio Espiritual, Du Lingfei sugeriu que eles parassem para descansar um pouco. Eles encontraram uma caverna de montanha, onde Bai Xiaochun começou a contar suas experiências terríveis no Mundo da Espada Caída. Enquanto falava, ele começou a sentir-se cansado, e antes de perceber o que estava acontecendo, estava dormindo.

Tudo estava muito silencioso, com o único som sendo o estalar e sibilar da pequena fogueira que eles fizeram. Dentro da caverna, as chamas formavam sombras dançantes, e lá fora, tudo estava escuro. Tudo era muito pacífico.

Du Lingfei olhou para o fogo por um tempo, depois olhou para o Bai Xiaochun dormindo, com uma aparência suave em seus olhos enquanto pensava no passado. Nesse ponto, ela não estava prestando atenção a seu corpo físico, que estava começando a brilhar e virar translúcido

Depois de um longo momento, ela suspirou. Dando a Bai Xiaochun um olhar profundo, ela se levantou, tremendo um pouco. Neste momento, ela notou que sua boca se curvava em um sorriso enquanto dormia. Aparentemente ele estava tendo um maravilhoso sonho.

Inclinando-se, beijou-o suavemente nos lábios, depois se virou e saiu da caverna, um olhar de determinação espalhando-se pelo rosto.

Quando ela emergiu, o ar ondulou e distorceu e nove figuras sombrias apareceram. Todos eram misteriosas e enigmáticas, até bizarras, e enquanto elas ficavam ali, o ar ao redor delas brilhava e cintilava.

Inesperadamente, todas as nove figuras juntaram as mãos e se inclinaram profundamente para Du Lingfei. Pelo respeito que mostraram, quase pareciam ser criados.

Uma das figuras sombrias deu um passo à frente e falou com uma voz rouca que quase parecia emanar do passado. "Matriarca Júnior, a tarefa que você nos designou foi realizada. Todos os onze indivíduos estão aqui.

Com isso, ele acenou com a mão, fazendo com que 11 cabeças cortadas caíssem. Os rostos de cada cabeça estavam torcidos em expressões de terror e descrença.

Surpreendentemente, estes eram todos os espiões que se infiltraram na cidade Madeira-Leste com a intenção de matar Bai Xiaochun.

Du Lingfei ignorou as cabeças cortadas e as nove figuras sombrias. Virando-se, olhou para o Bai Xiaochun adormecido.

"Tudo sobre mim na Seita do Rio Espiritual foi uma farsa", ela murmurou, seus olhos brilhando como se as lágrimas estivessem crescendo. "A única coisa real foi a época em que o clã Luochen nos perseguiu.

"Minha missão foi cumprida, mas por algum motivo, não estou feliz. Espero que você possa me perdoar…. Me desculpe, Bai Xiaochun. "À medida que as lágrimas se derramaram sobre suas bochechas, eles rolaram pelo rosto e se transformaram em cinzas que eram levadas pelo vento.

Uma das figuras sombrias juntou as mãos e disse respeitosamente: "Matriarca Júnior, esse corpo mortal que o patriarca criou para você não durará muito mais. Ele nos enviou aqui para escoltá-la de volta. Você virá, Senhora? "

Du Lingfei continuou a olhar para Bai Xiaochun durante um longo momento, depois assentiu levemente. Parecia exausta. Finalmente, ela se virou para sair. Quando ela o fez, seu corpo lentamente desapareceu, transformando-se em nada mais do que fumaça. As nove figuras sombrias também desapareceram ...

Quanto às onze cabeças cortadas, elas se dissolveram em cinzas.

Na manhã seguinte, ao amanhecer, quando os primeiros raios de luz solar atingiram a caverna, Bai Xiaochun lentamente abriu os olhos.

"Estou com sede, Boo...", ele disse, bocejando. Ele ficou um pouco surpreso; Depois de começar a praticar o cultivo, ele descobriu que ele não precisava dormir com tanta frequência, mas nesses dias, ele dormia muito tempo. Esfregando os olhos, ele se levantou e olhou em volta em busca de Du Lingfei.

Quando ele não a viu, ele não pensou demais. Saindo da caverna, olhou para o sol nascente e depois esticou-se com preguiça.

"Eu devo ter me cansado demais recentemente. Cara, que boa noite de sono." No momento, Bai Xiaochun sentiu-se mais enérgico do que nunca, como se uma força vital ilimitada estivesse pulsando dentro dele. Seus nove mares espirituais eram dourados, e ele estava completamente no estágio Estabelecimento de Fundação Dao do Céu.

Sua aura tinha deixado de se concentrar para dentro e em cada respiração que ele tomava, ele quase podia ouvir as ondas baterem em seus mares espirituais.

Ele estava melhor do que nunca e decidiu meditar um pouco, tanto para se familiarizar tanto com o Estabelecimento de Fundação Dao do Céu quanto com a aura do Dao Celestial e também para esperar por Du Lingfei.

Duas horas se passaram, e Du Lingfei não voltou, Bai Xiaochun abriu os olhos, sentindo-se um pouco nervoso.

"Ainda não voltou?", Pensou. Ele tirou um pergaminho de jade de transmissão e enviou uma mensagem para ela, mas serviu tanto como jogar uma pedra no mar. Não houve qualquer resposta.

"O que está acontecendo?!" Ele se pôs de pé e imediatamente começou a procurar a área. Quando caiu a noite, ele olhou para todos os lados, mas não encontrou um único rastro .... Du Lingfei ... tinha desaparecido!

Neste ponto, ele estava arruinado com ansiedade, e teve a sensação de que algo ruim aconteceu. Com o rosto pálido, os olhos cheios de sangue, ele expandiu sua busca.

"Onde você está, Boo !?

"Du Lingfei, onde você está!?!?

"Du Lingfei ..." Ele procurou quatro dias seguidos, em todos os lugares que conseguia pensar. Logo seu cabelo estava desgrenhado, e ele parecia estar perdendo peso. No entanto, Du Lingfei estava longe de ser encontrada.

"Eu disse algo errado, Boo? Por que você está se escondendo de mim? Diga!

"Du Lingfei, saia, de onde quer que esteja!

"O que aconteceu!?"

Ele estava ficando louco de ansiedade. Eventualmente, ele voltou para a caverna onde ele a viu pela última vez, e procurou em todo o lugar com um pente fino. Infelizmente, o resultado foi o mesmo que antes.

Ele não tinha certeza do porquê, mas seu coração doía. Parecia que alguém acabara de o cortar em pedaços e era um sentimento de que ele nunca tinha experimentado antes. Apertando as mãos firmemente no poço de seu estômago, ele pensou em como adormeceu sem motivo aparente, e então seu coração afundou. Eventualmente, um olhar em branco apareceu em seus olhos.

**

O fato de que Bai Xiaochun estivesse ausente por tanto tempo sem retornar fez com que a seita enviasse ainda mais pessoas para encontrá-lo. Hou Yunfei liderou uma equipe, assim como outros discípulos importantes das Margens Sul e Norte. Mesmo Li Qinghou ajudou.

Quando finalmente o encontraram, ele estava sentado fora daquela caverna, seus olhos inchados de sangue, seu rosto magro. Ele parecia assustado.

Quando Li Qinghou o viu, ele sentiu uma pontada de dor e perguntou: "Xiaochun, o que há de errado ?!"

Bai Xiaochun estremeceu. Olhos em branco, ele se virou para olhar para Li Qinghou e murmurou: "Tio Li, Du Lingfei ... se foi".